Governo vai reduzir a zero imposto de importação de quase 5 mil produtos

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 19 ago 2017

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Yahoo Finanças / CDL / Conteúdo

Segundo o governo, a redução tem o propósito de gerar empregos e incentivar investimentos no Brasil

O governo brasileiro vai reduzir a zero o imposto de importação de quase 5 mil produtos vindos de outros países. Ao todo, serão 4.903 itens, incluindo equipamentos industriais e máquinas, que não são fabricados no país.

A decisão foi publicada no Diário Oficial da União nesta quinta-feira, 17, e, segundo o governo, tem o propósito de gerar empregos e incentivar investimentos no Brasil.

“É de extrema importância reduzir o custo do investimento produtivo no Brasil para gerar mais emergis e estimular a retomada da economia”, explica Marcos Pereira, ministro de Indústria, Comércio Exterior e Serviços, em entrevista à Folha de São Paulo. A previsão é de que a medida, unida a outras reduções de impostos, ajude a estimular os investimentos, movimentando mais de US$ 3 bilhões.

Temer anuncia importação de feijão para combater alta de preço

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 22 jun 2016

Tags:, ,

Da Redação

FeijaoPor meio de sua conta no Twitter, nesta quarta-feira (22), o  presidente em exercício, Michel Temer, informou medidas de estímulo à importação do feijão, para reduzir o preço. O governo estuda a retirada de impostos e taxas cobrados dos produtos vindos de países como China e México.

A retirada do imposto de importação barateia o produto importado e facilita a chegada dele ao país. A expectativa é que, com mais oferta no mercado, o preço do feijão caia. De acordo com o governo, a desoneração deve durar “no máximo por 90 dias”, prazo em que a crise que gera o encarecimento seja revertida.

A alta é resultado de problemas climáticos, que vêm reduzindo a produção do feijão no Brasil. O aumento de preços atinge o prato típico dos brasileiros, o feijão com arroz, e dificulta principalmente a vida dos consumidores de baixa renda, que, acuados pela recessão e pelo desemprego, cortam a compra de itens supérfluos no supermercado.

De acordo com o IBGE, que mede a variação nas capitais, o preço do feijão subiu 33,49% no ano até maio. No acumulado dos últimos 12 meses até maio, a alta é de 41,62%.

Importação de médicos: ‘O governo é incapaz de resolver o problema da saúde’, diz representante do Cremeb em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Saúde, Sudoeste, Vit. da Conquista | Data: 09 jul 2013

Tags:, , ,

da Redação

medicina_uesb_32Ainda está repercutindo de forma negativa junto a classe médica o fato do Governo Federal importar médicos de outros países para o Brasil.

Em entrevista concedida a repórter Mônica Cajaíba, o representante do Conselho Regional de Medicina da Bahia em Conquista, Luís Cláudio (foto), analisou as medidas anunciadas pela presidente Dilma Rousseff quando a contratação de médicos para atuar na saúde básica em municípios do interior e na periferia de grandes cidades.

O representante do Conselho em Conquista diz que essa iniciativa é uma ‘incapacidade’ do governo.

“O governo tenta solucionar o problema da saúde, que já é crônico, de uma maneira que desrespeita a Lei no nosso país. Por isso a classe médica está nas ruas, cobrando o que deve ser feito e da forma correta”, explica.