Coelba e Embasa impedidas pela Justiça de fornecerem luz e água para invasores da Serra do Piripiri

0

Publicado por Editor | Colocado em Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 16 jun 2017

Tags:, , , ,

da Redação

O juiz da Fazenda, Ricardo Frederico Campos, e a promotora, Karina Cherubini, do Ministério Público Estadual, na reunião desta última 4ª feira (14), acordaram que a Coelba e Embasa serão notificadas para não fornecerem energia elétrica e água nas residências que foram construídas em área de preservação da Serra do Piripiri.

Por outro lado a Prefeitura de Vitória da Conquista não fornecerá habite-se, e muito menos levará benefícios como pavimentação que contribui com a impermeabilização do solo.

Segundo notícias no site oficial da PMVC as ações não vão parar e contam  agora com total apoio da Justiça e Ministério Público. Os invasores, na sua absoluta maioria de mais de 90 %, ocupam áreas de preservação ambiental na Serra do Piripiri para comercialização. As famílias que realmente são identificadas pela Secretaria do Desenvolvimento Social, com perfil de necessita extrema recebem o aluguel social e outros benefícios, e são inscritas no programa habitacional do Governo Federal.

Embasa emite nota sobre suspensão da licitação da Barragem do Catolé

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 31 maio 2017

Tags:, , ,

Da Redação


A Justiça determinou a suspensão do ato administrativo que dispensou licenciamento da obra de represamento do Rio Catolé para construção da barragem, destinada ao abastecimento dos municípios de Vitória da Conquista, Belo Campo e Tremedal. O pedido de suspensão foi feito pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) e pelo Ministério Público Federal (MPF) e acatado pelo juiz João Batista de Castro Júnior, que, além de suspender a licitação, determinou que o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) exija da Embasa a apresentação do pedido de licenciamento ambiental.

A Embasa, por sua vez, afirmou que “está devidamente regular em relação ao Licenciamento Ambiental do empreendimento Barragem do Rio Catolé”, junto ao Inema. Segundo a Embasa, a construção da barragem é isenta  de Licenciamento Ambiental, por causa da “situação de emergência hídrica no município de Barra do Choça, em decorrência de estiagem prolongada na região”.

Já conforme a ação civil pública, “o empreendimento apresentará impactos severos no meio ambiente, com o risco de eliminação de espécies ameaçadas de extinção ou que nem sequer foram catalogadas e desmatará 170 hectares da Mata Atlântica, dentre outros danos ambientais”.

Por sua vez, a Embasa afirmou que independente da isenção de Licenciamento Ambiental do empreendimento, foi realizada a “elaboração de todos os Estudos Ambientais necessários para o projeto e para o Licenciamento Ambiental do Empreendimento” “Estes estudos foram utilizados como subsídio para a elaboração dos Programas Ambientais que serão implantados por empresa especializada, durante a construção da barragem com vistas as mitigar impactos ambientais do empreendimento”.

 

Racionamento em Conquista completa um ano, mas ainda não tem data pra acabar

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 25 maio 2017

Tags:, , , ,

Da Redação


Há exatamente um ano, os conquistenses estão enfrentando o mais longo racionamento da história da cidade. Segundo a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), o abastecimento de água em rodízio ainda não tem data para terminar.

Esse é o terceiro racionamento enfrentado por Vitória da Conquista, que sofre com a escassez de água há muitos anos. Desde maio de 2015, a cidade está dividida em dois grupos e os moradores de cada grupo recebem água três dias sim, e três dias não. No entanto, em vários bairros a reclamação da população é que o calendário de abastecimento definido pela Embasa não é cumprido. Assim, em algumas localidades da zona urbana, carros-pipa fazem o abastecimento das residências. O que também acontece em vários locais da zona rural.

Nesse momento, a barragem de Água Fria II, que abastece a cidade, está com 77% da sua capacidade. Uma situação bem melhor do que a registrada no início do racionamento, há um ano. Naquela oportunidade, a barragem estava com 34% da capacidade devido à falta de chuvas. Apesar da melhora, a Embasa ainda não põe fim ao racionamento. De acordo com a empresa, a quantidade de água atualmente na barragem não seria suficiente para atender a demanda atual por muito tempo.

Embasa anuncia novo cronograma de concurso

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 20 maio 2017

Tags:,



Da Redação

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) publicou, na edição deste sábado, 20 de maio, do Diário Oficial do Estado da Bahia (DOE), edital de retificação do concurso público aberto pela empresa em março. As inscrições para todas as vagas previstas no concurso serão reabertas a partir das 0h da próxima segunda (22) e se encerrarão às 23h59min do dia 12 maio.

Já a prova será realizada no dia 9 de julho nas cidades de Salvador, Barreiras, Feira de Santana e Vitória da Conquista. Os candidatos inscritos anteriormente no concurso, conforme lista publicada no site do IBFC no dia 18 de abril, permanecem com suas inscrições ativas, não sendo necessária nenhuma providência adicional em virtude das alterações.

O concurso público da Embasa visa ao preenchimento de 600 vagas para 11 funções dos níveis médio, técnico e superior. As vagas contemplam unidades da empresa em Salvador, região metropolitana e Interior. Os salários admissionais variam de R$ 1.122,84 a R$ 6.793,31. As inscrições para o concurso deverão ser realizadas pela internet, no endereço eletrônico www.ibfc.org.br.

Depois do reajuste, Embasa diminui quantidade de água que consumidor pode utilizar na tarifa mínima

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 16 maio 2017

Tags:, ,

Da Redação

A Embasa foi autorizada pela Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa) a diminuir a quantidade de água que o consumidor pode usar para pagar a tarifa mínima. O anúncio foi feito depois que a o valor da conta de água foi reajustado em 8,8%.

Atualmente, a tarifa mínima é cobrada para quem utiliza até 10 metros cúbicos de água no mês mas, a partir de agosto, para pagar o valor mínimo, o consumidor só poderá gastar até 6 metros cúbicos de água.

No sistema atual, o valor da tarifa mínima é de R$ 25,30, ou seja, o consumidor paga R$ 25,30 e pode gastar até 10 metros cúbicos de água. Com o reajuste de 8,8% e mais a mudança de sistema, o consumidor só poderá gastar 6 metros cúbicos para pagar a tarifa mínima, que será reajustada para R$ 27, 50.

A Embasa afirmou que, no novo sistema, a principal mudança é a criação de uma nova faixa de consumo, entre 7 e 10 metros cúbicos (m³) de água por mês. Com isso, a tarifa mínima cobrada pela Embasa passará a ser aplicada para quem consome até 6m³ mensais. Na nova faixa (7m³ a 10m³), cada metro cúbico excedente do volume mínimo terá o valor de R$ 1,09 na categoria residencial normal, R$ 0,98 na categoria residencial intermediária e R$ 0,76 na categoria residencial social.

Contas de água ficarão quase 10% mais caras na Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 13 maio 2017

Tags:, ,

Da Redação


A Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa) divulgou nesta sexta (12) que as conta de água ficarão 8,8% mais caras no Estado, a partir do mês de junho. A agência informou que atendeu à solicitação que a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) havia feito há dois dias.

A Agersa afirmou que autorizou o reajuste de foram extraordinária, após constatar um desequilíbrio financeiro na Embasa, com base em estudos da Fundação Instituto de Administração (FIA). A correção tarifaria autorizada, de acordo com a Agersa, pretende também garantir a continuidade dos investimentos que estão sendo feitos visando as necessidades de abastecimento em todas as regiões da Bahia, conforme argumentou a Embasa.

O reajuste passa a valer a partir do dia 6 de junho.

Embasa adia data das provas de concurso público

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 28 abr 2017

Tags:,

Da Redação

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) adiou  data das provas objetivas do concurso público, cuja aplicação estava prevista para o dia 7 de maio. De acordo com publicação do órgão no Diário Oficial do Estado (DOE), o adiamento atende à uma notificação do Ministério Público do Trabalho (MPT). Uma nova data ainda será divulgada.

O concurso é voltado para 11 funções de níveis médio, técnico e superior. Os salários variam de R$ 1.122,84 a R$ 6.793,31. Ao todo, estão sendo ofertadas 600 vagas, que são destinadas a 64 municípios, contemplando unidades da Embasa em Salvador, região metropolitana, Vitória da Conquista e outras cidades do interior.

As vagas de nível médio-técnico são para técnicos em edificações e técnicos em eletromecânica. Já para o nível médio, há vagas para agente administrativo, agente operacional, assistente de laboratório e operador de processos de água e de esgoto.

As oportunidades de nível superior são para profissionais com formação em ciências contábeis; análise de sistemas, processamento de dados, ciência da computação, engenharia de computação ou sistemas de informação; engenharia civil ou engenharia de produção civil; engenharia sanitária ou engenharia sanitária e ambiental; e engenharia elétrica.

Governo Municipal recebe presidente da Embasa

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 12 abr 2017

Tags:, , , ,

da Redação

Conteúdo Ascom / Prefeitura

A relação entre a Administração Municipal e a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) tem sido estreitada. Na manhã desta terça-feira, 11, foi realizada a terceira reunião entre o prefeito Herzem Gusmão e representantes do órgão, além da participação do gestor na audiência pública sobre a Barragem do Catolé.

Desta vez, o presidente da Embasa, Rogério Cedraz, e o diretor de Operação do Interior, José Ubiratan Cardoso Matos, acompanhados de gerentes regionais, estiveram no Gabinete Civil para apresentar as obras que estão sendo realizados em Vitória da Conquista. Entre elas, o sistema de bombeamento de água do Rio Gaviãozinho, que começa a operar a partir de julho, reforçando o abastecimento de água na cidade. Também está  em andamento a construção de quatro reservatórios de água, que devem  aumentar o abastecimento em bairros localizados na zona oeste e no distrito de Bate Pé.

“Estivemos aqui com o prefeito para falar das obras que estão sendo feitas pela Embasa para melhoria da cidade. Ele apresentou pleitos novos, nós vamos avaliar e fazer uma parceria para atender o que a população precisa”, declarou o presidente.

Uma das solicitações foi o esgotamento sanitário do loteamento Recanto de Águas, já que a Embasa fará o serviço no Henriqueta Prates. “Apesar de estar próximo ao Henriqueta, lá será necessária a construção de uma estação elevatória. Vamos fazer o estudo para verificar a viabilidade”, disse o diretor de Operação do Interior.

“Foi um encontro importantíssimo e ganha a cidade. Eu tenho dito que não queremos criar para o Estado e seus órgãos nenhum dificuldade, muito pelo contrário, queremos estar com a Prefeitura de portas escancaradas porque ganha o Município, ganha a sua população”, afirmou Herzem.

Entre os convênios que serão firmados entre a Prefeitura e a Embasa estão a destinação do lodo, gerado na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), para o Aterro Sanitário Municipal e o apoio na finalização do Plano Municipal de Saneamento Básico por parte da estatal.

O chefe de Gabinete, Marcos Ferreira, e os secretários de Infraestrutura Urbana, Meio Ambiente e Serviços Públicos, respectivamente, José Antonio Vieira, Luzia Vieira e Esmeraldino Correia também participaram da reunião.

Embasa promete relançamento da licitação da Barragem do Catolé para fim do mês

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 05 abr 2017

Tags:, , ,

Redação

O diretor de operação do interior da Embasa, José Ubiratan Cardoso, garantiu, nesta quarta-feira (5), que o edital de licitação para a construção da barragem do Rio Catolé será relançado na segunda quinzena de abril. A promessa foi feita em sessão especial realizada na Câmara de Vereadores para discutir a crise hídrica vivenciada pelo município.

“Houve agora a sinalização por parte do Governo Federal do recurso para a barragem, então nós suspendemos a licitação que foi lançada pelo Governo do Estado/Embasa, porque a modalidade é diferente, segundo a legislação. Estamos relançando a licitação definitiva na segunda quinzena de abril”, explicou o diretor.

O projeto aprovado pelo Governo Federal prevê a liberação de recursos no valor de R$144 milhões. O investimento total é de R$ R$ 204 milhões. A barragem do Catolé terá capacidade para armazenar 23,4 bilhões de litros de água, volume quatro vezes maior do que a capacidade de armazenamento da barragem de Água Fria.

Embasa suspende licitação da barragem do Rio Catolé sem apresentar justificativa

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 30 mar 2017

Tags:, , ,

da Redação

A Embasa vem se especializando em dá nó em licitações na Bahia 

A novela protagonizada pelo Governo da Bahia, continua. Em nota datada de 28 de março, a Embasa, anuncia que mais uma vez a licitação das obras da barragem do Rio Catolé foi suspensa.

A empresa não apresenta nenhuma justificativa, e para agravar a situação, e aumentar a preocupação de toda população conquistense, que vive mais um racionamento, que não tem e não apresenta uma nova data para inicio do processo da construção da tão esperada barragem do Rio Catolé.

É de estranhar a decisão do Governo da Bahia, exatamente quando o Ministério das Cidades libera R$ 141 milhões, o que representa  80% do do recurso necessário para construção da barragem.

Promessa

Desde o governo de Jaques Wagner que promessas são renovadas. O então governador à época, chegou a declarar na Resenha Geral que monitorava de Salvador a construção da barragem que já tinha começado em seu governo.

Promessa II

O governador Rui Costa (PT), em recentes entrevistas, vem  garantindo que fará a barragem de qualquer jeito – mesmo se o governo federal não liberar o dinheiro. A licitação  marcada para 18 de abril e o Ministério das Cidades já liberou R$ 144 milhões. Na abertura na noite de 3ª feira (28), o Secretário do Meio Ambiente do Estado da Bahia, Geraldo Reis, garantiu a construção da barragem do Rio Catolé,

Confira abaixo o comunicado surpreendente da Embasa:

 

COMUNICAÇÃO EXTERNA Nº 0320/17 DATA: 28/03/2017 REMETENTE: PLC (UNIDADE DE LICITAÇÕES E CONTRATOS) DESTINATÁRIO: EMPRESAS ADQUIRENTES REFERENTE: CONCORRÊNCIA NACIONAL Nº 007/17 OBJETO: CONSTRUÇÃO DA BARRAGEM DO CATOLÉ, NO ESTADO DA BAHIA.

Prezados Senhores, A Comissão de Licitação da Embasa comunica aos interessados que a data da sessão de abertura da Concorrência Nacional Nº 007/17, com o objeto acima que estava marcada para o dia 18/04/2017, fica suspensa “SINE DIE”. Atenciosamente, Vitor Augusto do Carmo Sousa Presidente da Comissão de Licitação


Embasa abre concurso público para 600 vagas

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 14 mar 2017

Tags:,

Da Redação

A partir desta quarta-feira (15), estarão abertas as inscrições para o concurso público da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). O processo seletivo busca o preenchimento de 600 vagas para 11 funções dos níveis médio, técnico e superior.  As vagas são destinadas a 64 municípios, contemplando unidades da Embasa em Salvador, região metropolitana e Interior. Os salários admissionais variam de R$ 1.122,84 a R$ 6.793,31.

As vagas de nível superior são oferecidas aos profissionais com formação em ciências contábeis; análise de sistemas, processamento de dados, ciência da computação, engenharia de computação ou sistemas de informação; engenharia civil ou engenharia de produção civil; engenharia sanitária ou engenharia sanitária e ambiental; e engenharia elétrica.

As vagas de nível médio-técnico são destinadas para técnicos em edificações e técnicos em eletromecânica. Já para o nível médio, há vagas para agente administrativo, agente operacional, assistente de laboratório e operador de processos de água e de esgoto.

As inscrições para o concurso deverão ser realizadas pela internet, no endereço eletrônico www.ibfc.org.br, até às 23h59min do dia 5 de abril, sendo o dia 06 de abril o último dia para o pagamento do boleto bancário. Já a aplicação das provas está prevista para o dia 7 de maio, e serão realizadas nas cidades de Salvador, Barreiras, Feira de Santana e Vitória da Conquista.

 

 

 

Embasa esclarece falta de água no bairro Cidade Modelo

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 10 mar 2017

Tags:, ,

Da Redação
foto: Arquivo BRG

Na manhã desta sexta-feira (10), moradores realizaram um protesto na Avenida Paraná, no bairro Cidade Modelo, devido à falta de água na localidade. Segundo os manifestantes, o calendário do abastecimento de água, determinado para o período de racionamento, não está sendo cumprindo no Cidade Modelo e nos bairros próximos.

Logo após o movimento, a Embasa emitiu nota esclarecendo “que durante a vigência do regime preventivo de racionamento em vigor no Sistema Integrado de Abastecimento de Água (SIAA) de Vitória da Conquista, algumas áreas são afetadas pela variação e redução da pressão da rede distribuidora a exemplo do que ocorre na região do bairro Cidade Modelo, resultando em irregularidade na oferta de água.  Por este motivo, o fornecimento de água na parte afetada deste bairro tem sido complementado constantemente por meio de carros-pipa, de acordo solicitação dos moradores do bairro”.

A Embasa informou ainda que abastecimento alternativo deve ser solicitado pelo teleatendimento gratuito 0800 0555 195.

Embasa anuncia investimentos para melhorar o abastecimento de água em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 09 fev 2017

Tags:, ,

Da Redação


A Embasa anunciou que, atualmente, está investindo cerca de R$ 10 milhões em obras para melhorar o abastecimento de água em Vitória da Conquista, especialmente, na zona oeste da cidade. De acordo com a empresa, as obras incluem o sistema de bombeamento de água do Rio Gaviãozinho e o projeto de expansão de rede, com a construção de elevatórias e reservatórios de água para reforçar o abastecimento em bairros mais distantes.

O anúncio foi feito ao prefeito Herzem Gusmão, em reunião realizada nesta quinta-feira (09). “O objetivo da nossa reunião foi aproximar a relação da Embasa com a Prefeitura, e trazer para o prefeito informações sobre as obras que já estão em andamento na região de Conquista”, explicou a superintendente de Operações da região Sul da Embasa, Poliana Carvalho, que destacou a importância de realizar um planejamento junto à Prefeitura para que o andamento das obras impacte o mínimo possível na vida das pessoas e que sejam concluídas o mais rápido possível.

Durante a reunião, Herzem ainda falou que vai buscar uma solução junto ao Governo do Estado para acelerar a finalização do Plano Municipal de Saneamento Básico e, em Brasília, buscará a liberação dos recursos federais para iniciar o processo licitatório para a construção da Barragem do Catolé.

Associação diz que Embasa humilha e desrespeita população do Patagônia

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 05 fev 2017

Tags:, , ,

da Redação

Por Fábio Sena ( Diário Conquistense)

Moradores reclamam há anos do abastecimento irregular que penaliza o bairro

A Associação de Moradores do Bairro Patagônia, zona leste de Vitória da Conquista, há muitos anos manifesta descontentamento com o tratamento que a Embasa historicamente dispensa no tocante ao fornecimento de água, geralmente um serviço irregular, que sequer cumpre o calendário que a própria empresa elaborou e tornou público logo após o início do racionamento. Nas redes sociais, muitos moradores ameaçam realização protestos caso a oferta d’água não seja regularizada o mais rápido possível. Neste sábado, a Associação de Moradores divulgou uma nota pública por meio da qual denuncia que há uma semana não cai água nas torneiras. “E o pior de tudo é que se alguém liga para a empresa, a informação é de que ninguém está reclamando e de que o abastecimento está normal. O que fazer diante de tanto descaso com os moradores”? Abaixo, a nota da associação:

Incompetência, má vontade ou desrespeito? A dúvida agora é escolher o melhor adjetivo para definir a forma como a Embasa trata o bairro Patagônia. Sem água desde domingo, os moradores da parte mais alta do bairro já não sabem mais o que fazer para suprir suas necessidades. E o pior de tudo é que se alguém liga para a empresa, a informação é de que ninguém está reclamando e de que o abastecimento está normal. O que fazer diante de tanto descaso com os moradores?

O problema é que quando a empresa se lembra de liberar a água para o bairro apenas a parte mais baixa da região é contemplada. Isso acontece porque a engenharia da Embasa parece desconhecer que para a água subir ladeira precisa de pressão. Contudo, como a empresa parece não conhecer a região, ela não manobra seus equipamentos corretamente. Isso é incompetência.

Para ajudar a abrir os olhos da Embasa, convocamos a população para um ato público na próxima segunda-feira, as 11 horas, no cruzamento da Av.Frei Benjamim com a Av.Paraná. Se não nos escutarem por bem, nos escutarão à força.

Associação de Moradores do Bairro Patagônia

 

 

Abastecimento de água na zona oeste é tema de reunião

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Vit. da Conquista | Data: 25 jan 2017

Tags:, ,

Ascom / PMVC

reuniao-herzem-embasa-a

Representantes da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) estiveram no Gabinete Civil na manhã desta terça-feira, 24, para participar de uma reunião com o prefeito Herzem Gusmão e o secretário municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, José Antônio Vieira.

Durante o encontro foram apresentados alguns investimentos importantes para melhorar o abastecimento no município. Entre eles o sistema de bombeamento de água do Rio Gaviãozinho, que reforçará a captação flutuante, feita hoje com a vazão do Rio Catolé.

Além disso, os técnicos da Embasa apresentaram projeto de expansão de rede, com a construção de elevatórias e reservatórios de água para aumentar o abastecimento em bairros localizados na zona oeste. Uma elevatória também será implantada depois do Anel Rodoviário em direção ao município de Anagé. O objetivo dessa obra é ampliar o abastecimento no distrito de Bate pé.

“Nós estamos criando todas as facilidades, inclusive cedendo áreas para a construção dessas elevatórias e desses reservatórios, respondendo com velocidade as solicitações para que a cidade possa respirar um clima melhor em relação ao abastecimento de água”, declarou o prefeito Herzem Gusmão.

Na oportunidade, o gestor também chamou a atenção da empresa responsável pela execução dos serviços para as medidas que objetivam reduzir os impactos causados pelas obras. “Obras sempre trazem transtornos, por isso a necessidade de comunicação, sinalização, inclusive com balizamento noturno, e restauração imediata das ruas”.

A gerente regional da Embasa, kelly Galvão, avaliou a reunião de modo positivo e destacou a importância da união com o poder público municipal. “Fomos muito bem recebidos para tratar dessa obra que vai beneficiar principalmente a população da zona oeste e para isso contamos com todo o apoio e parceria da Prefeitura”, concluiu.

Comunicado da Embasa: Fornecimento de água encontra-se reduzido em bairros da Zona Oeste de Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 22 jan 2017

Tags:, , ,

da Redação

Ascom / Embasa / Nota

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) informa que, o fornecimento de água em alguns bairros da Zona Oeste da cidade inseridos no Grupo A do calendário de abastecimento em vigor durante o racionamento, encontra-se reduzido devido a problemas elétricos ocorridos na noite desta quarta (18) nos equipamentos eletromecânicos em uma Estação de Bombeamento, localizada no bairro Cruzeiro. Como as estações trabalham em cadeia, quando ocorre qualquer paralisação em alguma delas, todas as estações subsequentes se desestabilizam e comprometem o funcionamento de todo o sistema, acarretando em interrupção na distribuição de água.

Na manhã do dia 19, técnicos da Embasa substituíram os equipamentos danificados e o abastecimento nos bairros Zabelê, Urbis IV e V, Vilas Serranas, Bateias I e II, Cidade Maravilhosa e região de Bate-Pé, acontecerá de forma gradativa nas próximas horas com a regularização ocorrendo até o fim do ciclo (manhã de sábado, 21), conforme o calendário.

A Embasa esclarece ainda que, na manhã do dia 18, o aumento na vazão em uma das adutoras que abastece Vitória da Conquista provocou a liberação de materiais incrustados na tubulação, alterando ligeiramente a coloração da água distribuída, sem comprometimento da potabilidade. Equipes da empresa estão realizando descargas em pontos específicos da rede de distribuição para normalizar a aparência da água. Os usuários que ainda identificarem o problema em seu imóvel devem informar a Embasa pelo teleatendimento gratuito 0800 0555 195 para que técnicos sejam enviados ao local.

Bairros da Zona Oeste estão com fornecimento de água reduzido

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 19 jan 2017

Tags:, , , ,

Da Redação

Por conta de problemas elétricos que ocorreram na noite dessa quinta-feira (18), a Embasa informou que os bairros da Zona Oeste, integrantes do Grupo A no calendário de abastecimento em vigor durante o racionamento, estão com o fornecimento de água reduzido.

O problema aconteceu em equipamentos eletromecânicos numa estação de bombeamento, localizada no bairro Cruzeiro. A Embasa explicou que como as estações trabalham em cadeia, quando ocorre qualquer paralisação em alguma delas, todas as estações subsequentes se desestabilizam e comprometem o funcionamento de todo o sistema, acarretando em interrupção na distribuição de água.

Os equipamentos danificados já foram substituídos na manhã desta quinta-feira (19) pelos técnicos da Embasa. O abastecimento de água será regularizado de forma gradativa nas próximas horas até o fim do ciclo do Grupo A, sábado (21),  nos bairros Zabelê, Urbis IV e V, Vilas Serranas, Bateias I e II, Cidade Maravilhosa e região de Bate-Pé.

Sobre a coloração da água distribuída, que tiveram várias reclamações de moradores, a Embasa informou ainda que isso aconteceu por conta do aumento na vazão em uma das adutoras que abastece Vitória da Conquista, o que provocou a liberação de materiais incrustados na tubulação. No entanto, isso não afetou a potabilidade da água.

Prefeitura participa de audiência pública sobre a Barragem do Catolé

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 18 jan 2017

Tags:, , ,

da Redação

Com informações da Ascom / PMVC / Conteúdo

Na audiência pública realizada na tarde desta terça-feira, 17, no auditório do Colégio Modelo, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) expôs em detalhes o projeto da Barragem do Rio Catolé. O prefeito de Vitória da Conquista Herzem Gusmão participou da audiência ao lado do presidente da Câmara Municipal Hermínio Oliveira e do prefeito de Barra do Choça, Adiodato José de Araújo.

Durante o evento, foram apresentados os planos e programas ambientais, as iniciativas para mitigar os impactos da obra e ainda as ações sociais e de arqueologia do empreendimento.

A audiência também foi o cumprimento de uma exigência legal para a conclusão do que pode ser descrita como a primeira etapa do empreendimento. A próxima fase inclui a abertura do processo licitatório para a construção da barragem. “Temos uma expectativa de licitar essas obras ainda em fevereiro. O processo licitatório dura em torno de 120 dias, a não ser que haja algum percalço na licitação”, informou a diretora de engenharia da Embasa, Rita Bonfim.

“É para que a gente comece essa obra ainda no segundo semestre de 2017, pela necessidade da barragem como uma segurança hídrica para Vitória da Conquista e região”, acrescentou Rita.

O orçamento completo do empreendimento é de R$ 204 milhões, dos quais R$ 182 milhões são destinados à construção das obras propriamente ditas. Concluída a licitação, a construção tem uma duração prevista de 33 meses.

“Este será um ano de vitórias”, disse o prefeito Herzem Gusmão durante a audiência. Herzem reafirmou o total empenho da Administração Municipal para que a obra da barragem tenha andamento o quanto antes. “Nós vamos à Brasília para que os recursos do Governo Federal sejam mantidos para Conquista. Este não é o momento de travar brigas, questões políticas. É o momento de torcer para a cidade”, disse o gestor.

A audiência pública também teve a participação de representantes da comunidade, que conheceram mais sobre o projeto que promete solucionar o problema do abastecimento de água em Vitória da Conquista. “Quando a população vem, conhece, questiona e está aqui no momento em que a gente vê uma explanação de como vai ser a barragem, o investimento, os benefícios e os riscos, com tudo isso a população vai ser esclarecida”, concluiu Rose Santana,  presidente da Associação de Moradores do Loteamento Bateias II.

A barragem do Catolé poderá acumular até 24 milhões de metros cúbicos de água – ou seja, um volume quatro vezes maior que a capacidade do sistema atual, que atende às populações de Vitória da Conquista, Barra do Choça e Belo Campo. Os equipamentos que compõem o atual sistema – inclusive a Adutora do Catolé, construída de forma emergencial em 2013 – serão integrados à futura barragem, que poderá incluir também o município de Tremedal no atendimento. Isso garantirá uma autonomia hídrica para a região e evitará os racionamentos que têm ocorrido desde 2012.

 

 

Embasa realiza recadastramento da Tarifa Social

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Vit. da Conquista | Data: 13 jan 2017

Tags:, ,

da Redação

Com informações do site CDL/VC

Os beneficiários da Tarifa Social da Embasa têm até 20 de fevereiro para fazer seu recadastramento junto à empresa e garantir a continuidade do benefício. Os titulares do Programa Bolsa Família devem comparecer a um dos pontos de atendimento da empresa, munidos dos seguintes documentos (cópias e originais): RG, CPF, conta da Embasa e comprovante de saque do Bolsa Família dos últimos 90 dias. Os usuários que não fizerem a atualização no prazo informado terão o benefício suspenso.

Voltada para a população de baixa renda cadastrada no programa federal Bolsa Família, a Tarifa Social beneficia atualmente mais de 250 mil usuários na Bahia. O recadastramento visa atualizar o banco de dados da Embasa e garantir a continuidade do benefício para todos que atendem aos critérios cadastrais.

Acesse http://www.embasa.ba.gov.br/centralservicos ou ligue para o telefone 0800 0555 195 e verifique a relação de pontos de atendimento.

Audiência Pública com a Embasa tratará sobre a construção da barragem do Rio Catolé

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 12 jan 2017

Tags:, , , ,

Da Redação

A audiência pública, marcada para a próxima terça-feira (17), foi um convite da Embasa para a Câmara Municipal de Vitória da Conquista, com o objetivo de discutir sobre a crise hídrica na cidade, com a solução de que seja construída uma barragem do Rio Catolé. Na ocasião serão apresentados os estudos ambientais, o projeto de engenharia e de educação socioambiental da obra.

Pela terceira vez em um período de quatro anos, a população de Vitória da Conquista e região, sofre há oito meses com o racionamento de água na cidade. Isso porque com a falta de chuvas, o volume de água acumulado nas barragens Água Fria I e II diminuiu os níveis drasticamente, além de também diminuir a vazão do rio Catolé.

Na manhã de ontem, quarta-feira (11), o presidente da Câmara de Vereadores, Hermínio Oliveira (PPS), e o 1º Secretário, Gilmar Ferraz (PMDB) receberam duas representantes da Embasa da unidade de Conquista. A iniciativa da realização dessa audiência é uma das etapas para o lançamento do edital de licitação, como afirmou Maísa Neves, assistente social da Embasa.

Outras licitações desse processo foram realizadas desde 2014, mas nenhuma empresa interessada compareceu para execução da obra. A exigência para obras e instalações da barragem, causadoras de significativo impacto ambiental, cumpre a obrigação legal, conforme a apresentação do estudos ambientais, o projeto e ações de educação socioambiental.

A Embasa apresentará o projeto na audiência pública, que vai acontecer às 15h, no Auditório do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães – Av. Luís Eduardo Magalhães, 1.180, Candeias, Vitória da Conquista.