TRT decidirá em dezembro intrajornada dos rodoviários conquistenses

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 27 nov 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

ônibus

A resolução do conflito entre rodoviários e empresas de ônibus, envolvendo a intrajornada, foi adiada para o dia 10 de dezembro. Durante a reunião no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), na última terça-feira (24), as partes envolvidas fizeram novas exigências para o fracionamento de intervalo.

A prefeitura de Vitória da Conquista solicitou que os intervalos não fossem no terminal de ônibus para evitar tumultos. A Federação dos rodoviários ressaltou que a saúde do trabalhador seja levada em consideração. Enquanto as Empresas Cidade Verde e Viação Vitória, destacaram sobre o fracionamento não gerar despesas, além de adequação do horário das escalas.

O Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista e Região apresentou uma escala favorecendo os pontos questionados, possibilitando as paradas nos bairros, para evitar aglomeração no terminal da Avenida Lauro de Freitas. Resguardando as empresas no que diz respeito a problemas trabalhistas, pois no momento do intervalo os funcionários não ficaram responsáveis pelos ônibus.

Levando em consideração as abordagens apresentadas, os desembargadores do Tribunal Regional do Trabalho darão o parecer no próximo dia 10 de dezembro.

Rodoviários assinam acordo com Viação Vitória e ainda negociam com Cidade Verde

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 18 nov 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

IMG_1528

O Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista e Região (Sintravc) informou que assinou o acordo de intrajornada com a Viação Vitória. A audiência no Tribunal Regional do Trabalho, em Salvador, com a Viação Cidade Verde ainda não teve um desfecho.

Segundo o Sintravc, a reunião dessa terça-feira (17) “foi favorável para a categoria, mesmo não estabelecendo uma decisão final”. Ainda de acordo com o Sindicato, a Prefeitura de Vitoria da Conquista e a empresa Viação Vitória foram notificadas a comparecer na próxima reunião de conciliação, para explicar sobre o fracionamento do intervalo. O encontro está marcado para terça (24), às 14 horas.

Rodoviários rebatem nota da Viação Cidade Verde

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 14 nov 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1528

Logo após a empresa de ônibus Viação Cidade Verde emitir comunicado repudiando a greve de seus funcionários, o Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista (Sintravc) se posicionou. Em nota, o Sintravc afirmou que é “uma entidade que, além de presar pelo bem estar dos rodoviários, não age de modo leviano e sem estar resguardado pela Lei”.

O Sindicato também rebateu a acusação da empresa de que não havia informado os órgãos competentes sobre as paralisações dentro dos prazos estabelecidos pela Justiça. “Todas as nossas paralisações foram previamente informadas aos setores competentes de Vitória da Conquista, conforme a Lei no período de 72 horas de antecedência. Em nossa sede, dispomos de documentos que confirmam os comunicados”, completa o comunicado.

Confira a nota completa:

O Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista e Região – Sintravc, vem, por meio deste, esclarecer mais uma vez a toda a comunidade o que está acontecendo no que diz respeito a situação da Viação Cidade Verde.

Em assembleias realizadas na sede do Sindicato com os funcionários da empresa, com a presença de advogados do nosso setor jurídico, a maioria dos presentes se mostraram de acordo em insistir nas negociações para o fracionamento do intervalo, o que facilita a vida do trabalhador.

Todas as nossas paralisações foram previamente informadas aos setores competentes de Vitória da Conquista, conforme a Lei no período de 72 horas de antecedência. Em nossa sede, dispomos de documentos que confirmam os comunicados.

O Sintravc entende perfeitamente a importância do transporte público para a dinâmica de funcionamento da cidade. Porém, essa ação se faz necessária para melhorar a qualidade de trabalho da nossa categoria, pois quando de acordo com seus direitos, oferecem um trabalho de excelência. Somos uma entidade que, além de presar pelo bem estar dos rodoviários, não age de modo leviano e sem estar resguardado pelo Lei.

Cidade verde diz que proposta de Sindicato é ‘desumana’ com trabalhadores

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 13 nov 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
foto: Rafael Gusmão

DSC_0429

A empresa do transporte coletivo de Vitória da Conquista, Viação Cidade Verde, se manifestou, nesta sexta-feira (13), 24 horas após os seus funcionários deflagrarem uma nova greve. Em nota, a Cidade Verde alega que, ao contrário do que afirma o Sindicato dos Rodoviários, está “está alinhada com as leis trabalhistas, cumprindo o que rege a CLT quanto ao intervalo de descanso de qualquer funcionário”.

O documento ainda ressalta que a intrajornada com mínimo de 1h e máximo de 2h foi uma exigência que partiu do próprio Sindicato. “O presidente do Sindicato defendeu que os motoristas e cobradores não tinham em sua intrajornada o tempo necessário para realizar o repouso, se alimentar e fazer necessidades fisiológicas”, diz trecho da nota.

Por fim, a empresa diz que é contra ao intrajornada de 15 e 30 minutos, proposto pela categoria em reunião recente, “por compreender a lei de forma correta e por achar desumano um intervalo de tão pouco tempo para seus funcionários descansarem, se alimentar e fazer alguma necessidade fisiológica”.

Leia a nota na íntegra: …Leia na íntegra

Rodoviários da Cidade Verde iniciam nova greve

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 12 nov 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1528

Às 12 horas desta quinta-feira (12), os rodoviários da Viação Cidade Verde irão recolher 60% dos veículos para a garagem da empresa. O ato marca o início de uma nova greve do transporte coletivo de Vitória da Conquista.

Segundo o Sindicato dos Rodoviários da cidade (Sintravc), uma liminar concedeu o direito da mobilização da categoria. “A liminar determinou que nós deveríamos circular com o mínimo de 40% nos horários normais e 70% nos horários de picos. Então, vamos recolher 60% dos ônibus da Cidade Verde agora, às 12 horas, e retornaremos com 100%, das 17 horas às 20 horas”, detalhou o presidente do Sindicato, Alvaro Souza, apontando que das 5 horas às 8 horas todos os ônibus da empresa também estarão circulando.

Ainda de acordo com Alvaro, este esquema seguirá pelos próximos dias, até que seja encontrado uma saída para a crise envolvendo a intrajornada dos trabalhadores da empresa. “Estamos cientes dos transtornos que são causados, porém, infelizmente, não temos alternativas. São centenas de trabalhadores que teve, de uma hora pra outra o seu horário de trabalho alterado. Quem tinha outra atividade, está tendo que largar, e quem tem filho, não está sabendo com quem deixar, porque seus horários foram alterados sem consulta prévia da empresa”, argumentou o presidente do Sintravc.

Rodoviários da Cidade Verde podem paralisar novamente nesta quarta (11)

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 10 nov 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1128

Uma nova paralisação pode atrapalhar a vida de quem depende do transporte coletivo em Vitória da Conquista. Após uma mobilização na manhã desta terça-feira (10), o Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista (Sintravc) não descartou uma paralisação para amanhã (11).

“Uma outra paralisação deve ocorrer amanhã, quarta (11) também entre às 05 e 08h”, revelou o diretor da Sintravc Wesley Gomes. Ainda segundo a categoria, a Viação Vitória está de acordo com o intervalo (intrajornada) de uma hora, fracionado, por outro lado a Cidade Verde insiste em manter duas horas de maneira direta.

Na mobilização de hoje, apenas 30% da frota da Cidade Verde circularam em Conquista, entre às 5 horas e 8 horas. Além da paralisação, os sindicalistas não descartam uma greve para os próximos dias.

Rodoviários da Cidade Verde paralisam atividades

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 10 nov 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1128

Vitória da Conquista amanheceu sem parte dos ônibus nas ruas, nesta terça-feira (10). O motivo é a paralisação dos funcionários da Viação Cidade Verde, que reclamam da forma que a empresa realiza a intrajornada.

No dia 28 do último mês, o Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista anunciou que iriam esperar até dia 2 de novembro para decidir se irão entrar em greve. O prazo dado é para que a Prefeitura Municipal apresente um parecer técnico sobre a legalidade de uma intrajornada reduzida e fracionada.

A intrajornada é o intervalo caracterizado por acontecer durante a própria jornada de trabalho, ou seja, entre o início e o término da prestação de serviço para descanso ou alimentação, por exemplo.

Segundo a categoria, a Cidade Verde não está cumprindo o acordo de intrajornada, firmado no Ministério Público do Trabalho. A proposta da Viação Cidade verde é o cumprimento das duas horas de descanso integrais.

Rodoviários dão prazo para Prefeitura apresentar parecer sobre intrajornada

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 28 out 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1528foto: Blog Transitar

O Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista anunciaram que vão esperar até dia 2 de novembro para decidir se irão entrar em greve. O prazo dado é para que a Prefeitura Municipal apresente um parecer técnico sobre a legalidade de uma intrajornada reduzida e fracionada. A proposta da Viação Cidade verde é o cumprimento das duas horas de descanso integrais.

Inicialmente o prazo dado pelos Rodoviários era de 15 dias, no entanto, foi reduzido para 5 dias, contados dessa terça-feira (27). “Vamos buscar o Ministério Público, pela celeridade do relatório de viabilidade do fracionamento”, declarou o presidente do Sindicato, Alvaro Souza, em entrevista ao Blog Transitar. “Após esse documento estar pronto, vai ser questão de pouco tempo acabar com esse intervalo que a empresa implantou, e nenhum trabalhador está satisfeito. Um intervalo tão longo, de duas horas”, completou.

Até o dia 2 de novembro, continua a atual jornada de trabalho implantada pela Cidade Verde. “Estamos certos de que vamos sair com uma solução que atenda as necessidades da empresa, dos trabalhadores, sem prejuízo à população”, concluiu Alvaro, não descartando a possibilidade de uma greve, caso o impasse prossiga.