Laboratório Central recebe equipamento que facilita diagnóstico da tuberculose

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 15 fev 2018

Tags:, , ,

da Redação
Fonte: Ascom/Prefeitura (Conteúdo)

Com o novo aparelho, testes que antes demoravam até dois dias podem ser feitos em cerca de três horas

O Laboratório Central da Fundação de Saúde de  Vitória da Conquista acaba de receber um aparelho que diagnostica a tuberculose mais rapidamente, através de um exame de biologia molecular. Com o novo aparelho, testes que antes demoravam até dois dias podem ser feitos em cerca de três horas. Agora, coordenadores da vigilância epidemiológica dos municípios e dos hospitais de Conquista participam de uma capacitação para que entendam a logística de fluxo do equipamento. Ou seja, para que aprendam a inserir informações de forma padronizada e para que possam interpretar adequadamente as informações coletadas.

No ano de 2017, 72 casos de tuberculose foram notificados em Vitória da Conquista. De acordo com a enfermeira Simone Galvão, quanto mais eficiente o diagnóstico, menor as chances de disseminação da doença: “Quanto mais rápido o paciente começa o tratamento, menor o número de pessoas contaminadas. Geralmente, recebíamos o resultado após um ou dois dias. Até entrarmos em contato com o paciente, ele poderia contaminar outras pessoas’’, destaca.

Coordenadores da vigilância epidemiológica participam de uma capacitação para que entendam a logística de fluxo do equipamento

A farmacêutica bioquímica Fabrícia Almeida explica que o equipamento foi obtido através de uma parceria do Ministério de Saúde com os laboratórios centrais: “O Ministério da Saúde já havia concretizado com outros municípios e agora nos ofereceu também. Já passamos pela fase de testes da nova metodologia e agora estamos capacitando os profissionais envolvidos no controle da tuberculose”.

O diretor-geral da Fundação de Saúde de Vitória da Conquista, Felipe Bittencourt, explica que a nova metodologia ajuda também a reduzir os custos da medicação. “Ela auxilia a identificar a doença de forma mais rápida, evitando o desperdício de remédios. Com o diagnóstico correto em mãos, podemos escolher o antibiótico adequado para tratar a doença desde o início. É muito mais seguro e eficiente para o paciente’’, explicou.

Além disso, algumas cidades da região Sudoeste, como Itapetinga, também serão contempladas com o serviço: “O exame não será ofertado apenas para o município de Vitória da Conquista. Queremos garantir que os 31 municípios abrangidos pela Fundação de Saúde possam usufruir da nova metodologia’’, afirma Mauro Teles, coordenador do Laboratório Central.

Laboratório Central amplia atendimento para 30 municípios

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 07 fev 2018

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Ascom/Prefeitura (Conteúdo)

O laboratório municipal realiza mais de 130 tipos de exames

No último ano, o Laboratório Central Municipal (Lacem) aumentou exponencialmente o seu alcance de atendimento. Desde 2014, o Laboratório é pactuado para atender 18 municípios da região sudoeste da Bahia. Mas, na prática, apenas três municípios enviavam exames laboratoriais para análise na instituição. Agora, exames dos 18 municípios pactuados são enviados para análise aqui, em Vitória da Conquista.

Além disso, o Lacem expandiu a sua oferta de serviços para outra região, que compreende a cidade de Itapetinga e mais 11 municípios. Agora, são 31 Prefeituras Municipais que integram a rede conveniada ao serviço. Com esse crescimento, o Laboratório tem atendido aproximadamente 600 pessoas todos os dias. Os números impressionam: por mês, são mais de 90 mil exames. Há meses, inclusive, que esse número chega a 100 mil.

“O Laboratório Central se responsabiliza por todo o apoio e suporte técnico operacional no processo de logística, envio de material e realização de exames laboratoriais para esses municípios. Também há capacitações, eventos e treinamentos aos profissionais para fortalecer e padronizar os procedimentos da rede”, explica o coordenador do órgão, Mauro Teles.

O Lacem disponibiliza mais de 130 tipos de exames à população, de básicos a complexos. São procedimentos nas áreas de hematologia, bioquímica, biologia molecular, imunologia, hormônios, marcadores tumoriais, bacteriologia, parasitologia e urinálise.

O Laboratório Central, regido pela Fundação Pública de Saúde, apresenta gestão compartilhada. Assim, se responsabiliza por todos os exames da atenção básica de Vitória da Conquista, bem como pelos exames de saúde pública de todos os municípios da região de saúde de Conquista e da região de saúde de Itapetinga.

Vitória da Conquista: Laboratório Central suspende atendimentos nesta sexta (30)

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 28 out 2015

Tags:, ,

Da Redação

laboratorio-central-51Devido à transferência do feriado do Dia do Servidor desta quarta (28) para a próxima sexta (30), as atividades do Laboratório Central do Município serão suspensas neste dia, retornando normalmente na terça-feira, 3 de novembro. Assim, os pacientes que têm atendimento agendado para esse dia precisarão retornar no próximo dia últil para fazer o exame.

De acordo com a nota divulgada pela prefeitura de Vitória da Conquista, os pacientes terão o prazo de 30 dias para realizar o atendimento. Em caso de dúvidas, os usários do serviço podem entrar em contato pelo telefone (77) 3420-6203.

Laboratório Central está apto a realizar exame rápido de Meningite

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 24 set 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais

SC2_2416

Cerca de 30 profissionais do Laboratório Central Municipal (Lacem) participaram de um curso de capacitação sobre o exame de líquido cefalorraquiano (Liquor ou LCR). A atividade foi ministrada, nos dias 20 e 21, pelo farmacêutico bioquímico, especialista em Onco-Hematologia pelo Hospital Albert Einstein (SP), Dr. João Batista Neto.

Utilizado para o diagnóstico de doenças neurológicas agudas, como as meningites, e crônicas, como a esclerose múltipla, Mal de Alzheimer, Síndrome de Guillain-Barré, o exame de Liquor, feito de forma rápida (de no máximo duas horas) e precisa, é determinante para o tratamento dessas doenças. “Com esta nova tecnologia, hoje o Lacem terá todo know-how para o diagnóstico rápido para patologias como as meningites e também para neuropatias crônicas, o que possibilitará uma melhor resposta do paciente ao tratamento sugerido pelo médico”, explicou Dr. João Batista Neto.

Entre os diagnósticos alvos da tecnologia discutida na capacitação do exame liquor, no Lacem, estão doenças crônicas, como neurocisticercose, neuroesquistossomose e neurosífilis.

Falta de técnicos provoca enorme fila de espera no Laboratório Central

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 16 jun 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais
fotos: WhatsApp BRG

IMG_0603

Uma enorme fila se formou no início da manhã desta terça-feira (16) em frente ao maior laboratório de saúde pública do interior da Bahia, o Laboratório Central de Vitória da Conquista. Segundo os pacientes, o atendimento, que deveria começar às 7h, atrasou por mais de uma hora por falta de técnicos.

A reclamação principal se deu por aqueles que chegaram ao locam em jejum, devido a exigência do procedimento. Outros reclamavam que o material da coleta perderia o prazo de validades. Foi relatado também, que alguns pacientes abandonaram o material da coleta e voltaram para casa sem realizar o procedimento.

IMG_0602

Ainda segundo os pacientes, funcionários informaram que problemas no sistema do Laboratório e a falta de técnicos causaram a espera de mais de uma hora.

No Laboratório Central, são realizados mais de 105 tipos de exames. Em 2014, a média foi de 47 mil exames por mês. Ou seja, mais de 1.500 exames por dia. O atendimento ao público começa às 7h e se estende até às 18h, mas as coletas são encerradas às 9h30.

Laboratório Central perde eficiência em Vitória da Conquista e reduz atendimento

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 12 dez 2014

Tags:, ,

da Redação

Laboratório CentralNa propaganda, o Laboratório Central é o maior do interior e um dos mais modernos do Estado da Bahia. Não existe nada igual em termos de atendimento pelo SUS- Sistema único de Saúde. A propaganda petista e incomparável.

Foi implantado com divulgação pela Prefeitura de Vitória da Conquista que iria oferecer mais de 90 tipos de exames para a população dispondo de equipamentos automatizados para realização de exames de hematologia, bioquímica, imunologia, hormônios, marcadores tumorais, bacteriologia, parasitologia e urinálise.

Os exames seriam obtidos de forma rápida, simples e seguros através da internet para facilitar a população local e de outros municípios. Cerca de 90% dos exames seriam disponibilizados na internet até às 17h do dia em que seriam realizados. Os equipamentos foram anunciados como sendo os mais modernos com tecnologia avançada e blá,blá,bla.

Na realidade o laboratório não vem funcionando como devia. Muitos pacientes não conseguem marcar nas Unidades de Saúde da Família os seus exames. Segundo informações que carecem confirmação, o problema é que a Prefeitura não vem repassando os recursos o que afetou o desempenho do laboratório.

Nós colocamos a disposição da Secretaria de Saúde ou da Fundação de Saúde o BRG para qualquer esclarecimento que acharem necessário sobre a ineficiência de serviços tão importante para a saúde da população regional.

Laboratório Central está com novo número de telefone

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 08 out 2014

Tags:,

laboratorio-central-9-600x397O número de telefone do Laboratório Central Municipal mudou. Agora, as pessoas que precisarem entrar em contato com o serviço devem ligar para o número (77) 3420-6263.

O Laboratório Central, localizado na Avenida Macaúbas, nº 100, bairro Kadija, oferece mais de 90 tipos de exames para a população e dispõe de equipamentos automatizados para realização de exames de hematologia, bioquímica, imunologia, hormônios, marcadores tumorais, bacteriologia, parasitologia e urinálise. Informações Ascom PMVC.

Laboratório Central: Fundação e Secretaria afinam discurso e dizem que não reduzirá exame

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 10 set 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais

fundacao_esau_matos

A secretaria de Saúde de Vitória da Conquista, Márcia Viviane, e o diretor-geral da Fundação Pública de Saúde de Vitória da Conquista (FSVC), padre Edilberto Amorim, estiveram na sessão da Câmara de Vereadores, desta quarta-feira (10), para tentar esclarecer os motivos da suspensão de marcação de exames e coleta de material nas Unidades de Saúde e na FSVC. Segundo os órgãos não há tentativa de reduzir número de exame.

sessao10_set_14_1Para o padre Edilberto Amorim o Laboratório Central tentou aumentar o controle dos exames. Segundo ele, em 2013 foram realizados 699.259 exames, e somente no primeiro semestre de 2014 já foram realizados 388.916.  “Aproximadamente 30% dos exames realizados ficam lá e as pessoas não vão buscar. Muitas vezes as pessoas pensam que fazer exame de mês em mês faz bem para as saúde. O que fizemos foi organizar o procedimento, queremos economizar o dinheiro público, o dinheiro dos contribuintes. Temos 330 mil habitantes em Conquista, mas temos mais de 700 mil cadastrados no SUS como moradores do município, e isso não é correto. O laboratório central não quis suspender atendimento, e sim organizar por meio da regulação. Em breve vamos sim atender em todos os postos de Vitória da Conquista, mas antes estamos organizando.”

Já a secretaria de Saúde, disse que não há redução ou limitação do atendimento à população. “Nosso objetivo é regular e qualificar a saúde prestada à população, todos os exames de laboratório continuam sendo realizados por meio da regulação, pois precisamos garantir que os recursos destinados à Vitória da Conquista sejam utilizados pelos munícipes”.

Vereador denuncia mudanças no Laboratório Central e diz que Fundação de Saúde fere direitos trabalhistas

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 21 ago 2014

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

fundacao_esau_matosO Líder da Oposição, o vereador Arlindo Rebouças (PROS), apresentou graves denúncias relacionadas a administração da Fundação de Saúde de Vitória da Conquista (FSVC), que comanda o Hospital Esaú Matos e o Laboratório Central. Segundo os documentos apresentados pelo vereador, a FSVC alterou o sistema de marcação de coleta de exames e o sistema de contratação de funcionários, prejudicando a população e ferindo direitos trabalhistas.

Rebouças apresentou um ofício encaminhado pelo coordenador do Laboratório à Coordenação de Atenção Básica do Município, no dia 5 de agosto, informando que a partir do dia 18 de agosto não mais serão marcados exames no laboratório da instituição e nem disponibilizadas coletas nos centros de saúde. A partir da data, segundo o ofício, as requisições devem ser encaminhadas à Central de Marcação de Exames e, só a partir de então, os pacientes deverão se dirigir ao Laboratório Central.

A mudança se dá, ainda segundo o ofício, em decorrência dos processos de adequação para cumprimento de quota de exames determinada mediante contrato entre a FSVC e a Secretaria Municipal de Saúde. …Leia na íntegra