Jovens são assassinados a tiros em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia | Data: 14 jul 2017

Tags:, ,

Da Redação
foto ilustrativa

Na tarde desta sexta-feira (14), dois jovens foram assassinados, no bairro Recreio, em Vitória da Conquista. Ainda não há informações sobre as circunstâncias do crime.

Conforme as primeiras informações divulgadas, as duas vítimas estavam juntas, quando os suspeitos efetuaram os tiros. Um dos jovens morreu no local do crime. Já o outro conseguiu andar por alguns metros, mas não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito.

A Polícia Técnica foi acionada para realizar o levantamento cadavérico. As identidades das vítimas ainda são desconhecidas.

Justiça concede habeas corpus ao pastor Edimar, acusado de duplo homicídio

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia | Data: 20 jun 2017

Tags:, , ,

Da Redação


Edimar da Silva Brito, pastor acusado da morte da professora e pastora Marcilene Sampaio e de Ana Cristina Santos, deve esperar o julgamento em liberdade, pois a sua defesa conseguiu junto à justiça um habeas corpus. Edimar foi preso no dia 26 de janeiro, em uma Fazenda da zona rural, no município de Ibicuí e desde então estava custodiado à espera do julgamento.

O duplo assassinato ocorreu no dia 19 de janeiro de 2016. Edimar também é acusado de tentar matar o também pastor Carlos Eduardo Sampaio, esposo de Marcilene. A suspeita da polícia é de que o crime teria sido motivado por vingança após as vítimas, que eram colegas do pastor suspeito, terem saído da igreja dele depois de um desentendimento para fundar uma nova e levado a maioria dos fiéis.

Além de Edimar, Fabio de Jesus Santos e Adriano Silva dos Santos são acusados de participação no crime. Esse último, inclusive, foi condenado por trinta anos por ser executor do duplo homicídio. Segundo a Justiça, Adriano e o outro suspeito, Fábio de Jesus Santos, teriam executado as vítimas a pedradas a mando do pastor Edimar Brito

Brumado: polícia prende um dos suspeitos de matar pai e filho queimados

0

Publicado por Editor | Colocado em Sudoeste | Data: 07 abr 2017

Tags:, , ,

Da Redação

Foto: Brumado Notícias

Nessa quinta-feira (6), a Polícia Civil de Brumado prendeu um dos acusados de participar do duplo homicídio ocorrido na comunidade da Penha, zona rural do município brumadense. Na madrugada da última quarta (5), o lavrador aposentado Adão de Souza Lobo, de 75 anos, e o filho, Paulo Sérgio de Souza Lobo, de 37 anos, foram encontrados mortos com os corpos queimados na casa onde moravam.

De acordo com a polícia, o acusado, um jovem de 19 anos que não teve o nome divulgado, foi encontrado escondido na casa de familiares. A polícia trabalha com a hipótese de latrocínio – roubo seguido de morte.

Agora, a polícia está à procura de mais dois suspeitos envolvidos no crime.

Brumado: pai e filho são encontrados mortos

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia, Sudoeste | Data: 05 abr 2017

Tags:, , ,

Da Redação

Foto: Brumado Agora

Dois homens foram encontrados mortos na comunidade de Penha, zona rural de Brumado. Segundo as primeiras informações, as vítimas são pai e filho.

Eles foram encontrados mortos enrolados em um colchão. A suspeita é que eles tenha sido queimados.

A polícia foi acionada e o Departamento Técnico foi até o local para realizar o levantamento cadavérico. Ainda não há informações sobre a motivação e os suspeitos de terem cometido o duplo homicídio.

Defesa do Pastor Edimar diz que entrará com pedido de revogação da denúncia do MP

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia | Data: 18 fev 2016

Tags:, ,

Da Redação
foto: Rafael Gusmão

DSC_0644
O Ministério Público da Bahia (MP-BA) apresentou nesta semana denúncia à Justiça contra o pastor Edimar Brito e os outros dois suspeitos, Fabio de Jesus Santos, 34 anos, e Adriano Silva dos Santos, 36, de matar a também pastora e professora, Marcilene Oliveira Sampaio e Ana Cristina Santos Sampaio e tentativa de homicídio contra Carlos Eduardo Sampaio.como informado pelo BLOG DA RESENHA GERAL aqui.

Após a divulgação da decisão do Ministério Público, a defesa do pastor Edimar se pronunciou, afirmando mais uma vez que o acusado é inocente e que não participou da execução das duas mulheres. Em entrevista ao G1/Bahia, o advogado de Edimar, Antônio Rosa, disse que a defesa fundamenta sua base de sustentação no depoimento do Carlos Eduardo Souza, marido da pastora morta, que sobreviveu à ação creminosa, que disse em depoimento que Edimar esteve o tempo todo ao lado dele e não com as vítimas no momento do crime. “Meu cliente sustenta que estava sob ameaça de Adriano, com quem foi encontrada uma camisa ensanguentada”, ressaltou Rosa.

Adriano, de acordo com a Promotoria, é apontado como o autor das pedradas que resultaram na morte das duas mulheres. “Enquanto estava sozinho com as vítimas, o denunciado Adriano, que portava um revólver, determinou que elas deitassem no chão, momento em que, aproveitando-se da impossibilidade de defesa das vítimas, deferiu-lhes vários golpes há cabeça e na face, com um bloco de concreto”, diz a denúncia do MP-BA.

Ainda segundo Antônio Rosa, a defesa do pastor Edimar entrará nesta semana com um pedido de revogação da denúncia do Ministério Público. “A denúncia não significa que temos provas definitivas e acabadas. As provas só existem quando há o contraditório e a ampla defesa, e isso ocorrerá na fase de instrução processual. A defesa continua afirmando negativa de autoria e por isso vamos entrar com pedido de revogação. Caso o juiz negar, iremos pedir um habeas corpus para que Edimar possa responder ao processo em liberdade. Ele não tem conduta delitiva e nem passagens pela polícia”, afirmou o advogado.

Polícia Civil dá detalhes sobre a prisão do Pastor Edimar

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia | Data: 27 jan 2016

Tags:, , , , ,

Da Redação
foto: Rafael Gusmão

DSC_0668

Durante a entrevista realizada a manhã de hoje (27), a Polícia Civil deu detalhes sobre a prisão do pastor Edimar. Segundo o delegado Marcus Vinícius, responsável pela operação, Edimar Brito foi encontrado na casa de um parente, após conferência de algumas denúncias. O delegado contou que ele e a sua equipe saíram de Vitória da Conquista às 3 horas da manhã dessa terça e percorreram mais de 800 km até encontrar o pastor.

O delegado afirmou que além dos recursos de inteligência da polícia, a colaboração da população foi essencial para efetuar a prisão de Edimar. “Nós verificamos cada denúncia chegou à Polícia Civil, realmente todas foram verídicas, a população levou muito a sério esse caso, não fez denúncias falsas, e coroamos com êxito o cumprimento da prisão preventiva que foi decretada pela Vara do Júri”, declarou Marcus Vinícius.

O delegado informou que após localizar Edimar, ele ainda conseguiu fugir, já que o acesso à fazenda que ele estava é muito difícil. Mas diante do cerco, o acusado decidiu se entregar na presença do seu advogado. Durante os sete dias em que esteve foragido, Edimar contou com a ajuda de várias pessoas. “Ele é muito conhecido e querido por várias pessoas. Ele acabou ludibriando essas pessoas que o ajudaram. Aqueles que o ajudaram de má fé, sabendo que ele tinha envolvimento com o crime e tentaram protegê-lo vão responder também criminalmente”, afirmou o delegado.

Para a polícia, o duplo homicídio está elucidado, precisando apenas fechar alguns detalhes do inquérito, por ser um caso muito complexo, com muitas vítimas e muitos autores, apesar de Edimar não ter confessado a autoria. “Diante dos interrogatórios e acariações, nós pretendemos provar cabalmente o evolvimento do mesmo. Os indícios são muito grandes, tendo em vista que os co-autores o denunciam e uma das vítimas também o denuncia”, ressaltou Marcus Vinícius. Assim, os três acusados serão indiciados, a princípio, por duplo homicídio.

Em entrevista coletiva, pastor Edimar nega participação no duplo homicídio

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia | Data: 27 jan 2016

Tags:, , , , ,

Da Redação
foto: Rafael Gusmão

DSC_0644
No início da manhã desta quarta-feira (27), a Polícia Civil de Vitória da Conquista realizou uma entrevista coletiva para apresentar o pastor Edimar Brito, acusado de ser o mentor dos assassinatos da também pastora Marcilene Sampaio e de sua prima, Ana Cristina Sampaio, no dia 19 de janeiro. Edimar foi preso na tarde dessa terça-feira (26), em uma Fazenda da zona rural no município de Ibicuí, após cerca de 20 horas de buscas da polícia.

À imprensa, Edimar voltou a negar que foi ele quem assassinou as duas mulheres a pedradas. Ele foi bastante suscinto durante a entrevista, recusando-se a falar qualquer coisa à respeito do crime. Já de acordo com o delegado Marcus Vinícius, titular da 10ª Coordenadoria de Polícia do Interior (10ª Coorpin), Edimar confessou que esteve no local do duplo homicídio, coagido pelos os outros dois criminosos, Fábio de Jesus Santos e Adriano Silva dos Santos, que estão presos e confessaram participar da ação a pedido de Edimar, que seria o mentor do crime. Além disso, segundo os dois homens, Edimar foi quem teria desferido as pedradas nas vítimas.

A suspeita da polícia é de que o crime teria sido motivado por vingança após as vítimas, que eram colegas do pastor suspeito, terem saído da igreja dele depois de um desentendimento para fundar uma nova e levado a maioria dos fiéis. Ainda de acordo com a polícia, a intenção dos criminosos era matar toda a família no sítio em que as vítimas residiam.

 

Pastor Edmar, nega o duplo assassinato e será apresentado à imprensa na manhã de hoje

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 27 jan 2016

Tags:, , ,

da Redação

Pastor-EdmarPreso na tarde dessa terça-feira (26), o pastor Edmar Santos Brito chegou a Vitória da Conquista na última noite acompanhado do seu advogado e de uma equipe da Polícia Civil.

Depois de sete dias foragido, Edmar foi localizado próximo ao município de Dário Meira, cidade do centro-sul baiano. De lá, ele foi conduzido diretamente para o Distrito de Segurança Pública (Disep) de Vitória da Conquista, onde ele prestou o seu primeiro depoimento.

Ao chegar ao Disep, Edmar declarou: “Eu não mandei, não fiz eu não tenho nada a declarar. Na presença do juiz eu falo”. De acordo com a polícia, ele seria o mentor do sequestro da família do pastor Carlos Eduardo, crime que resultou na morte da pastora Marcilene Oliveira Sampaio e sua prima, Ana Cristina Sampaio, no dia 19 de janeiro. Confira a reportagem no vídeo gravado pelo Blitz Conquista.

Segundo os comparsas de Edmar, Fábio de Jesus Santos e Adriano Silva dos Santos, que estão presos e confessaram participação no crime, foi o próprio pastor que assassinou a duas mulheres a pedradas.

Às 8 horas da manhã de hoje (27), a Polícia Civil realizará uma entrevista coletiva, com a finalidade de dar detalhes sobre as diligências desempenhadas em prol da elucidação do duplo homicídio. Na oportunidade, o acusado deverá ser apresentado a imprensa.

Pastor suspeito de duplo homicídio tem prisão decretada

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia | Data: 26 jan 2016

Tags:, , ,

Da Redação

EdmarNessa segunda-feira (25), o juiz da Vara do Júri e de Execuções Penais, Reno Viana, decretou a prisão preventiva de Edmar Santos Brito. Edmar é o principal suspeito de ter arquitetado o sequestro do pastor Carlos Eduardo, pastora Marcilene Oliveira Sampaio e sua prima, Ana Cristina Sampaio, no dia 19 de janeiro. A ação criminosa resultou na morte das duas mulheres, assassinadas a pedradas, e no espancamento do pastor Carlos Eduardo.

Fábio de Jesus Santos e Adriano Silva dos Santos, acusados em participar do crime, também tiveram a prisão preventiva decretada. Eles foram presos pela polícia no dia seguinte ao crime e encaminhados para o presidio Nilton Gonçalves, onde estão à disposição da Justiça. Já o pastor Edmar ainda está foragido.

O principal acusado está sendo procurado pelas cidades da região Sudoeste. A polícia pede a quem tiver alguma informação sobre o pastor Edmar entrar em contato pelo 197 do Disk Denúncia, ou ainda pelo 190.