Sessão Especial busca solução para crise no Hospital Esaú Matos

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 20 fev 2015

Tags:, ,

da Redação
PARTO

Na manhã desta 6ª feira (20), Às 8h30, em Sessão Especial na Câmara de Vereadores, a crise do Hospital Esaú Matos será debatida. Foram convidados prefeito, secretária de saúde, presidente da Fundação de Saúde para que possa apresentar as razões da baixa qualidade de atendimento as gestantes.

Segundo informações o Ministério Público, OAB, SINDMED, CREMEB e ABM irão participar dos debates que serão travados na manhã de hoje.

A Câmara de Vereadores, através da Comissão de Saúde formada por 3 edis, apresentará um relatório com coleta de informações dos últimos acontecimentos.

Câmara de Vereadores na Resenha Geral

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 17 fev 2015

Tags:, ,

da Redação

Foto: Câmara VC

Hospital BBNo programa Resenha Geral desta 5ª feira (19), membros da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista irão utilizar espaço para destacar e convidar a cidade a participar da Sessão Especial da próxima 6ª feira (20), para tratar da crise que se instalou no Hospital Esaú Matos. A solicitação foi encaminhada a produção do programa pelas assessoria de comunicação da Casa.

Foram convidados para compor a mesa durante a Sessão Especial o Prefeito Municipal Guilherme Menezes, a secretária municipal de Saúde, Márcia Viviane Araújo, o administrador da Fundação de Saúde de Vitória da Conquista, Edilberto Amorim, o gerente do Núcleo de Defesa da Criança e do Adolescente, Michel Farias Alencar, a coordenadora do Ministério Público, Guiomar Miranda e a coordenadora do Conselho Tutelar, Cristina Fagundes.

O CREMEB, SINDMED e ABM também irão participar da Sessão Especial. Em reunião foi elaborado um documento em defesa dos médicos bem como a determinação de cobrar da Câmara de Vereadores e Ministério Público a aplicação dos recursos que são canalizados para o Hospital Esaú Matos e todas as denúncias veiculadas na imprensa.

Semana de apuração no Hospital Esaú Matos

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 16 fev 2015

Tags:, , ,

da redação

Luvas

Aprovada pela Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista, no dia 20 de fevereiro, sexta-feira, acontecerá uma sessão especial para tratar da grave crise do Hospital Esaú Matos. A Prefeitura tentou abortar a sessão utilizando o líder do prefeito, vereador Luciano Gomes (PR), mas não logrou êxito.

Além da inevitável apuração dos vereadores, as entidades médicas locais e estaduais vão pedir ao Ministério Público e Câmara de Vereadores que investiguem a aplicação dos recursos públicos direcionados para o Hospital Municipal Esaú Matos. A decisão de elaborar um documento apontando os problemas e soluções da unidade de saúde foi tomada na noite da última quarta-feira (11) durante uma reunião entre o Sindicato dos Médicos da Bahia (Sindimed), Associação Baiana de Medicina (ABM), Conselho Regional de Medicina da Bahia (CREMEB) e Corpo Médico de obstetras do hospital. O documento foi divulgado no BRG e lido na íntegra no programa Resenha Geral da Rádio Clube FM (95,9).

O péssimo atendimento médico-hospitalar no Esaú Matos repercutiu nacionalmente no Bom Dia Brasil da Rede Globo de TV e no portal G1 da Globo. Na foto uma voluntária que auxiliou um parto realizado na recepção do hospital. “Na hora que a criança estava para nascer com a cabecinha para o lado de fora e eu tentava ajudar, veio uma enfermeira e com a maior brutalidade arrastou a mulher sem sandálias para dentro do Hospital. Depois soubemos a notícia que a criança morreu” disse Geisa Nascimento (Foto). Esse fato já está sendo apurado pela Comissão de Saúde da Câmara Municipal.

Hospital Esaú Matos muda direção

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 14 fev 2015

Tags:, ,

da Redação

Foto: Ascom/PMVC

Esaú

Mergulhado em uma grande crise de eficiência e credibilidade,  o Hospital Esaú Matos passou a contar deste ontem (13), com um nova diretora operacional. A escolha recaiu sobre a médica ginecologista e obstetra Carla Cristiane de Oliveira Pinheiro. Na atualidade é professora do curso de Medicina da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), onde atua como coordenadora da área materno-infantil, e coordenou o Laboratório de Citopatologia do Esaú Matos por 15 anos.

Mantido com recursos municipais, o Esaú Matos vem sendo administrado pela Fundação de Saúde (FSVC), que em pouco tempo conseguiu derrubar o conceito de hospital referência e premiado pelo Ministério da Saúde. Dentre os serviços que são prestados estão o Pronto Socorro Pediátrico, o Pronto Atendimento em Obstetrícia, Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI), o centro cirúrgico, o ambulatório, o Banco de Leite Humano, o Centro Obstétrico, a UTI Semi-Intensiva e o alojamento Família Canguru.

A Fundação conseguiu também arruinar os serviços prestados pelo laboratório central. Muitas pessoas estão com solicitações de exames laboratoriais simples e  aguardando pelo laboratório que perdeu qualidade e capacidade de atender a enorme demanda da região.

Investigação

Está em curso um movimento em defesa da restauração do Hospital Esaú Matos. Dia 20 haverá uma sessão especial na Câmara de Vereadores para tratar da maior crise desde a implantação daquela unidade hospitalar. Além da Câmara Municipal, o Ministério Público, OAB, entidades médicas como Cremeb, ABM e Sindmed poderão investigar as denuncias de prováveis desmandos administrativos no hospital.

Vereadores preparam relatório sobre denúncias do Hospital Esaú Matos

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 12 fev 2015

Tags:, , ,


por Mateus Novais
foto: Ascom Câmara

esau11_Fev_15_52A Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Vitória da Conquista está preparando um relatório sobre o Hospital Municipal Esaú Matos. O relatório será entregue aos demais vereadores para ser apreciado na sessão especial do dia 20 deste mês. Como início destes trabalhos, os integrantes da comissão realizaram uma visita ao Hospital e a gestante do município de Itambé, que deu à luz a um bebê natimorto no último dia 8. Os encontros aconteceram na tarde da quarta-feira (11) passada.

Na unidade de saúde, os parlamentares esclareceram dúvidas sobre os casos ocorridos no último final de semana, além de outros procedimentos e aspectos da administração do hospital. Já o conteúdo da conversa com a gestante de Itambé, Alane dos Santos Silva, bem como com a técnica de enfermagem daquele município que prestou o primeiro atendimento à gestante durante o processo de parto, não foi revelado.

Os vereadores ainda devem ouvir as outras duas mulheres que tiveram seus partos na recepção do hospital. Segundo a Comissão, também não está descartada a realização de outra visita ao Hospital Esaú Matos. Ela também aguarda o envio de um relatório sobre o hospital por parte da Secretaria Municipal de Saúde e da Fundação de Saúde.

Segundo a Assessoria de Comunicação da Câmara, os vereadores Cícero Custódio (PV), Juvêncio Amaral (PV) e Ademir Abreu (PT), que compõem a Comissão de Saúde, “esperam reunir o máximo de dados tanto sobre esses acontecimentos pontuais, como também organizar um relatório mais amplo e detalhado sobre o Esaú”.

Hospital Esaú Matos: não é só a falta de médico plantonista

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 12 fev 2015

Tags:, ,


da Redação

Socorro SAúdeCom frases de efeito o prefeito Guilherme Menezes (PT) tenta desviar o foco da crise de gestão que atravessa o Hospital Esaú Matos – que foi entregue a Fundação de Saúde pela administração municipal.

Na manhã desta 4ª feira (11), além de tentar desviar a atenção da sociedade para com a grave crise que se instalou na Saúde em Vitória da Conquista, com a assinatura da ordem de serviço do Corredor Perimetral, Menezes lançou uma frase para que todos acreditem que o problema se traduz apenas na falta de médico plantonista. “Na semana passada faltou um plantonista e parece que o mundo está caindo sobre nossa cabeça”, declarou Menezes com intuito de desviar o foco do caos administrativo e financeiro naquela instituição.

Na gestão atual, comandada pela Fundação de Saúde, o hospital teve a sua equipe médica formada por obstetras, pediatras e neonatologistas reduzida a um número insuficiente. Está em curso uma operação desmonte do hospital. A nossa reportagem recebeu denúncias apontando supostas irregularidades e que serão entregues ao Ministério Público, OAB e Câmara Municipal para apuração.

A situação é muito grave. Existe um completo descontrole que afetou também o funcionamento do laboratório central. Na sessão especial do dia 20 de fevereiro os vereadores deverão aprofundar as investigações para se chegar a uma conclusão e que o hospital possa ser restaurado.

Prefeito minimiza caos no Esaú Matos: “faltou um plantonista e parece que o mundo está caindo”

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 11 fev 2015

Tags:, , ,


por Mateus Novais

DSC_2832Após a intensa repercussão na imprensa local e nacional sobre o caos no atendimento do Hospital Municipal Esaú Matos, as coisas ficaram tensas dentro da Prefeitura. A grande exposição do Governo Municipal na mídia gerou muito rebuliço e obrigou o sempre comedido prefeito Guilherme Menezes a ir para a linha de frente em defesa da Fundação de Saúde, que administra a unidade de saúde.

Durante a assinatura da ordem de serviço do trecho 1 do Corredor Perimetral, nesta quarta-feira (11), o prefeito minimizou os problemas apontados pela imprensa, inclusive o jornal Bom Dia Brasil, da Rede Globo. “Na semana passada faltou um plantonista e parece que o mundo está caindo sobre nossa cabeça”, declarou Menezes. Ele ainda garantiu que está investindo no Esaú Matos, “apesar das dificuldades orçamentária e financeira”, e aumentou o tom, afirmando que “é muito mais fácil falar o mal dentro de uma capa de sensacionalismo”.

Fracassa convocação do líder do prefeito para debater a crise do Hospital Esaú Matos

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 10 fev 2015

Tags:, ,

da Redação
Foto: Ascom/Câmara VC

Mesa diretora e maioria dos vereadores não comparecem a reunião convocada pelo líder do prefeito Guilherme Menezes

ReuniãoA reunião convocada pelo líder do prefeito na Câmara Municipal, vereador Luciano Gomes (PR), fracassou. Somente 7 vereadores dos 21 atenderam o convite de Gomes. Foram eles: Álvaro Pithon (DEM), Cícero Custódio (PV), Irma Lemos (PTB), Lúcia Rocha (DEM),  Professor Cori (PT) e Ricardo Babão (PSL). Mesmo estando na casa os demais vereadores se negaram a atender a convocação que visa tentar abortar a sessão especial aprovada por unanimidade para o dia 20 de fevereiro para debater a crise que se instalou no Hospital Esaú Matos.

Participaram ainda da reunião que foi esvaziada o diretor-presidente da Fundação de Saúde, padre Edilberto Amorim, a secretária municipal de Saúde, Márcia Viviane, a procuradora geral do município, Luana Andrade dentre outros.

Nenhum membro da mesa diretora sob a presidência do Vereador Gilzete Moreira (PSB) compareceu ao encontro. A primeira ação do líder do prefeito Guilherme Menezes (PT) demonstrou  não possuir poder capaz de anular os avanços dos edis na direção da independência da Casa.

Vereadores não atendem convite do líder do prefeito

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia | Data: 10 fev 2015

Tags:, , ,

da Redação

Luciano_GomesO líder do prefeito, Luciano Gomes (PR), convidou os vereadores para uma reunião com a secretaria de Saúde Márcia Viviane e o presidente da Fundação de Saúde, Edilberto Amorim, que administra o Hospital Esaú Matos.

Os vereadores não atenderam ao convite. Segundo informações, a intenção do encontro é abortar a sessão especial, aprovada por unanimidade na última segunda-feira (9), que será realizada no dia 20 de fevereiro, para tratar da crise que vive aquela unidade hospitalar.

A Câmara de Vereadores, mais uma vez, demonstra que o ano de 2015 marcará a independência do poder legislativo municipal. Fontes ligadas à Câmara informaram que essa tentativa de abortar a reunião está sendo comandada pelo prefeito Guilherme Menezes (PT).

Fundação de Saúde diz que bebê nasceu morto no Hospital Esaú Matos

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 09 fev 2015

Tags:, , , , ,


por Mateus Novais

Hospital EsaúApós as graves denúncia de caos no atendimento pediátrico do Hospital Municipal Esaú Matos, A Fundação Pública de Saúde de Vitória da Conquista, responsável por administrar o Hospital Esaú Matos, emitiu nota afirmando que o bebê que morreu após o parto na unidade de saúde, na verdade teria nascido morto.

“O bebê, apontado nas matérias como tendo falecido no pós-parto, estava natimorto e com sinais de maceração e abaulamento. Ou seja, ele já se encontrava morto há pelo menos um dia, conforme laudo médico. A gestante veio de Itambé, sem regulação, para ser atendida em Vitória da Conquista, no domingo, 8”, diz o comunicado. A informação contraria as informações da família da gestante, de que ela não teria sido atendida no sábado (7) e retornou no domingo, tendo realizado o parto na recepção do Hospital.

A Fundação de Saúde ainda garante que “o atendimento médico obstétrico na noite do último sábado, 7, foi garantido por meio de um profissional plantonista que atendeu os casos de urgência que chegaram até à unidade”. Mesmo assim, a nota deixa uma lacuna quanto ao atendimento no domingo pela manhã. “Obstetras plantonistas também garantiram o atendimento na tarde e na noite de domingo, 8, bem como nesta segunda-feira, 9”.

Por fim, a Fundação declara que “está buscando o preenchimento total das escalas de obstetrícia da unidade, por meio do remanejamento de profissionais da rede”.

Aprovada sessão especial para tratar da crise do Hospital Esaú Matos

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 09 fev 2015

Tags:, ,

da Redação
foto: Mônica Cajaíba

Luvas

Na manhã desta 2ª feira (9), o assunto que predominou na sessão ordinária da Câmara de Vereadores foi a crise que atravessa o Hospital Esaú Matos – que é gerido pela Fundação de Saúde criada pela Prefeitura de Vitória da Conquista.

Os vereadores, por unanimidade aprovaram uma sessão especial, no dia 20 de fevereiro, logo após o Carnaval para tratar da situação. A Câmara de Vereadores convidará a secretária de Saúde do município, OAB e Ministério Público.

O péssimo atendimento médico-hospitalar no Esaú Matos repercutiu na manhã de hoje no Bom Dia Brasil da Rede Globo de TV e no portal G1 da Globo. Na foto uma voluntária que auxiliou um parto realizado na recepção do hospital. “Na  hora que a criança estava para nascer com a cabecinha para o lado de fora e eu tentava  ajudar,  veio uma  enfermeira e com a maior brutalidade arrastou a mulher  sem sandálias para dentro do Hospital. Depois soubemos  a notícia que a  criança morreu” disse  Geisa  Nascimento (Foto).

Vídeo mostra parto na recepção do Hospital Esaú Matos

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 09 fev 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais
vídeo: Tribuna da Conquista

Foi disponibilizado no YouTube o vídeo que mostra o exato momento em que uma mãe dá a luz a uma criança na recepção do Hospital Municipal Esaú Matos. O procedimento é feito em cima do banco da recepção.

No vídeo é possível ouvir os gritos de dor da mãe e a revolta e o alívio dos populares pela criança ter nascido com vida. A notícia chocou a população conquistense e revolta principalmente quem necessita dos serviços do Hospital.

Vale ressaltar que a unidade hospitalar já foi considerada de referência em atendimento de pré-parto, parto, pós-parto e pediatria. Desde que foi criada a Fundação de Saúde de Vitória da Conquista,em 2011, as denúncias de falta de pediatra e espera vem aumentando a cada dia, eclodindo no caos deste mês de fevereiro. Há relatos de três partos na recepção em um mesmo dia e falta de alimentos para paciente e, até, funcionários.

Morte de Bebê no Hospital Esaú Matos repercute no Bom Dia Brasil

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 09 fev 2015

Tags:, , , , , ,

por Mateus Novais
foto: reprodução TV Globo

hospital-esaú-matos

O caos no Hospital Municipal Esaú Matos foi novamente confirmado na manhã do último domingo (08). O nascimento de um bebê na recepção do hospital e a morte de um recém-nascido logo após o parto, ambos sem atendimento pediátrico, reafirmam as graves denúncias realizadas por pacientes e funcionários durante todo este mês de fevereiro.

O jornal Bom Dia Brasil, da Rede Globo, repercutiu na manhã de hoje o fato com uma matéria. As imagens feitas por um celular mostram uma das grávidas, que teve o parto realizado na recepção, e a tristeza dos familiares com a notícia do falecimento do bebê. Nos dois casos a falta de médico foi crucial para o fim das histórias.

CLIQUE AQUI E VEJA O VÍDEO

Segundo a reportagem, outras duas crianças nasceram na recepção no mesmo dia, entre eles, o recém-nascido morto. “Na minha vida, eu nunca vi um tratamento tão terrível, tão horrível quanto foi aqui”, lamentou um das pessoas que acompanhou o fato.

Deu no G1 da Globo – Caos no Hospital Esaú Matos

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 09 fev 2015

Tags:, ,

do G1
Foto: arquivo BRG

Sem obstetra, recém-nascido morre após parto em recepção de hospital.

Caso aconteceu neste domingo (8), em maternidade no sudoeste da Bahia. Gestão diz que atendimentos foram normalizados e morte será apurada.

hospital_esau

Um recém-nascido morreu na manhã deste domingo (8), no Hospital Municipal Esaú Matos, em Vitória da Conquista, região sudoeste da Bahia, depois que a mãe teve a criança em parto realizado na recepção do hospital.

Segundo informações de pacientes, não havia médico obstetra para atendimento especializado neste domingo, o que levou uma outra mulher a ter também o filho no banco da recepção da maternidade. Neste segundo caso, mãe e filho receberam atendimento após o parto feito de maneira inadequada.

Por meio de nota oficial, a Secretaria de Saúde Municipal informou que a unidade ficou sem o profissional para a realização de partos das 8h às 12h, e que a partir do meio-dia deste domingo a situação foi normalizada. Sobre a morte da criança, o gestão diz que as causas serão investigadas.

Hospital Esaú Matos vive mais um dia de caos e tenta barrar repórter da Rádio Clube FM

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 09 fev 2015

Tags:,


da Redação

Policia Esaú

Na manhã deste domingo (8), várias mães parturientes com os seus familiares protestavam por falta de médico obstetra no Hospital Esaú Matos em Vitória da Conquista. Devido o clima de revolta, a direção do hospital convocou a Polícia Militar que utilizou uma viatura e três homens para a segurança naquela unidade hospitalar. No interior do hospital mais 4 seguranças de plantão para conter as reclamações de várias pessoas visivelmente desesperadas com a falte de atendimento médico.

Lucicléia Silva Ferreira informou que a sobrinha procurou o hospital por três dias e o atendimento foi negado. “Passei por todos os hospitais da cidade e não tinha médico. De madrugada ligamos para o Samu e fomos informados que o hospital tinha obstetra, mas os funcionários recomendavam outro hospital” explicou Lucicléia.

Fachada Esaú

A repórter Mônica Cajaiba da Rádio Clube FM (95,9), presenciou uma acompanhante de paciente com uma luva, e ao abordá-la, a mesma informou que Deus tinha dado a ela esta missão de ajudar as parturientes. “Na hora que a criança estava para nascer com a cabecinha para o lado de fora e eu tentava ajudar, veio uma enfermeira – e com a maior grosseria conduziu a mulher para dentro do Hospital”,  disse Geisa Nascimento que tentou fazer o parto. A notícia é que a criança veio a óbito o que seria o primeiro filho de uma jovem de apenas 18 anos.

Relatou ainda Mônica Cajaiba que foi a reportagem mais emocionante de toda a sua vida profissional devido o sofrimento e o desespero de várias famílias. “Impedida de ter acesso a recepção do hospital por 4 seguranças tentei negociar com os mesmo ao justificar que apenas queria falar com alguém para saber o que estava ocorrendo. Pedi auxílio aos policiais para garantir o meu acesso a recepção e fui atendida, mas impedida de filmar ou fotografar o caos que presenciei”, disse Mônica.

Prefeito diz que Dr. Ary colocou cargo à disposição “por discordar de algumas questões”

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 06 fev 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

guilhermeA saída do Dr. Ary Pires da direção técnica do Hospital Municipal Esaú Matos vem causando desconforto ao Governo Municipal. Tanto é que o prefeito Guilherme Menezes, que não costuma responder questionamentos sobre os bastidores da Administração, acabou sendo obrigado a prestar explicações sobre a saída do médico. Segundo o prefeito, Dr. Ary colocou o cargo à disposição “por discordar de algumas questões”.

Sem revelar quais eram essas ‘questões’, Guilherme Menezes declarou: “Com relação a esse competentíssimo médico, que é o Dr. Ary, ele que colocou o cargo à disposição, por discordar de algumas questões, e isso é muito natural na dinâmica de qualquer empresa. Mas, ele colocou o cargo à disposição, a Administração aceitou, mas com todo o respeito. Por todo o passado dele, inclusive na instituição, nós não temos para falar absolutamente nada do Dr. Ary”.

O prefeito também revelou que já está buscando o substituto de Dr. Ary na direção técnica da unidade de saúde. “Outros médicos já estão sendo contatados, recompondo àquela direção técnica, porque a direção do hospital continua”, declarou à repórter Mônica Cajaíba.

Conversas de bastidores afirmam que o médico deixou o Hospital por conflitos com o diretor da Fundação Pública de Saúde de Vitória da Conquista (FSVC), Padre Edilberto Amorim, que administra o Esaú Matos. Recentemente, funcionários do Hospital informaram que existem problemas no fornecimento de alimentação para pacientes e, até, aos trabalhadores da unidade. Denúncias de problemas financeiros também rondam a gestão da Fundação, que não está conseguindo êxito.

Diante da crise no Hospital Esaú Matos a prefeitura responde com propaganda

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 05 fev 2015

Tags:, , ,

da Redação

Médico Esaú BBA Prefeitura de Vitória da Conquista,  diante da grave crise que se instalou no Hospital Esaú Matos,  está respondendo as denúncias de pacientes e queixas de funcionários com propaganda. O site da PMVC mostra uma manchete fantasiosa que o Hospital Municipal Esaú Matos garante bom atendimento a mães e recém-nascidos. Na matéria os serviços são enaltecidos com coleta de depoimentos cuidadosamente selecionados entre  alguma mães que são escolhidas para montagem da peça publicitária. O título de ‘Hospital Amigo da Criança’, concedido pelo Ministério da Saúde, na época do ministro Humberto Costa,  continua servindo de bandeira – mesmo com os problemas surgidos após a privatização daquela unidade hospitalar. O correto seria a imediata municipalização do hospital e em consequência a sua devolução ao município.

Crise

A exoneração do médico Ary Pires (foto) aprofundou a crise. Dr. Ary, como é conhecido, ocupava a função de diretor técnico e é um dos quadros mais respeitados em Vitória da Conquista. O certo é que o Padre Edilberto Amorim continua como presidente da Fundação de Saúde e tem sido um dos principais fomentadores da crise que se instalou.  Muitos pensavam que se tratava de um voluntário a serviço da população carente que necessita do SUS, mas recebe um generoso salários de mais de R$ 10 mil para uma gestão que deixa a desejar.

Foto: Ascom

Dr. Ary Pires é exonerado do Hospital Esaú Matos. O Padre fica!

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 04 fev 2015

Tags:, , ,


da Redação, com participação de Mateus Novais
foto: Secom PMVC

fundacao-esau-matos-3O médico Ary Pires não faz mais parte do corpo clínico do Hospital Municipal Esaú Matos. Dr. Ary, como é conhecido, ocupava a função de diretor técnico e era um dos quadros  mais respeitados dentro e fora das paredes daquela unidade hospitalar. A exoneração ocorre em um momento extremamente conturbado para o Hospital, que está sofrendo fortes críticas. O gestor não pode ser responsabilizado pelas mazelas devido a ingerência do prefeito que tem sido constante.

O Hospital Esaú Matos era reconhecido como referência no tratamento pediátrico, principalmente neonatal. Recentemente  funcionários do Hospital informaram que existem problemas no fornecimento de alimentação para pacientes  e, até, aos trabalhadores da unidade.

Outra grave denúncia diz respeito a problemas financeiros. Fontes ligadas ao Governo Municipal afirmam que a Fundação Pública de Saúde de Vitória da Conquista (FSVC), criada em 2011 e administrada pelo Padre Edilberto Amorim, não está conseguindo êxito na atual gestão.

Essa é mais uma decisão do prefeito Guilherme Menezes (PT) que tem dificuldades de conviver com pessoas independentes e de compromisso com a qualidade dos serviços prestados pelo SUS.  Já o Padre Edilberto permanece com um generoso salário apesar do desastroso comando à frente da Fundação.

 

Mãe narra drama que viveu no Hospital Esaú Matos

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 27 jan 2015

Tags:, ,

da Redação

Foto: Ilustração (Google)Parto

Uma senhora que preferiu não se identificar, procurou a repórter Mônica Cajaiba, para relatar como foi tratada no Hospital Esaú Matos após entrar em trabalho de parto na unidade no mês de novembro. A mãe disse ter feito todo pré – natal e nada de errado foi constatado. A entrevista levada ao ar no programa Resenha Geral desta 2ª feira (26), foi comovente e serve de alerta para a direção do hospital tido como referência em procedimentos de parto.

“Cheguei em trabalho de parto, tiraram a minha dor e no outro dia induziram um parto normal. Levei 30 pontos e a sutura foi feita por uma estagiária. Já tem dois meses e ainda os pontos não cicatrizaram. A ginecologista informou que terei que fazer uma plástica. Após o nascimento, meu bebê foi para a UTI. Até hoje não me recuperei. Minha filha nasceu em sofrimento, não chorou e colocou muito sangue pelo nariz e boca. Está fazendo uma série de exames para saber se terá alguma sequela e toda vez que me lembro o que passei me dar vontade de chorar”, disse.

Segundo a parturiente, não lhe foi dado o direito de acompanhante como previsto na lei. Ela espera que outras mulheres não passem pelo que ela passou. “Vi mulheres sofrendo, presenciei uma tentativa de parto normal onde o bebê nascia pelo pezinho, depois de muito sofrimento outro corte foi feito para uma cesariana. Partos que seriam cesarianas eles tentam o procedimento via normal com muito sofrimento”. Concluiu.

A repórter da Rádio Clube FM, ao tentar ouvir alguém do hospital, sempre é orientada a procurar a Ascom da prefeitura para dificultar o acesso a informação.

Caos no Hospital Esaú Matos

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 26 jan 2015

Tags:, ,

da Redação

PAdre BBNa semana passada, no programa Resenha Geral da Rádio Clube FM (95,9), a repórter Mônica Cajaiba,  recebeu familiares de pacientes com informações,  dando conta da má gestão  no Hospital Esaú Matos.

A repórter buscou a direção do hospital, mas foi orientada a procurar a Ascom da Prefeitura para agendar entrevista. Ocorre que os problemas como falta de alimentação para funcionários e pacientes são da competência do diretor-geral da Fundação Pública de Saúde (FSVC), Padre Edilberto Amorim (Foto), que sabendo das denúncias se mantém em silêncio como se nada estivesse ocorrendo de anormal. O Prefeito da cidade, responsável direto por entregar o hospital, também se mantem em silêncio. Até agora sequer uma nota foi divulgada.

No ano passado, convocado pela Câmara de Vereadores, o Padre compareceu para prestar esclarecimentos, em especial, sobre a suspensão de marcação de exames e coleta de material nas Unidades de Saúde e na Fundação Esaú Matos. A gestão do Padre é desastrosa e compromete a qualidade dos serviços prestados no Esaú Matos.

A Fundação é responsável por administrar o Hospital Municipal Esaú Matos e o Laboratório Central do Município, de acordo a Lei Municipal nº 1.785/2011, aprovada pela Câmara de Vereadores. As recentes denúncias mostram que a situação se agravou.