Cartas da Campanha Papai Noel dos Correios já podem ser ‘adotadas’ em agências ou pela internet

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral, Vit. da Conquista | Data: 11 nov 2019

Tags:, , , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

Fonte:G1

A campanha Papai Noel dos Correios já começou na Bahia. No interior, a campanha conta com postos de adoção nas agências dos Correios em Barreiras, Feira de Santana, Itabuna, Juazeiro, Vitória da Conquista e mais cidades.

Também é possível adotar cartinhas pela internet, mas o serviço estará disponível a partir de segunda-feira (11) e segue até 29 de novembro. Na internet, os padrinhos da capital baiana poderão acessar o blog da campanha e apadrinhar o pedido de até cinco crianças.

As datas, locais e horários da Campanha Papai Noel dos Correios 2019 em todo a Bahia podem ser obtidas na internet.

As histórias, os personagens e os principais momentos da Campanha Papai Noel dos Correios 2019 podem ser acompanhados nas redes sociais oficiais da empresa @Correiosbr; @correios; correiosoficial.

Tarifas de encomendas via Correios sofrem reajuste médio de 6,34%

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 16 out 2019

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park.gif

Os Correios anunciaram o reajuste médio de 6,34% nos serviços de encomendas dos Correios (Sedex e PAC), para postagens por pessoa física. As tarifas foram elevadas na segunda-feira e confirmadas pela estatal nesta terça-feira (15).

O novo reajuste vale para para os serviços Sedex (Sedex Hoje, Sedex 10 e Sedex 12) e PAC, mas os Correios não informaram o reajuste médio para cada tipo de encomenda. Trata-se do segundo aumento no ano. Em fevereiro, os correios já tinham anunciado um reajuste de 8,03% . O novo aumento é superior ao dobro da inflação acumulada nos últimos 12 meses (2,89%), segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do IBGE.

“A tabela de serviços de Encomendas para postagens do varejo, ou seja, pessoa física, foi reajustada com uma média ponderada de 6,34%. O índice é uma média nacional, que varia de acordo com o tipo de postagem, origem e destino. A atualização dos preços ocorre para equilibrar o impacto dos custos na prestação dos serviços. Destacamos que esse reajuste não se aplica aos clientes que possuem contratos com os Correios”, informou a estatal, em nota.

Correios lançam serviço para reduzir pela metade prazo de entregas internacionais

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 26 set 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

Fonte: EBC

Foi lançado nesta semana durante o Latam Cross-Border Summit Rio, a segunda fase do projeto piloto “Correios Packet”. A iniciativa deverá reduzir o tempo de chegada de encomendas da China de 45-60 dias para 18 dias, e dos Estados Unidos, de 25 para 12 dias, em média.

Os Correios fazem 95% das entregas de mercadorias internacionais no país, o que corresponde a cerca de 200 a 300 mil pacotes entregues todos os dias.”No modelo do Correios Packet, o envio das mercadorias, que antes era feito entre os correios estrangeiros e o serviço postal brasileiro, passa a contar com a figura de uma ou mais empresas privadas, que assumem a primeira função e se tornam responsáveis por fazer com que as mercadorias cheguem em solo brasileiro.

“Este serviço nasceu de uma demanda do mercado. Muitas empresas [de e-commerce] usam o correio na origem para enviar as mercadorias para o Brasil. Para isso, um vendedor na China, por exemplo, teria que falar com o correio chinês, que por sua vez falaria com o correio brasileiro. Nós, então, devolveríamos a informação ao correio chinês para que ele a repassasse ao vendedor. Este processo é muito moroso”, lembra Lemuel Silva, head de Negócios Internacionais dos Correios.”

Funcionários dos Correios suspendem greve

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Geral | Data: 18 set 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif

Os funcionários dos Correios decidiram na noite desta terça-feira (17), suspender em todo o país a paralisação iniciada no último dia 10. Com a decisão dos empregados, os Correios vão manter as cláusulas do Acordo Coletivo de Trabalho 2018/2019 até o dia 2 de outubro, data do julgamento do dissídio pelo tribunal.

De acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), os trabalhadores reivindicam reajuste salarial com reposição da inflação (3,25%) e não querem cortes de direitos conquistados. Os empregados também são contra a eventual privatização dos Correios. 

Em nota, os Correios afirmaram que, ao longo dos dois meses de negociação, buscaram construir uma proposta de acordo coletivo dentro das condições financeiras suportadas pelo caixa da empresa. Para os Correios, as federações reivindicam vantagens impossíveis de serem concedidas no atual momento. Ainda na nota, os Correios afirmam que, por meio do julgamento do dissídio, esperam chegar a um entendimento razoável sobre o acordo coletivo.

Empresa abandona negociação e funcionários dos Correios entram em greve

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Geral | Data: 16 set 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif

Dias após a empresa e as representações sindicais participaram de audiência de conciliação no Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília, os trabalhadores dos Correios voltaram a paralisar as atividades.

De acordo com as informações, a estatal abandonou a negociação sem fechar o acordo coletivo, que estava sendo mediado pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST). A tensão entre trabalhadores e Correios envolve várias retiradas de direitos.

” Nós estamos em greve porque a empresa está tirando todos os nossos benefícios, e nos colocando a nível CLT, são conquistas históricas que a empresa está querendo tirar”, disse a vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios e Telégrafos do Estado da Bahia (Sincotelba), Shirlene Souza.

Confira na integra, a entrevista com a vice-presidente do Sindicato.

Funcionários dos Correios aceitam proposta e encerram greve

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Geral | Data: 13 set 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif

Após dois dias de greve na Bahia, os Correios aceitaram as condições dos trabalhadores para encerrar a greve da categoria. Na tarde desta quinta-feira, a empresa e as representações sindicais participaram de audiência de conciliação no Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília, em que os Correios aceitaram manter as cláusulas do Acordo Coletivo de Trabalho 2018/2019,

Na proposta aceita pelos funcionários, está o reajuste de 2,07% (INPC) nos salários e benefícios, retroativo ao mês de agosto deste ano, bem como a vigência do plano de saúde, até o dia 2 de outubro, quando haverá o julgamento do dissídio coletivo pela Corte.

Em contrapartida, segundo uma nota emitida pelos Correios, as representações sindicais se comprometeram a levar a proposta de encerramento da paralisação parcial para as assembleias o mais rapidamente possível, fixando como prazo máximo de deliberação até a próxima terça-feira (dia 17), às 22h.

Funcionários dos Correios decretam greve nacional

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 11 set 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

Os trabalhadores dos Correios decretaram greve geral, por tempo indeterminado na noite desta terça-feira (10). A medida foi decidida em assembleias realizadas em diferentes estados do país. Até por volta das 13h desta quarta, sindicatos de 20 estados e do DF confirmavam ter aderido à greve.

A Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect) e a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) afirmam que a greve é geral e que todos os 36 sindicatos de trabalhadores dos Correios aderiram ao movimento.

Em nota, a direção dos Correios afirma que a paralisação é parcial e já colocou em prática um “plano de continuidade de negócios para minimizar os impactos à população”.

A categoria pede reposição da inflação do período e é contra a privatização da estatal, que foi incluída no mês passado no programa de privatizações do governo Bolsonaro. Os trabalhadores querem também a reconsideração quanto a retirada de pais e mães do plano de saúde, melhores condições de trabalho e outros benefícios.

Governo anuncia privatização dos Correios nesta quarta

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 21 ago 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif

G1

GEDSC DIGITAL CAMERA

Entre as 17 estatais que serão privatizadas ainda este ano, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos também estará no pacote. O anúncio será feito nesta quarta-feira (21).

Nas justificativas para a privatização dos Correios, o Ministério da Economia aponta corrupção, interferências políticas na gestão da empresa, ineficiência, greves constantes e perda de mercado para empresas privadas na entrega de mercadorias vendidas pela internet, o e-commerce.

Nos estudos para a venda da estatal, o Ministério da Economia aponta o rombo de R$ 11 bilhões no fundo de pensão dos funcionários, o Postalis. Além disso, o Postal Saúde, o plano que atende aos funcionários, tem um rombo de R$ 3,9 bilhões.

Funcionários dos Correios anunciam greve

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 31 jul 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

Os trabalhadores dos Correios devem decidir na noite desta quarta-feira (31), se entram em greve. A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) realizou uma reunião com a diretoria da empresa na manhã desta terça-feira (30), mas o encontro terminou sem acordos.

Um ofício foi enviado pela Fentect ao novo presidente dos Correios, Floriano Peixoto, que assumiu a companhia no dia 21 de junho, informando que a paralisação por tempo indeterminado se dará por “reivindicações não atendidas pela empresa à mesa de negociação” e por falta de “reajuste salarial e contra a retirada de direitos históricos da categoria”.

A empresa também quer debater a taxa de coparticipação dos funcionários nos convênios médicos, que hoje está na casa dos 30%. Os correios carregam uma conta de 6 bilhões de reais com planos de saúde e previdência dos funcionários.

Correios fecharão mais 12 agências na Bahia até julho

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 21 maio 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif

Os Correios anunciaram o fechamento de mais 161 agências próprias até o dia 5 de julho em todo o país. Na Bahia serão mais de 12 agências a fecharem as portas. A medida, segundo informa a estatal, dá sequência ao processo de readequação da rede de atendimento iniciado em 2018.

De acordo com os Correios, “o atendimento será absorvido por outras agências próximas, sem prejuízo da continuidade e da oferta de serviços e produtos”. A maioria das unidades que serão desativadas ocupa imóveis alugados e está próxima de outras agências.

Os empregados dessas agências serão transferidos para outras unidades com vagas em outros municípios ou poderão optar pelo reenquadramento de atividade. Quem for atendente comercial das agências que serão fechadas pode pedir transferência para o cargo de carteiro, segundo comunicado interno dos Correios. Outra opção aos atendentes comerciais é aderir ao Plano de Desligamento Voluntário (PDV) anunciado este mês, cujas inscrições vão até 12 de junho.

Veja quais agências serão fechadas no estado:

…Leia na íntegra

Correios anuncia reajuste nas tarifas postais

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 31 jan 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-candeias-premium.gif

Alguns serviços dos Correios ficaram mais caros a partir desta quinta-feira (31). A empresa anunciou um novo reajuste na tarifa de alguns serviços postais prestados em regime de exclusividade. A tabela com os novos preços já foi publicada no Diário Oficial da União.

Serviços como o telegrama nacional redigido pela internet, por exemplo, passou de R$ 8,15 por página, para R$ 8,19. O preço dos primeiros portes da carta comercial e a carta não comercial permanecerão os mesmos, de R$ 1,95 e R$ 1,30, respectivamente. A correção média deste ano, de 0,3893%, também não incide sobre os segmentos de encomendas e marketing, que são concorrenciais.

As novas tarifas não se aplicam ao segmento de encomendas (PAC e Sedex) e marketing direto, de acordo com a estatal.

De acordo com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, o reajuste, válido para serviços nacionais e internacionais, tem por base o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulado de outubro a dezembro de 2018.

Correios passam a cobrar taxa por cada encomenda internacional

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 29 ago 2018

Tags:, ,

banner alfa park

Da Redação

A partir desta quarta-feira (29), todas  as encomendas internacionais que chegarem ao Brasil pelos Correios estarão sujeitas à cobrança da taxa de “despacho postal” . O valor é de R$ 15 para todas as mercadorias e a entrega só vai ocorrer depois que o comprador pagar a taxa, obrigatoriamente, pelo site da estatal.

Antes da medida, a cobrança só era aplicada a produtos importados que foram taxados pela Receita Federal e tinha o valor de R$ 12. As taxas alfandegárias aplicadas às mercadorias, vale lembrar, não serão afetadas pela cobrança e mantêm o mesmo valor de 60% do preço pago para encomendas de US$ 50 ou mais.

De acordo com a  empresa, o valor cobrado, de R$ 15, é quatro vezes menor que a média praticada por outros operadores logísticos para realizar procedimentos similares.

Correios vão lançar o ‘Uber da entrega’

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 19 ago 2018

Tags:, ,

Banner marcelo santana

da Redação
Fonte: O Estado de S.Paulo (Conteúdo)

Correios querem anunciar uma nova empresa de logística para concorrer no mercado de entrega de encomendas Foto: FUTURA PRESS

BRASÍLIA- Até o fim deste ano, os Correios querem anunciar uma nova empresa de logística para concorrer no mercado de entrega de encomendas. O serviços funcionará praticamente do mesmo jeito que o Uber. Por meio de um aplicativo no celular, o usuário poderá chamar um prestador de serviço – carro, moto ou até mesmo bicicleta – para que entregue sua encomenda em determinado endereço.

O Estado apurou que os Correios negociam parceria com uma empresa de tecnologia para lançar o aplicativo e que a expectativa é bater o martelo nas próximas semanas. O objetivo é oferecer um serviço de “entrega a jato”, em poucas horas.

As informações foram confirmadas pelo presidente dos Correios. “Ainda estamos fechando os detalhes desse negócio, mas vamos iniciar este serviço ainda neste ano.”

Com a iniciativa, os Correios querem entrar em um tipo de operação que já virou tendência em outros países. Trata-se do chamado “crowdshipping” – termo que une as palavras crowd (multidão) e shipping (remessa) –, que tem a proposta de permitir que cidadãos comuns possam fazer entregas de terceiros, desde que estejam habilitados para isso.

No Brasil, já existem algumas iniciativas em funcionário, como o “Eu Entrego”. Para usar o serviço, o dono da encomenda se cadastra, descreve o tamanho do produto, local e data da retirada da entrega e quanto está disposto a pagar. A partir daí, entregadores independentes cadastrados no site se candidatam ao serviço, apontando se aceitam o valor proposto ou se fazendo uma proposta.

Para o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), a iniciativa deve ser estruturada com o máximo cuidado, para evitar fraudes e prejuízos aos usuários do serviço. “O Idec considera que a iniciativa dos Correios deve ter atenção aos critérios para seleção da empresa parceira e os mecanismos de autorregulação criados para garantia de qualidade dos serviços”, comenta Rafael Zanatta, advogado do Idec. “O serviço deve zelar pela garantia dos direitos básicos dos consumidores e responsabilização, tanto dos Correios quanto pela empresa de tecnologia intermediadora, por violações causadas aos consumidores.”

Correios passarão a emitir Carteira de Trabalho: Confira

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Trabalho | Data: 24 jul 2018

Tags:, ,

Da Redação

Foi anunciado nesta segunda-feira (23), pelo Ministério do Trabalho uma parceria junto a  Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, para que a emissão da Carteira de Trabalho também seja feita em agências dos Correios.  Segundo o Ministério, a ideia inicial é fazer um projeto piloto no estado de São Paulo que deverá ser implementado nos próximos 30 dias.

Segundo o secretário executivo substituto do Ministério do Trabalho, Admilson Moreira, a iniciativa tem o objetivo de descentralizar a emissão da carteira de trabalho manual e informatizada e de levar o serviço para mais perto da população. “O propósito da parceria é oferecer um serviço mais ágil e acessível ao trabalhador”, disse Moreira.

O serviço de emissão de carteiras está disponível em 2,1 mil postos de atendimento do Ministério do Trabalho e em unidades descentralizadas em todo o país, por meio de parcerias com estados e municípios.

Postagens de Sedex estão suspensas pelos Correios temporariamente devido as paralisações pelo país

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 23 maio 2018

Tags:, ,

Da Redação 

Os Correios decidiram suspender temporariamente as postagens das encomendas com dia e hora marcados nesta quarta feira (23). Com terceiro dia de paralisação dos caminhoneiros contra o aumento no preço dos combustíveis e os reflexos já são sentidos por diversos setores, o serviço dos Correios foi um deles.

“Tendo em vista comprometer a distribuição, também haverá o acréscimo de dias no prazo de entrega dos serviços Sedex e PAC, bem como das correspondências enquanto perdurarem os efeitos desta greve”, diz a empresa em comunicado oficial.

Os serviços dos  Correios entregam, mensalmente, cerca de meio bilhão de objetos postais, dentre eles, 25 milhões de encomendas. São mais de 25 mil veículos, 1.500 linhas terrestres e 11 linhas aéreas que circulam pelo país. “Os Correios estão acompanhando os índices operacionais de qualidade de toda essa cadeia logística e, tão logo a situação do tráfego nas rodovias retorne à normalidade, a empresa reforçará os processos operacionais para minimizar os impactos à população.”

 

5,3 mil funcionários devem ser demitidos e 513 agências serão fechadas pelos Correios

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 07 maio 2018

Tags:, , , ,


Fonte: Noticia da Bahia

Uma reunião feita em fevereiro determinou o fechamento de 513 agências e a demissão de 5.300 funcionários dos Correios nos próximos meses. A medida foi aprovada em reunião da diretoria em fevereiro e é mantida em sigilo pela empresa. A informação é da Coluna do Estadão.

O ex-presidente dos Correios Guilherme Campos justificou que serão fechadas agências próprias que ficam muito próximas de outras operadas por agentes privados. A economia anual esperada com o fechamento das agências somada às demissões é calculada em R$ 190 milhões.

Correios: devido à greve de funcionários serviços serão afetados; saiba como não se prejudicar

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 13 mar 2018

Tags:, ,


Da Redação

Com a greve dos funcionários, alguns serviços oferecidos nos correios poderão ser afetados como: entrega de contas de água, luz, telefone, recebimento e postagem de encomendas, devem ser entregues com prováveis atrasos.

O Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), organizou uma série de orientações, para que os usuários e aqueles que dependem desse serviço não sejam prejudicados e saibam  como proceder durante esse período de greve.

No caso de um ou mais boletos não chegarem a tempo, a sugestão é fazer contato com a empresa antes do vencimento para solicitar formas alternativas de pagamento, como envio da fatura por e-mail ou segunda via, sem custo adicional. Também é possível negociar uma prorrogação no vencimento da conta.

Em ambos os casos, o consumidor evita a cobrança de juros e multas, a negativação do nome nos serviços de proteção ao crédito ou até o cancelamento de um serviço em decorrência do atraso no pagamento.

A greve dos Correios não desobriga o pagamento de nenhuma conta, mas se após o contato com a empresa, outras formas de pagamentos não forem oferecidas, o consumidor poderá questionar eventuais juros e multa cobrados. Para isso, ele deve procurar diretamente o Procon do seu município ou mesmo a Justiça.

O Idec recomenda que aqueles que preferem se precaver em relação ao pagamento de contas, devem optar por formas de pagamento que não envolvam o serviço dos Correios, como o envio do boleto por e-mail ou mesmo débito em conta bancária.

 

Correios: funcionários entram em greve a partir desta segunda-feira (12)

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 12 mar 2018

Tags:,


Da Redação

Servidores dos Correios entrarão em greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira (12). De acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), os trabalhadores são contra mudanças no plano de saúde da empresa, que preveem o pagamento das mensalidades pelos funcionários e a retirada de dependentes dos contratos.

As atividades serão paralisadas  no mesmo dia em que o Tribunal Superior do Trabalho (TST) começa julgamento referente ao plano de saúde, depois de trabalhadores e empresa terem, sem sucesso, tentado chegar a um acordo sobre a questão.

Entre as demandas solicitadas pela categoria também estão a contratação de novos funcionários por meio de concurso público, a segurança nos Correios e o fim dos planos de demissão.

Agências dos Correios serão instaladas em Veredinha e Batuque

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 08 mar 2018

Tags:,

Da Redação
Foto: Divulgação Secom PMVC

Nessa terça-feira (7), a Prefeitura de Vitória da Conquista firmou um importante convênio com Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). A partir dessa parceria, as comunidades de Veredinha e São João da Vitória (Batuque) terão acesso a serviços postais básicos, como receber e postar correspondências dentro dos próprios distritos.

Na ocasião, o prefeito Herzem Gusmão lembrou que, atualmente, os moradores da zona rural precisam se deslocar até o perímetro urbano para realizar estes serviços. “Esse é um ato simples, mas muito importante, pois vamos ofertar à população o direito à comunicação, um exercício pleno de cidadania”, declarou o gestor.

De acordo com a Prefeitura, o Município vai arcar com os imóveis para que as Agências Comunitárias possam funcionar nos dois distritos. Além disso, também cabe ao Município designar as pessoas que serão responsáveis pelo atendimento ao público nas agências.

Segundo a gerente regional dos Correios, Carla Ataíde, as conversas a respeito da viabilidade do convênio começaram antes mesmo que a atual Administração fosse empossada. Havia um interesse da nova gestão em ampliar o acesso desses serviços à população da zona rural. “Um ano após a atual gestão assumir a Prefeitura, os Correios chegam até a zona rural com os serviços básicos. E é com muita satisfação que realizamos hoje esta assinatura”, afirmou a gerente. “Teremos estas duas agências de início, mas existem mais nove que o prefeito vai dar encaminhamento”, destacou.

Correios: aumento de tarifas é anunciada pela empresa

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 01 mar 2018

Tags:, ,

Da Redação

Correios anunciou  nesta terça-feira(28), o aumento na tarifa de fretes, o novo reajuste começa a valer a partir do dia 06 de março.

O anuncio foi recebido com bastante revolta pelos usuários, principalmente os sites de vendas online e lojas eletrônicas que dependem do  serviço de entrega para realizarem seus negócios.

Apesar de os Correios anunciarem um aumento médio de 8% nas tarifas, um levantamento feito pelo do Mercado Livre indica um reajuste bem maior. Segundo o site de vendas, o reajuste médio no país é de 23%, chegando a 51% em determinadas localidades.

De acordo com os Correios o reajuste  se trata de uma revisão anual de preços e que a definição dos valores cobrados “é baseada no aumento dos custos relacionados à prestação dos serviços, que considera gastos com transporte, pagamento de pessoal, aluguéis de imóveis, combustível, contratação de recursos para segurança, entre outros”.

Manifestações  estão sendo realizadas nas redes sociais contra o aumento na tarifa realizado pela empresa.