Petrobras eleva preço médio do diesel em 1,5%

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 21 mar 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-candeias-premium.gif

Os preços dos combustíveis voltam a subir por todo país. Dessa vez, a Petrobras elevará em 1,48 por cento o preço médio do diesel em suas refinarias a partir de sexta-feira, para 2,1432 reais por litro, segundo informações divulgadas no site da empresa nesta quinta-feira(21).

A alta ocorre após o combustível fóssil ter sido comercializado por dois dias a uma mínima de quase um mês, a 2,1120 reais por litro.
A gasolina, por sua vez, será mantida em 1,8326 real por litro, ainda o maior valor médio desde 2 de novembro do ano passado, quando o combustível foi comercializado a 1,8466 real por litro, segundo dados da estatal.

Diesel sobe 2,5% nas refinarias com o fim do programa de subsídio

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 31 dez 2018

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif

Foi anunciado nesta segunda-feira (31), pela Petrobras,uma elevação no preço médio nacional do diesel vendido nas refinarias em 2,5% a partir de 1º de janeiro devido ao fim do programa de subsídio. Com o aumento anunciado, o valor do litro subiu de R$ 1,8088 para R$ 1,8545.

O programa de subsídio ao diesel foi estabelecido pelo governo em meados deste ano para atender a reivindicações dos caminhoneiros, que fizeram paralisações históricas em maio em razão da alta dos preços do combustível.

De acordo com as informações divulgadas pela estatal, o novo preço do diesel é inferior em 11,75% ao de 31 de maio de 2018, de R$ 2,1016 por litro, último valor médio antes do início do programa governamental.

Gasolina e diesel ficaram ainda mais caros neste ultimo sábado (21); Confira o reajuste

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 23 abr 2018

Tags:, , ,

 Da Redação

Foi anunciado pela Petrobras neste sábado (21), mais um reajuste nos preços da gasolina e do diesel, ambos ficam mais caros  nas distribuidoras.

Só neste mês, o valor do litro dos combustíveis já foi reajustado mais de 10 vezes, o que não deixa o consumidor muito feliz. O Diesel subiu R$ 0,0223/litro e Gasolina R$ 0,0192/litro. Passando a custar  R$ 1,7199 para R$ 1,7391, a gasolina. E o  diesel de  R$ 1,9822 para R$ 2,0045.

A gasolina e o diesel comercializados para as distribuidoras nas refinarias são do tipo A. Os produtos vendidos ao consumidor final, nas bombas dos postos, são uma composição que mistura esses combustíveis do tipo A com biocombustíveis. Os preços médios divulgados pela Petrobras para as refinarias também não contabilizam a incidência de tributos.

Aumento nos preços do diesel e da gasolina nas refinarias é anunciado pela Petrobras

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 26 mar 2018

Tags:, , ,


Da Redação

Foi anunciado nesta segunda-feira (26), pela Petrobras no Rio de Janeiro, o  aumento  do preço praticado nas refinarias para o “diesel A” e para a “gasolina A”. Os valores entrarão em vigor no dia 27 de março.

O reajuste  para o diesel, foi 1,213%, passando de R$1,8475 na sexta-feira para R$1,8702. Nos reajustes anteriores, o diesel tinha diminuído 0,487%, depois de aumento de 2,068% na quinta-feira.

A aumento na gasolina foi de  0,761% em uma sequência de cinco aumentos. Na quinta-feira foi anunciada majoração de 0,92%, no valor de R$1,6404. No anúncio de sexta-feira a tarifa passou para R$1,6431, com aumento de 0,164%.

De acordo com  a Petrobras, o preço cobrado pela estatal corresponde a 46% da composição do preço ao consumidor do diesel. Na gasolina, o percentual da empresa é 27%.

Petrobras reduz preço da gasolina em 5,4% e do diesel em 4,8%

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 26 fev 2017

Tags:, , , ,

Redação

A Petrobras decidiu reduzir o preço do diesel nas refinarias em 4,8%, em média, e da gasolina em 5,4%, em média. Os novos valores anunciados na noite da sexta-feira (24) começaram a ser aplicados ontem.

Se o ajuste for integralmente repassado e não houver alterações nas demais parcelas que compõem o preço ao consumidor final, o diesel pode cair 3% ou cerca de R$ 0,09 por litro, em média, e a gasolina 2,3% ou R$ 0,09 por litro, em média.

Petrobrás reduz os valores da gasolina e do diesel nas refinarias

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 27 jan 2017

Tags:, , ,

Da Redação

A partir de desta sexta-feira (27), o litro da gasolina e do óleo diesel ficarão mais baratos nos postos de combustíveis de todo país. Isso porque, a Petrobrás anunciou uma redução de 1,4% no preço da gasolina e 5,1% no litro do diesel, nas refinarias.

Em valores reais, estima-se que o repasse da redução nos preços para os consumidores será de R$ 0,02 no litro da gasolina, o que representa um percentual de 0,4%, enquanto que o desconto no diesel chegará aos motoristas 2,6% menor, uma redução de R$ 0,08 por litro.

Em comunicado, a Petrobrás afirmou que “a decisão é explicada principalmente pelo efeito da valorização do real desde a última revisão de preços e por ajustes na competitividade da Petrobras no mercado interno e pela redução dos preços dos derivados nos mercados internacionais, especialmente do diesel, que registrou uma elevação de estoques em função de um inverno menos rigoroso que o inicialmente previsto no hemisfério norte”.

Gasolina mais cara nas refinarias a partir deste sábado

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 29 nov 2013

Tags:, , ,

por Paulo Anderson Rocha

Bomba de Gasolina BA Petrobras anunciou nesta sexta-feira (29) um novo reajuste nos preços dos combustíveis na refinarias: a gasolina terá aumento de 4% e o diesel sobe 8%. A alteração passa a valer a partir das 0h de amanhã (30). O último reajuste da estatal foi feito em março, com elevação média de 5% do diesel nas refinarias, para a gasolina, o último reajuste foi em janeiro, com acréscimo de 6,6%.

O Conselho de Administração da Petrobras também aprovou a implementação de uma nova política de preços, mas os parâmetros da metodologia de precificação não foram divulgados; para isso a empresa alega razões comerciais.

Essa nova política de preços, de acordo com o comunicado, objetiva fazer com que os indicadores de endividamento e alavancagem voltem aos limites do plano de negócios da estatal dentro do prazo de até 24 meses. A Petrobras assegura que a política não deve repassar a inconstância dos preços internacionais ao consumidor brasileiro.