Doenças relacionadas ao Aedes continuam crescendo em Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 07 jun 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

dengueOs males causados pelo mosquito Aedes Aegpty tem avançado de forma alarmante em Vitória da Conquista. Os constantes boletins epidemiológicos divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde traz o alerta para a crescente no número de casos notificados/cofirmados na cidade. E a dengue é a doença que mais tem acometido os pacientes picados pelo Aedes.

Segundo o boletim divulgado nesta terça-feira (7), o número de pessoas diagnosticadas com dengue subiu de 677 para 704, em uma semana. As demais doenças continuam estáveis, em comparação aos dois últimos boletins, mas também mantém o alerta: 4 de Chinkungunya e 1 de Zika.

Estes dados só apontam para a necessidade da população manter a vigilância e evitar os focos de proliferação do mosquito, principalmente nesse período de racionamento, em que as pessoas costumam estocar água. “As pessoas precisam de água limpa e pura para o seu consumo, portanto, temos mais um bom motivo para tampar bem as caixas d’água e tonéis”, afirma a upervisor dos agentes de endemias da Secretaria Municipal de Saúde, Joseilton Lima.

Fique atento às dicas! – Se você está utilizando uma caixa d’água no chão para armazenamento, além de tampar direito, não deixe aberto o orifício de saída para o cano – padrão nos reservatórios de polietileno. Ele pode ser uma porta de entrada para o Aedes. Em caso de baldes abertos, é possível usar plástico, madeira ou telas de proteção para lacrá-los. O importante é se certificar de que não há nenhuma fresta.

Sobe para 4 o número de casos da H1N1 em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 13 abr 2016

Tags:, , , ,

Da Redação

H1N1A Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista atualizou os números relacionados ao vírus Influenza A – H1N1 na cidade. De acordo com comunicado realizado nesta quarta (13) no site institucional da prefeitura, subiu para quatro o número de casos da doença registrados em solo conquistense.

Até esta quarta, foram notificados 22 casos suspeitos, sendo 4 positivos, 4 negativos, 1 inconclusivo e os demais aguardam resultado. Desse total, “18 casos são de Vitória da Conquista e 4 de municípios da região. Além disso, dos 4 positivos, 2 são de Conquista e já receberam alta hospitalar e passam bem”.

Os números são bem superiores aos registrado em todo o ano de 2015, quando foram notificados 10 casos suspeitos e nenhum se confirmou.

A população deve ficar atenta aos sintomas da doença, que são febre, tosse, dor de garganta, calafrios e dores pelo corpo. Os pacientes com sintomas da H1N1 podem ser atendidos desde a Unidade de Saúde mais próxima de casa, até em unidades hospitalares, a depender do nível de comprometimento respiratório.

Atenção! Para evitar a doença, é importante manter as mãos sempre limpas, lavando-as com água e sabão ou utilizando álcool em gel. Outra medida de prevenção é a vacina contra a gripe. A previsão é que ela esteja disponível nos postos e unidades de saúde da cidade a partir do dia 18 de abril.

Alto número de notificações da Dengue é compatível com cenário nacional, diz Prefeitura

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 12 abr 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

dengueA Secretaria Municipal de Saúde se manifestou sobre o alto nível de notificações de casos suspeitos da dengue em Vitória da Conquista. Conforme mostrou o BLOG DA RESENHA GERAL, Entre os dias 31 de março e 7 de abril, 400 novos casos suspeitos de dengue foram notificados no município.

Segundo nota emitida pela Prefeitura Municipal, “em todo o Brasil, o número de casos de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti aumentou nos últimos meses”. O comunicado também aponta que “todas as notificações feitas nas unidades de saúde, tanto as localizadas na zona urbana quanto na zona rural, nos hospitais e laboratórios são encaminhadas para a Secretaria Municipal de Saúde. […] Muitas vezes existe demora no recebimento dessas notificações, o que gera a sensação de aumento rápido no número de casos em período curto de tempo, como aconteceu entre os dias 31 de março e 7 de abril”.

Em 31 de março, o número de casos notificados foi 1.800 e na semana seguinte, 2.200. Muitas dessas notificações ocorreram em período anterior ao dia 31, chegando à coordenação de Controle de Endemias dias depois.

No acumulado do ano, até o dia 7 de abril, foram notificados 2.200 casos suspeitos para dengue. Destes, 329 apresentaram resultados positivos, 111 negativos e 5 inconclusivos. Os demais aguardam resultado.

A Secretaria de Saúde garante também que continua realizando o tratamento e as orientações preventivas para eliminação das larvas e a borrifação para eliminar os mosquitos em áreas que existam casos notificados de uma das três doenças por ele provocadas.

Em uma semana, 400 casos suspeitos de dengue foram notificados em Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 12 abr 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

dengue

Entre os dias 31 de março e 7 de abril, 400 novos casos suspeitos de dengue foram notificados no município de Vitória da Conquista. Como já mostrou o BLOG DA RESENHA GERAL, o alto número de casos registrado neste em 2016 deixa a Secretaria Municipal da Saúde em alerta.

Desde o início de 2016, já foram notificados 2.200 casos suspeitos de dengue na cidade, sendo que 329 foram confirmados.

Os casos suspeitos da zika também aumentaram. No mesmo período, entre 31 de março e 7 de abril, 49 casos suspeitos foram registrados, chegando ao total de 185 notificações neste ano. Os casos suspeitos de chikungunya também cresceram. Ao todo, são dez notificações em 2016.

Vitória da Conquista já registrou mais de 300 casos de dengue somente em 2016

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 08 abr 2016

Tags:, , ,

Da Redação

mosquitoO aedes aegypti continua sendo uma grande preocupação para a saúde pública. Mesmo todas as esferas do governo, bem como empresas privadas, estarem na “luta” contra o mosquito, os casos das doenças transmitidas pelo o aedes, principalmente a dengue, só fazem aumentar.

Em Vitória da Conquista, de acordo com a Secretaria de Saúde, até essa quinta-feira (7), foram notificados 2.200 casos suspeitos para dengue, desse total, 329 foram confirmados. Esse número é semelhante a quantidade de casos da doença confirmados em todo o ano de 2015. Até dezembro do ano, passado, ainda segundo a Secretaria de Saúde, foram notificados 603 casos suspeitos de dengue, dos quais 342 foram positivos.

As estatísticas comprovam o quanto é necessário investir ainda mais no combate ao aedes aegypti, principalmente no que diz respeito a disseminação de informações. A população também deve fazer a sua parte, ficando atenta aos cuidados necessários para evitar a proliferação do mosquito, no intuito de diminuir os casos de doenças que são transmitidas por ele.

Família do menino Gabriel, que tem ‘ossos de vidro’, pede ajuda para tratamento

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 24 nov 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

IMG_2304O pequeno Gabriel (foto), de 9 anos, tem uma doença rara nos ossos, conhecida como Osteogenese Imperfeita. Essa doença tem origem genética e afeta uma em cada 25.000 crianças recém-nascidas, deixando os ossos tão frágeis que uma pequena queda ou pancada podem causar fraturas. Por conta disso, a doença foi apelidada ‘doença dos ossos de vidro’.

Como se já não bastasse os cuidados em lidar com a doença, a família de Gabriel, que mora no distrito de Inhobim, em Vitória da Conquista, enfrenta dificuldades para conseguir tratamento. Dona Juliana Carvalho, mãe do garoto, conta que já procurou tratamento em vários locais, mas só conseguiu que o acompanhamento fosse feito em São Paulo. “A gente tem que juntar o dinheiro que tem, deixa de pagar contas para viajar de quatro em quatro meses para São Paulo. E todas as despesas são pagas por a gente mesmo, com a pensão de um salário que ele recebe”, conta a mãe de Gabriel.

Em São Paulo, o garoto recebe aplicações de pamidronato dissodico, para suprir a falta do colágeno nos ossos. Além do medicamento, ele necessita de uma cadeira especial e fisioterapia constante. “Nossa vida é uma bagunça. Por causa de tudo isso, eu não posso trabalhar, só meu marido trabalha, mas o dinheiro nunca dá”.

A família pede ajuda através de doações – (77) 9 8888 7356 – ou depósitos em conta poupança:

Caixa Econômica Federal
AG: 79
Poupança: 30673-0
Juliana Rocha Carvalho

Coordenador do Núcleo Regional de Saúde pede criação de Centro de Zoonoses em Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 24 fev 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: reprodução Google

diresOs constantes registros de leishmaniose (calaza) na região Sudoeste da Bahia fizeram o coordenador da Vigilância Epidemiológica do Núcleo Regional de Saúde, Eliezer Almeida, se manifestar em prol da criação do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). Para ele, a implantação do espaço na terceira maior cidade do estado é “urgente”.

Os CCZ são unidades de saúde pública que têm como atribuição fundamental prevenir e controlar as doenças que podem ser transmitidas entre os animais e o homem, como raiva, leishmaniose e doença de chagas, desenvolvendo sistemas de vigilância sanitária epidemiológica.

De acordo com o coordenador do Núcleo Regional de Saúde, “Vitória da Conquista é um município referência, que converge outros municípios do sudoeste e o norte de Minas Gerais. E, com o fim das antigas Dires e criação dos Núcleos Regionais de Saúde, Conquista saltou de 19 para 73 municípios atendidos”, declarou à repórter Mônica Cajaíba. Por isso, Eliezer Almeida, afirma que a cidade “deveria começar a pensar em implantar urgentemente um centro de controle de zoonoses para atender toda essa demanda”.

O controle de animais domésticos, população de cães e gatos e animais de grande porte é tarefa importante de uma CCZ. Morcegos, pombos, ratos, mosquitos e outros vetores de transmissão de várias doenças são monitorados pelas unidades CCZ.

Casos de leishmaniose no Sudoeste preocupam; doença pode levar à morte

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 24 fev 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais

leishmanioseO levantamento dos casos de leishmaniose (calazar) na região Sudoeste da Bahia preocupa as autoridades de saúde do estado. Ao todo, foram registrados 18 casos nas cidades próximas a Vitória da Conquista em 2014. Por se tratar de uma doença “negligenciada”, a preocupação é redobrada, já que pode levar a morte em até dois meses.

A doença é transmitida por um mosquito, que infecta animais domésticos, como cães, e acaba retransmitindo para o ser humano. De acordo com o geógrafo e coordenador da Vigilância Epidemiológica do Núcleo Regional de Saúde, Eliezer Almeida, explica que a doença se torna mais preocupante em crianças e idosos, pela baixa imunidade, e pode levar à morte. “Não há uma estimativa concreta, mas podemos afirmar que, se não houver tratamento, entre 10 dias a 2 meses, a pessoa pode morrer”.

Em entrevista à repórter Mônica Cajaíba, o coordenador explicou que há “doenças que chamamos de negligenciada, como doença de chagas, esquistossomose e outras. Nós temos a dengue, que é uma doença ‘elitizada’, e esquecemos esses outros agravos que é tão importante quanto a dengue. A leishmaniose, por exemplo,está entre as cinco maiores doenças endêmica, segundo a Organização Nacional de Saúde”. Ele ainda salientou que, em cinco municípios da região, incluindo Vitória da Conquista, a “transmissão é intensa”. “Em Barra do Choça houveram 10 casos de leishmaniose tegumentar em 2014 [que provoca graves danos na pele]”. Já em Mirante, houveram 4 casos do tipo visceral [ mais grave e que pode levar a morte], assim como em Vitória da Conquista (2), Tremedal e Pres. Jânio Quadros (1). “Vale ressaltar que, em 2007, Anagé e Caraíbas houve quatro mortes”, finalizou Eliezer Almeida. …Leia na íntegra

Febre Chikungunya: 16 casos registrados no Brasil, 14 somente em Feira de Santana

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 24 set 2014

Tags:, ,

Por Mateus Novais

mosquitoDe acordo com o Ministério da saúde, já foram registrados 16 casos da febre Chikungunya no Brasil, 14 deles somente no município de Feira de Santana. Os casos foram confirmados após amostras de pacientes da cidade serem analisadas pelo IEC (Instituto Evandro Chagas), no Pará.

Em Vitória da Conquista, até o momento, nenhum caso foi confirmado. Mas, nessa terça-feira (23), a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, encaminhou para todas as unidades de saúde do município, particulares e públicas nota técnica sobre a febre. A ação tem como objetivo alertar todos os profissionais de saúde para a importância de ficar atentos aos sinais e sintomas suspeitos da doença.

A Chikungunya, assim como a Dengue, é uma doença transmitida pelos mosquitos Aedes Aegypti e Aedes Albopictos. E seus sintomas são semelhantes: dor de cabeça, febre, dores musculares e nas articulações. Para combater e prevenir a febre Chikungunya também é preciso reduzir o número de mosquitos transmissores, ou seja, a população deve continuar evitando água parada em reservatórios descobertos em suas residências.

Amendoeiras de Vitória da Conquista apresentam sinais de doença

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 13 dez 2013

Tags:, , ,

da Redação

Amendoeira B2

Estudiosos esclarecem que alguns vírus e bactérias podem atacar as amendoeiras e causar algumas doenças. A detecção de certas doenças pode ser realizada através de inspeção visual. Foi o que fez o nosso fotografo que observou sinais de doença em várias amendoeiras da cidade. Galhos e folhas secas representaram os sinais que chamaram atenção da reportagem. Parasitas aparecem em proporção preocupante em árvores na Praça Vitor Brito.

Em muitos casos, a doença em estágio inicial não apresenta sintomas visíveis. A árvore, em alguns casos, pode estar acometida por uma doença sem os  sintomas. Neste caso pode ocorrer até a queda súbita da árvore.

Amendoeiras BVitória da Conquista é uma cidade árida. Não existe nenhum projeto de plantio para compensar a derrubada criminosa de muitas árvores. A Secretaria do Meio Ambiente precisa estar mais presente. Aqui do BRG foi alertado que formigueiros infestaram os eucaliptos do Bosque da Paquera e até agora nenhuma resposta foi dada pelo órgão competente. O caso das amendoeiras e outras árvores merecem atenção especial.

O último e maior plantio de árvores feito na cidade foi ainda na época do prefeito Murilo mármore. A sua mãe, saudosa professora Lizete Mármores, foi uma grande incentivadora e entusiasta do projeto. Muitas pessoas plantaram árvores estimuladas por ela.

Foto: Rafael Gusmão (BRG)

Após alarme falso, Genoino recebe alta de hospital em Brasília

0

Publicado por Editor | Colocado em Política | Data: 24 nov 2013

Tags:, , ,

Diário do Poder

Genoino sequer precisou de ambulância para deixar o hospital em Brasília 

GenoinoHospitalDiarioDoPoderReproducaoInternado  na última quinta após o alarme falso de que teria sofrido princípio de infarto, o deputado mensaleiro José Genoino (PT-SP) recebeu alta do Instituto do Coração do DF por volta de 6h30 deste domingo (24). O petista, preso na penitenciária da Papuda após o Supremo Tribunal Federal condená-lo no processo mensalão, sequer precisou deixar o hospital de ambulância. Ele foi levado de carro de passeio para a casa de sua filha, também em Brasília, e se recusou a falar com a imprensa.

Em nota, o Instituto do Coração do DF informou que o deputado apresentou “melhora dos níveis de pressão arterial e dos parâmetros de coagulação sanguínea” e que recebeu alta após avaliação da equipe médica. Genoino ficará em prisão domiciliar até sair a decisão do STF sobre o tipo de regime de dentenção que ele deverá cumprir.

Segundo o hospital, Genoino teve melhora, mas manteve ‘picos hipertensivos’. O deputado foi preso no último dia 15, na penitenciária da Papuda, e cumpria regime semiaberto junto com os também petistas José Dirceu e Delúbio Soares.