56 localidades da zona rural de Conquista recebem o trabalho do Programa de Controle de Chagas

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 03 fev 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Secom/PMVC

Em 2018 foi implantado aos serviços prestados pela Secretaria Municipal de Saúde o Programa de Controle de Chagas, que integra as ações desenvolvidas pela Diretoria de Vigilância em Saúde. O trabalho da equipe vem sendo feito na zona rural do município a partir das localidades com histórico de achados do barbeiro, parasito do gênero Trypanosoma cruzi, causador da Doença de Chagas, ou a partir das notificações de pessoas infectadas com a doença.

Ao todo, 56 povoados e 1.769 domicílios da zona rural fazem parte do cronograma de visitas da equipe que realiza a captura dos triatomíneos, borrifação com inseticida e estudo entomológico dos exemplares. “Como o município ainda não havia realizado nenhum trabalho anterior, então não tínhamos esse histórico. Nós buscamos orientações com o Ministério da Saúde junto à Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e identificamos as localidades rurais mais endêmicas para o barbeiro e as espécies encontradas. A região da Gameleira, Baté-Pé, São Joaquim, Braga, Araras, Laranjeiras, a oeste do município, são as localidades com maior captura de barbeiro”, conta Eliezer Silveira, coordenador do Programa.

Desde 2019 os trabalhos de inspeção dos imóveis tem sido intensificado e, até o momento, já foram capturados 63 barbeiros. E a boa notícia é que todos eles deram resultado negativo para a presença do protozoário T.cruzi, o que significa que não há circulação do parasita nos barbeiros.

Ainda de acordo com o coordenador do Programa, foram identificados no município 15 casos de pessoas infectadas com a Doença de Chagas em fase crônica, com histórico de infecção de outra localidade: “Se nós encontramos um barbeiro positivo para o T.Cruzi no domicílio, vamos avaliar aquela família e buscar encontrar pessoas que estejam com a doença em fase aguda. Tanto para o Ministério da Saúde quanto para nós é importante a descoberta de casos agudos da doença, porque isso diz para a gente se está ocorrendo a doença naquela região”.

Além do itinerário já traçado previamente para as inspeções nas localidades rurais, a população também pode entrar em contato com o Programa de Controle de Chagas pelo número (77) 3429-7421, caso tenha alguma denúncia sobre o aparecimento de barbeiros em alguma região do município para que a equipe faça a visita domiciliar.