Prefeitura, enfim, começa a tomar providências sobre abandono da Praça da Juventude

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 15 fev 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

SC2_4154

Após diversas críticas de moradores e imprensa, finalmente a Prefeitura Municipal resolveu intervir no estado de abandono que caminhava a Praça da Juventude. Espaços como o espelho d’água, quiosques e brinquedos apresentam grandes sinais de deterioração, além de aparentes focos do mosquito Aedes Aegypti.

Nesta segunda-feira (15), representantes de diversas secretarias discutiram ações especificamente ligadas à força-tarefa de combate ao mosquito Aedes aegypti. Enquanto isso, servidores executava trabalho de limpeza da praça, retirando o capim e pontos de acumulo de água.

Segundo a Prefeitura, “todo o trabalho envolve tanto questões de saúde quanto de lazer e esportes”.

Praça da Juventude já apresenta sinais de abandono

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 12 jan 2016

Tags:, , ,

Da Redação

Praça-da-Juventude
A Praça da Juventude, em Vitória da Conquista, inaugurada há pouco mais de dois anos, já apresenta sinais de abandono. Quem visita o local percebe como alguns espaços da Praça já estão degradados.

Um dos pontos mais visíveis do abandono é o pequeno lago da Praça. O espaço, atualmente, já não tem mais água e no lugar o mato cresce desordenadamente, deixando o local feio e perigoso. Isso porque em alguns pontos do que era o lago ainda há água parada, o que pode contribuir para a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, febre chikungunya e zika vírus.

Em outros espaços da Praça, percebe-se que o estado ruim se deve à ação de vândalos. Muitos equipamentos, como os que compõem o parque da Praça da Juventude foram quebrados ou totalmente destruídos.

50 casos de dengue já foram registrados em Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 12 abr 2015

Tags:, ,


por Mateus Novais
foto: Ascom PMVC

IMG_7042Até o dia 6 de abril, 86 casos suspeitos da dengue foram notificados em Vitória da Conquista. Destes, 50 foram positivos, 30 negativos, 1 indeterminado e 5 aguardam resultado, aponta os dados da Secretaria Municipal de Saúde. Não foi registrado nenhum caso suspeito para febre Chikungunya.

Para combater a dengue e a febre Chikungunya, a coordenação do Programa Municipal de Controle de Endemias orienta a população sobre quais medidas devem ser adotadas para evitar a proliferação do mosquito transmissor da doença, o aedes aegyti. Além disso, o Governo Municipal realiza o tratamento nas residências, com aplicação do larvicida.

Durante a visita que, normalmente, ocorre entre 7h30 e 14h, o agente de endemias verifica se há algum ponto na residência que possa acumular água. Caso seja identificado, ele é tratado com o larvicida. Ainda na visita, o morador esclarece as dúvidas sobre prevenção e sintomas das doenças.

“Ainda encontramos, em alguns bairros, certa resistência para entrar nas casas e não podemos forçar o morador a nos receber. Por isso, é sempre importante reforçar para a população que ela nos receba, pois não adianta tratar uma casa e não tratar as casas dos vizinhos”, informou a agente de endemias, Lilian Lima.

A coordenadora de Endemias, Polyana Gusmão, explica que o programa municipal segue todo o protocolo do Ministério da Saúde. “É importante ressaltar que o larvicida leva até 20 dias para eliminar a larva do mosquito. Por isso, a população deve ficar despreocupada quanto à eficácia do tratamento realizado em sua residência”, esclareceu.

Sesab lança campanha de combate ao mosquito transmissor da Dengue e da Chikungunya

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Bahia, Saúde, Sudoeste, Vit. da Conquista | Data: 10 mar 2015

Tags:, , ,

Da Redação

Dengue e da Febre ChikungunyaA Secretaria Estadual da Saúde (Sesab) lança, nesta terça-feira (10), a campanha de combate ao mosquito transmissor da Dengue e da Febre Chikungunya, tendo este ano um grande reforço: foi desenvolvido um teste rápido que, associado a um smartphone com GPS, permite, simultaneamente, o georreferenciamento (google maps) dos casos a fim de controlar rapidamente os surtos, bem como ter o resultado em apenas 20 minutos, o que antes demorava até 60 dias. Esta é uma ação inédita no país.

A campanha, a estratégia de combate e os equipamentos serão apresentados à imprensa hoje pela manhã, no auditório do Laboratório Central de Saúde Pública Professor Gonçalo Moniz (Lacen-BA), localizado na Rua Waldemar Falcão, 123 – Brotas (próximo à Fiocruz). Com informações Secom-BA.

Profissionais de saúde recebem capacitação sobre febre Chikungunya

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Bahia, Brasil, Saúde, Sudoeste, Vit. da Conquista | Data: 07 out 2014

Tags:

Da Redação

febre ChikungunyaMesmo não tendo nenhum caso notificado da febre Chikungunya em Vitória da Conquista, o a Secretaria Municipal de Saúde está atento à situação da doença no território baiano. Tanto é assim que os profissionais de saúde do Município foram capacitados para identificação de casos suspeitos na cidade, bem como quanto ao diagnóstico e tratamento da doença.

A febre Chikungunya é transmitida por mosquitos do gênero aedes, sendo o aedes aegypti (transmissor da dengue) e o aedes albopictus os principais vetores. Por isso, é preciso ficar atento aos sintomas: febre alta, dor muscular e nas articulações, cefaleia e enxatema (erupção na pele). Eles costumam durar de três a 10 dias. Com informações secom/PMVC.

Febre Chikungunya: 16 casos registrados no Brasil, 14 somente em Feira de Santana

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 24 set 2014

Tags:, ,

Por Mateus Novais

mosquitoDe acordo com o Ministério da saúde, já foram registrados 16 casos da febre Chikungunya no Brasil, 14 deles somente no município de Feira de Santana. Os casos foram confirmados após amostras de pacientes da cidade serem analisadas pelo IEC (Instituto Evandro Chagas), no Pará.

Em Vitória da Conquista, até o momento, nenhum caso foi confirmado. Mas, nessa terça-feira (23), a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, encaminhou para todas as unidades de saúde do município, particulares e públicas nota técnica sobre a febre. A ação tem como objetivo alertar todos os profissionais de saúde para a importância de ficar atentos aos sinais e sintomas suspeitos da doença.

A Chikungunya, assim como a Dengue, é uma doença transmitida pelos mosquitos Aedes Aegypti e Aedes Albopictos. E seus sintomas são semelhantes: dor de cabeça, febre, dores musculares e nas articulações. Para combater e prevenir a febre Chikungunya também é preciso reduzir o número de mosquitos transmissores, ou seja, a população deve continuar evitando água parada em reservatórios descobertos em suas residências.