Sindicatos realizam greve geral contra a reforma da previdência na próxima terça (5)

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 01 dez 2017

Tags:, ,

Da Redação


Na próxima terça (5), sindicatos de Vitória da Conquista irão participar de uma greve geral. A mobilização é uma convocação da CSP-Conlutas e demais Centrais Sindicais contra a Reforma da Previdência. Nesta data acontecerá a votação da proposta de emenda constitucional (PEC) 287/16, pela Câmara dos Deputados.

De acordo com os Sindicatos, apesar do governo federal ter recuado em alguns pontos a nova proposta ainda contém pontos desfavoráveis aos trabalhadores. Por exemplo, a nova proposta determina o tempo mínimo de contribuição em 25 anos, porém não garante o valor integral da aposentadoria. Os 25 anos possibilitarão o recebimento de apenas 70% da média das contribuições feitas ao longo da vida. Para ter direito a 100% somente, será necessário a contribuição por 40 anos.

A mobilização, em Vitória da Conquista, acontecerá na Praça Barão do Rio Branco, no Centro da Cidade, a partir das 8h30.

Ônibus voltam a circular em Conquista depois de paralisação no início da manhã

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 30 jun 2017

Tags:, ,

Da Redação


Nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (30), Vitória da Conquista amanheceu sem ônibus. A situação se deu em decorrência da greve geral, que contou com a adesão de algumas categorias na cidade.

Apesar dos rodoviários não aderirem a paralisação, muita gente ficou sem poder se locomover devido à mobilização de outras categorias. Na porta da garagem da Cidade Verde, por exemplo, um veículo pertencente ao Sindicato dos Bancários foi colocado como barreira para os ônibus não saírem.

Na metade da manhã, no entanto, os veículos que realizam o transporte coletivo na cidade começaram a circular normalmente.

Diversas categorias paralisam as atividades nesta sexta-feira (30)

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 28 jun 2017

Tags:, ,

Da Redação
foto: arquivo BRG


Com a bandeira “vamos parar o Brasil contra a Reforma Trabalhista, em defesa dos direitos e da aposentadoria”, as centrais sindicais irão realizar a segunda greve geral do ano nesta sexta-feira (30). Em Vitória da Conquista, diversas categorias vão aderir à paralisação.

Professores e servidores de instituições públicas prometem ir para ruas. O movimento deverá contar ainda com a participação de funcionários dos Correios, vigilantes, bancários, além de outros sindicatos. O movimento é contra as reformas da previdência e trabalhista, que estão tramitando no Congresso Nacional.

Trabalhadores protestam contra as reformas do Governo Federal no Centro de Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 28 abr 2017

Tags:,

Da Redação
fotos: Rafael Gusmão


No início da manhã desta sexta-feira (28), os trabalhadores que aderiram à Greve Geral se reuniram no Centro de Vitória da Conquista para ato público contra as reforma do Governo Federal. A concentração do movimento aconteceu na Praça Barão do Rio Branco.

Vestidos de preto, com faixas e cartazes, os trabalhadores criticam as propostas de reformas trabalhista, previdenciária e a lei de terceirização, sancionada recentemente pelo presidente Michel Temer. Participam do ato centrais sindicais, movimentos sociais, além de estudantes.

A partir da Praça Barão do Rio Branco, os manifestantes saíram em passeata pelas principais ruas do Centro da Cidade.

Greve Geral em Conquista: saiba o que está funcionando

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 28 abr 2017

Tags:, ,

Da Redação
foto: Rafael Gusmão


Como anunciado, diversas categorias participam da Greve Geral, que acontece nesta sexta-feira (28), em Vitória da da Conquista e em todas as partes do Brasil. O ato integra a paralisação geral, que ocorre em outras regiões do país contra as reformas trabalhistas, previdenciárias e de terceirização, propostas pelo Governo Federal.

Na cidade conquistense, os funcionários das duas empresas que fazem o transporte público aderiram à greve. Porém, os rodoviários deixaram um ônibus para cada linha da cidade. Além disso, os bancos não irão funcionar, pois os bancários também estão mobilizados.

A maioria das faculdades e escolas, particulares e públicas, suspenderam as aulas. Professores, alunos e servidores da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) vão participar do ato público nas ruas do Centro da cidade. Já a Universidade Federal da Bahia (Ufba) informou que terá expediente, entretanto, os técnicos administrativos declararam que não vão trabalhar.

A Câmara de Vereadores do município também suspendeu o expediente, assim como outros órgãos, a exemplo dos Fóruns e da Defensoria Pública. Já a Prefeitura funciona normalmente, assim como o comércio, conforme comunicado da CDL.

Câmara de Vereadores suspende as atividades nesta sexta-feira (28)

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 27 abr 2017

Tags:, ,

Da Redação

A Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista suspendeu as atividades na sexta-feira (28). De acordo com o comunicado, não haverá expediente  devido às paralisações anunciadas por diversas entidades e movimentos sociais.

Conforme a nota, com as paralisações, alguns serviços essenciais, inclusive o transporte coletivo, estarão suspensos, “o que pode trazer entraves no deslocamento dos servidores”. O funcionamento será retomado normalmente no próximo dia 2 de maio.

Inclusive, a inauguração oficial da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia com Serviços de Radioterapia (UNACON) do Hospital Samur, marcada para esta sexta-feira, na Câmara de Vereadores, foi adiada. A nova data para realização do evento será anunciada em breve.

Greve Geral: policiais militares não irão aderir à paralisação

0

Publicado por Editor | Colocado em Segurança | Data: 27 abr 2017

Tags:,

Da Redação


A Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP) e o Comando-Geral da Polícia Militar divulgaram nota reforçando “que o policiamento em todo a Bahia será mantido nesta sexta-feira (28)”, durante a Greve Geral. De acordo com as entidades, a “a mensagem que circula nas redes sociais apontando uma possível paralisação, atribuída a Associação de Praças da Polícia Militar é FALSA, conforme confirmação com a própria APPM”.

“A SSP enfatiza que será garantido o direito democrático dos baianos protestarem. Havendo bloqueio de rodovias, estradas, ou qualquer tipo de via, serão adotados os protocolos para liberação do trânsito, pois é preciso garantir também o direito de ir e vir do cidadão que não aderiu ao movimento. Por fim, a SSP espera que as manifestações transcorram de maneira pacífica”, finalizou a nota

Polícia Civil

A Polícia Civil da Bahia deliberou que a categoria vai participar das manifestações da Greve Geral. A policia informou que vai distribuir faixas nas delegacias de todo o Estado, mobilizar todas as unidades e vai estar presente nos atos políticos.

Greve Geral: Vitória da Conquista ficará sem ônibus nesta sexta-feira

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 27 abr 2017

Tags:, ,

Da Redação


O Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista emitiu um comunicado informando que nesta sexta-feira (28), devido à Greve Geral, os funcionários das empresas que operam o transporte coletivo da cidade irão suspender as atividades. Durante todo o dia, os ônibus não irão circular.

A suspensão das atividades dos rodoviários foi definida em assembleia realizada nessa quarta (26). Com a paralisação, os funcionários terão condições de participar das manifestações que irão acontecer em todo o país contra que tem como as reformas Trabalhista e da Previdência, e contra a aprovação do projeto da terceirização, sancionada recentemente pelo presidente Temer.

“Mobilizações visam tumultuar o processo de recuperação do Brasil”, diz Prefeitura em nota

0

Publicado por Editor | Colocado em Trabalho, Vit. da Conquista | Data: 27 abr 2017

Tags:, , ,

Por Fábio Sena
Diário Conquistense

“Assim, ratificamos a convocação de todo o funcionalismo para trabalhar normalmente na próxima sexta, e assim, participar na construção desse momento em que cada cidadão deve fazer sua parte na reconstrução do Brasil”

Durou menos de 24 horas a euforia dos servidores públicos municipais ante a possibilidade de aderirem impunemente à greve geral convocada pelos movimentos de esquerda contra a Reforma da Previdência, mobilização articulada pelos foratemistas e cujo objetivo central é fragilizar ainda mais a já manca popularidade do presidente Michel Temer, do PMDB, mesmo partido do prefeito Herzem Gusmão.

Em ofício endereçado ao presidente do sindicato dos servidores, o secretário de Administração, Gildásio Oliveira, assegurou à categoria livre participação no movimento, sem prejuízo salarial. Lido e celebrado pelos servidores em plena praça Tancredo Neves, onde estavam mobilizados – o documento viralizou nos grupos de whatsapp e teve início a batalha verbal entre governistas (contrários à greve e à liberação) e os foratemistas.

A polêmica em torno do assunto levou o governo a emitir uma nota oficial no final da tarde desta quarta-feira, convocando os servidores ao trabalho e assumindo clara posição política contrária ao movimento grevista. Frisou que o governo municipal não estimula, não apoia e nem organiza movimentos e que “seu papel é gerenciar a cidade com um olhar de desenvolvimento para todos os munícipes”

“O ofício enviado ao Sindicato não representa uma adesão ao movimento nacional, antes sinaliza a posição do Governo em respeitar os direitos dos trabalhadores organizados, sem qualquer tipo de perseguição ou intimidação, respeitando o livre direito de expressão e democracia. Outrossim, a Prefeitura informa que estará funcionando normalmente na próxima sexta-feira, e convoca todo o funcionalismo para comparecer aos seus respectivos locais de trabalho”, diz a nota.

Em tom pouco ameno, o governo afirmou que as soluções para os problemas do país se darão a partir do trabalho e do compromisso com o contribuinte e cidadão e que “mobilizações, como essa, que visam tumultuar o processo de recuperação do Brasil, e de enfrentamento dos problemas depois de anos fantasiosos que quebraram o país, em nada contribuem para uma discussão séria sobre os rumos da nação, e as reformas emergenciais que precisamos para a retomada do desenvolvimento”.

Greve geral: diversas categorias paralisam as atividades nesta sexta (28)

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 26 abr 2017

Tags:,

Da Redação


Diversas categorias, estudantes e centrais sindicais de todo o Brasil prometem parar as atividades nesta sexta-feira (28). Os trabalhadores das mais variadas classes irão aderir à Greve Geral, que tem como objetivo esclarecer a população e pressionar o Congresso Nacional a barrar as reformas trabalhista e da Previdência, e contra a aprovação do projeto da terceirização, sancionada recentemente pelo presidente Temer.

Em Vitória da Conquista, algumas categorias já se posicionaram sobre a manifestação. Bancários, policiais civis, professores universitários, estaduais e municipais, profissionais da educação e médicos já informaram que irão cruzar os braços a partir da 0 hora. Os movimentos sindicais e sociais também prometem realizar um ato público na cidade.

Comércio

Por meio de nota, a Câmara de Dirigentes Lojistas  (CDL), de Vitória da Conquista, confirmou que o comércio local não irá aderir à Greve Geral. “Embora não se oponha às manifestações públicas, [a CDL] defende a sobrevivência do comércio e a manutenção dos empregos, razão pela qual, não se mostra minimamente coerente na véspera de um feriado prolongado (Dia do Trabalho), prolongá-lo ainda mais, sacrificando a maior força da economia local”, afirmou a nota.

 

Médicos da rede estadual devem paralisar as atividades nesta quista

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 03 abr 2017

Tags:, ,

Da Redação

Na próxima quinta (6), os servidores públicos estaduais da saúde realizam uma paralisação de advertência. De acordo com o Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed), o ato é uma preparação para uma greve geral, caso o governo não negocie a pauta geral de reivindicações.

A categoria reivindica o piso Fenam para médicos, reajuste retroativo das perdas inflacionárias 2015/2016, liberação de extensão de carga horária, regulamentação do adicional noturno, retomada da mesa de negociação setorial, realização de Concurso Público e destravamento do PCCV.

O Sindimed orientou que as consultas, procedimentos e cirurgias eletivas sejam suspensos e remarcados para outra data. Já os casos de urgência e emergência devem ser atendidos. A adesão dos médicos ao movimento foi definida em assembleia no último dia 14, quando foi elaborada uma pauta de reivindicações específica da categoria para se somar a pauta geral dos servidores.

Bancários suspendem atividade até meio dia nesta sexta-feira

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 10 nov 2016

Tags:, ,

Da Redação
foto: Arquivo BRG

greve-bancários1
Os bancários baianos decidiram aderir à Greve Geral marcada para esta sexta-feira (11), como parte dos protestos contra a aprovação da PEC do teto dos gastos. Com a mobilização, os bancos terão suas atividades suspensas até às 12 horas.

Em nota publicada no site oficial, o Sindicato dos Bancários na Bahia defende que “a proposta coloca em risco os programas sociais que tiraram mais de 30 milhões da extrema pobreza desde 2003 e também inibe o aumento real do salário mínimo, referência para mais de 48 milhões de pessoas no país”. “Diante das ameaças, ao trabalhador só resta tomar as ruas e reagir”, diz o texto.

*Até o fechamento dessa matéria, o BRG não conseguiu confirmar se as agências de Vitória da Conquista também suspenderão as atividades. 

“Marcha Rumo à Greve Geral” também acontece em Conquist

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 07 nov 2016

Tags:, ,

Da Redação

cartaz-ocupa-tudo-11-de-novembro-01-768x576Sindicatos, estudantes e movimentos sociais de Vitória da Conquista voltarão a ocupar as ruas contra projetos de lei da Escola Sem Partido, reformas do ensino médio, da previdência e trabalhista na próxima sexta-feira (11). A atividade é um chamado nacional das centrais sindicais rumo à greve geral no Brasil.

Aqui na cidade, a mobilização acontecerá a partir das 9 horas na Praça Barão do Rio Branco e seguirá em marcha até o Bairro Brasil. Professores universitários, do ensino básico, servidores da saúde, terceirizados, estudantes, trabalhadores rurais, pequenos agricultores são algumas das categorias mobilizadas para a atividade.

No caso do Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista (SIMMP), também fazem parte da pauta de reivindicações o cumprimento integral da lei do piso, a reformulação do plano de carreira dos Trabalhadores da Educação, bem como a elaboração do plano dos profissionais que ocupam a função de Monitor.

Centrais sindicais e movimentos sociais aderem à greve geral marcada para 11 de novembro

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 31 out 2016

Tags:, ,

imagem_noticia_5As centrais sindicais lideradas pela Central Única dos Trabalhadores na Bahia (CUT-BA) e movimentos sociais decidiram aderir ao dia nacional de greve e paralisações, programada para o próximo dia 11 de novembro. O ato é um protesto contra a reforma da Previdência, a retirada de direitos, a PEC 241 que tramita no Senado como PEC 55 e a MP da Reforma do Ensino Médio.

Segundo o Bahia Notícias, o ato terá início às 5 horas da manhã,com duração de 24 horas. A mobilização deve atingir as principais categorias do estado, tais como rodoviários, petroleiros, metalúrgicos, borracheiros, profissionais de saúde e da construção civil, bancários, comerciários e policiais civis. Os trabalhadores devem sair em protesto e manifestação de rua em todo o estado.

Bancários participam de ato rumo à greve geral

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 23 set 2016

Tags:, , ,

Ascom/Bancários/VCR

grve-geral

A greve da categoria bancária continua em todo o país. Está marcada para segunda-feira, dia 26, uma reunião do Comando Nacional para avaliação e definição de estratégias para continuidade do movimento.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região, Paulo Barrocas, a categoria deve manter a unidade e buscar fortalecer ainda mais as mobilizações. “Estamos chegando ao fim da terceira semana de greve sem nenhuma proposta decente feita pela Fenaban. Diante disso, continuaremos mobilizados pelo tempo que for necessário, até que eles atendam as nossas reivindicações”, afirma.

O Sindicato também participou nesta quinta-feira (22), de uma manifestação envolvendo diversas categorias da classe trabalhadora. O SEEB/VCR juntamente com a Associação dos Docentes da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Adusb), o Sindicato do Magistério Público Municipal (SIMMP), o Sindicato dos Trabalhadores da Saúde (SINDSAÚDE) e o Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos (AFUS), promoveu o Dia Nacional de Luta Rumo à Greve Geral, em um ato realizado na Praça Barão do Rio Branco, em Vitória da Conquista.

Para a presidente da ADUSB, Márcia Lemos, a greve dos bancários é legítima e necessária. “Os bancários são trabalhadores e trabalhadoras extremamente vulneráveis, que estão à mercê do capital financeiro que os explora exaustivamente. Além disso, são pessoas que estão submetidas a todas as formas de assédio em seus locais de trabalho, excedem sua carga horária, são mal remunerados e sofrem um enorme adoecimento. A greve dos bancários é um enorme incentivador para que outras categorias defendam seus direitos”, conclui.

Jornada de Lutas rumo à greve geral: Adusb promove palestras em 15 de setembro

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação, Sudoeste, Vit. da Conquista | Data: 10 set 2016

Tags:,

da Redação

Ascom/Adusb conteúdo (Thaís Oliveira )


greve-gDe 12 a 15 de setembro, trabalhadoras e trabalhadores de todo país realizam a Jornada de Lutas por emprego, salário e contra a retirada de direitos em Brasília. Para denunciar a situação também nos Estados, a quinta-feira (15) será marcada por atividades locais. Na data, a Associação dos Docentes da UESB promoverá panfletagem e palestras em Vitória da Conquista, Jequié e Itapetinga. As professoras e os professores reivindicam mais recursos para as Universidades Estaduais da Bahia e o respeito aos direitos trabalhistas.

Já são 12 milhões de desempregados no Brasil, aumenta o número de pessoas sem ter onde morar, porque não é possível pagar aluguel com o salário que ganham. Para piorar a situação, o governo pretende aprovar “um pacote de leis” que ataca os trabalhadores. Isso significa aumentar a idade da aposentadoria, mexer no 13º salário e retirar direitos que hoje são legais, como pagamento de horas extras e férias de 30 dias. Estão em jogo também os investimentos nas áreas de Saúde e Educação. A proposta de emenda constitucional (PEC) 241 pretende congelar os gastos públicos por 20 anos.

Na Bahia, as Universidades Estaduais sofreram corte de R$ 73 milhões nos últimos três anos e o governo anuncia que não pretende aumentar o investimento. Todas as atividades das Instituições estão prejudicadas com a falta de recursos. Somado a isso, Rui Costa se nega a pagar a reposição inflacionária dos servidores públicos e outros direitos trabalhistas.

Para combater essa situação, trabalhadoras e trabalhadores durante a Jornada de Lutas acamparão na Esplanada dos Ministérios no dia 12 de setembro e realizarão marcha em Brasília no dia seguinte. Na quarta-feira (14), servidores públicos federais farão reunião ampliada para construção da greve geral no Brasil. Confira a programação. …Leia na íntegra

Funcionários da UESB aderem à paralisação do dia 20 de julho

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 19 jul 2016

Tags:, , ,

Da Redação

12195999_311192552338084_2905014163267524864_nEm assembleia geral realizada nessa segunda-feira (18), os funcionários técnicos-administrativos da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) aprovaram a paralisação das atividades nesta quarta, 20 de julho. A suspensão das atividades é um protesto contra o PLP 257/216 e pelo reajuste linear. A assembleia também aprovou um indicativo de greve geral.

O funcionários da Uesb se juntam ao professores das Universidades Estaduais e outros servidores do estado em um grande ato de reivindicações. Segundo o Sindicato dos técnicos-administrativos (Afus). “As entidades sindicais em luta contra o PLP 257 compreendem que a dívida pública é um grave problema e requer soluções que não sejam tão somente a penalização dos trabalhadores e da sociedade em geral, com a precarização e sucateamento dos serviços públicos. Trata-se de um tema que afeta profundamente o país e necessita ser amplamente debatido”, afirma a Afus.

A concentração para o ato público acontecerá a partir das 9 horas, na Praça da Piedade, em Salvador.

Professores da UESB aprovam indicativo de greve geral dos servidores da Bahia e paralisação dia 20 de julho

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 09 jul 2016

Tags:, , , ,

Da Redação

UESB1
Durante assembleia realizada na última sexta-feira (8 ), os professores da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) aprovaram por unanimidade o indicativo de greve geral dos servidores estaduais. Além disso, a categoria decidiu por suspender suas atividades no dia 20 de julho para participação em ato público em Salvador.

De acordo com a Associação dos Docentes da Uesb (Adusb), “é preciso endurecer com o governo e dar um basta à retirada de direitos trabalhistas e na redução dos recursos destinados às Universidades”. Aind segundo a categoria, “Rui Costa afirma não ter recursos para efetuar o pagamento do reajuste linear, mas os dados do próprio governo mostram a disponibilidade financeira para isso”.

As principais reivindicações dos docentes se referem ao confisco salarial de 10,67%, o PLP 257/16 e a PEC 241/16. O movimento é realizado em conjunto com Fórum das ADs e com os sindicatos da base da Federação dos Trabalhadores Públicos da Bahia.