Rui diz que licitação da Barragem do Rio Catolé deve sair no mês que vem

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 20 fev 2017

Tags:, ,

Da Redação

Adutora do Rio Catolé – Foto arquivo BRG

O governador da Bahia, Rui Costa, afirmou na última sexta-feira (17), que a licitação da Barragem do Rio Catolé deve ser aberta em aberta em março – um mês depois do prazo anunciado pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) , durante audiência pública que tratou da construção da Barragem, no mês de janeiro. Naquela oportunidade,  a diretora de engenharia da Embasa, Rita Bonfim, disse que a expectativa era que a obra fosse licitada agora em fevereiro.

A licitação deve durar em torno de 120 dias, isso significa que, na melhor das hipóteses, a obra da Barragem do Rio Catolé inicie no segundo semestre deste ano. A construção da Barragem, por sua vez, deve ter uma duração prevista de 33 meses, ou seja, a Barragem só deve ser inaugurada no fim de 2020. De acordo com o Governo do Estado, o orçamento completo do empreendimento é de R$ 204 milhões, dos quais R$ 182 milhões são destinados à construção das obras propriamente ditas.

A Barragem do Catolé poderá acumular até 24 milhões de metros cúbicos de água – ou seja, um volume quatro vezes maior que a capacidade do sistema atual, que atende às populações de Vitória da Conquista, Barra do Choça e Belo Campo. Os equipamentos que compõem o atual sistema – inclusive a Adutora do Catolé, construída de forma emergencial em 2013 – serão integrados à futura barragem, que poderá incluir também o município de Tremedal no atendimento. Isso garantirá uma autonomia hídrica para a região e evitará os racionamentos que têm ocorrido desde 2012.

Audiência Pública com a Embasa tratará sobre a construção da barragem do Rio Catolé

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 12 jan 2017

Tags:, , , ,

Da Redação

A audiência pública, marcada para a próxima terça-feira (17), foi um convite da Embasa para a Câmara Municipal de Vitória da Conquista, com o objetivo de discutir sobre a crise hídrica na cidade, com a solução de que seja construída uma barragem do Rio Catolé. Na ocasião serão apresentados os estudos ambientais, o projeto de engenharia e de educação socioambiental da obra.

Pela terceira vez em um período de quatro anos, a população de Vitória da Conquista e região, sofre há oito meses com o racionamento de água na cidade. Isso porque com a falta de chuvas, o volume de água acumulado nas barragens Água Fria I e II diminuiu os níveis drasticamente, além de também diminuir a vazão do rio Catolé.

Na manhã de ontem, quarta-feira (11), o presidente da Câmara de Vereadores, Hermínio Oliveira (PPS), e o 1º Secretário, Gilmar Ferraz (PMDB) receberam duas representantes da Embasa da unidade de Conquista. A iniciativa da realização dessa audiência é uma das etapas para o lançamento do edital de licitação, como afirmou Maísa Neves, assistente social da Embasa.

Outras licitações desse processo foram realizadas desde 2014, mas nenhuma empresa interessada compareceu para execução da obra. A exigência para obras e instalações da barragem, causadoras de significativo impacto ambiental, cumpre a obrigação legal, conforme a apresentação do estudos ambientais, o projeto e ações de educação socioambiental.

A Embasa apresentará o projeto na audiência pública, que vai acontecer às 15h, no Auditório do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães – Av. Luís Eduardo Magalhães, 1.180, Candeias, Vitória da Conquista.

Crise hídrica é discutida na Câmara de Vereadores de Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 22 jun 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_9374

Nesta quarta-feira (22), a Câmara de Vereadores realizaram uma Sessão Especial para debater a crise hídrica de Vitória da Conquista, principal preocupação da população que vive na terceira maior cidade da Bahia com população em torno de 350 mil habitantes.

IMG_9386Com a falta de chuva em Conquista, e principalmente na região da Barra do Choça onde estão localizadas as barragens de Água Fria I e II, a situação vem se agravando. Com isso, a cidade está sendo castigada por mais um racionamento de água controlado pelo Embasa. Caminhões-pipa estão reforçando no trabalho de amenizar a falta do líquido precioso na cidade e zona rural.

Para o presidente da Casa, Gilzete Moreira (PSD), esse debate é uma demonstração de que o Legislativo Municipal está atento às demandas da população. “Vemos que há o empenho de todos em contornar esse problema da água em nosso município. Então, estamos debatendo e cobrando uma solução para o abastecimento. Agora, esperamos que o plano que foi apresentado pela Embasa seja cumprido e que sai o mais breve a barragem do Rio Catolé”.

Para o debate, foram convidados representantes da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), Instituto Do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e Secretaria Municipal de Infraestrutura. No entanto, o Inema não mandou representante.

Projeto de emergência tenta solucionar crise hídrica em Itambé

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Sudoeste | Data: 23 out 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais

IMG_1044foto: Itambé Agora

A Embasa e a Prefeitura de Itambé podem ter encontrado uma solução para a crise hídrica que assola aquele município. Em uma reunião, na noite dessa quinta-feira (22), o órgão e a Administração Municipal definiram um projeto de emergência para captação de água em um dos afluentes do Rio Pardo.

A iniciativa consiste no bombeamento das águas do Rio Ribeirão, localizado a 3 km da estação de captação da Embasa. A estrutura dos dutos ficarão sob responsabilidade da Gerência Administrativa da Embasa em Vitória da Conquista. Já a Prefeitura do município cederá um gerador para o funcionamento da bomba de sucção, bem como maquinário e mão de obra para a realização do processo.

A previsão é que os dutos cheguem à cidade ainda nesta sexta-feira (23) e que até o final da próxima semana o abastecimento de água em Itambé seja normalizado.

Semana do Meio Ambiente começa hoje em Vitória da Conquista

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Educação, Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 09 jun 2015

Tags:, , ,

Da Redação

Evento ocorre entre os dias 9 e 11 de junho e discute “Crise Hídrica, Conservação e Sustentabilidade”.

semana do meio ambiente 2015Com o objetivo de sensibilizar e conscientizar a população sobre questões ambientais a Secretaria de Meio Ambiente, realiza, entre os dias 9 e 11 de junho, a Semana Municipal do Meio Ambiente. Entre as atividades propostas estão palestras, oficinas e feiras temáticas.

Com o tema “Crise Hídrica, Conservação e Sustentabilidade”, a Semana do Meio Ambiente busca debater, com a comunidade, a importância dos recursos hídricos, incentivando o consumo consciente. Além disso, serão divulgadas as ações desenvolvidas pelo Governo Municipal.

Como parte da programação, será realizada no dia 10 de junho uma Feira Ambiental. A atividade acontecerá na Praça 9 de novembro e contará com exposição de maquetes e distribuição de materiais educativos, além de serviços de saúde. Com informações Secom/PMVC.