Farmacêuticos estão proibidos pela Justiça de realizarem procedimentos estéticos

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 24 abr 2018

Tags:,

Da Redação
Fonte: A tarde

Por determinação da Justiça, farmacêuticos estão proibidos de realizar procedimentos estéticos na pele, como aplicação de botox, pelling e preenchimento. O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) entendeu que essas técnicas devem ser realizadas apenas por médicos.

O Conselho Federal de Farmácia (CFF) tinha elaborado uma resolução para ampliar a atividade de seus profissionais, mas o Conselho Federal de Medicina (CFM) entrou com uma ação para que a proposta fosse negada.

No relatório da decisão liminar, a desembargadora Ângela Catão apontou que, “independentemente da simplicidade do procedimento estético invasivo e dos produtos utilizados”, a resolução do CFF é ilegal, pois “ultrapassa os limites da norma de regência da área de Farmácia em razão de acrescentar, no rol de atribuições do farmacêutico, procedimentos caracterizados como atos médicos, exercidos por médicos habilitados na área de dermatologia e cirurgia plástica”.

O CFM divulgou uma nota em seu site na qual afirma que a norma do Conselho Federal de Farmácia promoveu a invasão da área de atuação da medicina. “Os procedimentos estéticos, apesar de sua aparente simplicidade, podem resultar em lesões de difícil reparação, deformidades e óbito do paciente”, alertou Carlos Vital, presidente do CFM.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia também se manifestou em apoio à decisão e disse que a preocupação das entidades é coibir a prática da medicina por profissionais não habilitados, evitando, assim, colocar o paciente em situação de risco.

Farmacêuticos em Vitória da Conquista já prescrevem medicamentos

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 09 out 2013

Tags:, , ,

da Redação

MAtheusO Conselho Federal de Farmácia publicou uma resolução que permite aos farmacêuticos a prescrição de medicamentos de venda livre que tem sido uma prática  comum em todo o Brasil.

Segundo o farmacêutico Mateus Marques, a resolução estabelece que os remédios que não precisam de apresentação de receita são os não tarjados. Remédios para gripe e fitoterápicos podem ser prescritos por esses profissionais.

A medida permite ao profissional  o poder de receitar o medicamento e a responsabilidade de responder pelo ato, caso o paciente sofra consequências. “A presença do farmacêutico  é de extrema importância  para orientação da medicação, principalmente quanto a auto medicação, explica Mateus.