Aécio se torna réu no STF em caso sobre delação da JBS

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 17 abr 2018

Tags:, ,

terra
Os ministros da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram nesta terça-feira aceitar a denúncia oferecida pela Procuradoria-Geral da República e transformaram em réu o senador e ex-presidente do PSDB Aécio Neves (MG) por corrupção passiva e obstrução de Justiça a partir da delação feita por empresários do grupo J&F, que controla a JBS.
A decisão significa uma vitória para a delação da J&F, principal base da acusação e que foi bastante criticada por ter inicialmente ter dado imunidade penal aos executivos do grupo empresarial.

Relator do caso, o ministro Marco Aurélio Mello afirmou que os indícios são de que o senador atuou para receber R$ 2 milhões de propina do grupo J&F. Ele citou o fato de ter ocorrido uma ação controlada que conseguiu apreender todo o montante.

Além de Marco Aurélio, concordaram em receber a denúncia integralmente os ministros Luiz Fux, Rosa Weber e Luís Roberto Barroso. O ministro Alexandre de Moraes divergiu em um dos crimes, o de obstrução de Justiça, concordando apenas em tornar o tucano réu por corrupção.

Com diferenças no fundamento dos votos, a maioria dos ministros seguiu o voto do relator Marco Aurélio Mello pelos dois crimes: Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux.

O ministro Alexandre de Moraes votou para aceitar a denúncia por corrupção, mas rejeitou pelo crime de obstrução de Justiça. Nesse último delito, ele ficou vencido sozinho.

A Primeira Turma também aceitou a denúncia, pelos mesmos crimes, em relação a outras três pessoas ligadas a Aécio: Andréa Neves, irmã do senador; Frederico Pacheco, primo dele, e Mendherson Souza Lima, assessor do senador Zezé Perrela (MDB-MG).

Aécio foi gravado em uma conversa com o empresário Joesley Batista, um dos donos da J&F, em que trata do repasse de 2 milhões de reais de Joesley para ele.

O tucano afirma que os recursos se referiam a um empréstimo pedido por Aécio para pagar honorários de advogados e que foi alvo de uma armação montada por Joesley com objetivo de obter benefícios no acordo de delação premiada que firmou com procuradores.

Prefeitura de Curitiba pede que Justiça transfira Lula da sede da PF

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 13 abr 2018

Tags:, ,

terra

     Apoiadores do ex-presidente Lula dormem em barracas nas proximidades da Polícia Federal em Curitiba Foto: Mariana Franco Ramos / Especial para Terra

A Procuradoria-Geral da Prefeitura de Curitiba solicitou nessa sexta-feira (13) à Justiça Federal do Paraná (JFPR) a transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) da sede da Polícia Federal (PF) em Curitiba para um outro local, não sugerido. A assessoria de imprensa da JFPR confirmou o recebimento do pedido, mas informou que não há um prazo certo para que a análise ocorra.

No despacho, a procuradora-geral do município, Vanessa Volpi Bellegard Palácios, argumenta que a manutenção do petista na Superintendência da PF, localizada no Santa Cândida, um bairro residencial, vem gerando transtornos a moradores, a funcionários da corporação, ao trânsito e ao comércio. Ela alega que a administração concedeu um espaço no Parque Aruba, próximo dali, entretanto, foi ignorada pelos envolvidos.

Desde que o helicóptero trazendo Lula chegou ao local, no último sábado (7), militantes, sindicalistas e membros de movimentos sociais favoráveis ao ex-presidente se concentram na região, numa espécie de vigília. Como um interdito concedido pela Justiça Estadual impede a passagem de veículos e pessoas não autorizadas, o acampamento “Lula Livre” foi montado a algumas quadras. Conforme a Polícia Militar (PM), em torno de 400 pessoas estavam alojadas nessa sexta-feira (13).

A coordenação do movimento, contudo, diz que todos os dias novas caravanas de apoiadores são recepcionadas e que a intenção é permanecer até a liberação de Lula.  Em frente ao cordão de isolamento, os participantes realizam uma série de atividades políticas e culturais, que começam pela manhã e se encerram por volta das 20 horas. O local também tem recebido visitas de artistas, intelectuais, juristas, governadores, parlamentares e outras lideranças da esquerda.

 

 

 

Edson Fachin assume como novo relator da Lava Jato no lugar de Teori Zavascki

0

Publicado por Editor | Colocado em Política | Data: 02 fev 2017

Tags:, , , ,

Da Redação

O ministro Edson Fachin foi o nome definido por sorteio eletrônico, feito nesta quinta-feira (2), para assumir a vaga de relator da Operação Lava Jato, após a queda do avião que causou a morte do ministro Teori Zavascki, e antigo relator, no dia 19 de janeiro.

Os ministros da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) participaram do sorteio, a exemplo de Celso de Mello, Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski. O ministro Fachin não fazia parte dessa Turma, mas foi transferido antes do sorteio. A Segunda Turma do STF é responsável por examinar inquéritos e recursos referentes ao esquema de corrupção na Petrobrás.

Até o momento, 40 inquéritos e aproximadamente 100 delações premiadas estão em execução no STF. Em sua função, Fachin tem o poder de arquivar um pedido de inquérito, encerrar investigações e avaliar até que ponto a vida de um investigado poderá ser invadida.

Governo teme nova ‘onda’ de manifestações no país

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 04 dez 2016

Tags:, ,

Vera Rosa / Tânia Monteiro / Agência Estado 

Grupos que lideraram atos pró-impeachment convocam para este domingo protestos; Planalto receia virar alvo, avaliação é de que Congresso ajudou a aumentar tensão política

Foto: Kevin David/A7 Press/Estadão Conteúdo
Foto: Kevin David/A7 Press/Estadão Conteúdo

 

As manifestações de rua previstas para este domingo (4), em todo o país, preocupam o Palácio do Planalto. O receio é de que os protestos sirvam para puxar uma perigosa onda de mobilização pela saída do presidente Michel Temer (PMDB), como aconteceu com Dilma Rousseff (PT), deposta em agosto por um processo de impeachment. Na avaliação do governo, o Congresso contribuiu, nos últimos dias, para aumentar a tensão política, ao aprovar um pacote que desfigurou as medidas contra a corrupção.

Sem conseguir reduzir sua impopularidade e sofrendo um revés atrás do outro na economia, Temer procura escapar de eventos em locais abertos desde que assumiu o cargo, há seis meses, mas ontem, após ser criticado, compareceu ao velório de jogadores da Chapecoense e jornalistas na Arena Condá, em Santa Catarina. A “voz das ruas” também foi a justificativa usada pelo presidente, há uma semana, ao anunciar que jamais sancionaria uma proposta de anistia a caixa 2, caso a iniciativa fosse aprovada pela Câmara. Foi surpreendido, porém, com críticas de tucanos, para quem a fala expôs a fragilidade do governo. …Leia na íntegra

Procuradores da Lava Jato dizem que renunciarão se medida for sancionada

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Justiça | Data: 30 nov 2016

Tags:, , ,

Folha

img_1633

Procuradores da Operação Lava Jato afirmaram nesta quarta-feira (30) que podem renunciar coletivamente caso a proposta de abuso de autoridade entre em vigor.

A medida foi inserida no texto das dez medidas contra a corrupção pela Câmara na madrugada desta quarta (30).

“A nossa proposta é renunciar coletivamente [à Lava Jato] caso essa proposta seja sancionada pelo presidente”, afirmou Carlos Fernando dos Santos Lima, procurador da República e um dos coordenadores da força-tarefa, durante entrevista coletiva.

A ideia dos procuradores é abandonar a força-tarefa da Lava Jato e voltar às suas atividades habituais. Nesse caso, caberia à PGR (Procuradoria-Geral da República), que instaurou a força-tarefa, designar outros procuradores para a função ou decidir se encerraria a equipe.

“Muito mais valerá a pena fazer um parecer previdenciário do que se arriscar a investigar poderosos”, disse Lima. …Leia na íntegra

PF afirma que Marcelo Odebrecht usava codinomes para citar Lula

0

Publicado por Editor | Colocado em Justiça | Data: 25 out 2016

Tags:, , ,

Agência Brasil

(FILE) Former Brazilian President (2003-2010) Luiz Inacio Lula Da Silva listens to a speech during a ceremony on October 25, 2011 at the Palace of Mining in Mexico City. Former Brazilian president Lula da Silva was diagnosed with larinx cancer, a hospital where the ex-leader is hospitalized said on October 29, 2011. AFP PHOTO/Yuri CORTEZ

A Polícia Federal suspeita que o empresário Marcelo Odebrecht, preso na Operação Lava Jato, usava os codinomes “amigo”, amigo de meu pai” e “amigo de EO [Emílio Odebrecht, pai de Marcelo]” para se referir ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A afirmação está no relatório de indiciamento do ex-ministro Antônio Palocci, enviado hoje (24) ao juiz federal Sérgio Moro. De acordo com os investigadores, os codinomes eram usados por Odebrecht em conversas com terceiros. A Odebrecht informou que não vai se manifestar sobre o caso.

Em um dos trechos do documento, a PF diz que a investigação das planilhas apreendidas revelou “que os pagamentos no total de R$ 8 milhões foram debitados do saldo da conta-corrente da propina que correspondia ao agente identificado pelo codinome de “amigo”.

A PF diz no relatório que há “respaldo probatório e coerência investigativa em se considerar que o termo “amigo” faz referência à Lula. …Leia na íntegra

Mantega é preso em São Paulo em nova fase da Lava Jato

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 22 set 2016

Tags:, , ,

Bahia Notícias

imagem_noticia_5O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega foi preso temporariamente em São Paulo na nova fase da Operação Lava Jato, deflagrada na manhã desta quinta-feira (22). A prisão temporária é válida por cinco dias, renovável pelo mesmo prazo.

Inicialmente, a PF tentou cumprir mandado de busca e apreensão na casa do ex-ministro, mas não o encontrou. Mantega estava no Hospital Albert Einstein, onde acompanhava a esposa, que passava por uma cirurgia – seu filho menor de idade estava sozinho e não poderia acompanhar o procedimento.

Mantega foi ministro dos governos dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. As equipes então decidiram se dirigir à unidade médica. Esta é a 34ª etapa da operação, batizada de Arquivo X. São 33 mandados de busca e apreensão, 8 prisão temporária e 8 de condução coercitiva em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Bahia e no Distrito Federal.

Lula diz que é ‘cidadão indignado com as coisas que estão acontecendo neste País’

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Brasil | Data: 15 set 2016

Tags:, ,

Estadão

650x375_lula_1667649
O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva disse, em pronunciamento nesta quinta-feira, 15, sobre as denúncias apresentadas contra ele pelo Ministério Público na Lava Jato, que estava fazendo uma declaração como “um cidadão indignado com as coisas que aconteceram e estão acontecendo neste País”.

Antes de começar sua defesa, o Lula fez uma ironia, dizendo que não faria um show de pirotecnia como a força-tarefa da Lava Jato na quarta-feira, 14. “Não quero me comportar como um ex-presidente da República, como um cara perseguido, como se estivesse reivindicando algum favor.”

Ele agradeceu os advogados pela defesa “competente e espetacular” que estão fazendo e disse que não tinha levado sua esposa, Marisa Letícia, também denunciada pela Lava Jato, porque ela tinha ficado em casa “almoçando com os filhos”. “Neste País penso que não há alguém com a vida pública mais fiscalizada do que a minha, desde os tempos em que era membro do sindicato, nas assembleias, nas greves, quando Murillo Macedo (ex-ministro do Trabalho) resolveu investigar as greves do nosso sindicato.”

O ex-presidente da República falou ainda sobre o passado na vida sindical e alegou de que era um espaço muito limitado para a sua atuação, pois queria olhar mais para a cidade, para o País, por isso decidiu criar um partido político. “Tenho orgulho de ter criado o mais importante partido de esquerda da América Latina.” No pronunciamento, o petista disse que renovação e alternância de poder faz muito bem à democracia.

Lula comandou esquema de corrupção na Petrobras, diz Lava Jato

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 14 set 2016

Tags:, ,

Folha de S. Paulo

img_8211

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi denunciado na tarde desta quarta-feira (14) pela força-tarefa da Lava Jato sob acusação de comandar o esquema de corrupção na Petrobras e atuar, junto com a empreiteira OAS, no desvio de ao menos R$ 87,6 milhões da estatal.

“Sem o poder de decisão de Lula, esse esquema seria impossível […] Lula era o maestro dessa grande orquestra concatenada para saquear os cofres públicos”, declarou o procurador da República Deltan Dallagnol, durante coletiva de imprensa.

Na denúncia, o petista é acusado de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro, que teria sido feita em parceria com Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS. A acusação pede à Justiça que Lula devolva esses R$ 87,6 milhões, que teriam sido desviado de contratos da empreiteira com a Petrobras e revertidos em propinas.

O próprio ex-presidente da República teria, segundo a denúncia, recebido R$ 3,7 milhões em vantagens indevidas da empresa.

Parte do valor, segundo os procuradores, está relacionada ao caso do tríplex em Guarujá, no litoral de São Paulo: R$1,1 milhão teriam sido usados para comprar o apartamento, mais R$ 926 mil para reformá-lo e R$ 350 mil para instalar equipamentos de cozinha na unidade. A OAS ainda teria pago R$ 1,3 milhão para armazenar bens de Lula depois que deixou a Presidência. …Leia na íntegra

Lula, Delcídio e mais cinco se tornam réus na Lava Jato

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 29 jul 2016

Tags:, , ,

A Tarde

650x375_lula_1654882A Justiça Federal aceitou nesta sexta-feira, 29, denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal no Distrito Federal (MPF-DF) contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-senador Delcídio do Amaral, e mais cinco acusados pelo crime de obstrução das investigações da Operação Lava Jato.

Com a decisão, Lula e Delcídio passam à condição de réus na ação penal, além do ex-controlador do Banco BTG André Esteves, Diogo Ferreira, ex-chefe de gabinete de Delcídio; o empresário José Carlos Bumlai e o filho dele, Maurício Bumlai, e o advogado Edson Ribeiro.

Todos os envolvidos são acusados de tentar impedir o ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró de assinar acordo de delação premiada com a força-tarefa de investigadores da Operação Lava Jato.

Na semana passada, o MPF reiterou a denúncia contra os acusados, que já haviam sido denunciados ao Supremo Tribunal Federal (STF), pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

No entanto, no dia 24 de junho, o ministro Teori Zavascki remeteu o processo para a Justiça Federal em Brasília, por entender que a suposta tentativa de embaraçar as investigações ocorreu na capital federal. Além disso, com a cassação do mandato de  Delcídio do Amaral, nenhum dos envolvidos permaneceu com foro privilegiado na Corte.

Em Conquista, coordenador da Lava Jato fala sobre corrupção e retaliações

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Justiça | Data: 14 jul 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
foto: Rafael Gusmão

DSC_0319Coordenador do grupo de trabalho que atua nos processos da Lava Jato, envolvendo políticos, o procurador federal Douglas Fisher esteve em Vitória da Conquista nesta quinta-feira (14) participando de um seminário sobre o combate à corrupção. Antes do evento, realizado pela OAB Conquista, Fisher concedeu entrevista exclusiva ao BLOG DA RESENHA GERAL e falou do tema do seminário, além dos desafios enfrentados pela operação.

O representante do Ministério Público Federal (MPF) diz achar natural a “retaliação” sofrida pela Lava Jato, principalmente a partir do momento que as investigações avançam sobre aqueles que têm funções políticas no Congresso Nacional. “Isso acaba repercutindo e acaba acontecendo retaliações, como a criação de alguns projetos de leis que tentam impedir a melhor forma de fazer as averiguações. Mas nós estamos tranquilos que, com a vigilância da sociedade e com o trabalho que vem sendo feito, isso não vai acontecer e nós vamos continuar trabalhando de uma forma séria e firme, independentemente das pessoas que estão envolvidas. Porque a nossa missão é a investigação, apuração e responsabilização dos fatos, independente de quem os praticou. Nós vamos tentar demonstrar é que a lei é para todos”, garante Douglas Fisher.

O promotor também destacou outras operações, como a ‘Burla’ e a ‘Mato Cerrado’, que ocorreram recentemente na região de Vitória da Conquista, para demonstrar que o MPF não atua apenas na ‘Lava Jato’. “Essa é a tônica do Ministério Público Federal, conduzida pelo procurador geral [Rodrigo Janot], mas espalhada por todo o território, sobretudo em parceria com os demais órgãos de investigação, como a Polícia Federal e Controladoria Geral da União”.

DSC_0320

Por fim, o representante do MPF destacou a importância da conscientização da sociedade contra as práticas de corrupção, que, segundo ele, começa no dia a dia, rechaçando práticas comuns de sempre levar algum tipo de vantagem. Nesse sentido, Douglas Fisher, avalia a Lava Jato como um bom exemplo para a mudança de comportamento do brasileiro.

“Nós acreditamos que havendo uma persecução mais efetiva tende a diminuir, sim, esse tipo de criminalidade, gerando, consequentemente, uma visão que nós podemos encaminhar para um país com menos corrupção. Mas é um plexo de várias coisas que precisam ser feitas, não apenas na atividade do Ministério Público e dos demais órgãos, mas, também, da sociedade em si. O cidadão tem que ver que ele não pode mais compactuar com esse tipo de criminalidade e começar a exigir dos parlamentares uma mudança de postura”, analisa o procurador federal.

Evento

O evento foi promovido pela subseção da Ordem dos Advogados do Brasil de Vitória da Conquista e ainda contou com as palestras do advogado da União, Waldir Santos, e do juiz federal João Batista de Castro Junior.

Para o presidente da OAB Conquista, Ubirajara Ávila, com o seminário, a entidade visa contribuir para o projeto de um país limpo. “A OAB tenta cumprir o seu papel democrático ao trazer para Conquista a discussão de um tema dessa envergadura, que contribui com a propagação de técnicas específicas de combate à corrupção. Nós temos certeza que, cada um fazendo o seu papel,  vamos conseguir exterminar esse germe que impregna tono o nosso país”, afirmou.

Coordenador da Lava Jato debate combate a corrupção em Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Justiça | Data: 13 jul 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

IMG_1458

O procurador Douglas Fisher, coordenar o grupo de trabalho que atua nos processos da Lava Jato envolvendo políticos, estará em Vitória da Conquista nesta quinta-feira (14). Dr. Fisher participará Seminário Combate à Corrupção, promovido pela OAB Conquista.

Douglas Fisher participou da negociação das delações mais explosivas da operação, como a do ex-senador Delcídio do Amaral e a do ex-presidente da Andrade Gutierrez Otávio Marques Azevedo. A indicação do procurador para coordenar o grupo da Lava Jato partiu do Procurador-Geral da República Rodrigo Janot.

Considerado um especialista na área, ele tem dado palestras pelo país defendendo o novo instrumento de produção de provas, explicando passo a passo como são costurados os acordos, e esvaziando o argumento dos críticos da delação.

As inscrições, gratuitas para Advogados da Subseção de Vitória da Conquista, para o seminário estão sendo realizadas através do email: atendimentooabvca@gmail.com. No e-mail deverá conter o nome completo do Advogado e o número da inscrição na Ordem. As vagas são limitadas à capacidade do local.

Lava Jato recebe apoio do povo brasileiro que pede Sergio Moro no STF

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 03 jul 2016

Tags:, , , ,

da Redação

Foto: ABR

Polícia Federal prende o ex-ministro Paulo Bernardo

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 23 jun 2016

Tags:, , ,

Veja (online) 

Foto: Arquivo Veja

VejaUm mandado de busca e apreensão também está sendo cumprido na casa da senadora Gleisi Hoffmann. Ação faz parte da 31ª fase da Operação Lava Jato

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira, em Brasília, o ex-ministro ministro do Planejamento do governo Lula e das Comunicações no primeiro governo Dilma Paulo Bernardo Silva (PT). Ele é alvo do primeiro desdobramento da Operação Lava Jato em São Paulo e está envolvido em investigações que apontam o pagamento de propina de até 100 milhões de reais em contratos de prestação de serviços de informática no Ministério do Planejamento.

 

Teori envia a Moro apurações sobre Wagner e Gabrielli

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil | Data: 14 jun 2016

Tags:, ,

da Redação

Conteúdo Bahia.ba

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) também enviou ao juiz federal do Paraná apurações envolvendo os ex-ministros Ideli Salvati e Edinho Silva

Foto: Manu Dias/GOVBA
Foto: Manu Dias/GOVBA

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, enviou nesta segunda-feira (13) para o juiz Sérgio Moro, de Curitiba, apurações envolvendo os ex-ministros Jaques Wagner (Chefia de Gabinete da Presidência), Ideli Salvatti (Direitos Humanos) e Edinho Silva (Comunicação Social) e o ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli.

Também nesta segunda (13), Teori anulou a parte das escutas telefônicas realizadas em conversas do ex-presidente Lula realizadas depois do período autorizado pelo juiz federal Sérgio Moro.Com a decisão, Moro não poderá utilizar como prova judicial de tentativa de obstrução da Justiça o diálogo entre Lula e a presidente afastada Dilma Rousseff, em que ela afirma que está enviando um emissário com o termo de posse de Lula para a Casa civil.

 

Após gravação, ministro da Transparência decide sair do cargo

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 30 maio 2016

Tags:, , , , ,

Folha

IMG_1258

O ministro da Transparência, Fiscalização e Controle, Fabiano Silveira, pediu demissão do governo Michel Temer.

A decisão foi anunciada em uma carta enviada na noite desta segunda (30) ao presidente interino. Na mensagem, Silveira afirma que optou pela demissão para que “nada atinja” a conduta dele.

Em áudio gravado pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, Silveira aparece orientando o executivo e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), em relação a como agir perante as investigações da Lava Jato.

Na carta enviada a Temer, Silveira nega qualquer relação com Machado e diz que jamais pensou em interferir nas investigações. …Leia na íntegra

Justiça condena José Dirceu a 23 anos de prisão na Lava Jato

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Justiça | Data: 18 maio 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

josé-dirceu2O  ex-ministro da Casa Civil José Dirceu foi condenado a 23 anos e 3 meses de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção ativa e organização criminosa pela participação no esquema de contratos superfaturados da construtora Engevix com a Petrobras, nesta quarta-feira (18). Na sentença, o juiz Sergio Moro, que conduz os processos da Lava Jato em Curitiba, aponta que Dirceu é responsável por ter recebido R$ 15 milhões.

A acusação do Ministério Público é que a alegada consultoria que Dirceu teria prestado para receber esse montante nunca foi efetivada, na prática. Esse recurso, segundo a sentença, seria fruto de propina, com prejuízos para a estatal. “O custo da propina foi repassado à Petrobras, através da cobrança de preço superior à estimativa, aliás propiciado pela corrupção, com o que a estatal ainda arcou com o prejuízo no valor equivalente”.

Dirceu está preso desde agosto de 2015, quando ocorreu a 17a fase da Lava Jato, denominada Pixuleco. Neste mês, o ex-ministro teve negado pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) pedido que pleiteava sua saída da prisão -ele está detido no Complexo Médico Penal, em PinhaIs, na região metropolitana de Curitiba.

Deputado quer saber o que Moro já descobriu da morte de Celso Daniel

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 03 abr 2016

Tags:, ,

Estadão

O deputado pretende encaminhar as evidências contidas nos documentos para o Ministério Público

O deputado federal Fernando Francischini (SD/PR) informou por meio de sua assessoria que vai protocolar, nesta segunda-feira, representação na Justiça Federal do Paraná solicitando ao juiz Sérgio Moro que compartilhe as informações acerca das investigações dos fatos que ligam a Operação Lava Jato com o assassinato de Celso Daniel.

O deputado pretende encaminhar as evidências contidas nos documentos para o Ministério Público de São Paulo para que o inquérito que apurou as causas da execução do ex-prefeito petista de Santo André seja reaberto.

“Moro mais uma vez coloca o dedo na ferida. Coloca holofote em cima de um dos casos mais controversos e sensíveis para o PT. O Brasil precisa saber sobre mais esse fato hediondo e obscuro que o assassinato do Celso Daniel envolve. Afinal, quem mandou matar o ex-prefeito de Santo André e do que é feita a ponte que leva essa pergunta à Operação Lava Jato?”, questiona o parlamentar na nota distribuída à imprensa.

 

STF mantém decisão que retira investigações contra Lula das mãos de Sérgio Moro

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Justiça | Data: 31 mar 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1622

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu manter as investigações da Operação Lava Jato sobre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Suprema Corte. Com a decisão desta quinta-feira (31), a parte da investigação que envolve Lula não poderá ser conduzida pelo juiz Sérgio Moro.

A decisão segue o parecer do relator do caso, o ministro Teori Zavascki. Em seu voto, Zavascki defendeu as investigações da Lava Jato, mas disse que elas devem ser feitas dentro da lei para evitar anulações. Para o ministro, Moro não poderia ter divulgado as conversar por envolver a presidente da República, cargo que tem foro por prerrogativa de função na Corte.

“Para o Poder Judiciário, sobretudo para o Supremo Tribunal Federal (STF), é importante que tudo isso seja feito com estrita observância da Constituição Federal. Eventuais excessos que se possa cometer, com a melhor das intenções de apressar o desfecho das investigações. Nós já conhecemos esta história. Já vimos esse filme. Isso pode reverter justamente o resultado contrário. Não será a primeira vez que por força de cometimento de ilegalidades no curso das investigações, STF e o STJ anularam procedimentos criminais”, declarou o ministro.

Moro manda soltar nove presos na 26ª fase da Lava Jato

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 26 mar 2016

Tags:, ,

Veja

Investigados ficam proibidos de deixar o país. Operação Xepa desarticulou ‘departamento da propina’ da Odebrecht

A 26ª fase da Operação Lava-Jato, deflagrada nesta terça-feira (22), cumpre 110 mandados de prisão preventiva, prisão temporária e condução coercitiva. Suspeitos foram levados à Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba (PR)
A 26ª fase da Operação Lava-Jato, deflagrada nesta terça-feira (22), cumpre 110 mandados de prisão preventiva, prisão temporária e condução coercitiva. Suspeitos foram levados à Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba (PR)(Wagner Rosário/VEJA.com)

O juiz federal Sergio Moro mandou neste sábado soltar nove investigados presos temporariamente na Operação Xepa, a 26ª fase da Lava Jato. Todos haviam sido presos na terça-feira pelo prazo de cinco dias. Moro optou por não estendr a prisão, mas proibiu os nove de deixar o país. A operação deflagrada esta semana teve como alvo principal a empreiteira Odebrecht – e se deu em decorrência de dados obtidos a partir da 23ª fase, a Operação Acarajé.

A investigação revelou que a empreiteira tinha funcionários especialmente dedicados ao setor de contabilidade paralela, chamado de “Setor de Operações Estruturadas”, que distribuiu, pelo menos, 66 milhões de reais em propina entre mais de 20 pessoas, entre eles o marqueteiro do PT, João Santana, e a mulher dele, Mônica Moura. “Ficou claro que a empresa Odebrecth realmente tinha um setor que organizava e contabilizava, com sua hierarquia e alçadas, o pagamento de propinas. Além disso, verificamos que boa parte dessas propinas era paga em dinheiro no Brasil com o sistema de compensação com contas no exterior”, afirmou Carlos Fernando dos Santos Lima, procurador Ministério Público Federal. …Leia na íntegra