Após despejo, supostos índios cobram da Prefeitura cumprimento de acordo

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 15 abr 2015

Tags:, , , , ,


por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

DSC_00491

Os autointitulados índios da tribo mongoió realizaram um protesto em frente ao prédio da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, nesta quarta-feira (15). Após ser retirado por uma decisão judicial da Serra do Periperi, o grupo cobra uma solução do governo local para a construção de sua aldeia.

Mais de 10 famílias que moravam ao lado do Cristo de Mario Cravo foram retiradas pela Polícia Rodoviária Federal, na nessa terça, cumprindo um mandado de reintegração de posse. “Entraram com uma ação na Justiça às escondidas e não deram o direito da gente se defender. Nós ficamos isolados lá em cima [na Serra do Periperi] sem contato com ninguém, nem com advogado a gente pode falar. A única solução foi sair sem brigar”, afirmou o cacique Curiango.

O grupo indígena afirma que a Administração Municipal descumpriu o acordo para a construção de um espaço para eles, onde seriam comercializados os seus artesanatos. Os supostos índios também afirmam que só poderão ser reconhecidos pela Funai como índios depois da comunidade ser estabelecida em uma terra, o que depende do apoio da Prefeitura. “Mas a Prefeitura não que fazer isso”, contou o cacique.

Logo após o protesto, os supostos índios se reuniram com membros do Governo Municipal. Os detalhes finais da conversa ainda não foram informados.

PRF tenta retirar supostos índios da Serra do Periperi

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 14 abr 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
fotos: Rafael Gusmão

DSC_0821

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou nesta terça-feira (14) o processo de reintegração de posse da Serra do Periperi, ocupadas por um grupo autoproclamados índios. O grupo chegou ao local desde o dia 1º de janeiro, com o interesse de fundar uma reserva indígena no local.

A reintegração de posse cumpre um mandado da Justiça, que deu um parecer favorável a uma ação da Prefeitura Municipal. Um ônibus e ambulância foi disponibilizado pela PRF para atender ao grupo.

DSC_0825

O BLOG DA RESENHA GERAL tentou ter acesso ao local, mas foi orientado pela PRF a não se aproximar, devido a possibilidade de um conflito.

Histórico

O grupo se instalou no alto da Serra, onde está localizado o Cristo de Mario Cravo. Algumas barracas foram montadas. Os supostos índios afirmavam que estava aguardando outros grupos do sul do estado para iniciar a construção da aldeia.

Uma semana após a ocupação, a Prefeitura subiu a Serra do Piripiri, junto com a Polícia Militar e seguranças patrimoniais, para tentar retirar o grupo. Uma conversa preliminar entre representantes da administração municipal e os supostos índios definiu as intenções de ambas as partes para um possível acordo de desocupação do espaço público. O que acabou não ocorrendo.

Ex-secretário repudia ação de falsos índios no sul da Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Sudoeste | Data: 13 fev 2014

Tags:, ,

Eduardo Salles“É um absurdo o que está acontecendo no Sul da Bahia. Produtores que estão há décadas na região continuam tendo suas propriedades invadidas, sofrendo ameaças e sendo assassinados por falsos índios. Medidas drásticas precisam ser tomadas com urgência para preservar a vida e o patrimônio de quem trabalhou a vida toda em suas propriedades. Esses falsos índios têm que ser presos e responsabilizados”. A afirmação é do ex-secretário de agricultura da Bahia, engenheiro agrônomo Eduardo Salles, revoltado com o assassinato de Juraci dos Santos Santana, de 44 anos, ex-líder do Assentamento Ipiranga, na madrugada de terça-feira, em Una.

Salles destacou que a morte de Juraci dos Santos ocorreu poucos dias depois da Força Nacional ter sido retirada da região. Segundo ele, a retirada desse efetivo da região em conflito foi uma irresponsabilidade do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que provocou a morte do agricultor e pode gerar mais violência. Ele denunciou ainda que ataques dos falsos índios estão acontecendo também em Itapetinga, onde várias fazendas já foram invadidas. …Leia na íntegra

Índios são mortos no sul do estado

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Polícia, Política | Data: 09 nov 2013

Tags:, , , ,

por Paulo Anderson Rocha

Na noite desta sexta-feira (8), três índios tupinambás foram mortos em Acuípe, uma comunidade localizada entre os municípios de Ilhéus e Uma, no sul do estado.

De acordo com as informações das lideranças indígenas, os três índios haviam acabado de sair de uma fazenda quando foram cercados por homens armados. As vítimas, de 28, 36, 30 anos receberam vários tiros e morreram no local.

A região vivencia uma disputa de terras. A área disputada entre os indígenas, que ocupam a área originalmente, e os fazendeiros, possui, hoje, cerca de 600 propriedades rurais. São 47 mil hectares de terras localizadas entre Ilhéus, Una e Buararema.

Desde agosto, a Força Nacional de Segurança está na região para conter os conflitos que haviam se intensificado com invasões e protestos.