Uma mulher é violentada a cada 11 minutos no Brasil

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 27 maio 2016

Tags:, , ,

Estadão

650x375_estupro_1638846O estupro coletivo que aconteceu no Rio nesta semana é “o caso mais grave já ocorrido no Brasil”, afirmou Samira Bueno, cientista social e diretora executiva do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), organização não governamental (ONG) que formula análises e pesquisa as estatísticas sobre a violência no País.

A especialista lembra que, até então, o episódio mais chocante havia sido o das quatro meninas do Piauí. No caso carioca, disse Samira, além da quantidade de agressores, choca o fato de nenhum dos envolvidos ter tentado impedir a violência e “ainda terem postado o vídeo nas redes, se orgulhando do que fizeram”.

“O que chama a atenção é a brutalidade em pensar que mais de 30 homens estupraram a adolescente e nenhum deles, em momento algum, tentou impedir”, disse ela, que ressalta ainda o aspecto cultural da violência. “O estupro está vinculado à cultura machista e misógina, que entende que os homens têm direito de ferir a mulher.”

As estatísticas das Secretarias de Segurança Pública de todo País, reunidas pelo FBSP, mostram que mulheres de diferentes classes e raças são violentadas, “embora as negras sejam as principais vítimas letais”, segundo a cientista social. A vítima do estupro coletivo não é negra.

Uma mulher é estuprada no Brasil a cada 11 minutos, segundo estatística recolhida pela FBSP. Como apenas de 30% a 35% dos casos são registrados, é possível que a relação seja “de um estupro a cada minuto”, de acordo com Samira. Ao todo, no Brasil, 47,6 mil mulheres foram estupradas em 2014, última estatística divulgada. No Estado do Rio, foram 5,7 mil casos.

Dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), órgão vinculado à Secretaria de Segurança do Estado, revelam 507 queixas de estupro na cidade do Rio, neste ano. O número é 24% inferior ao de igual período (janeiro a maio) de 2015, quando houve 670 registros. Na região da 28.ª Delegacia de Polícia, que inclui a Praça Seca, onde aconteceu o estupro coletivo, foram registrados 20 casos em 2016.

77ª CIPM divulga dados referentes a crimes que ocorrem na área de responsabilidade da Companhia

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Polícia, Vit. da Conquista | Data: 12 nov 2013

Tags:, ,

Da Redação

De acordo com a Companhia com as estatísticas em mãos é possível dar respostas rápidas, preventivas e proativas.

estatísticas 77ª CIPMA 77ª Companhia de Polícia Militar tem buscado registrar e mapear estatisticamente as ocorrências policiais em sua área de ação, com o intuito de possibilitar aos profissionais que atuam nas ruas, o fornecimento de dados mais atuais e abrangentes sobre as áreas que patrulham, tendo como interesse final o controle do delito através de respostas rápidas preventivas e proativas. Clique na imagem ao lado e confira as estatísticas.

Os números apresentados foram quantificados pelo NESTCOM (Núcleo de Estatística e Comunicação) da 77ª CIPM, durante os meses de setembro e outubro do corrente ano, a partir das ocorrências registradas pelos policiais de serviço. A análise de dados, a obtenção de informação e a geração de inteligência são essenciais para a tomada de decisão que facilite a redução do crime.