Governo antecipa saque da cota do PIS para idosos

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 24 ago 2017

Tags:, , ,

Leda Antunes, Folha de S.Paulo e UOL
do Agora

O governo federal vai liberar o saque das cotas do fundo PIS/Pasep para idosos acima de 65 anos, no caso dos homens, e acima de 62 anos, no caso das mulheres.

A ideia é que a medida beneficie 7,8 milhões de cotistas e injete R$ 15,9 bilhões na economia do país.

Durante seu rápido discurso ontem, o presidente Michel Temer afirmou que a idade para o saque de homens e mulheres –65 e 62 anos, respectivamente– seguiu “o padrão” proposto na reforma da Previdência.

O pagamento deve começar em outubro, mas o calendário ainda será anunciado pela Caixa, no caso do PIS, e pelo Banco do Brasil, no caso do Pasep.

A previsão é que as datas sejam anunciadas ainda na primeira quinzena de setembro.

Governo antecipa saque da cota do PIS para idosos

Mesmo eliminado, Vitória da Conquista vai receber cota da Copa do Brasil

0

Publicado por Editor | Colocado em Esportes | Data: 15 mar 2017

Tags:, ,

Por Luciano Pina – Cidade Esportes


O Vitória da Conquista vai receber mais uma cota por sua participação na Copa do Brasil. Isto porque a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou, na última quinta-feira (9), que irá acrescentar R$ 17 milhões a serem divididos entre os clubes de forma proporcional aos valores que já foram estabelecidos para cada fase.

O acréscimo aconteceu porque menos partidas foram realizadas nas duas fases iniciais da competição, que passaram a ser disputadas em jogo único. Com o acréscimo, a cota total da Copa do Brasil 2017 saltou de R$ 94,9 milhões para R$ 111,9 milhões.

Com isso, mesmo já tendo sido eliminado, o Bode será beneficiado com parte desse dinheiro. O Alviverde, que já havia recebido R$ 250 mil, deverá receber mais R$ 50 mil.

Fraude em sistema de cotas na Uesb ganha destaque no Fantástico

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 17 out 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

O programa Fantástico, da Rede Globo, veiculou uma reportagem especial sobre fraudes no sistema de cotas das universidades públicas no país. Um dos exemplos destacados pela reportagem é a denúncia de que uma comunidade quilombola do município de Livramento de Nossa Senhora está emitindo declarações falsas para estudantes que tentam ingressar no curso de medicina da Uesb.

Um desses casos envolvendo o sistema de cotas da Uesb culminou com a expulsão da estudante Maiara Maiara Aparecida Oliveira Freire. Confira a matéria do Fantástico:

Uesb estende por mais 30 dias processo contra aluna que fraudou cotas

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 10 maio 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

IMG_0154A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) prorogou por mais 30 dias do Processo Administrativo Disciplinar contra a estudante Maiara Aparecida Oliveira Freire (foto), condenada por fraude no sistema de cotas raciais da instituição. Maiara apresentou uma declaração falsa de que era moradora de uma comunidade quilombola do município de Livramento de Nossa Senhora no ato da matrícula.

Em nota encaminhada do BLOG DA RESENHA GERAL, a Uesb informou que o adiamento da decisão considerou “as justificativas apresentadas pela Comissão responsável pela condução do Processo Administrativo Disciplinar (PAD)”, que solicitou a prorrogação do prazo. No entanto, a nota não aponta quais foram as justificativas apresentadas pela Comissão.

A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado da Bahia, da última sexta-feira (6). Com isso, a situação da estudante deverá ser definida até o dia 6 de junho. Maiara corre o risco de ser expulsa da Uesb.

Uesb define até 7 de maio situação da estudante que fraudou sistema de cotas

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 18 abr 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

UESB1

O processo de análise do caso da aluna do curso de Medicina da Uesb, Maiara Aparecida Oliveira Freire (foto), deve ser concluído até o dia 7 de maio. Maiara apresentou uma declaração falsa de que era moradora de uma comunidade quilombola do município de Livramento de Nossa Senhora no ato da matrícula.

IMG_0154O BLOG DA RESENHA GERAL solicitou da Uesb informações sobre o processo contra a estudante. Através de nota, a Assessoria de Comunicação da instituição informou que os integrantes da Comissão Processante, formada no dia 7 de abril, “têm prazo de 30 dias para apresentar relatório final, devendo ser observadas as disposições legais”.

Outras denúncias

Após a sentença e condenação da estudante, no dia 30 de março, outras denúncias semelhantes surgiram. Na última sexta (15), um grupo formado por estudantes originários de comunidades quilombolas realizou um protesto no campus da Uesb contra a fraude nas cotas raciais da universidade. O grupo aponta a existência de pelo menos 30 casos suspeitos de frude, a maioria no curso de Medicina.

No entanto, a Uesb não revela se a informação procede. No mesmo comunicado, a Ascom da instituição diz que ainda não obteve “os devidos esclarecimentos” dos “setores responsáveis” pelo assunto.

Quilombolas denunciam mais de 30 casos suspeitos de fraude nas cotas da Uesb

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 15 abr 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

UESB1

Na manhã desta sexta-feira (15), um grupo formado por estudantes originários de comunidades quilombolas realizou um protesto no campus da Uesb contra a fraude nas cotas raciais da universidade. O grupo aponta mais de 30 casos suspeitos, a maioria no curso de Medicina.

Os estudantes percorreram todo o campus de Vitória da Conquista e realizaram um ato em frente à reitoria, cobrando investigação dos casos suspeitos, dentre outras reivindicações. Em um vídeo publicado no Facebook da revista Gambiarra, os estudantes bradam palavras de ordem, pedindo respeito.

“Estudantes quilombolas, estamos aqui para denunciar as fraudes que acontecem nesta universidade, principalmente no curso de Medicina. Nós negro quilombolas, estamos aqui, e merecemos mais negros nos cursos de medicina”, diz o grupo.

Fraude

Uma estudante do curso de Medicina da Uesb foi condenada por pratica de fraude no sistema de reserva de cotas adicionais para o grupo de quilombolas. A estudante, Maiara Aparecida Oliveira Freire, apresentou uma declaração falsa de que era moradora de uma comunidade quilombola do município de Livramento de Nossa Senhora. Após a condenação, a Uesb abriu processo administrativo para apurar a situação da estudante, que poderá ser expulsa da instituição.