Vitória da Conquista chega a marca de 200 homicídios no ano

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Segurança | Data: 12 dez 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

homicidios

Neste fim de semana, o município de Vitória da Conquista alcançou a triste marca de 200 mortes violentas no ano. O 200º homicídio ocorreu no bairro Simão e vitimou Flavio Oliveira Santos, de 26 anos.

Segundo informações da polícia, Flavio estava em um bar, quando indivíduos armados chegaram e atiraram. Ele tentou correr, mas morreu no local.

Uma guarnição da Policia Militar fez rondas na região, e isolou a cena do crime. Flavio já havia sido preso por tentativa de homicídio.

Números

Em janeiro deste ano, a ONG mexicana Seguridad, Justicia y Paz (Segurança, Justiça e Paz) divulgou uma pesquisa com as 50 cidades mais violentas do mundo em 2015. Vitória da Conquista aparece na 36º colocação. No topo da lista está Caracas, a capital da Venezuela, com 119,87 homicídios a cada 100 mil habitantes. O ranking foi elaborado com base no número de homicídios dolosos.

Cerca de 30% a mais que o total de todo o ano de 2015, quando foram registrados 137 homicídios. Uma média de mais de mais de uma morte por dia em 2016 – mais da metade dessas vítimas são adolescentes entre 14 e 18 anos.

Bahia é segundo estado brasileiro em número de latrocínios, com 207 vítimas em 2015

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 29 out 2016

Tags:, ,

Correio

Assalto-a-mão-armadaEm um ano, 207 pessoas morreram na Bahia em crimes de latrocínio, o roubo de morte. Os dados são de 2015 e foram publicados nesta sexta-feira (28) pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública, produzido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

O número de latrocínios na Bahia é o segundo maior do Brasil, ficando atrás apenas do estado de São Paulo (356). Com relação a 2014, houve um aumento de 4% no número de casos desse tipo na Bahia – no ano anterior, foram registrados 199 latrocínios no estado.

Já as lesões corporais seguidas de morte registraram queda de 0,8%, o que, em número absolutos, significa um caso a menos. Foram 125 lesões corporais seguidas de morte em 2014, contra 124 em 2015. Ainda assim, a Bahia foi o estado com o maior número de crimes do tipo, à frente de estados como o Rio Grande do Norte (99), Maranhão (67), Paraná (61) e São Paulo (45).

Os 207 latrocínios contabilizados na Bahia em 2015 representam 8,9% do total de 2.307 roubos seguidos de morte registrados em todo o Brasil no mesmo ano. A contribuição baiana para as lesões corporais seguidas de morte foi de 16,2% do total de 761 casos no país.

Procurada, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) questionou os números levantados pelo Anuário e ressaltou a necessidade de padronização da contagem de Crimes Violentos Letais Intencionais no Brasil “para que não sejam produzidos rankings distorcidos”. “Comparar os estados nordestinos, inclusive a Bahia, que não utiliza a categoria ‘mortes a esclarecer’, com federações que utilizam essa nomenclatura é desigual”, diz a pasta em nota.

A SSP-BA destacou, ainda, que as divergências de metodologia “induzem a um erro grosseiro, que expõe os estados transparentes na divulgação dos dados e protege àqueles que utilizam de subterfúgios que mascaram a realidade das grandes metrópoles”. Segundo a SSP, há estados que contabilizam chacinas como um crime único, enquanto a Bahia considera cada morte um crime diferente. “A SSP-BA entende que enquanto não houver a padronização na metodologia utilizada na contagem, não há como fazer comparativos fieis à realidade”, completa a pasta.

Vitória da Conquista registra 171 homicídios no ano

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 18 out 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

homicidios

O número de homicídios em Vitória da Conquista cresce assustadoramente. Um levantamento feito pelo BLOG DA RESENHA GERAL aponta que 171 homicídios ocorreram no município, entre janeiro e esta terça-feira (17). O número é muito superior aos dados registrados durante todo o ano de 2015, quando a polícia assinalou 146 homicídios.

O último atentado, o 14º do mês de outubro, ocorreu na noite de ontem, contra um adolescente de 14 anos, identificado como Marcos Vinicius. Ele foi executado com mais de 13 tiros de pistola, no Conjunto Habitacional Acácia, Bairro Miro Cairo.

Segundo informou testemunhas, quatro indivíduos desceram de um veículo e foram em direção a Marcos Vinicius, que conversava com amigos na porta de uma residência. Os quatro homens mandaram todos os outros jovens se afastarem e começaram a atirar. Dos treze tiros que atingiram o adolescente, sete tiros atingiram a cabeça da vítima.

Segundo a polícia, tudo leva a crer que o adolescente foi executado por que teria invadido a área do tráfico de outra facção rival.

Estatística

Dados consolidados da Secretaria de Segurança Pública apontam que, entre 2012 e 2015, foram registrados 513 homicídios no município. Os números envolvendo crianças e adolescentes também chamam muito a atenção. Nos últimos seis anos, 257 crianças e adolescentes foram executados por arma de fogo no município.

A Polícia Civil aponta que o tráfico é o responsável direto por estes dados. “É um número alto, alarmante. Mas, o que nos tranquiliza é que, felizmente ou infelizmente, 95% desse número são de pessoas ligadas ao crime de alguma forma, em especial ao tráfico de drogas”, comenta o chefe da Delegacia de Homicídios, Hudson Santana.

O delegado ainda explica que existem duas facções em Vitória da Conquista, que estão em guerra. “Esta guerra começou dentro do presídio e os dois líderes foram postos na rua, desde então, os homicídios aumentaram de forma sensível”, conta o chefe da Delegacia de Homicídios, apontando que sua delegacia “tem o perfil de elucidar muitos homicídios, com o percentual de 77%. É nível de primeiro mundo. Este ano, já elucidamos 35 homicídios”.

Estatística aponta redução da criminalidade na zona leste de Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Segurança | Data: 07 jul 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

IMG_4728

A 77ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), responsável pelo policiamento na zona oeste de Vitória da Conquista, divulgou dados estatísticos referentes ao trabalho durante o primeiro semestre de 2016. Os dados (confira os números completos) apontam uma redução gradativa da criminalidade, no comparativo entre os anos de 2013 e 2015.

O numero de homicídios apresenta uma queda, com um pico no ano de 2014. Mas aponta para uma redução no número total deste ano. Foram 60 (2013), 70 (2014), 63 (2015), e 25 (2016). Os registros de tentativas de homicídios também seguem o mesmo ritmo do número de mortes violentas: 70 (2013), 62 (2014), 60 (2015), e 26 (2016).

O destaque na redução da criminalidade fica para o número de roubo contra estabelecimentos comerciais: 275 (2013), 263 (2014), 213 (2015), e 57 (2016). Este dado pode ter ligação direta ao fato de a sede da companhia ter mudado para a Rua 7 de Setembro, ao lado do centro comercial.

“Mesmo sendo apenas uma parcial no ano de 2016 é estimada uma continuidade dessa redução tendo em vista a aplicação de efetivo policial especialmente voltado para o atendimento ao centro comercial de Vitoria da Conquista”, aponta o comando da 77ª CIPM.

Número de estupros em Conquista reduziu mais da metade em 2015

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 25 abr 2016

Tags:, , , ,

Da Redação
imagem ilustrativa

estuproDe acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) da Bahia, o número de casos de estupros em Vitória da Conquista, no ano de 2015, diminui mais da metade. No ano passado, o número de casos da violência contra mulheres foi de 63, enquanto que em 2014, foram registrados 131 casos de estupro no município.

Ainda segundo os dados da Secretaria, com esses números, Vitória da Conquista caiu no triste ranking das cidades com as maiores quantidade de ocorrências de estupro. Em 2014, o município ocupava o 3º lugar. Já considerando o ano passado, a cidade assumiu a 5º colocação. O que representa uma taxa de 18,36 por 100 mil habitantes.

Os crimes de violência sexual fazem parte da realidade de quase todos os 417 municípios baianos. No ano passado, apenas 98 deles (23,5%) não tiveram nenhum caso levado às delegacias. Do outro lado, as regiões baianas com maior taxa de estupro são o Sul e Extremo-Sul.

Em números absolutos, metade dos dez municípios do interior com o maior volume de registros está nas duas regiões: Ilhéus, em 2º lugar, com 76 estupros; Porto Seguro, em 3º, com 67; Teixeira de Freitas, em 5º, com 53; Itabuna, em 8º lugar, com 43; e Eunápolis, em 10º, com 37 casos.

Entre os municípios que registraram as maiores taxas, três também estão no Sul e Extremo-Sul: Pau Brasil, em 4º lugar, com 64,19; Itanhém, em 7º, com 48,52; e Porto Seguro, em 9º, com 46,07. Já quem lidera esse ranking é cidade de Maetinga, com uma taxa de 154,6 (a 72,79 km de Vitória da Conquista).

 

Brasileiros preferem passar férias na Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 31 dez 2009

Tags:, , ,

do iBahia

Os mais de 400 hotéis e pousadas de Salvador estão completamente lotados nesta virada do ano. De acordo com informações do sindicato que representa os hotéis na capital baiana, a taxa de ocupação é de 95% até o dia 4 de janeiro. O crescimento de 20% na ocupação verificado na capital também é refletido em regiões como o Litoral Norte, Porto Seguro, Morro de São Paulo, Itacaré e Chapada Diamantina.

O sucesso da Bahia entre os moradores do Sudeste do país é confirmado pela maior operadora de viagem do Brasil. Segundo informações da CVC, 67 voos extras para Salvador, Porto Seguro e Ilhéus estão confirmados neste verão. O secretário de Turismo do Estado, Domingos Leonelli, garante que o movimento está ligado ao fim da crise econômica e ao trabalho de divulgação feito pelo governo nos locais emissores de turistas para a Bahia como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal.