Manifestações: Presidente da OAB de Conquista diz que é preciso ‘repensar o modelo político do país’

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Manifesto Popular, Vit. da Conquista | Data: 03 jul 2013

Tags:, , ,

Por Rodrigo Ferraz

gutemberg macedoAs manifestações que acontecem em todo o país também repercutem em Vitória da Conquista. A cidade também participou de um ato, que contou com a presença de cerca de 7 mil pessoas, percorrendo as principais ruas da capital do Sudoeste.

A nossa reportagem está realizando uma série de entrevistas com representantes de entidades e sindicatos de Conquista para que possam opinar sobre o assunto.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), subseção de Conquista, Gutemberg Macedo, revelou que é preciso ‘repensar o modelo político’ do país.

“Desde a primeira manifestação divulgamos uma nota pública apoiando o protesto, que não tem vínculo partidário. Espero que em Conquista as pessoas não aproveitem a situação e vistam a camisa de algum partido. É tempo de repensar as práticas políticas e parar de vender um modelo de educação e saúde que não existe. Trata-se de um momento ímpar, sem líderes e representantes, que surgiu das redes sociais. A sociedade disse basta”.

‘Lamento mais uma vez a ausência do prefeito em um tema tão importante. Falo como cidadão’, diz presidente da OAB de Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia, Vit. da Conquista | Data: 07 jun 2013

Tags:, , ,

da Redação

DSC_0205Compondo a mesa de honra da audiência pública para cobrar a licitação do novo aeroporto, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), subseção de Vitória da Conquista, Gutemberg Macedo, também lamentou a ausência do prefeito e de toda a sua equipe de governo, além da maioria dos vereadores que compõem a sua base de sustentação.

“Falo não como presidente da OAB, mas como cidadão desta cidade. É lamentável ver o prefeito desta cidade, chefe máximo do município, não comparecer a mais um encontro na ‘Casa da Cidadania’ que debate um tema tão importante e que trará desenvolvimento para Conquista. É necessário parar de olhar no retrovisor e pensar nossa cidade nos próximos 50 anos. A sociedade civil está de parabéns por lotar o plenário e dizer que queremos avanço para nosso município”, disse.

Presidente da OAB diz que Conquista está diante de uma “rebelião anunciada”

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia, Vit. da Conquista | Data: 29 abr 2013

Tags:, , , ,

Ascom/Câmara (VC)

gutoNa audiência pública que debateu medidas para solucionar o problema de superlotação do Presídio Nilton Gonçalves, o presidente da subseção local da OAB, Gutemberg Macedo, afirmou que o tema não pode ser mais objeto de reuniões já que é necessária uma intervenção imediata do Estado no sentido de impedir “uma crônica rebelião anunciada”. Segundo ele, embora a competência da matéria seja do governo estadual, isso não suprime a responsabilidade do governo municipal com a questão da da segurança pública. “A Prefeitura não pode ser omissa na busca de soluções para a questão prisional”. …Leia na íntegra

“Esquerda” hipócrita e antidemocrática

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 22 fev 2013

Tags:, , ,

Por Gutemberg Macêdo Junior – Advogado

gutoAssisto estupefato militantes desta falsa esquerda brasileira, destes defensores da “gloriosa” revolução cubana, impedir um ato legítimo de exposição de um documentário e agredir fisicamente uma pessoa cuja ideologia é divergente do regime ditatorial dos Castros e que já perdura há aproximadamente

60 anos na ilha. Que “esquerda” é essa, que treme ante um simples evento de uma mulher cuja arma de combate à ideologia dominante em seu país é apenas a PALAVRA? E que para combate-la em sua justa posição política (concordem ou não com ela), achincalham sua honra num país e num Estado que a recebe como visitante.

Recentemente critiquei aqui no FB (Facebook) um pastor homofóbico pelo conteúdo de uma entrevista dada em rede nacional, em que comparou homossexuais a bandidos. Mas o fiz como crítica, respeitando o direito dele manifestar-se, jamais o agrediria fisicamente ou levaria um bando raivoso à sua igreja para vaia-lo. Tampouco aplaudiria qualquer pessoa que assim agisse ou que o agredisse fisicamente pelas idéias que ele defende.

yoani5

Sei de relatos acerca das dificuldades que o povo cubano experimenta: prostituição feminina e masculina, mercado paralelo, racionamento de alimentos, de energia, supressão à liberdade de opinião, prisão de dissidentes políticos, perseguição a artistas, intelectuais e homossexuais etc. Bom que se diga, testemunho que me foi dado por um médico amigo, militante do PT, que lá esteve num Congresso de Infectologia e que se relacionou afetivamente com uma pessoa cubana.

…Leia na íntegra