Jovem presta depoimento e revela nome de casal que a mantinha em cárcere privado

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 22 set 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_0003A jovem de 22 anos que foi resgatada de um cárcere privado, no bairro Pedrinhas, em Vitória da Conquista, prestou depoimento na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam). A jovem, que segue sem ter o nome revelado, deu detalhes do período em que ficou aprisionada.

Em depoimento à delegada Dra. Decimária Cardoso, a jovem revelou que passou dois anos sofrendo agressões físicas e sendo abusada sexualmente pelo casal identificado apenas como Antônio e Eliana. “A jovem foi convidada [por uma conhecida] e ao chegar na casa deles, não deixaram ela sair mais”, disse a delegada em entrevista ao CORREIO. Ainda segundo a jovem, ela teria passado várias privações nesse período, como fome e chegou a comer as próprias fezes. “Ela falou que eles não lhe davam comida direito, e que quando ela conseguia, tinha de comer escondido”.

O imóvel, onde o casal morava com seus três filhos, não pertence aos suspeitos. “Os vizinhos comentaram que eles invadiram a casa há algum tempo”, disse a titular da Deam. O casal de suspeitos fugiu, acompanhado pelos filhos, e ainda não foram localizados pela polícia. A Polícia Civil e Militar realiza buscas pelos suspeitos na região, mas nem Antônio nem Eliana foram localizados até a manhã desta terça-feira (22).

De acordo com a Polícia Militar, a mãe da jovem disse que passou os últimos dois anos procurando pela filha, e chegou a aparecer em quadros de desaparecidos na televisão. A família, no entanto, não registrou oficialmente o desaparecimento da jovem. “Eles sabiam que ela estava desaparecida, mas não deram queixa na polícia. Eles tinham problemas de relacionamento”, disse delegada Decimária Gonçalves.

A garota passou por um exame de corpo delito a fim de comprovar o estupro e as diversas agressões sofridas durante o cárcere privado. O estado emocional dela é delicado. “O resultado do laudo deve sair em 10 dias”, informou a delegada.

Bancário responderá em liberdade acusação de aliciamento de adolescente

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 28 maio 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

DSC_0816O funcionário da Caixa Econômica Federal, Sid Andrade, de 58 anos, acusado de aliciar adolescentes, se apresentou no Disep, na última sexta-feira (22). Após ser ouvido na Delegacia Especializada em Atendimento a Mulher (Deam), o bancário foi colocado em liberdade.

O suspeito chegou à delegacia em companhia de seu advogado. Os detalhes do depoimento não foi revelado. Segundo a delegada Decimária Cardoso, titular da Deam, Sid permanecerá em liberdade, pelo menos, até a conclusão das investigações.

Sid Andrade é suspeito de aliciar adolescentes em uma residência no bairro Candeias. A polícia encontrou no local, três adolescentes seminuas que estavam desaparecidas.

Ele tem cinco passagens pela polícia por casos como porte ilegal de arma e por dirigir embriagado. Na residência dele, a polícia também apreendeu fotos e vídeos de meninas seminuas, armazenadas em um tablet.

Ricardo Lobo presta depoimento à polícia

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia, Vit. da Conquista | Data: 08 jul 2013

Tags:, , ,

da Redação

Untitled-1-300x206Na manhã de hoje (segunda-feira) Paulo Ricardo Lobo chegou ai Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) para prestar depoimento. O representante comercial é acusado de ter estuprado cerca de seis adolescentes em Vitória da Conquista.

O depoimento de Paulo Ricardo começou por volta das 10h. Ele está sendo interrogado pelo delegado Luís Machado sobre a suposta relação que manteve com as jovens e as razões que o levaram a fugir da polícia no mês de maio.

Com o depoimento do acusado, o inquérito será concluído e encaminhado ao Ministério Público.

Polícia vai ouvir enfermeira que acompanhava PM morto em quarto de motel

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia, Vit. da Conquista | Data: 23 abr 2013

Tags:, , ,

da Redação

Igor_PM_01A Polícia Civil vai ouvir esta semana a enfermeira que acompanhava o policial militar Igor Pereira Moreira, 27 anos, que morreu em um quarto do motel  em Vitória da Conquista. Segundo a Polícia, Igor sofreu um mal súbito e morreu na manhã desta segunda (27).

Em matéria publicada no site do jornal Correio da Bahia, a reportagem revela que a enfermeira pode esclarecer, em depoimento, o que provocou a morte do soldado. Segundo amigos da vítima, Igor estava em uma festa na cidade de Jequié.

A Polícia suspeita que uma combinação de bebida alcoólica, energético e estimulantes sexuais tenha provocado a morte do soldado, que, segundo familiares, tinha problemas cardíacos. Fonte: Correio da Bahia