Vereadores voltam a se reunir com Fundação de Saúde para tratar da saída de Dr. Ary

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 04 mar 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: Ascom Câmara

ReuniaoA Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Vitória da Conquista voltou a se reunir com a Fundação de Saúde de Vitória da Conquista (FSVC) e Secretaria Municipal de Saúde, na última segunda-feira (2). A reunião solicitada pela FSVC e Secretaria tratou da saída do ex-diretor técnico do Hospital Esaú Matos, Dr. Ary Pires.

Sem entrar em detalhes, o presidente da Comissão de Saúde da CMVC, Cícero Custódio, afirmou que a conversa abordou a saída do ex-diretor, entre outros temas. “A direção do Esaú Matos nos procurou para falar sobre a saída de Dr. Ary. Nós conversamos também sobre outros pontos da área de saúde como consultas e internamentos”, contou Custódio.

Recentemente, o líder da bancada de situação no legislativo, Florisvaldo Bittencourt, revelou que, durante a conversa, o Dr. Ary teria revelado que não pediu para sair, confrontando com a fala do prefeito Guilherme Menezes, afirmou que o médico ‘pediu pra sair’.

A Comissão de Saúde da CMVC está construindo um relatório sobre o Hospital Esaú Matos.

Dr. Ary Pires é exonerado do Hospital Esaú Matos. O Padre fica!

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 04 fev 2015

Tags:, , ,


da Redação, com participação de Mateus Novais
foto: Secom PMVC

fundacao-esau-matos-3O médico Ary Pires não faz mais parte do corpo clínico do Hospital Municipal Esaú Matos. Dr. Ary, como é conhecido, ocupava a função de diretor técnico e era um dos quadros  mais respeitados dentro e fora das paredes daquela unidade hospitalar. A exoneração ocorre em um momento extremamente conturbado para o Hospital, que está sofrendo fortes críticas. O gestor não pode ser responsabilizado pelas mazelas devido a ingerência do prefeito que tem sido constante.

O Hospital Esaú Matos era reconhecido como referência no tratamento pediátrico, principalmente neonatal. Recentemente  funcionários do Hospital informaram que existem problemas no fornecimento de alimentação para pacientes  e, até, aos trabalhadores da unidade.

Outra grave denúncia diz respeito a problemas financeiros. Fontes ligadas ao Governo Municipal afirmam que a Fundação Pública de Saúde de Vitória da Conquista (FSVC), criada em 2011 e administrada pelo Padre Edilberto Amorim, não está conseguindo êxito na atual gestão.

Essa é mais uma decisão do prefeito Guilherme Menezes (PT) que tem dificuldades de conviver com pessoas independentes e de compromisso com a qualidade dos serviços prestados pelo SUS.  Já o Padre Edilberto permanece com um generoso salário apesar do desastroso comando à frente da Fundação.