Sebrae apresenta diagnóstico da Indicação Geográfica para biscoitos caseiros

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 12 abr 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif

Na próxima segunda-feira, 15, acontece a apresentação do diagnóstico da Indicação Geográfica (IG) de Vitória da Conquista e Condeúba para os biscoitos caseiros produzidos na região. A apresentação vai mostrar o potencial para obtenção do selo de IG do produto típico local. O evento acontece no auditório do Sebrae em Vitória da Conquista, localizado na Rua Coronel Gugé, 221, Centro, a partir das 18h30.

Responsável pelo projeto, o técnico do Sebrae em Vitória da Conquista, Bruno Cruz, explica que a ação vai dar uma referência sobre a real potencialidade dos dois municípios em relação ao selo IG. “Entendemos que a Indicação Geográfica tem um potencial para alavancar novos mercados. O território, sendo trabalhado de maneira estruturada, consegue ser um potencializador de vendas, como acontece com a cachaça de Abaíra ou com o queijo Canastra, da Serra Canastra. Queremos fazer com que o biscoito seja associado a Vitória da Conquista, de uma maneira formalizada através do selo de Indicação Geográfica”, esclarece Bruno.

Projeto Biscoito Caseiro

O Projeto Biscoito Caseiro visa incentivar e fortalecer toda a cadeia produtiva do biscoito caseiro, produto típico de Vitória da Conquista e cidades circunvizinhas, bem como gerar negócios e promover as cidades da microrregião.

…Leia na íntegra

Projeto busca Indicação Geográfica do café do Planalto da Conquista

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Bahia, Brasil, Sudoeste, Vit. da Conquista | Data: 25 set 2013

Tags:, , , ,

Da Redação

Projeto coordenado pelo professor Claudionor Dutra quer registrar o café produzido na região no Instituto Nacional da Propriedade Industrial, valorizando o produto.

Pe_de_CafeUm projeto desenvolvido na Universidade Estadual do Sudoeste e coordenado pelo Engenheiro Agrônomo e professor da instituição Claudionor Dutra está buscando a Identificação Geográfica do café produzido no Planalto da Conquista.

O projeto foi apresentado ontem (24) no auditório da Cooperativa Mista Agropecuária e está em andamento. Empresas como EBDA, ADAB e Sebrae são algumas parceiras da pesquisa. A Identificação Geográfica estabelece qualidades e diferenças para determinados produtos de acordo com a região onde é produzido. O produto portador de uma IG tem identidade própria e é necessário que haja algum componente histórico ou cultural com a região que o diferencie dos demais.

Claudionor-DutraAs lavouras do café produzido no Planalto da Conquista estão localizadas em áreas que passam de 900 metros de altitude, condição essencial para produção de cafés especiais, aprovados por mercados exigentes, como Japão, USA e Europa. A previsão é de que aqui a quatro meses, o projeto seja encaminhado para a avaliação do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. Se a análise for aprovada, o café do Planalto da Conquista será registrado no Instituto Nacional da Propriedade Industrial, fortalecendo o produto produzido na região e aquecendo ainda mais o mercado.