Conquista: Prefeitura abre inscrições para o serviço Família Acolhedora

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 20 set 2018

Tags:,

Da Redação

Fonte:Ascom/PMVC

Tendo como tema “Há tempestade passa, a vida continua”  o serviço Família Acolhedora da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social apresentou a comunidade o site de inscrições para famílias interessadas em acolhimento provisório de crianças e adolescentes de proteção familiar durante o processo judicial.

Para realizar sua inscrição, basta entrar no site http://familiaacolhedora.pmvc.ba.gov.br/ e se cadastrar. Após o cadastro o interessado receberá uma ligação da equipe Família Acolhedora para agendamento de visita de avaliação, e aquelas que atenderem o perfil serão devidamente capacitadas para acolher a criança ou adolescente recebendo acompanhamento da equipe técnica do Serviço de Acolhimento. O fundamental é ter disposição afetiva e emocional para participar de uma ação que pode mudar a vida de uma criança e de sua família.

As famílias cadastradas,  acolhem, em suas residências, crianças e adolescentes afastados do convívio familiar por medida de proteção, em função de abandono ou pelo fato de a família se encontrar temporariamente impossibilitada de cumprir suas funções de cuidado e proteção. Nesse período, são realizados esforços visando o retorno das crianças e adolescentes ao convívio com a família de origem, extensa ou com pessoas significativas e, na impossibilidade é feito o encaminhamento para adoção …Leia na íntegra

Serviço Família Acolhedora promove a inserção de crianças em núcleos familiares

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Educação, Justiça, Vit. da Conquista | Data: 14 ago 2014

Tags:

Da Redação

família acolhedoraCriado em 2011, o serviço de Proteção Social Especial de Alta Complexidade faz parte da política do Governo Municipal que busca garantir o cumprimento dos direitos do público infantojuvenil. Por meio dele, famílias de Vitória da Conquista são cadastradas e capacitadas para receberem provisoriamente em suas casas crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade, afastados de seus lares de origem por ordem judicial.

Somente este ano, quatro novas famílias se inscreveram no programa, somando assim, 23 lares que acolhem crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade, dando a eles amparo, aceitação, amor e a possibilidade de convivência familiar e comunitária. Essas famílias atuam sob o acompanhamento do Poder Judiciário local e da equipe técnica do serviço, composta por assistente social e psicóloga.

Como se cadastrar no Família Acolhedora: …Leia na íntegra