Regras do crédito consignado com uso do FGTS como garantia é detalhada pela Caixa

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia, Geral | Data: 04 fev 2019

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif

Da Redação

Fonte:R.news

A Caixa Econômica Federal começa oferecer crédito consignado com garantia do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) aos trabalhadores do setor privado. A taxa de juros é de 3,5% ao mês e o prazo máximo de pagamento, de 48 meses. 

Nessa modalidade de crédito, o trabalhador pode oferecer como garantia até 10% do saldo da conta vinculada do FGTS mais a multa integral nas demissões sem justa causa, de 40%. Na tentativa de destravar o crédito em condições mais favoráveis, o governo aprovou há dois anos uma lei que permite usar os recursos do FGTS como garantia de consignado. 

Mas os bancos não se interessaram, alegando que os juros não cobriam o custo da operação, além de dificuldades em fiscalizar se os tomadores não usariam a mesma garantia em mais de uma operação. 

Governo aumenta taxas de crédito consignado para aposentados

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Economia | Data: 01 nov 2015

Tags:,

Agência Brasil

dinheiroOs aposentados e pensionistas da Previdência Social vão pagar mais caro por empréstimos consignados. O Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) aprovou as novas taxas limites de crédito consignado. Para empréstimo pessoal, o percentual passa de 2,14% para 2,34%. Para empréstimos feitos pelo cartão de crédito, a taxa sai de 3,06% para 3,36%. A mudança passará a valer somente com a publicação no Diário Oficial da União, nos próximos dias.

Segundo o Ministério da Previdência Social, desde maio passado, o conselho já debatia o aumento dos juros. As instituições financeiras pleiteavam taxa limite de 2,48% para o empréstimo pessoal e 3,49% para a modalidade cartão de crédito, mas segundo o ministério, essa proposta não foi aceita.

No último dia 22, o Diário Oficial da União publicou a lei que amplia o limite de renda que pode ser comprometido com crédito consignado, descontado em folha de pagamento. O limite passou de 30% para 35%. O percentual adicional de 5% só pode ser destinado para pagar dívidas de cartão de crédito ou para saque por meio de cartão.

Limite para o consignado pode subir para 35%

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Economia | Data: 12 jul 2015

Tags:

Folha de São Paulo

dinheiro-renda-desigualdade1-300x200Com o objetivo de aumentar o crédito e estimular a economia, o governo federal prepara uma medida provisória (MP) que ampliará o limite de desconto em folha de pagamento, o chamado crédito consignado, de 30% para 35% da renda do trabalhador. A medida, segundo apurou o Estado, deve ser publicada segunda-feira. A medida provisória abre possibilidade para descontos destinados ao pagamento de despesas feitas com cartão de crédito. Hoje, o crédito consignado é liberado para financiamentos de até 30% da remuneração do trabalhador.

A medida permitirá que o empregado comprometa mais 5% de seu salário para quitar as dívidas. Com a alteração, aposentados e pensionistas também deverão ampliar seu limite de financiamentos em folha.

…Leia na íntegra

Câmara aprova limite maior para crédito consignado

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Economia | Data: 11 abr 2015

Tags:

Agora São Paulo

DinheiroO plenário da Câmara dos Deputados aprovou ontem alteração em uma medida provisória elevando o limite de endividamento na obtenção de crédito consignado.

A proposta abre ainda a possibilidade de amortizar débitos do cartão de crédito por meio de desconto na folha de pagamento.

Hoje, a lei estabelece que a parcela para pagamento de dívidas não pode ultrapassar o limite de 30% do salário ou da aposentadoria.