IPEA foi degradado e aparelhado, critica José Serra

0

Publicado por Editor | Colocado em Política | Data: 06 abr 2014

Tags:, ,

Diário do Poder

SerraFoto: Vanessa Carvalho (Estadão)

O ex-governador de São Paulo e candidato na última eleição para Presidência da República, José Serra (PSDB), fez duras críticas ao governo federal e ao Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) pelos dados errados divulgados na pesquisa sobre a violência contra as mulheres. “É o efeito contágio”, disparou, em mensagem publicada hoje em redes sociais.

O Ipea é ligado à Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência. Na opinião de Serra, o instituto manteve um padrão mínimo de seriedade e competência nas décadas passadas, independentemente dos governos no poder. No entanto, “começou a ser degradado e aparelhado na era petista” acusou o tucano. “Agora, foi contaminado pela síndrome da inépcia total do governo Dilma”, completou. …Leia na íntegra

Quanto machismo! A culpa deve ser das mães

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 27 mar 2014

Tags:, , ,

Por Josias de Souza

Ipea

Negros são as maiores vítimas de homicídios no Brasil

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Polícia, Segurança | Data: 19 nov 2013

Tags:, ,

por Paulo Anderson Rocha

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou nesta terça-feira (19), véspera do Dia Nacional da Consciência Negra, um estudo chamado “Vidas perdidas e racismo no Brasil” , que calcula o impacto de mortes violentas (acidentes automobilísticos, homicídios, suicídios e outras) na expectativa de vida de negros e não negros. Os números são baseados no Sistema de informações sobre Mortalidade (SIM/MS) e no Censo Demográfico do IBGE de 2010.

De acordo com o trabalho, a Bahia está na quinta posição em perda de expectativa de vida para homens negros. Quando se fala de homicídios contra negros, o estado ocupa a sexta posição, com um percentual de 47,3 para cada cem mil pessoas; para os não negros, o índice é de 11,3 para cem mil.

O estado de Alagoas é o que detém o maior percentual de assassinatos contra negros no país, com 80,5 para cada cem mil. No país, a taxa de homicídios de negros é, em média, de 36 mortes por 100 mil, para os não negros essa taxa é de 15,2. Em resumo, para cada homicídio de não negro, são assassinados 2,4 negros.

Clicando aqui, você confere a taxa de homicídios para negros e não negros por unidade da federação. Para conhecer o estudo na íntegra, basta acessá-lo por este link.