Frente Conquista Popular não acabou

0

Publicado por Editor | Colocado em Política | Data: 18 mar 2016

Tags:,

Banner Expoconquista

da Redação

Frente

Tentar convencer a cidade que a Frente Conquista Popular acabou não está emplacando. Nos bastidores da política conquistense, o que se ouve é que estarão juntos caso ocorra o 2º turno. O reagrupamento dos partidos aliados, são eles PT, PCdoB, PSB, PV, PTB, PDT e outros – está chegando agora também o PSD -, será inevitável caso a disputa eleitoral não seja definida logo no 1º turno das eleições de 2016.

Nenhuma pré-candidato ligado a administração municipal, mesmo anunciando a farsa da entrega de cargos, assumiu discurso e postura  oposicionista. Continuam aliados e arquitetando estratégias para evitar fracasso nas eleições de 2016. Continuam aliados aos governos Dilma Roussef e Rui Costa – e até ocupam cargos.

Durante o lançamento da pré-candidatura a prefeito de Arlindo Rebouças (PSDB), realizada nesta 5ª feira (18), em seu discurso, o deputado estadual Herzem Gusmão (PMDB) cobrou do representante do PSB, Elvio Fontes, presente ao evento, que o partido anunciasse, que, caso ocorra o 2º turno sem Alexandre Pereira (pré-candidato do PSB),  o apoio será dado a um candidato da oposição. O deputado ficou sem resposta.

“Além do convite feito ao PSB,  quero também convidar o PCdoB  a assumir diante da cidade que verdadeiramente rompeu com o PT e venha apoiar  um candidato da oposição, caso o deputado Jean Fabrício não consiga passar para o 2º turno. Mas estou convencido que as oposições vão ganhar as eleições logo no 1º turno”, disse o deputado Herzem Gusmaõ ao BRG.

Eleições 2016: Frente Conquista Popular se divide visando unidade no 2º turno

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Política, Vit. da Conquista | Data: 09 mar 2016

Tags:, ,

da redação

Partidos FrenteEm Vitória da Conquista o Governo do Estado, e o comando do PT, defendem e não escondem a necessidade de pulverizar as candidaturas dos aliados. Essa estratégia defendida por Josias Gomes (Relações Institucionais), e pelo presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação, visa evitar a vitória das oposições no 1º turno das eleições em Conquista.

O que motiva a disputa interna dos partidos aliados, que integram a Frente Conquista Popular, é o fato do PT está fragilizado possibilitando até o melhor desempenho de um aliado da Frente.

Neste cenário estão Jean Fabrício (PCdoB), com chance de bater o candidato petista, podendo ser Odir Freire ou José Raimundo Fontes, Alexandre Pereira (PSB) e mais dois nomes que estão sendo avaliados. Abel Rebouças e Mão Branca   poderão ser estimulados também a disputa eleitoral deste ano. A ordem é estimular candidaturas de aliados.

2º turno

A motivação dos partidos aliados fica por conta de quem chegará à frente na disputa interna. Para um provável 2º turno, caso a estratégia funcione, todos estarão juntos e a Frente Conquista Popular reconstituída para o embate. Quem duvida que o PT, PCdoB e o PSB não estarão juntos caso ocorra o 2º turno? Importante realçar que já estão juntos há 20 anos.

Partidos da Frente Conquista Popular continuam fiéis ao PT

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia, Vit. da Conquista | Data: 08 dez 2015

Tags:, , ,

da Redação

PT EstrelaA rejeição que o PT – Partido dos Trabalhadores enfrenta se entende por todo Brasil. O desgoverno e corrupção atropelam qualquer tentativa de emplacar candidatos competitivos nas eleições de 2016 nos 5.570 municípios do país.

A cidade de Vitória da Conquista segue essa tendência. O prefeito Guilherme Menezes (PT) não consegue emplacar um nome sequer. O nome considerado  menos frágil recai sobre o deputado estadual José Raimundo (PT), e seria facilmente batido pela oposição por ostentar a maior rejeição dentre todos os demais pré-candidatos. Como se não bastasse esse fato que aterroriza uma banda de petistas – o deputado não conta com o apoio do prefeito da cidade.

O deputado Marcelo Nilo (PDT), presidente da Assembleia Legislativa,  declarou que já existe segundo pesquisa,  empate técnico entre José Raimundo e Fabrício Falcão (PCdoB). De posse dos dados da pesquisa Nilo já admite a união dos dois para o enfrentamento nas eleições de 2016. Nilo sabe que o PCdoB reza a cartilha do Petê. O problema é atropelar Menezes que tem maioria no partido em Conquista,  e segundo notícias de bastidores,  não abrirá mão da prerrogativa de escolher o candidato.

Além do PCdoB, que é aliado fiel ao Petê, o PSB segue o mesmo caminho. Busca um nome para amealhar votos para entregar de ‘bandeja’ ao candidato do PT que possui ainda força da máquina para escolher o candidato a prefeito. Neste cenário os nomes do partido, o do vice-prefeito Jóas Meira, incentivado pelo prefeito, e o do recente filiado Alexandre Pereira, com chance menor, serão apresentados para somar votos para entregar mais tarde ao partido de Lula e Dilma Roussef.

A população precisa entender que esses partidos que integram a Frente Conquista Popular são meros garimpeiros de votos do Petê.