MPE baianas lideram geração de empregos no Nordeste no mês de maio

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 07 jul 2018

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Agência Sebrae de Notícias

No ranking nacional, Bahia aparece em terceiro lugar, com 4.477 postos de trabalho gerados por micro e pequenas empresas

As micro e pequenas empresas (MPE) da Bahia lideraram a geração de empregos no Nordeste no mês de maio. Levantamento do Sebrae com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostra que esses empreendimentos foram responsáveis pela criação de 4.477 postos de trabalho no estado. O número foi superior ao gerado por médias e grandes empresas, que registraram a criação de 1.283 empregos em maio.

Os setores que mais registraram abertura de vagas pelas micro e pequenas empresas foram o de agropecuária, extração vegetal, caça e pesca (3.161), serviços (811) e construção civil (601).

Em todo o Brasil, as micro e pequenas empresas somaram a abertura de 24.383 novos postos de trabalho, enquanto as médias e grandes registraram a criação de 9.079 vagas. No ranking nacional, a Bahia aparece em terceiro lugar, apenas atrás de Minas Gerais e Espírito Santo.

Há um crescimento também na comparação com o mês de abril, quando as MPE baianas criaram 2.070 postos. No acumulado de 2018, entre janeiro e maio, as micro e pequenas empresas do estado já somam a abertura de 13.772 vagas de trabalho.

Bahia é o 7º estado em geração de empregos formais no mês de agosto

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 24 set 2017

Tags:,

da Redação
Fonte: Bahia Notícias / CDL (Conteúdo)

O número de postos de emprego formal cresceu na Bahia no mês de agosto. 2.490 vagas de trabalho com carteira assinada foram geradas no Estado, que ocupa a quinta colocação no ranking de geração de emprego no Nordeste e a sétima em esfera nacional. No Brasil o número de vagas cresceu pela quinta vez consecutiva (veja aqui).

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quinta-feira (21), e apontam ainda que a Bahia registrou 48.068 admissões e 45.578 demissões. Setorialmente, em agosto, cinco segmentos que contabilizaram saldos positivos foram: Construção Civil (+2.396 vagas), Indústria de Transformação (+335 vagas), Serviços (+238 vagas), Serviços Industriais de Utilidade Pública (+34 vagas) e Extrativa Mineral (+17 vagas). Os setores que desligaram trabalhadores celetistas foram: Comércio (-461 postos), Agropecuária (-35 postos) e Administração Pública (-34 postos).

Fonte: Bahia Notícias

A Bahia contabilizou saldo negativo de 6.853 postos de trabalho em agosto de 2015

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Bahia, Brasil, Trabalho | Data: 27 set 2015

Tags:,

Da Redação

geração de empregosAs informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), sistematizadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), referentes ao mês de agosto de 2015, apontam que a Bahia totalizou um saldo negativo de 6.853 postos de trabalho com carteira assinada, conforme projeção do emprego realizada pela SEI (-6.828 postos de trabalho). O resultado expressa a diferença entre o total de 51.731 admissões e 58.584 desligamentos. O saldo registrado em agosto situou-se em um patamar inferior ao contabilizado em igual período do ano anterior (+4.090 postos) e representa o menor resultado da série para os meses de agosto (2005-2015). Porém, apresenta uma redução do ritmo da perda em relação a julho de 2015 (-8.260 postos), incluindo as declarações fora do prazo.

Setorialmente, em agosto, na Bahia, sete segmentos registraram saldo negativo: Construção Civil (-2.577 postos), Serviços (-1.618 postos), Comércio (-1.199 postos), Agropecuária (-720 postos), Indústria de Transformação (-648 postos), Administração Pública (-181 postos) e Extrativa Mineral (-9 postos). Serviços Industriais de Utilidade Pública – SIUP (+99 postos) foi o único setor com resultado positivo. …Leia na íntegra