Relator anuncia parecer favorável ao processo do impeachment contra Dilma

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 06 abr 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1624foto: Zeca Ribeiro – Câmara dos Deputados

O relator do processo de impeachment, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), acatou a denuncia contra a presidente Dilma Rousseff por crimes de responsabilidade. Mesmo não tendo analisado o mérito da denúncia, o relator concluiu que existem “outras questões de elevada gravidade”.

“A magnitude e o alcance das violações praticadas pela Presidente da República, em grave desvio dos seus deveres funcionais e em quebra da grande confiança que lhe foi depositada, justifica a abertura do excepcional mecanismo presidencialista do impeachment, na medida em que resultou na usurpação de uma das funções mais importantes do Parlamento relativas à deliberação das leis orçamentárias e ao controle legislativo sobre os limites dos gastos públicos, e que objetiva a proteção do erário público”, diz trecho do parecer que a Agência Brasil teve acesso.

A partir de agora, será concedida vistas coletivas de duas sessões legislativas e, de acordo com o cronograma de trabalho da comissão, o colegiado retomará os trabalhos na próxima sexta-feira (8) para discutir o parecer. O início da votação do relatório está marcado para a próxima segunda-feira, 11, a partir das 17h. Informações Agência Brasil

Caminhoneiros ameaçam paralisação contra Dilma

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil | Data: 04 nov 2015

Tags:, ,

Veja

alx_caminhoa_original

Caminhoneiros que organizaram uma grande paralisação da categoria em fevereiro tentam articular uma nova mobilização para a próxima segunda-feira. O grupo pede a saída da presidente Dilma Rousseff e alega que o governo federal não cumpriu os acordos feitos com a categoria na época – redução do preço do óleo diesel, o cancelamento das multas aplicadas a quem aderiu à greve e uma lei que regulamente a aposentadoria com 25 anos de trabalho.

“As reivindicações não foram atendidas. Agora não queremos negociar, não aceitaremos acordo. Queremos a renúncia da presidente”, afirmou o organizador da manifestação, Ivar Luiz Schmidt. Ele também foi o responsável por liderar a paralisação de fevereiro, que afetou a distribuição de combustível pelo país e fez com que o preço da gasolina chegasse a cinco reais o litro em algumas cidades.

Apesar da articulação, a Federação dos Caminhoneiros Autônomos de Carga Geral do Estado de São Paulo, afirma que não vai aderir à greve. “Os sindicatos entendem que o governo federal tem dificuldades para cumprir todas as requisições, por isso não vamos aderir à greve”, afirmou Norival de Almeida Silva.

Dilma enfrenta nova derrota na Câmara com fim do fator previdenciário

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 14 maio 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

camara-dos-deputadosA Câmara dos Deputados impôs na noite dessa quarta-feira (13) uma derrota à presidente Dilma Rousseff e aprovou uma emenda que muda o fator previdenciário, cálculo utilizado para as aposentadorias no Brasil. A alteração foi aprovada por 232 votos a 210, além de duas abstenções, durante a votação de uma das medidas provisórias de ajuste fiscal.

O governo se posicionou contrário à alteração, mas viu a emenda de autoria do deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) ser aprovada. A mudança só foi aprovada graças à infidelidade da base aliada e de deputados do PT. A aprovação da mudança do cálculo para aposentadoria recebeu o apoio de nove petistas. A emenda ganhou apoio de todos os 45 deputados do PSDB presentes na sessão.

A regra da medida aprovada é a 85/95, que permite a mulher se aposentar quando a soma de sua idade com o tempo de contribuição for de 85. Para os homens, a soma tem de chegar a 95 anos. No caso de professores, a fórmula ficaria 80/90. Pelo texto, o tempo mínimo de contribuição para homens é de 35 anos e de 30 para mulheres. O texto ainda precisará ser aprovado no Senado e pode ser vetado pela presidente.

Criado durante o governo Fernando Henrique Cardoso, o fator previdenciário tinha por objetivo desestimular aposentadorias precoces e, na época, sofreu forte oposição do PT. A fórmula levava em conta a idade, o tempo de contribuição e a expectativa de vida, dificultando o trabalhador a atingir a aposentadoria integral.

Dilma tem 52%, e Aécio, 48% dos votos válidos, aponta Datafolha

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Política | Data: 21 out 2014

Tags:, ,

Globo.com

dilma-e-aecio_1457494Pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (20) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:
– Dilma Rousseff (PT): 52%
– Aécio Neves (PSDB): 48%

Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”.

…Leia na íntegra

Rejeição alta e resistente é o problema de Dilma

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Política | Data: 23 maio 2014

Tags:, ,

 

Por  Joasias de Souza

Dilma BBSe a última pesquisa do Ibope revelou alguma coisa foi que o Brasil da sucessão presidencial de 2014 continua sendo aquilo que Nelson Rodrigues chamava de “elefante geográfico”. Falta-lhe um rajá, isto é, um líder que o monte. A boa notícia para Dilma é que ela conseguiu segurar nas orelhas do bicho. Mas sua estabilidade ainda é frágil.

Beneficiada pelo medo que a propaganda de João Santana instilou no pedaço do eleitorado que ainda se deixa assustar pelos “fantasmas do passado”, Dilma subiu de 37% para 40%. Mas seus antagonistas também subiram. Em um mês, Aécio Neves saltou de 14% para 20%. E Eduardo Campos pulou de 6% para 11%. A vantagem da presidente sobre a soma de seus rivais é de escassos quatro pontos. Para quem sonha em prevalecer no primeiro turno, é pouco. …Leia na íntegra