Embasa anuncia investimentos para melhorar o abastecimento de água em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 09 fev 2017

Tags:, ,

Da Redação


A Embasa anunciou que, atualmente, está investindo cerca de R$ 10 milhões em obras para melhorar o abastecimento de água em Vitória da Conquista, especialmente, na zona oeste da cidade. De acordo com a empresa, as obras incluem o sistema de bombeamento de água do Rio Gaviãozinho e o projeto de expansão de rede, com a construção de elevatórias e reservatórios de água para reforçar o abastecimento em bairros mais distantes.

O anúncio foi feito ao prefeito Herzem Gusmão, em reunião realizada nesta quinta-feira (09). “O objetivo da nossa reunião foi aproximar a relação da Embasa com a Prefeitura, e trazer para o prefeito informações sobre as obras que já estão em andamento na região de Conquista”, explicou a superintendente de Operações da região Sul da Embasa, Poliana Carvalho, que destacou a importância de realizar um planejamento junto à Prefeitura para que o andamento das obras impacte o mínimo possível na vida das pessoas e que sejam concluídas o mais rápido possível.

Durante a reunião, Herzem ainda falou que vai buscar uma solução junto ao Governo do Estado para acelerar a finalização do Plano Municipal de Saneamento Básico e, em Brasília, buscará a liberação dos recursos federais para iniciar o processo licitatório para a construção da Barragem do Catolé.

Associação diz que Embasa humilha e desrespeita população do Patagônia

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 05 fev 2017

Tags:, , ,

da Redação

Por Fábio Sena ( Diário Conquistense)

Moradores reclamam há anos do abastecimento irregular que penaliza o bairro

A Associação de Moradores do Bairro Patagônia, zona leste de Vitória da Conquista, há muitos anos manifesta descontentamento com o tratamento que a Embasa historicamente dispensa no tocante ao fornecimento de água, geralmente um serviço irregular, que sequer cumpre o calendário que a própria empresa elaborou e tornou público logo após o início do racionamento. Nas redes sociais, muitos moradores ameaçam realização protestos caso a oferta d’água não seja regularizada o mais rápido possível. Neste sábado, a Associação de Moradores divulgou uma nota pública por meio da qual denuncia que há uma semana não cai água nas torneiras. “E o pior de tudo é que se alguém liga para a empresa, a informação é de que ninguém está reclamando e de que o abastecimento está normal. O que fazer diante de tanto descaso com os moradores”? Abaixo, a nota da associação:

Incompetência, má vontade ou desrespeito? A dúvida agora é escolher o melhor adjetivo para definir a forma como a Embasa trata o bairro Patagônia. Sem água desde domingo, os moradores da parte mais alta do bairro já não sabem mais o que fazer para suprir suas necessidades. E o pior de tudo é que se alguém liga para a empresa, a informação é de que ninguém está reclamando e de que o abastecimento está normal. O que fazer diante de tanto descaso com os moradores?

O problema é que quando a empresa se lembra de liberar a água para o bairro apenas a parte mais baixa da região é contemplada. Isso acontece porque a engenharia da Embasa parece desconhecer que para a água subir ladeira precisa de pressão. Contudo, como a empresa parece não conhecer a região, ela não manobra seus equipamentos corretamente. Isso é incompetência.

Para ajudar a abrir os olhos da Embasa, convocamos a população para um ato público na próxima segunda-feira, as 11 horas, no cruzamento da Av.Frei Benjamim com a Av.Paraná. Se não nos escutarem por bem, nos escutarão à força.

Associação de Moradores do Bairro Patagônia

 

 

Abastecimento de água na zona oeste é tema de reunião

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Vit. da Conquista | Data: 25 jan 2017

Tags:, ,

Ascom / PMVC

reuniao-herzem-embasa-a

Representantes da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) estiveram no Gabinete Civil na manhã desta terça-feira, 24, para participar de uma reunião com o prefeito Herzem Gusmão e o secretário municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, José Antônio Vieira.

Durante o encontro foram apresentados alguns investimentos importantes para melhorar o abastecimento no município. Entre eles o sistema de bombeamento de água do Rio Gaviãozinho, que reforçará a captação flutuante, feita hoje com a vazão do Rio Catolé.

Além disso, os técnicos da Embasa apresentaram projeto de expansão de rede, com a construção de elevatórias e reservatórios de água para aumentar o abastecimento em bairros localizados na zona oeste. Uma elevatória também será implantada depois do Anel Rodoviário em direção ao município de Anagé. O objetivo dessa obra é ampliar o abastecimento no distrito de Bate pé.

“Nós estamos criando todas as facilidades, inclusive cedendo áreas para a construção dessas elevatórias e desses reservatórios, respondendo com velocidade as solicitações para que a cidade possa respirar um clima melhor em relação ao abastecimento de água”, declarou o prefeito Herzem Gusmão.

Na oportunidade, o gestor também chamou a atenção da empresa responsável pela execução dos serviços para as medidas que objetivam reduzir os impactos causados pelas obras. “Obras sempre trazem transtornos, por isso a necessidade de comunicação, sinalização, inclusive com balizamento noturno, e restauração imediata das ruas”.

A gerente regional da Embasa, kelly Galvão, avaliou a reunião de modo positivo e destacou a importância da união com o poder público municipal. “Fomos muito bem recebidos para tratar dessa obra que vai beneficiar principalmente a população da zona oeste e para isso contamos com todo o apoio e parceria da Prefeitura”, concluiu.

Comunicado da Embasa: Fornecimento de água encontra-se reduzido em bairros da Zona Oeste de Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 22 jan 2017

Tags:, , ,

da Redação

Ascom / Embasa / Nota

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) informa que, o fornecimento de água em alguns bairros da Zona Oeste da cidade inseridos no Grupo A do calendário de abastecimento em vigor durante o racionamento, encontra-se reduzido devido a problemas elétricos ocorridos na noite desta quarta (18) nos equipamentos eletromecânicos em uma Estação de Bombeamento, localizada no bairro Cruzeiro. Como as estações trabalham em cadeia, quando ocorre qualquer paralisação em alguma delas, todas as estações subsequentes se desestabilizam e comprometem o funcionamento de todo o sistema, acarretando em interrupção na distribuição de água.

Na manhã do dia 19, técnicos da Embasa substituíram os equipamentos danificados e o abastecimento nos bairros Zabelê, Urbis IV e V, Vilas Serranas, Bateias I e II, Cidade Maravilhosa e região de Bate-Pé, acontecerá de forma gradativa nas próximas horas com a regularização ocorrendo até o fim do ciclo (manhã de sábado, 21), conforme o calendário.

A Embasa esclarece ainda que, na manhã do dia 18, o aumento na vazão em uma das adutoras que abastece Vitória da Conquista provocou a liberação de materiais incrustados na tubulação, alterando ligeiramente a coloração da água distribuída, sem comprometimento da potabilidade. Equipes da empresa estão realizando descargas em pontos específicos da rede de distribuição para normalizar a aparência da água. Os usuários que ainda identificarem o problema em seu imóvel devem informar a Embasa pelo teleatendimento gratuito 0800 0555 195 para que técnicos sejam enviados ao local.

Bairros da Zona Oeste estão com fornecimento de água reduzido

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 19 jan 2017

Tags:, , , ,

Da Redação

Por conta de problemas elétricos que ocorreram na noite dessa quinta-feira (18), a Embasa informou que os bairros da Zona Oeste, integrantes do Grupo A no calendário de abastecimento em vigor durante o racionamento, estão com o fornecimento de água reduzido.

O problema aconteceu em equipamentos eletromecânicos numa estação de bombeamento, localizada no bairro Cruzeiro. A Embasa explicou que como as estações trabalham em cadeia, quando ocorre qualquer paralisação em alguma delas, todas as estações subsequentes se desestabilizam e comprometem o funcionamento de todo o sistema, acarretando em interrupção na distribuição de água.

Os equipamentos danificados já foram substituídos na manhã desta quinta-feira (19) pelos técnicos da Embasa. O abastecimento de água será regularizado de forma gradativa nas próximas horas até o fim do ciclo do Grupo A, sábado (21),  nos bairros Zabelê, Urbis IV e V, Vilas Serranas, Bateias I e II, Cidade Maravilhosa e região de Bate-Pé.

Sobre a coloração da água distribuída, que tiveram várias reclamações de moradores, a Embasa informou ainda que isso aconteceu por conta do aumento na vazão em uma das adutoras que abastece Vitória da Conquista, o que provocou a liberação de materiais incrustados na tubulação. No entanto, isso não afetou a potabilidade da água.

Prefeitura participa de audiência pública sobre a Barragem do Catolé

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 18 jan 2017

Tags:, , ,

da Redação

Com informações da Ascom / PMVC / Conteúdo

Na audiência pública realizada na tarde desta terça-feira, 17, no auditório do Colégio Modelo, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) expôs em detalhes o projeto da Barragem do Rio Catolé. O prefeito de Vitória da Conquista Herzem Gusmão participou da audiência ao lado do presidente da Câmara Municipal Hermínio Oliveira e do prefeito de Barra do Choça, Adiodato José de Araújo.

Durante o evento, foram apresentados os planos e programas ambientais, as iniciativas para mitigar os impactos da obra e ainda as ações sociais e de arqueologia do empreendimento.

A audiência também foi o cumprimento de uma exigência legal para a conclusão do que pode ser descrita como a primeira etapa do empreendimento. A próxima fase inclui a abertura do processo licitatório para a construção da barragem. “Temos uma expectativa de licitar essas obras ainda em fevereiro. O processo licitatório dura em torno de 120 dias, a não ser que haja algum percalço na licitação”, informou a diretora de engenharia da Embasa, Rita Bonfim.

“É para que a gente comece essa obra ainda no segundo semestre de 2017, pela necessidade da barragem como uma segurança hídrica para Vitória da Conquista e região”, acrescentou Rita.

O orçamento completo do empreendimento é de R$ 204 milhões, dos quais R$ 182 milhões são destinados à construção das obras propriamente ditas. Concluída a licitação, a construção tem uma duração prevista de 33 meses.

“Este será um ano de vitórias”, disse o prefeito Herzem Gusmão durante a audiência. Herzem reafirmou o total empenho da Administração Municipal para que a obra da barragem tenha andamento o quanto antes. “Nós vamos à Brasília para que os recursos do Governo Federal sejam mantidos para Conquista. Este não é o momento de travar brigas, questões políticas. É o momento de torcer para a cidade”, disse o gestor.

A audiência pública também teve a participação de representantes da comunidade, que conheceram mais sobre o projeto que promete solucionar o problema do abastecimento de água em Vitória da Conquista. “Quando a população vem, conhece, questiona e está aqui no momento em que a gente vê uma explanação de como vai ser a barragem, o investimento, os benefícios e os riscos, com tudo isso a população vai ser esclarecida”, concluiu Rose Santana,  presidente da Associação de Moradores do Loteamento Bateias II.

A barragem do Catolé poderá acumular até 24 milhões de metros cúbicos de água – ou seja, um volume quatro vezes maior que a capacidade do sistema atual, que atende às populações de Vitória da Conquista, Barra do Choça e Belo Campo. Os equipamentos que compõem o atual sistema – inclusive a Adutora do Catolé, construída de forma emergencial em 2013 – serão integrados à futura barragem, que poderá incluir também o município de Tremedal no atendimento. Isso garantirá uma autonomia hídrica para a região e evitará os racionamentos que têm ocorrido desde 2012.

 

 

Embasa realiza recadastramento da Tarifa Social

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Vit. da Conquista | Data: 13 jan 2017

Tags:, ,

da Redação

Com informações do site CDL/VC

Os beneficiários da Tarifa Social da Embasa têm até 20 de fevereiro para fazer seu recadastramento junto à empresa e garantir a continuidade do benefício. Os titulares do Programa Bolsa Família devem comparecer a um dos pontos de atendimento da empresa, munidos dos seguintes documentos (cópias e originais): RG, CPF, conta da Embasa e comprovante de saque do Bolsa Família dos últimos 90 dias. Os usuários que não fizerem a atualização no prazo informado terão o benefício suspenso.

Voltada para a população de baixa renda cadastrada no programa federal Bolsa Família, a Tarifa Social beneficia atualmente mais de 250 mil usuários na Bahia. O recadastramento visa atualizar o banco de dados da Embasa e garantir a continuidade do benefício para todos que atendem aos critérios cadastrais.

Acesse http://www.embasa.ba.gov.br/centralservicos ou ligue para o telefone 0800 0555 195 e verifique a relação de pontos de atendimento.

Audiência Pública com a Embasa tratará sobre a construção da barragem do Rio Catolé

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 12 jan 2017

Tags:, , , ,

Da Redação

A audiência pública, marcada para a próxima terça-feira (17), foi um convite da Embasa para a Câmara Municipal de Vitória da Conquista, com o objetivo de discutir sobre a crise hídrica na cidade, com a solução de que seja construída uma barragem do Rio Catolé. Na ocasião serão apresentados os estudos ambientais, o projeto de engenharia e de educação socioambiental da obra.

Pela terceira vez em um período de quatro anos, a população de Vitória da Conquista e região, sofre há oito meses com o racionamento de água na cidade. Isso porque com a falta de chuvas, o volume de água acumulado nas barragens Água Fria I e II diminuiu os níveis drasticamente, além de também diminuir a vazão do rio Catolé.

Na manhã de ontem, quarta-feira (11), o presidente da Câmara de Vereadores, Hermínio Oliveira (PPS), e o 1º Secretário, Gilmar Ferraz (PMDB) receberam duas representantes da Embasa da unidade de Conquista. A iniciativa da realização dessa audiência é uma das etapas para o lançamento do edital de licitação, como afirmou Maísa Neves, assistente social da Embasa.

Outras licitações desse processo foram realizadas desde 2014, mas nenhuma empresa interessada compareceu para execução da obra. A exigência para obras e instalações da barragem, causadoras de significativo impacto ambiental, cumpre a obrigação legal, conforme a apresentação do estudos ambientais, o projeto e ações de educação socioambiental.

A Embasa apresentará o projeto na audiência pública, que vai acontecer às 15h, no Auditório do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães – Av. Luís Eduardo Magalhães, 1.180, Candeias, Vitória da Conquista.

Embasa realiza recadastramento da Tarifa Social

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 11 jan 2017

Tags:, ,

Da Redação

Até o dia 20 de fevereiro, a Embasa estará fazendo o recadastramento dos beneficiários da Tarifa Social. A ação visa atualizar o banco de dados da Empresa e garantir a continuidade do benefício para todos que atendem aos critérios cadastrais.

Para fazer o recadastramento, os beneficiários devem comparecer a um dos pontos de atendimento da empresa, munidos com RG, CPF, conta da Embasa e comprovante de saque do Bolsa Família dos últimos 90 dias (original e cópia). Segundo a Embasa, os usuários que não fizerem a atualização no prazo informado terão o benefício suspenso.

Para saber mais informações, os interessados podem acessar o site  ou ligar para o telefone 0800 0555 195.

Racionamento persistirá pelo menos até junho de 2017

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 27 dez 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

Até a próxima sexta-feira (30), a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) estará distribuindo os novos calendários do racionamento de água de Vitória da Conquista, que também atende à cidade de Belo Campo. Com o novo cronograma, a expectativa é de que o período de racionamento persista, pelo menos, até junho de 2017.

Segundo a Embasa  as chuvas ocorridas no final deste ano registraram um acúmulo de 180 milímetros em novembro e 88 milímetros em dezembro no complexo de barragens Água Fria I e II, não alcançando uma “condição confortável de disponibilidade hídrica”. Essa situação levou a Embasa a manter a distribuição de água em regime preventivo de racionamento.

Assim sendo, a oferta de água será mantida em dois grupos e a alternância de três em três dias na distribuição de água para cada um.

Situação das barragens

As medições dessa segunda-feira (26) apontam que a barragem de Água Fria I (reservatório utilizado em situações emergenciais) continua com sua capacidade máxima, de 175 mil metros cúbicos. Já a barragem de Água Fria II está com 57% (perante os 34% registrados no início do racionamento), o que significa 3,7 bilhões de litros, enquanto sua capacidade total é de 6,5 bilhões.

Atualmente, a Adutora do Catolé é responsável por ofertar 87% da água distribuída pelo Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Vitória da Conquista.

Embasa aumenta abastecimento de água no Centro

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 23 dez 2016

Tags:, ,

da Redação
Site CDL (conteúdo)

O período de fim de ano é a época mais aguardada por lojistas e funcionários do comércio, pois há um acréscimo no número de consumidores nas lojas e maior movimento no comércio. Ainda, em decorrência dos horários estendidos de funcionamento das lojas, há uma maior necessidade de abastecimento de água nos estabelecimentos comerciais, apesar do consumo consciente que tem sido amplamente divulgado.

Em virtude deste aumento no movimento do comércio e visando a um melhor atendimento aos consumidores, a CDL de Vitória da Conquista solicitou à Embasa um aumento na quantidade de dias de abastecimento de água na região do Centro da cidade neste período.

A Embasa atendeu a solicitação garantido o abastecimento para os dias 22, 23, 24/12 e 28, 29 e 30/12 para a região do Centro com reforço no volume de água ofertado, visando o atendimento do público que trabalha e reside nesta região, bem como levando em consideração o aumento do fluxo de pessoas no Comércio nesta época do ano.

Cori defende uma cooperação entre obras da Embasa e Prefeitura

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 20 dez 2016

Tags:, ,

Ascom / Câmara

O vereador Coriolano Moraes, Professor Cori (PT), iniciou seu pronunciamento na sessão ordinária da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), realizada nessa sexta (16), divulgando visita realizada no Loteamento Terra do Remanso. “Fiquei preocupado”.

Professor Cori entende que “devemos fazer uma ampla discussão da relação da Prefeitura com a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). Informou que foram feitos serviços de manutenção de rede na Rua A, Avenida A e Rua T. “Pela morosidade da conclusão dos serviços, chegaram as chuvas, e diversas ruas tiveram a pavimentação asfáltica removida”. …Leia na íntegra

Comunicado da Embasa sobre a situação das barragens que abastecem Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Vit. da Conquista | Data: 15 dez 2016

Tags:, , ,

Ascom / Embasa

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) informa que, no domingo (11), foram registradas precipitações de 40 milímetros na bacia hidrográfica das barragens de Água Fria I e II, contribuindo diretamente para o aumento da vazão dos rios e mantendo a tendência de recuperação gradual do reservatório principal. O acumulado do mês de dezembro representa 58 milímetros. Diferentemente de Vitória da Conquista, o distrito de Barra Nova (em Barra do Choça), onde estão situadas as barragens, não registrou chuvas nesta segunda-feira (12).

As medições desta segunda-feira apontam que a barragem de Água Fria I (reservatório para situações emergenciais) continua com sua capacidade máxima, que é de 175 mil metros cúbicos (m³). Já a barragem de Água Fria II está com 54%, o que significa que possui 3,5 bilhões de litros de sua capacidade total, que é de 6,5 bilhões de litros. Neste momento, a Adutora do Catolé representa 86% da oferta de água distribuída pelo Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Vitória da Conquista.

Câmara aprova convênio que prorroga serviços da Embasa em Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 14 dez 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

A Câmara de Vereadores aprovou em primeiro turno a Projeto de Lei 32/2016, que autoriza a Prefeitura a celebrar o convênio com o Governo do Estado para gestão associada de Serviços Públicos de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário em Vitória da Conquista. A matéria, que prorroga os serviços da Embasa no município,  foi aprovada com alteração na clausula sexta, que versa sobre o prazo de validade do convênio – um ano, podendo ser prorrogado por mais um ano.

O PL 32/2016 foi encaminhado pelo Executivo sem prazo definido, o que gerou descontentamento não Legislativo. No entanto, uma articulação do  prefeito eleito Herzem Gusmão promoveu a mudança no projeto ainda Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final.

Nesse período, o Governo Municipal terá que sancionar um novo Plano de Saneamento e Destinação de Resíduos Sólidos para que seja realizado um contrato a longo prazo para a gestão do serviço.

Situação da barragem segue praticamente inalterada

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 13 dez 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

Enquanto a chuva cai forte sobre Vitória da Conquista, no distrito de Barra Nova (em Barra do Choça), onde estão situadas as barragens de Água Fria I e II, a situação é bem diferente. A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) informou que, não registrou chuvas nessa segunda-feira (12).

A última chuva na região das barragens ocorreu no domingo (11), quando foram registradas precipitações de 40 milímetros. O acumulado do mês de dezembro representa 58 milímetros, o que contribuiu diretamente para o aumento da vazão dos rios e mantem a tendência de recuperação gradual do reservatório principal.

Nível da barragem

As medições desta segunda apontam que a barragem de Água Fria I (reservatório para situações emergenciais) continua com sua capacidade máxima, que é de 175 mil metros cúbicos (m³). Já a barragem de Água Fria II está com 54%, o que significa que possui 3,5 bilhões de litros de sua capacidade total, que é de 6,5 bilhões de litros.

Neste momento, a Adutora do Catolé representa 86% da oferta de água distribuída pelo Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Vitória da Conquista.

Acordo permitirá aprovação do convênio Prefeitura x Embasa

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Vit. da Conquista | Data: 13 dez 2016

Tags:, , , ,

da Redação

Na sessão ordinária desta quarta-feira (14), da Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista, os vereadores irão votar a aprovação do convênio firmado entre a PMVC e o Governo do Estado – para a exploração do serviço de abastecimento e saneamento pela Embasa.

O relator do PL, vereador Cori Moraes (PT) vem dialogando com a bancada de oposição, e foi possível alterar o prazo de renovação do convênio para 1 ano prorrogável para mais 1 ano se necessário. A direção do órgão em Salvador já sinalizou positivamente concordando com a alteração no prazo.

Na  Audiência Pública realizada na Casa para discutir o Projeto de Lei n° 32/2016, de autoria do Executivo Municipal, que ratifica o convênio de cooperação entre o município de Vitória da Conquista e a Embasa,  assessora da presidência da Embasa, Adélia Santos, reconheceu que o atual modelo do contrato em vigência em Conquista está ultrapassado. Para ela, novos investimentos da Embasa no município dependem da assinatura do novo convênio, já que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) inclusive já notificou a Embasa por estar atuando na cidade com o contrato vencido desde agosto.

Investimento

Com aprovação do PL a Embasa terá condições de investir no próximo ano R$ 20 milhões em Vitória da Conquista. O recurso servirá para ampliação da rede de distribuição e a construção de uma nova adutora no Rio Gaviãozinho  para transposição de água para a barragem de Água Fria II.

CDL reclama da prestação de serviços da Embasa

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 09 dez 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

img_5300A insatisfação com os serviços ofertados pela Embasa em Vitória da Conquista é grande. A população aponta a Empresa Baiana de Águas e Saneamento como sendo uma das piores prestadoras de serviços no município. O número de queixas nos veículos de imprensa só cresce. Mas dessa vez a reclamação se institucionalizou.

Nesta sexta-feira (9), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) publicou em seu site institucional e na página do Facebook uma reclamação contra a demora de atendimento da Embasa.

Com o número de protocolo 9248822199, a CDL solicitou celeridade no conserto da tubulação do esgoto que está escorrendo por toda a extensão da Rua 7 de Setembro, no Centro. A solicitação atende, segundo a CDL, os pedidos de lojistas associados.

“Atendendo a pedidos de lojistas associados, a CDL de Vitória da Conquista solicitou à EMBASA celeridade no conserto da tubulação do esgoto que está escorrendo por toda a extensão da Rua 7 de Setembro, no Centro, pois o líquido fétido está causando transtornos aos lojistas, trabalhadores, consumidores e transeuntes”, publicou a entidade.

Embasa: contrato de gestão entre Governo do Estado e Prefeitura de Vitória da Conquista será de um ano

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 09 dez 2016

Tags:, ,

Assessoria

vereadores

A Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista vai retomar o debate para ratificar o Contrato de Gestão assinado entre o governo do Estado e a prefeitura de Vitória da Conquista. O contrato trada da exploração dos serviços de água e esgotamento sanitário na cidade, gerido pela Embasa.

Esse novo diálogo só foi possível após o legislativo municipal sinalizar que rejeitaria o projeto de Lei, encaminhado pelo poder público municipal para dar poderes ao Estado, através da Embasa, para continuar como concessionária do serviço por tempo indeterminado. Agora, o contrato terá validade de um ano prorrogável por mais um ano e será votado nas próximas sessões do legislativo municipal.

O prefeito eleito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (PMDB), se encontrou com dirigentes da Embasa no 5º Encontro de Prefeitos da Bahia, em Camaçari, e sinalizou que “não era de seu interesse prejudicar à cidade, muito menos criar arestas com a Embasa. Ponderei que era necessário alterar o contrato de gestão, tendo validade de um ano, prorrogável por mais um ano, e que a empresa investisse no município para, ainda nesse momento, garantir o abastecimento de água enquanto a Barragem do Rio Catolé seja construída”.

Herzem afirmou ainda que “a Embasa garantiu o investimento no valor de R$ 20 milhões para captação de água do Rio Gaviãozinho, restauração da tubulação de água que chega a Bate Pé e ampliação de elevatórias que alimentam o sistema em Conquista, buscando diminuir os problemas atuais que o racionamento vem causando”.

“A água é prioridade para nossa terra, por isso vamos sempre buscar que os interesses dos conquistenses estejam acima de questões partidárias, pois não é possível que a população sofra com a falta de água quase que diariamente”, finalizou Herzem.

A Câmara de Vereadores, através do vereador Coriolano Moraes (PT), foi comunicada das alterações pedidas pelo prefeito eleito Herzem Gusmão, acatadas pelo Governo da Bahia e que o Projeto de Lei que ratifica o convênio de gestão seja colocado em votação e, contando com o entendimento dos edis, seja aprovado ainda em 2016.

Florisvaldo pede mudanças no PL 25/2016 que celebra convênio com a Embasa

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 04 dez 2016

Tags:, ,

da Redação

Conteúdo / Ascom / Câmara Municipal

florisvaldoO vereador Florisvaldo Bittencourt (PT) iniciou seu pronunciamento durante a sessão ordinária realizada na Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC) parabenizando e agradecendo a presença de todos na sessão. Aproveitou ainda para esclarecer um pronunciamento do prefeito eleito, Herzem Gusmão (PMDB): “O prefeito eleito deu uma declaração em sua rádio que iria me procurar para que eu pudesse o ajudar sobre questões do Shopping Popular. Sempre me posicionei politicamente de forma firme, principalmente sobre o prefeito eleito, mas estou à disposição para ajudar a resolver o problema dos trabalhadores”, declarou.

Bittencourt lembrou que sempre se posicionou firmemente contra o seu governo e lamento que “o prefeito eleito fez exatamente o que eu esperava do meu governo e não aconteceu”. Completou dizendo que “tiraram e expulsaram vários trabalhadores na área de sacoleiros e camelôs e estão colocando quem está chegando agora, não tenho nada contra os novos, massa os antigos devem ser mantidos. Estarei à disposição sim para conversar. Não levarei divergências políticas e sim, estarei buscando benefícios para essas pessoas. Pena que o atual governo não pensou nisso e gerou muitos problemas”.

Projeto de Lei 25/2016 – O parlamentar voltou a falar sobre o PL nº 25/2016 que está tramitando na CMVC: “o parecer não tem nada de nocivo, precisamos discutir se é favorável ou não”. Declarou que votará contrário a esse convênio. “A direção do meu partido está tentando que eu mude, mas não mudarei. O que questiono são elementos do convênio, com a fiscalização dos serviços que é atribuição do município”. Falou sobre a apresentação de uma represente de uma empreiteira, “que se apresentou na audiência pública como representante da embasa: “Ela disse que tem uma lei que diz que a fiscalização é de responsabilidade da agência reguladora, mas não vi essa lei até hoje”.

Florisvaldo apontou que algumas questões devem ser mudadas no convênio: “Lá diz que a comissão que decide quando o contrato será assinado, mas não tem teto para isso, mas se não tem teto isso pode levar cinco ou 10 anos para isso”. E finalizou lembrando que sua posição tem fundamento, uma vez que a prestação de contas da “embasa não é disponibilizada”.

Abastecimento de água é suspenso em Conquista neste sábado

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 03 dez 2016

Tags:,

Da Redação

TorneiraNeste sábado (03), o abastecimento de água em Vitória da Conquista está suspenso. De acordo com a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), a paralisação do serviço é decorrente de um quebramento, ocorrido na madrugada de hoje, em uma das principais adutoras do Sistema Integrado de Abastecimento de Água do município (SIAA), que também atende à cidade de Belo Campo.

Ainda segundo a Embasa, os trabalhos para corrigir o problema já foram iniciados e “a previsão é que o serviço seja concluído no início da tarde, quando o abastecimento começará a ser retomado gradativamente, com previsão de plena regularização em até 24 horas”.

“Diante dessa situação, a Embasa recomenda que os moradores do Grupo A do calendário de racionamento mantenham a economia, consumindo de forma racional a água armazenada em seus reservatórios domiciliares”, alertou a Empresa.

Para mais informações, a população pode entrar em contato com o teleatendimento gratuito 0800 0555 195. O abastecimento para os imóveis localizados no Grupo B acontecerá partir da manhã de domingo (04).