PRF, PM e Corpo de Bombeiros atuaram com competência e dedicação na greve dos caminhoneiros

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 01 jun 2018

Tags:, , , ,

da Redação

O Brasil amanheceu aliviado com o fim da greve dos caminhoneiros que durou 11 dias. Os bloqueios foram debelados pela PRF e o Exército.

Vitória da Conquista

A terceira maior cidade da Bahia, cortada pela BR 116 – Rio-Bahia, viveu dias difíceis com bloqueios em pontos estratégicos ao Note e Sul.

As equipe que integram as Forças de Segurança, PRF – Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros foram competentes e dedicadas com trabalho 24 horas, na vigilância para manter a cidade tranquila e monitoramento no abastecimento para evitar pânico.

Todos merecem reconhecimento, mas a atuação do inspetor Ramalho da PRF (foto),  foi reconhecida pela população. empresários e a imprensa. Em determinado momento em uma das reuniões, Ramalho estava visivelmente emocionado. Um exemplo a ser seguido e merece reconhecimento e homenagem oficial.

Punição (Reprodução G1)

No final da tarde, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, divulgou as punições previstas para os postos que não repassarem aos consumidores a redução de R$ 0,46 no preço do litro do óleo diesel. A redução faz parte do acordo do governo com os caminhoneiros para tentar por fim à greve da categoria.

Segundo Padilha, o posto de combustível que a partir desta sexta (1º) comprar diesel com preço menor terá de repassar o desconto ao consumidor. As punições possíveis em caso de descumprimento são:

  • Multa de até R$ 9,4 milhões;
  • Suspensão temporária da atividade;
  • Cassação da licença do estabelecimento;
  • Interdição do estabelecimento comercial.

 

Em coletiva à imprensa, empresários falam dos prejuízos decorrentes da greve dos caminhoneiros

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia, Vit. da Conquista | Data: 01 jun 2018

Tags:, , ,

da Redação
Reprodução do site da CDL

O Movimento Pró-Conquistas (MPC) – organização representativa das principais instituições locais – e representantes do agronegócio receberam profissionais da imprensa para entrevista coletiva nesta quarta-feira (30), no auditório da CDL para falar sobre as dificuldades e prejuízos que o setor produtivo de Vitória da Conquista vem enfrentando, devido às manifestações dos caminhoneiros.

O Presidente do Movimento Pró-Conquistas e da ACIVIC, Itamar Figueredo, a Presidente da CDL, Sheila Andrade, o Presidente da AINVIC, Cláudio Marinho, Presidente da Confrigo, Alber Rezende, o Presidente do Sindicato da Indústria da Construção, Luciano Bomfim e o representante da FIEB, Fabrício Vieira, informaram sobre os prejuízos que ocorreram e o desabastecimento em todos os setores.

Os representantes das entidades também reconhecem a importância e legitimidade da manifestação dos caminhoneiros que beneficia toda a sociedade. Na ocasião, o Movimento Pró Conquistas divulgou o comunicado sobre as consequências decorrentes da greve, que os setores estão enfrentado.  Leia na íntegra aqui.

Alexandre de Moraes dá 15 dias para 96 empresas pagarem R$ 141 milhões em multas por bloqueio de rodovias

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 30 maio 2018

Tags:, ,

G1

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, determinou nesta quarta-feira (30) que 96 empresas transportadoras paguem em até 15 dias multas que somam R$ 141,4 milhões pelo descumprimento da decisão dele, da última sexta, que determinou a liberação das rodovias bloqueadas em razão da greve dos caminhoneiros.

O pedido havia sido feito na terça pela Advocacia Geral da União, que encaminhou ao ministro uma primeira lista com os nomes das empresas que não cumpriram as determinações.

Na semana passada, Moraes impôs multa de R$ 100 mil por hora às entidades que atuarem nas interdições de vias, além de multa de R$ 10 mil por dia para motorista que estivesse obstuindo a pista.

Segundo a AGU, foram constatados flagrantes nas BRs 282, 116, 101, 230, 040, 050, 226 e 364 e os valores das multas variam entre R$ 400 mil e R$ 9,2 milhões.

A pedido da advogada-geral da União, Grace Mendonça, Alexandre de Moraes estabeleceu que, caso não haja pagamento voluntário, as empresas poderão ter penhora de bens.

“Não efetuado tempestivamente o pagamento voluntário, será determinada a penhora de bens dos executados, com prioridade para dinheiro depositado em instituição financeira, a ser implementada pelo sistema BACEN JUD”, diz o ministro na decisão.

Para o ministro, ficou demonstrado um quadro de desrespeito à decisão do STF, o que justifica a imposição de multas.

“Este quadro fático de desrespeito à autoridade do Poder Judiciário vem bem retratado nas notificações de multas e outras providências adotadas pelas autoridades que integram a segurança pública, relacionadas nos documentos que acompanham a petição em exame. Fica o registro, ainda, que a gravidade da conduta adotada pelos infratores justifica a fixação da multa nos exatos valores indicados pela autora e baseados nos parâmetros definidos na tutela provisória de cautela”, afirmou no documento.

Alexandre de Moraes destacou que os bloqueios foram mantidos mesmo após a decisão do Supremo, amplamente divulgada. Para ele, as empresas atentaram “gravemente contra a autoridade do Poder Judiciário” e “causaram sensíveis transtornos à população.

“Com efeito, mesmo cientificados da medida de cautela outorgada nesta ação constitucional que, inclusive, teve ampla repercussão nacional, as pessoas jurídicas elencadas pela autora descumpriram a obrigação de não fazer que lhes fora cominada, praticando atos que obstaram a circulação normal de veículos nas estradas federais e estaduais. Com tal postura, além de atentarem gravemente contra a autoridade do Poder Judiciário, causaram sensíveis transtornos à população, privada, inclusive, do abastecimento de produtos essenciais à subsistência e à saúde”, complementou.

O ministro destacou que as multas servem para “dar concretude e efetividade” às decisões. Ele destacou que “não é lícito” que as empresas se recusem a cumprir as obrigações.

“Vale a pena enfatizar que a sanção pecuniária, nestes casos, surge como importante instrumento de coerção colocado à disposição do magistrado para dar concretude e efetividade à tutela jurisdicional, seja provisória, seja definitiva. Em outras palavras, não é lícito à parte simplesmente recusar-se ao cumprimento de obrigação de fazer ou de não fazer, materializada em título executivo judicial. Isto consagraria desprestígio ao Poder Judiciário”, concluiu Moraes.

Polícia Militar garante policiamento ostensivo mesmo com paralisações

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia, Vit. da Conquista | Data: 30 maio 2018

Tags:, ,

Da Redação

 

Veículos que levavam ração para aves são incendiados em estrada na Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 30 maio 2018

Tags:, ,

ipitanga.com.br

Dois caminhões carregados com ração para aves de abate foram incendiados no início da manhã desta terça-feira (29), na BR-101, trecho que corresponde à cidade de Muritiba, para onde a maioria do material seria levado. Prejuízo estimado é de R$ 700 mil. Carga alimentaria 50 mil frangos que têm a alimentação racionalizada em 80%, desde que começou a paralisação de caminhoneiros. Ninguém ficou ferido.

Conforme a polícia, homens encapuzados renderam e tiraram os motoristas dos veículos e colocaram fogo nos caminhões. Os suspeitos não foram identificados.

Parte da ração seria destinada a uma propriedade do município de Conceição da Feira, que fica a cerca de 20 km de Muritiba.

Segundo informações da Associação Baiana de Avicultura (ABA), com a falta da ração, os animais podem morrer ainda na quarta-feira (30). Com a informação do G1.

Governo, setores produtivos e autoridades policiais discutem crise de abastecimento

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 30 maio 2018

Tags:, , ,

da Redação
Reprodução/Secom

Governo continua trabalhando para amenizar os impactos da crise

O prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão, voltou a se reunir nesta terça-feira (29) com o Comitê de Gerenciamento de Crise instituído para articular os diversos setores do governo e oferecer respostas imediatas à crise decorrente da paralisação dos caminhoneiros. O movimento vem causando prejuízos de diversas ordens em todo o Brasil, principalmente o desabastecimento de combustíveis e de alimentos. No último sábado (26), o prefeito decretou Estado de Emergência no Município.

As duas reuniões ocorridas nesta terça-feira tiveram como objetivo articular os setores produtivos locais e as autoridades policiais diretamente envolvidas na crise – Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e Corpo de Bombeiros – e encontrar soluções conjuntas para problemas que vem afetando a cadeia produtiva do agronegócio e do Centro Industrial dos Imborés, que praticamente paralisou a produção por falta de insumos e impossibilidade de escoamento da produção.

Durante os encontros, no Salão Nobre do Gabinete Civil, lideranças do Movimento PRÓ-CONQUISTAS  expuseram os problemas enfrentados pelos produtores locais e solicitaram apoio do governo e das autoridades policiais. Segundo os empresários, já é possível contabilizar prejuízos financeiros de grande monta, o que torna urgente a adoção de medidas para minimizar as perdas.

“Temos nos concentrado diariamente no assunto. Todo o governo está envolvido e buscando minorar os impactos desta paralisação que vem afetando a vida de todos os brasileiros. Vitória da Conquista se antecipou, entendeu o tamanho do problema e vem se articulando com todos os órgãos, estaduais e federais, para minimizar o impacto sobre a população e sobre os setores produtivos. Estamos todos harmonizados e aguardamos que as coisas retornem à normalidade o quanto antes”, afirmou o prefeito Herzem Gusmão.

Temer congela o diesel por 60 dias e cede a exigências de caminhoneiros

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 27 maio 2018

Tags:, , ,

da Redação
Reprodução do Diário do Poder

O presidente, ao lado do ministro da Fazenda, tomou a decisão de ceder às exigências dos caminhoneiros. (Foto: Alan Santos)

O presidente Michel Temer cedeu e decidiu congelar por 60 dias a redução do preço do diesel na bomba em R$ 0,46 por litro. A proposta foi anunciada há instantes pelo chefe do governo em pronunciamento em rede nacional de rádio e TV, após um dia inteiro de negociações no Palácio do Planalto. Essa medida, segundo o presidente, equivale a zerar as alíquotas da Cide e do PIS/Cofins. Em vários pontos do País, o pronunciamento foi recebido por panelaço.

Os representantes dos caminhoneiros autônomos não aceitaram o congelamento do diesel por apenas 30 dias, como havia sido inicialmente proposto. O governo federal concordou ainda em eliminar a cobrança do pedágio dos eixos suspensos dos caminhões em todo o País, além de estabelecer um valor mínimo para o frete rodoviário. …Leia na íntegra

Prefeitura cria Gabinete de Crise diante da greve que afeta a vida na cidade

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 27 maio 2018

Tags:, , ,

da Redação

O prefeito Herzem Gusmão (MDB), vem promovendo reuniões importantes com secretários e representantes da PRF – Polícia Rodoviária Federal e PM – Polícia Militar tomando providências para reduzir o impacto da greve dos caminhoneiros que afeta a vida de toda população que vive na cidade de Vitória da Conquista.

O Diário Oficial da PMVC publicou neste sábado, 26 de maio o Decreto 18. 659, que  Declara situação de emergência no Município de Vitória da Conquista e cria o Comitê de Gerenciamento de Crise no Gabinete Civil – GAC.

Confira a composição do Gabinete de Crise:

I –Herzem Gusmão Pereira, Prefeito Municipal, a quem caberá a coordenação do
colegiado;
II – Marcos Antônio de Miranda Ferreira, Chefe de Gabinete Civil;
III – Geanne de Cássia Oliveira Nascimento, Secretária Municipal de Governo;
IV – Carlos Murilo Pimentel Mármore, Procurador Geral do Município;
V – Gildásio Oliveira de Carvalho, Secretário Municipal da Finanças e Execução
Orçamentária;
VI – Luciane Macário Silva, Secretária Municipal de Comunicação;
VII – Ubaldino Damasceno Figueiredo, Coordenador Municipal de Defesa Civil.

§ 1º O Comitê deverá propor e adotar todas as medidas preventivas ou reparadoras,
administrativas e judiciais, visando à manutenção dos serviços públicos essenciais à
população da Cidade de Vitória da Conquista.

 

 

Efeitos da greve dos caminhoneiros em Vitória da Conquista e no Estado

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 25 maio 2018

Tags:, , ,

da Redação
Fonte: TB
Foto: Portal Cultura

  • 90% dos postos já não tinham mais gasolina
  • Faltaram produtos em mercados e farmácias. Preços dispararam
  • 80% da produção de leite na Bahia está perdida nas fazendas
  • Desabastecimentos na Ceasa foi de quase 90%. Hortigranjeiros sumiram (Salvador)
  • Greve afetou até abastecimento de oxigênio em hospitais baiano

Trégua

O Governo Federal Governo e representantes de caminhoneiros chegaram a um acordo e a paralisação foi suspensa por 15 dias. Em troca, a Petrobras mantém a redução de 10% no valor do diesel nas refinarias por 30 dias enquanto o governo costura formas de reduzir os preços.

Divisão

O movimento está dividido. A decisão de suspender a paralisação não é unânime. Das 11 entidades do setor de transporte,  a  Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), que representa 700 mil caminhoneiros, recusou a proposta. O presidente da associação, José Fonseca Lopes, deixou a reunião no meio da tarde e disse que continuará parado.

 

 

Greve dos caminhoneiros poderá afetar coleta de lixo em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 23 maio 2018

Tags:, , ,

da Redação
Foto: Secom

A frota de caminhões da Torre, empresa responsável pela coleta de lixo em Vitória da Conquista, poderá ser afetada com a falta do óleo diesel na cidade em quase todos os postos.

Segundo informações, a empresa só dispõe do combustível para os seus caminhões até sexta-feira (25). A Prefeitura vem contando com vários secretários que estão de plantão trabalhando para amenizar os efeitos do bloqueio nas estradas.

Marcos Ferreira (Gabinete Civil) e Gildásio Oliveira (Fazenda) comandaram ações durante a noite desta quarta-feira (23). A Prefeitura poderá comprar, com dispensa de licitação, combustíveis em qualquer fornecedor. Se necessário, a Prefeitura poderá  solicitar com exclusividade, que um posto fique a disposição dos veículos que trabalham com serviços essenciais, a exemplo das das ambulâncias e os caminhões da coleta de lixo.

Urgente: Justiça determina uso da polícia contra caminhoneiros

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 23 maio 2018

Tags:, ,

Por Claudio Dantas (O Antagonista)

O juiz Marcelo Rebello Pinheiro, da 16a Vara da Justiça no DF, autorizou o uso de força policial para desobstruir as rodovias BR070, BR040, BR050, BR060, BR080 e BR251.

Pinheiro acolheu pedido da União, que alertou para o bloqueio das vias pelo movimento grevista dos caminhoneiros.

“Os bloqueios estão impedindo o trânsito de veículos na pista, promovendo a retenção do tráfego, especialmente na BR-070, que interliga os estados de Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal e representa importante via de escoamento da produção nacional.”

Vitória da Conquista

da Redação (BRG)

Com esta medida a Justiça deverá atuar em todo Estado da Bahia. A Prefeitura promoverá encontro com várias entidades para traçar uma estratégia para amenizar os efeitos da greve dos caminhoneiros.

O secretário Marcos Ferreira (Gabinete Civil) fez contato com a presidente da CDl, Sheila Andrade e convidará o Movimento Pró-Conquistas que tem como presidente, Itamar Figueiredo.

Não está descartado que o MPF e o MPE possam atuar em defesa do direito de ir e vir. A greve já coloca vidas preciosas em risco de morte.

A expectativa é que entidades que representam a sociedade possam provocar o Ministério Público. Nesta quinta-feira (24) a Prefeitura manifestará posição à cerca da crise provocada com o desabastecimento na cidade.

 

Correios: devido à greve de funcionários serviços serão afetados; saiba como não se prejudicar

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 13 mar 2018

Tags:, ,


Da Redação

Com a greve dos funcionários, alguns serviços oferecidos nos correios poderão ser afetados como: entrega de contas de água, luz, telefone, recebimento e postagem de encomendas, devem ser entregues com prováveis atrasos.

O Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), organizou uma série de orientações, para que os usuários e aqueles que dependem desse serviço não sejam prejudicados e saibam  como proceder durante esse período de greve.

No caso de um ou mais boletos não chegarem a tempo, a sugestão é fazer contato com a empresa antes do vencimento para solicitar formas alternativas de pagamento, como envio da fatura por e-mail ou segunda via, sem custo adicional. Também é possível negociar uma prorrogação no vencimento da conta.

Em ambos os casos, o consumidor evita a cobrança de juros e multas, a negativação do nome nos serviços de proteção ao crédito ou até o cancelamento de um serviço em decorrência do atraso no pagamento.

A greve dos Correios não desobriga o pagamento de nenhuma conta, mas se após o contato com a empresa, outras formas de pagamentos não forem oferecidas, o consumidor poderá questionar eventuais juros e multa cobrados. Para isso, ele deve procurar diretamente o Procon do seu município ou mesmo a Justiça.

O Idec recomenda que aqueles que preferem se precaver em relação ao pagamento de contas, devem optar por formas de pagamento que não envolvam o serviço dos Correios, como o envio do boleto por e-mail ou mesmo débito em conta bancária.

 

Correios: funcionários entram em greve a partir desta segunda-feira (12)

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 12 mar 2018

Tags:,


Da Redação

Servidores dos Correios entrarão em greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira (12). De acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), os trabalhadores são contra mudanças no plano de saúde da empresa, que preveem o pagamento das mensalidades pelos funcionários e a retirada de dependentes dos contratos.

As atividades serão paralisadas  no mesmo dia em que o Tribunal Superior do Trabalho (TST) começa julgamento referente ao plano de saúde, depois de trabalhadores e empresa terem, sem sucesso, tentado chegar a um acordo sobre a questão.

Entre as demandas solicitadas pela categoria também estão a contratação de novos funcionários por meio de concurso público, a segurança nos Correios e o fim dos planos de demissão.

Funcionários da Viação Vitória paralisam as atividades e anunciam greve

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 23 jan 2018

Tags:, ,

Da Redação

 

O Sindicato dos Rodoviários de Vitória Conquista, por meio de sua página na internet anunciou nesta terça (23) a paralisação das atividades por tempo indeterminado. Os funcionários da empresa Viação Vitória iniciaram a greve por volta das 10:30h de hoje(23)

Nota oficial emitida pelo sindicato

“O Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Vitória da Conquista (Sintravc) confirma aos veículos de comunicação em todos os segmentos, bem como aos usuários do transporte coletivo urbano, que nesta terça-feira (23/01/2018), os funcionários da VIAÇÃO VITÓRIA LTDA iniciarão greve a partir das 10h30, horário no qual os ônibus estarão sendo recolhidos do Terminal Rodoviário Urbano, na Avenida Lauro de Freitas, para a garagem da empresa.

O movimento de greve tem início após a Viação Vitória não cumprir os prazos determinados para o pagamento do salário referente ao mês de dezembro de 2017. O Sintravc apoiará logística e juridicamente a decisão dos trabalhadores e reafirma seu compromisso com a categoria, bem como a manutenção e cumprimento de seus direitos”

Tribunal Superior do Trabalho declara a greve dos correios abusiva, mas a greve continua

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 29 set 2017

Tags:,

Por Dilson Gusmão

 

Esteve presente nesta manhã, 29 de setembro, na câmara de vereadores de Vitória da Conquista, um grupo de funcionários dos correios em estado de greve e aguardando uma decisão junto aos colegas dos correios do Rio de Janeiro. Uma assembléia foi marcada para segunda feira no centro do RJ, onde os funcionários irão decidir se voltam ou não ao trabalho.

Conforme informativo do sindicato, a categoria reconhece os avanços alcançados em relação às negociações com a ECT, mas o principal motivo da greve, é por ela (ECT) aceitar o reajuste do 13% salário somente a partir de 1º de janeiro, mas os trabalhadores querem o reajuste do aumento retroativo para a data base que é 1º de agosto.

Para Ronaldo Martins presidente do Sintect-RJ, a greve é uma alerta.

— Queremos que nosso reajuste seja retroativo à data base, que é em agosto. Se não for assim, teremos perda no salário — destaca Ronaldo Martins.

Caso o consumidor venha a pagar juros por falta do recebimento do boleto na data prevista, bem como recebimento de encomendas atrasadas, como exemplo de sedex, pode solicitar o ressarcimento ou abatimento do valor se houver atraso na entrega, sendo feita a reclamação a um órgão de defesa ao consumidor como o Procon. O consumidor pode exigir, em Juizado Especial Cível, indenização para ressarcimento de eventual prejuízo moral ou financeiro.

Para o sindicato dos trabalhadores dos correios do RJ. Sintect, 30% da categoria aderiu à paralisação, o que já causa demora na entrega de correspondências e encomendas.

Indicativo de greve é aprovado por professores da UESB

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação, Vit. da Conquista | Data: 19 jul 2017

Tags:, , ,

Por Thaís Oliveira (Ascom/Adusb)

Em protesto contra o descaso do governo Rui Costa (PT), professoras e professores da UESB aprovaram, na manhã dessa terça-feira (18), indicativo de greve. A pauta de reivindicações do movimento docente foi protocolada em dezembro do ano passado e o Estado tem protelado as negociações.

A categoria avalia que apesar das publicações das promoções e progressões da sexta-feira (14) e sábado (15), o governo precisa negociar com o Fórum das ADs os demais pontos de reivindicação, especialmente os que atendem todos docentes, inclusive os aposentados, como a pauta salarial. Vale lembrar também que a retroatividade financeira devida não foi assegurada às promoções e progressões veiculadas na semana passada no Diário Oficial.

O presidente da Adusb, Sérgio Barroso, ressalta a necessidade da mobilização da categoria. “A publicação das promoções e progressões é um avanço importante, mas o que foi publicado contempla menos da metade da demanda. Além disso, não podemos esquecer que as pautas salarial e orçamentária são também importantes. É preciso fortalecer a luta para pressionar o governo a atender toda nossa pauta”, afirma o presidente.

Há dois anos, o Estado não faz a reposição inflacionária do funcionalismo público, o que resulta numa perda salarial de quase 20%. Significa dizer que professoras e professores deixam de receber por ano o valor equivalente a dois meses de salário, aproximadamente. Ainda no âmbito dos direitos trabalhistas, o movimento docente luta pela concessão de todas as promoções, progressões, mudanças de regime de trabalho, recomposição salarial de 30,5% e retorno da licença sabática, retirada de forma autoritária pelo governo em 2015.

Além disso, não tem sido destinado orçamento suficiente para as atividades de ensino, pesquisa e extensão das Universidades Estaduais. Pagamento de fornecedores, recursos para manutenção de projetos de pesquisa e extensão, por exemplo, estão prejudicados. Nos últimos dois anos, 36 professores (entre efetivos e substitutos) deixaram de ser contratados na UESB. Portanto, 110 disciplinas não foram oferecidas para prejuízo dos cerca de 10.000 estudantes da Instituição.

Professoras e professores da UESB continuarão mobilizados pelos direitos trabalhistas e em defesa das Universidades Estaduais. As assembleias docentes da UEFS, UESC e UNEB pautarão o indicativo de greve nos próximos dias.

Conheça a pauta de reivindicações

– Aumento do repasse orçamentário Estado às Universidades Estaduais Baianas para 7% da Receita Líquida de Impostos (RLI);

– Pagamento do reajuste linear integral dos servidores públicos, em uma única parcela, dos anos 2015 e 2016, com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA);

– Reajuste de 11% no salário base dos docentes para garantir a política de recuperação salarial;

– Cumprimento dos direitos trabalhistas (promoção, progressão, mudança de regime de trabalho, insalubridade e retorno da licença sabática);

– Ampliação e desvinculação das vagas/classe do quadro docente.

Servidores da Justiça suspendem greve em juizados e voltam ao trabalho

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 06 jul 2017

Tags:,

Da Redação

Os trabalhadores do Judiciário baiano suspenderam a greve na noite dessa quarta (5). Com a decisão, o expediente nas unidades judiciárias de todo o Estado voltou ao normal nesta quinta (6).

A greve terminou depois de 16 dias. os servidores aceitaram a proposta feita pela presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), desembargadora Maria do Socorro Santiago, que teria de comprometido a implantar o pagamento da correção da tabela do Plano de Cargos e Salários (PCS) no mês de outubro e a encaminhar para a comissão de reforma o projeto elaborado pelo sindicato que estabelece uma remuneração mínima para os servidores.

Universidades estaduais podem entrar em greve

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 05 jul 2017

Tags:, , ,

Da Redação

O Fórum das Associações de Docentes (ADs) das Universidades Estaduais Baianas encaminhou avaliação de indicativo de greve para a próxima rodada de assembleias da categoria. Frente à intransigência do governador Rui Costa, os professores afirmam que é necessário intensificar o enfrentamento em defesa da carreira docente e das Universidades Estaduais Baianas.

Para a categoria, só a greve e a luta irão garantir os direitos da classe docente. “A situação é dramática e o governo assume a postura de simplesmente ignorá-la. Pela tradição do Movimento Docente, a resposta será a radicalidade e o enfrentamento. Os representantes do Fórum das ADs apontam para o próximo período a preparação da greve e rodadas de assembleias que pautem o indicativo de greve na primeira quinzena do mês de julho”, afirma nota publicada no site da Associação dos Docentes da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Adusb).

Conforme os professores, “a situação nas Universidades Estaduais Baianas é de crise em todas as esferas e categorias. Além dos ataques aos direitos trabalhistas docentes, uma crise orçamentária atinge as universidades estaduais, custeadas com apenas 5% da Receita Líquida de Impostos (R.L.I.), valor insuficiente para a manutenção e o custeio das Instituições. Os estudantes também passam por problemas, devido a uma política precária de assistência e permanência estudantil”.

Servidores da Justiça entram em greve e param juizados na Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 19 jun 2017

Tags:, ,

Da Redação


Os trabalhadores do Judiciário entraram em greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira (19). De acordo com o Sindicato dos Servidores dos Serviços Auxiliares do Poder Judiciário do Estado da Bahia (Sintaj), a paralisação afeta os juizados especiais, os juizados da Infância e Juventude e as secretarias do Tribunal em todo o estado.

Durante a greve, apenas 30% do efetivo está em atividade nas unidades judiciárias, que vão priorizar a expedição de liminares de urgência, como casos de saúde e religamento de água e luz.

Os servidores reivindicam o pagamento do reajuste linear, da Vantagem Pessoal de Eficiência (VPE) para os servidores que ainda não a recebem, além dos passivos devidos pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). Os trabalhadores também querem regulamentação das férias e tratamento isonômico entre todos os membros do tribunal.

Possível acordo Prefeitura e sindicatos evitará corte de salários

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 19 jun 2017

Tags:, , ,

da Redação

A Prefeitura decide hoje e deverá anunciar a proposta dos sindicatos (Simmp, Sindacs e Sinserv). Assim como os professores terão que trabalhar aos sábados – na reposição de aulas para alcançar os 200 dias letivos exigidos pelo MEC, as demais categorias, a exemplo do servidor ligado ao atendimento a saúde, terá que trabalhar aos sábados para repor os dias não trabalhados durante a greve que durou mais de 20 dias.

STF

O STF – Supremo Tribunal Federal decidiu que os dias parados por greve de servidor devem ser descontados, exceto se houver acordo de compensação (Recurso Extraordinário (RE) 693456 com repercussão geral reconhecida.

Durante a greve os setores mais atingidos foram as escolas municipais do ensino fundamental e os postos de saúde. O calendário já elaborado e aprovado pela Prefeitura e o Simmp será submetido a aprovação do Conselho Municipal de Educação nesta terça-feira (20).

A Secretaria de Saúde, caso seja aprovada o acordo de compensação, deverá colocar os posto de saúde em funcionamento aos sábados em horário a ser definido. Um relatório de presença do servidor será apresentado a Secretaria de Administração para evitar que os cortes sejam efetivados futuramente.