5,3 mil funcionários devem ser demitidos e 513 agências serão fechadas pelos Correios

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 07 maio 2018

Tags:, , , ,


Fonte: Noticia da Bahia

Uma reunião feita em fevereiro determinou o fechamento de 513 agências e a demissão de 5.300 funcionários dos Correios nos próximos meses. A medida foi aprovada em reunião da diretoria em fevereiro e é mantida em sigilo pela empresa. A informação é da Coluna do Estadão.

O ex-presidente dos Correios Guilherme Campos justificou que serão fechadas agências próprias que ficam muito próximas de outras operadas por agentes privados. A economia anual esperada com o fechamento das agências somada às demissões é calculada em R$ 190 milhões.

Demitido próximo de se aposentar tem indenização

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Trabalho | Data: 17 fev 2017

Tags:, ,

da Redação
Por Clayton Castelani
do Agora

O trabalhador que está chegando perto de completar o tempo de contribuições previdenciárias suficiente para pedir a aposentadoria pode ter assegurado o direito de permanecer no emprego até o dia em que finalmente reunir os requisitos para solicitar o seu benefício à Previdência Social.

Nos casos em que há direito à estabilidade, o patrão que descumprir essa regra poderá ser obrigado a indenizar o funcionário.

A estabilidade na pré-aposentadoria é permitida por meio de acordos entre patrões e empregados e, por isso, não são todas as categorias que têm a vantagem.

A duração costuma variar entre um e dois anos antes de o trabalhador alcançar o direito de pedir o benefício.

Por exemplo, se o acordo entre os sindicatos de empregados e de patrões estabeleceu que uma determinada categoria tem estabilidade de um ano, um homem que trabalha em uma das empresas do segmento não poderá ser demitido ao completar 34 anos de contribuição ao INSS –o tempo mínimo de recolhimentos exigido do homem é de 35 anos.

O empregador que, sem justa causa, demitir o funcionário nessas circunstâncias poderá ser condenado a recontratar o trabalhador ou a pagar os salários e encargos equivalentes ao período da estabilidade.

“A situação mais comum é que a Justiça do Trabalho determine a reintegração”, afirma o advogado Rômulo Saraiva.

Geddel decide deixar o cargo após crise atingir Temer e Padilha

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 25 nov 2016

Tags:, ,

A Tarde

img_1125

O ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) decidiu deixar a Secretaria de Governo após acusações de tráfico de influência para liberar a obra onde ele teria comprado um apartamento . A decisão foi tomada depois do ex-ministro da Cultura Marcelo Calero afirmar que gravou conversas com o peemedebista, com o presidente Michel Temer e com o ministro Eliseu Padilha.

Calero alega que foi pressionado pelos três para liberar construção do prédio La Vue, na Ladeira Barra, em Salvador.

O anúncio oficial da saída dele deve ser feito ainda nesta sexta-feira, 25. Contudo, Geddel já comunicou a aliados de sua decisão, assim como alguns ministros e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB).

img_1750

Em carta enviada para Temer (confira a íntegra abaixo), Geddel cita que as críticas feitas a ele estão causando sofrimento aos seus familiares e que esse era “o limite da dor” que ele suporta. Diante disso, o baiano disse que fez uma análise e decidiu deixar o governo.

“Fiz minha mais profunda reflexão e fruto dela apresento aqui este meu pedido de exoneração do honroso cargo que com dedicação venho exercendo”.

Geddel ainda aproveitou para elogiar Temer, que ele chamou de “sério, ético e afável no trato com todos” e disse que vai continuar torcendo pelo governo.

A polêmica envolvendo Geddel começou após a renúncia de Calero. Na ocasião, ele argumentou que tomou a decisão por conta da pressão feita pelo baiano para que o Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional (Iphan) liberasse a construção do empreendimento imobiliário.

Calero alega que foi “enquadrado” por Temer para encontrar uma “saída” para a obra de interesse de Geddel. Além disso, o ex-ministro da Cultura disse que também foi procurado por Padilha após uma conversa ruim com Geddel.

O baiano comprou um apartamento no prédio. Ele confirma que conversou com Calero sobre o empreendimento, mas nega que tenha feito pressão.

No início dessa semana, o Planalto afirmou que Geddel seria mantido no governo apesar da polêmica envolvendo seu nome.

Leia a íntegra da carta de demissão de Geddel:

“Meu fraterno amigo presidente Michel Temer,

Avolumaram-se as críticas sobre mim. Em Salvador, vejo o sofrimento dos meus familiares. Quem me conhece sabe ser esse o limite da dor que suporto. É hora de sair.

Diante da dimensão das interpretações dadas, peço desculpas aos que estão sendo por elas alcançados, mas o Brasil é maior do que tudo isso.

Fiz minha mais profunda reflexão e fruto dela apresento aqui este meu pedido de exoneração do honroso cargo que com dedicação venho exercendo.

Retornando à Bahia, sigo como ardoroso torcedor do nosso governo, capitaneado por um presidente sério, ético e afável no trato com todos, rogando que, sob seus contínuos esforços, tenhamos a cada dia um país melhor.

Aos congressistas, o meu sincero agradecimento pelo apoio e colaboração que deram na aprovação de importantes medidas para o Brasil.

Um forte abraço, meu querido amigo.

Geddel Vieira Lima”

“Tráfico vai rolar solto”, afirmam vigilantes demitidos de escolas estaduais

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 08 jul 2016

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

foto: Itapetinga Repórter

A decisão do Governo do Estado de substituir os vigilantes escolares terceirizados por câmeras de monitoramentos revoltou a categoria. A decisão atinge os municípios com número inferior a 100 mil habitantes.

Na cidade de Itapetinga, vigilantes de uma empresa terceirizada, que até semana passada atuavam nas escolas estaduais daquele município, foram às ruas na manhã desta sexta-feira (8) para protestar contra a decisão. Na oportunidade, os profissionais ressaltaram o crescimento da violência nas escolas e disseram que “o tráfico vai rolar solto, devido à falta de vigilantes nas escolas”.

Calcula-se que em torno de 3,3 mil trabalhadores no estado ficaram desempregados. A Secretaria Estadual de Educação (SEC) recomendou a medida para cortar gastos.

Após reunião na CBF, Dunga é demitido do comando da Seleção

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Esportes | Data: 14 jun 2016

Tags:, , ,

Globo Esporte

IMG_1223

Dunga não é mais o técnico da seleção brasileira. O treinador foi demitido nesta terça-feira depois de uma reunião na sede da CBF com Marco Polo del Nero. Gilmar Rinaldi, coordenador de seleções, também esteve presente e igualmente deixou seu cargo. O anúncio foi feito através do site oficial da entidade. A gota d’água para a saída foi a derrota para o Peru e a consequente eliminação da Copa América Centenário ainda na primeira fase da competição. Tite é a opção número 1 e deve ser anunciado como substituto nas próximas horas.

O resultado deu sequência aos maus resultados obtidos pelo ex-capitão da Seleção desde que assumiu após a Copa de 2014: queda nas quartas de final da Copa América de 2015 e atual sexto colocado nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo na Rússia, em 2018. No último torneio, o grupo canarinho conseguiu fazer gol apenas no Haiti (vitória de 7 a 1 no segundo jogo). A Seleção não era eliminada na primeira fase da Copa América desde 1987. …Leia na íntegra

Após gravação, ministro da Transparência decide sair do cargo

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 30 maio 2016

Tags:, , , , ,

Folha

IMG_1258

O ministro da Transparência, Fiscalização e Controle, Fabiano Silveira, pediu demissão do governo Michel Temer.

A decisão foi anunciada em uma carta enviada na noite desta segunda (30) ao presidente interino. Na mensagem, Silveira afirma que optou pela demissão para que “nada atinja” a conduta dele.

Em áudio gravado pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, Silveira aparece orientando o executivo e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), em relação a como agir perante as investigações da Lava Jato.

Na carta enviada a Temer, Silveira nega qualquer relação com Machado e diz que jamais pensou em interferir nas investigações. …Leia na íntegra

Conquista: comércio supera a construção civil em número de demissões no ano

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Economia | Data: 23 abr 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

Protesto contra proibição dos bingosDe janeiro a março deste ano, a economia conquistense eliminou quase mil postos de empregos com carteira assinada, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, divulgado nesta sexta-feira (22). Nos últimos três meses, o pior desempenho foi registrado pelo comércio, com o corte de 462 postos de trabalho, em Vitória da Conquista. Em seguida aparecem os setores da construção civil (-253) e da indústria de transformação (-142).

No comparativo dos últimos três meses, março foi o que registrou maior crescimento do desemprego, em Conquista. O comércio demitiu 213 trabalhadores com carteira assinada, seguido da construção civil (-144) e do setor de serviços (-75). Em fevereiro, o saldo foi: comércio (-186), serviços (-76), indústria de transformação (-69) e construção civil (-44). Em janeiro: comércio (-85), indústria de transformação (-44) e construção civil (-27).

O que chama a atenção é o fato do comércio na terceira maior cidade baiana ter superado a construção civil como o principal carro-chefe de demissões. Para se ter uma ideia, a construção civil foi a que mais demitiu em 2015, com saldo negativo (acumulado entre demissões e admissões) de 861 – os setores do comércio e serviços tiveram saldo negativo de 566 e 255, respectivamente.

Bahia …Leia na íntegra

Azaléia deve demitir 2 mil funcionários, afirma site

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Economia | Data: 19 abr 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

azaleia

O site itapetinguense Sudoeste Hoje afirmou, nesta terça-feira (19), que a indústria de calçados Vulcabras/Azaléia irá demitir mais dois mil funcionários da unidade no município de Itapetinga. A informação teria sido repassada pela direção da unidade aos supervisores de setores, durante reunião na última semana.

Entre 2011 e 2012, quando contava com 23 mil empregados, a Azaléia fechou 18 filiais em cidades da região, o que resultou na demissão de cerca de 17 mil empregados, devastando as economias das cidades de Itapetinga, Itororó, Itambé, Potiraguá, Itarantim, Maiquinique, Macarani, Firmino Alves, Ibicuí, Iguaí e Caatiba.

Mesmo com o reduzido quadro de funcionário a Azaléia continua sendo o maior empregador em Itapetinga, com cerca de 4.500 colaboradores.

Por falta de funcionários, tempo de aula das escolas estaduais é reduzido

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 08 abr 2016

Tags:, , , ,

Da Redação

Escolas-EstaduaisNesse quinta-feira (7), durante reuniões, as direções das escolas estaduais de Vitória da Conquista informaram à comunidade escolar que o tempo de aula será reduzido. Segundo os diretores, a medida se faz necessária devido à falta de funcionários de limpeza.

Depois dos funcionários paralisarem as atividades por atraso do salário e dos benefícios, a empresa contratada pela Secretaria Estadual de Educação demitiu quase 150 trabalhadores terceirizados que atuavam na limpeza das escolas estaduais de Vitória da Conquista. Diante da situação, os funcionários responsáveis pela merenda estão sendo remanejados para a limpeza, para que as escolas tenham condições higiênicas de funcionar.

Dessa forma, não haverá mais merenda, assim, a aula que durava 50 minutos passa a ter apenas 30 minutos s e os alunos estão sendo liberados mais cedo. A atitude drástica do Núcleo Regional de Educação afeta diretamente a qualidade do ensino e aprendizagem, já que os alunos vão passar menos tempo estudando.

Diante dessa triste realidades, os estudantes prometem realizar uma mobilização para que a Secretaria de Educação do Estado tomem as medidas cabíveis para solucionar o problema.

 

Osvaldo Barreto pede demissão da Secretaria de Educação do Governo Rui Costa

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Educação | Data: 08 abr 2016

Tags:, , ,

da Redação

Foto: Secom/Ba

OsvaldoNo início do ano na Assembleia Legislativa e na imprensa, – notícias davam conta que Osvaldo Barreto, titular da Secretaria de Educação do Governo da Bahia, seria exonerado pelo governador Rui Costa (PT) – que estava insatisfeito com o péssimo desempenho do alunado baiano, mal avaliado no Enem.

Circula nos meios de comunicação de Salvador que o secretário de Educação da Bahia, Osvaldo Barreto, pediu demissão do cargo. Segundo a coluna Tempo Presente, do jornal A Tarde, o professor já entregou a carta pedindo sua saída do posto. Levi Vasconcelos é um dos mais bem informados jornalistas da Bahia.

Deputados aguardavam na próxima terça-feira (12), a visita do secretário na Alba para debater o Plano Estadual de Educação que depende da aprovação da Casa para entrar em vigor.

A imprensa baiana não arriscou nenhum nome que poderá substituir o professor Osvaldo Barrteto na pasta da Educação.

Em nota, Uesb confirma demissões após arrocho financeiro

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 03 mar 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

UESB1

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) emitiu nota, nesta quinta-feira (3), confirmando a demissão dos Prestadores de Serviço Temporário (PST). Segundo a instituição, o ajuste orçamentário proposto pelo Governo do Estado intensificou a dispensa dos trabalhadores. A informação foi divulgada em primeira mão pelo BLOG DA RESENHA GERAL no final da última semana.

A reitoria da Universidade aponta que as demissões se iniciaram após recomendações do Ministério Público do Trabalho e do Tribunal de Contas do Estado da Bahia, “que reconhecem haver uma precarização das relações trabalhistas, pois não são garantidos a esses trabalhadores os direitos assegurados pela legislação”.

Ainda segundo o comunicado, o arrocho financeiro proposto pelo Governo provocou o alto número de demissões no final do último mês.  “Essa redução nos recursos tem tornado praticamente impossível dar continuidade a esse tipo de prestação de serviços, ainda que necessária para o regular funcionamento da Instituição”.

A Uesb não informou o número de demitidos até o momento e quantos mais PSTs serão dispensados até o final do ano. Confira a nota na íntegra:

A reitoria da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) vem a público prestar esclarecimentos à comunidade acadêmica e a sociedade em geral, sobre a dispensa de prestadores de serviços temporários (PST).

Visando atender às recomendações do Ministério Público do Trabalho e tendo em vista os apontamentos do Tribunal de Contas do Estado da Bahia, que reconhecem haver uma precarização das relações trabalhistas, pois não são garantidos a esses trabalhadores os direitos assegurados pela legislação, sem alternativa, a Instituição vem paulatinamente promovendo o desligamento dos prestadores de serviços temporários.

A Uesb reconhece que os relevantes serviços desses prestadores vinham sendo utilizados para atender ao desenvolvimento das atividades da Universidade, cuja crescente demanda de serviços específicos, em função da sua expansão, tem contrastado com a política de recursos humanos direcionada para a Instituição, principalmente no que se refere ao quadro de técnicos e analistas universitários, que já vem se acentuando desde as administrações anteriores. Essa situação é bastante precária, pelo que é forçoso admitir, que, diante da necessidade de se evitar descontinuidade em sua atividade fim (educação), a Uesb não teve alternativa, senão manter parte desses “prestadores de serviços”, enquanto se aguardava autorização do Governo do Estado para a realização de concurso público e ampliação da carga horária do servidor efetivo, que tem sido uma das principais bandeiras tanto da administração como dos servidores.

Assim, para atender a essa demanda do pessoal necessário ao funcionamento efetivo, a Instituição vinha utilizando dos serviços desses prestadores, pois a falta desses serviços poderia provocar um colapso na Universidade. A Administração, inclusive, nos últimos tempos passou a formalizar contratações com empresas terceirizadas para atender a alguns postos de trabalho.

O ajuste orçamentário nas universidades públicas, com repercussão direta nas rubricas de Manutenção e de Investimento, implicou, nos últimos anos, em diminuição dos recursos financeiros. Isso gerou consequências no pagamento da folha dos prestadores de serviço, que é feita sob a rubrica Manutenção. Essa redução nos recursos tem tornado praticamente impossível dar continuidade a esse tipo de prestação de serviços, ainda que necessária para o regular funcionamento da Instituição.

Desse modo, embora seja uma situação que tem impacto inevitável na vida pessoal de vários colaboradores e familiares, que deixa a todos consternados, em especial pelo difícil momento econômico vivenciado atualmente no País, alternativas estão sendo examinadas no intuito de amenizar os possíveis prejuízos ao funcionamento institucional.

Servidores demitidos da Uesb saem com salário atrasado e sem direitos trabalhistas

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 29 fev 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1471

Além de perder o emprego, os Prestadores de Serviço Temporário (PST) que estão sendo demitidos da Uesb estão deixando o trabalho sem receber nenhuma garantia trabalhista. E para piorar o salário com vencimento em fevereiro ainda não foi pago.

O problema se estende a todos os prestadores de serviço que foram demitidos ou que ainda trabalham na instituição. Por serem contratados no regime PST (o que contraria recomendação do Ministério Público), os quase 300 trabalhadores não recolhem FGTS, apenas INSS. Com isso, os prestadores de serviço não receberão o valor da rescisão contratual e o seguro desemprego.

Preocupado com os problemas gerados pela demissão dos PSTs, o Sindicato dos Servidores da Uesb (Afus) realizou uma assembleia extraordinária, nesta segunda-feira (29). Segundo a categoria, apesar das demissões já estarem acontecendo, a Reitoria da Uesb não realizou um comunicado oficial a comunidade acadêmica. No entanto, o Sindicato analisa que, além dos desempregos, o maior estrago causado pela decisão é a queda drástica na qualidade do serviço prestado pela Universidade.

“Sem os prestadores, possivelmente alguns setores não irão desenvolver a contento. Então, nós vamos ter que aumentar a carga-horária dos servidores técnico-administrativos ou aumentar o número de serviço, o que pode prejudicar a saúde e também causar disfunção de atividade”, avaliou o presidente da Afus, Francisco Carvalho.

A redação do BLOG DA RESENHA GERAL entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da Uesb para comentar o assunto, mas até o momento não obteve resposta.

Uesb iniciará demissão em massa

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 25 fev 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

UESB1

A Uesb iniciou a demissão de quase 150 servidores que atuam no regime de Prestação de Serviço Temporário (PST). A demissão destes trabalhadores começou ainda no primeiro semestre de 2015 e atinge seu ápice agora com o arrocho no orçamento das Instituições de Ensino Superior imposto pelo Governo Estadual.

A Uesb conta atualmente com cerca de 280 prestadores de serviço. A maioria dividida em setores como o SURTE (Sistema de Rádio e Televisão Educativa) e Uinfor (Unidade Organizacional de Informática). Nestes setores, onde há uma maior  concentração de PSTs, a determinação da Reitoria da Universidade é que reduza para mais da metade o número de funcionários. Nos demais, a redução será menor. Ainda assim, as demissões afetarão todos os setores de serviços da Universidade.

Uma fonte consultada pelo BLOG DA RESENHA GERAL apontou que a medida de austeridade foi forçada pelo Governo do Estado, que alterou a forma de envio da verba de manutenção das universidades baianas. Segundo esta fonte, desde o começo deste ano, todo o recurso que chega à Uesb já tem sua destinação especificada – o que impede a realocação para pagamento da maioria dos funcionários PST, como ocorria anteriormente. Ou seja, a Reitoria não tem mais como decidir quais são as principais carências da Universidade e nela investir – o que, por si só, já representa uma quebra de autonomia da Instituição.

Em contraponto, o Governo protela a realização de novos concursos para técnico e analista universitários – o último ocorreu em junho de 2010. Em consequência, os servidores PST são fundamentais para manter o funcionamento da Universidade. A fonte consultada pelo BRG garantiu que a ocupação de PSTs em alguns setores ultrapassa os 80%. Quando se considera os muitos prestadores de serviços demitidos ao longo de 2015, este dado pode ser ainda maior, apontou a fonte.

Os primeiros prestadores de serviço começaram a ser comunicados da demissão no início desta semana, mas ainda terão o mês de março para trabalhar antes da quebra do vínculo. A fonte apontou que o maior questionamento entre os trabalhadores da Uesb, principalmente os que já tomaram conhecimento da demissão, é: como ficará o funcionamento da Universidade a partir de agora, com pouquíssimos funcionários efetivos e sem poder suprir as vagas com prestadores de serviços?

Demissões tem alta de 20% no comércio de Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Economia | Data: 15 jul 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

comércio-normal

Em Vitória da Conquista alguns setores já sofrem os reflexos da recessão econômica. Sinal claro disso são as demissões no comércio da cidade. Só nesse período, em relação ao mesmo período do ano passado, houve uma queda significativa nas contratações temporárias e no número de trabalhadores efetivados no setor.

O Sindicato dos Comerciários da cidade registrou 20% de aumento no número de homologações realizada. “Isso é um grande prejuízo para a classe trabalhadora, principalmente os que estão fora do mercado, os quais não estão tendo a oportunidade de se inserir, como é a proposta da nossa entidade. Esperamos que o comércio possa reagir e voltar a gerar os postos de empregos esperados”, disse Gilmar Ferraz, presidente do Sindicato dos Comerciários.

O empresário Paulo César Andrade, delegado do Sindicato dos Supermercados da Bahia (Sindsuper) em Vitória da Conquista,, também afirma que a atual conjuntura tem trazido dificuldades para o setor. “Supermercado é uma atividade privilegiada em relação ao consumo. As pessoas têm que abastecer suas residências. Mas mesmo assim percebemos que no segmento o comércio teve uma queda de 20%, e isso já reflete para que pensemos se manteremos o quadro funcional ou não”, afirmou.

Para a preocupação dos trabalhadores, a tendência é que novas demissões ocorram. De acordo com Fernanda Pessoti, doutoranda em economia e professora assistente do curso de Ciências Econômicas da UESB, “não há perspectiva de expansão da renda no curto prazo, o que também afeta negativamente o sistema econômico”. Ela aponta também que “a tendência é de que a política de combate à inflação por meio da elevação da taxa de juros deve continuar, ainda que esta política não tenha alcançado o resultado esperado”.

Prefeitura: processos já resultaram em 54 demissões e responsabilizações de empresas

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 11 jul 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais

prefeitura

A Procuradoria Geral do Município apresentou um relatório do trabalho de apuração de irregularidades praticadas por servidores e empresas prestadoras de serviço, nesta semana. Nos últimos três anos, os processos resultaram em 54 demissões e responsabilizações de empresas.

“Desde 2012, instalamos 230 processos, destes 160 foram finalizados. Foram 54 demissões e responsabilizações de empresas, impedindo que elas participem de novos contratos”, explica Rafael Meira, responsável pelo setor de Processos Administrativos (PAD).

As denúncias de irregularidade são enviadas à Secretaria Municipal de Administração pelos setores da Prefeitura e pelo cidadão, via Ouvidoria, que encaminha à Procuradoria para analisar se há necessidade de abrir um processo para investigar tal denúncia. Caso seja preciso, a Secretaria instaura o PAD, designa a comissão e o prazo de tramitação do processo. Após essa etapa, o parecer da comissão é remetido à autoridade instauradora, para julgamento.

O procurador Wagner Alves, que é responsável pelo acompanhamento dos processos, explica que o setor responsável por este trabalho passou por uma reestruturação em 2012, ganhando um espaço próprio. Atualmente, o setor de PAD conta com cinco comissões processantes composta por servidores efetivos.

Adusb aponta demissão de mais de 100 terceirizados da Uesb por falta de recursos

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 11 mar 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

IMG_7357No programa Resenha Geral da Rádio Clube (FM 95,9), a presidente da Associação dos Docentes da UESB (ADUSB), Marcia Lemos, informou que a universidade demitirá mais de 100 funcionários terceirizados. A decisão, segundo ela, é motivada pelo corte de repasses estaduais para a instituição de ensino.

O anuncio foi feito na primeira reunião ordinária do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) do ano de 2015, realizada na última quarta-feira (4).  “Na semana passada, a reitoria da universidade, pelos bastidores, isso não foi oficialmente, anunciou a demissão de mais de 100 trabalhadores terceirizados porque não consegue pagar a conta”, afirmou Marcia Lemos. A presidente da ADUSB lamentou a ação e apontou que isto atrapalha o funcionamento da Uesb. “Infelizmente, esses trabalhadores terceirizados ocupam as vagas que deveriam ser destinadas aos concursados. Mas, são eles que garantem a segurança, a limpeza e o funcionamento estrutural”.

Azaléia demite 670 em Itapetinga; há possibilidade de novas demissões

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Sudoeste | Data: 31 jan 2015

Tags:, ,


por Mateus Novais
foto: Sudoeste Hoje

azaleia

A Empresa VULCABRÁS/AZALÉIA, principal empregador das cidades da microrregião de Itapetinga, demitiu 670 funcionários na cidade, na última sexta-feira (30). As demissões pegaram os trabalhadores e a cidade de surpresa. Todos os dispensados são remanescentes das filiais fechadas nas cidades da região, em 2012. Há expectativa de mais demissões.

Os funcionários receberam a notícia ainda na catraca da empresa, quando os cartões de acesso não funcionaram, e sem aviso prévio. O Sindicato de Verdade afirmou “também ter sido pego de surpresa” e paralisou a fábrica logo após tomar conhecimento das demissões. Eles exigiam da empresa uma ajuda aos trabalhadores, como forma de compensar ou mesmo amenizar a falta do trabalho.

A AZALÉIA e as empresas calçadistas no Brasil passam por uma fase difícil e as demissões têm ocorrido em todos os lugares. Especula-se que cerca de 900 funcionários ainda serão demitidos. A maior parte destes advindos de outras cidades da região, que são transportados para Itapetinga diariamente para trabalharem na fábrica matriz.

Em nota a VULCABRÁS/AZALÉIA afirmou que as demissões ocorreram “em virtude da concorrência com calçados importados asiáticos e ajustes de mercado”. O comunicado também diz que “a empresa reforça o compromisso de absoluto respeito aos colaboradores comprometendo-se a respeitar integralmente os seus direitos legais. Reafirma ainda o compromisso com o Brasil e a sua posição entre os maiores empregadores do setor no País, com aproximadamente 18 mil colaboradores em suas plantas na Bahia, Sergipe, Ceará e unidades administrativas em Jundiaí e Parobé (RS)”.

Mais de 30 servidores da Câmara de Vereadores devem deixar cargos

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Trabalho | Data: 13 set 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais

camara-de-vitoria-da-conquistaA Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista deverá demitir trinta e dois funcionários que foram contratados a partir da livre nomeação até o dia 31 de dezembro. Os cargos deverão ser desocupados para abrigar os novos funcionários que serão aprovados via concurso público.

A presidência da Câmara de Vereadores ainda não se posicionou sobre o assunto. O tema ainda está sendo tratado na esfera administrativa, junto aos trabalhadores que deverão ser afetados com essa medida.

A notícia pegou muita gente de surpresa no legislativo municipal. Os cargos de livre nomeação são ocupados por pessoas indicadas pelos 21 vereadores e ainda tem uma função de moeda eleitoral.

O concurso da Câmara de Vereadores está previsto para acontecer na próxima semana, dia 21 de setembro.

Servidores municipais demitidos começam a receber esclarecimentos sobre rescisão

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Trabalho | Data: 14 abr 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais

prefeituraO ciclo de palestras para os servidores que terão os contratos rescindidos pela Prefeitura Municipal começará nesta segunda-feira (14). Estima-se que 3 mil servidores sejam exonerados até o final do processo.

O evento, intitulado pela Prefeitura Municipal como ‘Ação de Acolhimento’, será realizado nos dias 14, 15 e 16, no auditório da Secretaria Municipal de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico, das 8h às 17h.

As rescisões contratuais acontecerão em virtude do cumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público Estadual.

Ex- funcionários terceirizados da obra do Shopping Popular são demitidos e não recebem benefícios

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Trabalho | Data: 04 abr 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais

20140404_104921

Um grupo de ex-operários terceirizados da obra de construção do Shopping Popular em Vitória da Conquista procurou a reportagem do Blog da Resenha Geral para reclamar que não estão recebendo o seguro desemprego após demissão.

20140404_110000Segundo consta em um papel afixado na carteira de trabalho dos ex-funcionários, a empresa contratante é a Geovane Fonseca Carvalho e Cia. Ltda de Malhada de Pedras.

Os operários são os pedreiros Roberto Santos, Edilson Lopes de Souza, Mateus Santos Silva, e o ajudante Fabiano Anjos Santos.