Conquista: índice de infestação do Aedes aegypti cai em 50%, mas ainda não é o ideal, segundo a OMS

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 30 nov 2017

Tags:,

Da Redação


A equipe do Centro de Controle de Endemias de Vitória da Conquista divulgou dados do último Levantamento do Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti ( LIRAa) realizado na cidade. De acordo com as informações, atualmente, o Índice no município está em 3,1%.

O número é quase a metade do que o registrado no primeiro semestre deste ano,  quando o LIRAa pontou 7,2% de infestação predial. Conforme o Centro, a diminuição de mais de 50%e deve às ações de combate ao mosquito transmissor de doenças como dengue, febre amarela, chikungunya e zika vírus, que foram intensificadas no segundo semestre, como mutirões e operações cata-bagulho em diversos bairros de Vitória da Conquista, além das ações de Educação Popular em Saúde.

Apesar do bom resultado, a luta contra o Aedes aegypti não pode parar, pois, conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), o ideal é que o inferior o LIRAa seja inferior a 1%. Com a chegada do verão, a estação mais quente do ano, o combate deve ser ainda maior e todos devem participar. O cuidado mais importante é evitar que a água parada se acumule em recipientes: vidros, potes, pratos, vasos de plantas ou flores, garrafas, latas, pneus, panelas, calhas de telhado ou até uma simples tampinha de garrafa podem armazenar água suficiente para se transformar em criadouros. Vale lembrar que também é importante manter recipientes como caixas d’água, barris, tambores, tanques e cisternas devidamente fechados.

Índice de Infestação Predial de Conquista cai para nível recomendado pelo Ministério da Saúde

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 05 ago 2016

Tags:,

Da Redação

dengue
A Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista divulgou que o índice de infestação geral na cidade caiu para 0,8%. Dessa forma, o município atingiu o índice preconizado pelo Ministério da Saúde – menos que 1%.

No fim de abril, quando foi divulgado o primeiro Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2016, o índice de infestação era 4,5%.  Isso é um resultado de trabalho de conscientização e de combate aos focos do mosquito.

Embora a notícia seja positiva, os esforços para combater o Aedes aegypti não podem ser esquecidos. Principalmente por se tratar de um período atípico, devido ao racionamento de água implantado no município – em que os moradores costumam armazenar água em vários recipientes.

Nesse sentido, as ações regulares de combate aos focos do mosquito precisam continuar. E a população deve continuar a fazer sua parte, principalmente porque, além da dengue, o Aedes aegypti também pode transmitir a Zika e a Chikungunya. Assim, é preciso continuar com a parte preventiva, evitando o acúmulo de água parada e mantendo os reservatórios fechados.

 

Índice de infestação do Aedes aegypti em Conquista é 4 vezes maior do que o tolerável

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 27 abr 2016

Tags:, , , ,

Da Redação
foto: Rafael Gusmão

coletiva
Durante coletiva de imprensa realizada pela Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista, na manhã desta segunda-feira, os responsáveis pela pasta informaram que, de acordo com Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti (LIRAa), apresentou um índice de infestação do Aedes aegypti de 4,5.  Com esse número, o índice de infestação predial no município é quatro vezes maior do que o tolerável  Organização Mundial de Saúde, que deve ser no máximo de 1%.

O último levantamento, que é realizado a cada dois meses, é referente à primeira quinzena de abril. Na oportunidades, foram visitados pelos agentes de endemias 5.415 imóveis de 79 logradouros da zona urbana da cidade. Segundo os dados, a cidade encontra-se em estado de alerta para infestação do mosquito. Portanto, é muito importante que as pessoas continuem realizando ações para erradicar o Aedes aegypti.

Ainda segundo as informações divulgadas na coletiva de imprensa, em 2016, foram notificados 2.354 casos de dengue, sendo 437 positivos, 156 negativos e 5 inconclusivos. Em relação à Zika, 17 casos notificados, sendo 3 positivos e 14 aguardando resultado. Também foram notificados 209 casos de chikungunya, sendo 2 deram negativos e 207 aguardando resultado.

Os números relacionados às três doenças nestes primeiros quatro meses do ano já são maiores dos que os casos notificados em todo o ano de 2015. Até dezembro do ano passado, por exemplo, foram notificados 603 casos suspeitos de dengue, dos quais 342 foram positivos.

Índice de infestação da dengue cai para 2,2% em Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 09 set 2015

Tags:, , ,

banner_shop_05

por Mateus Novais

dengue

O último Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti (LIRAa), realizado no final do mês de agosto e início de setembro, pelo Programa de Endemias de Vitória da Conquista, apresentou um índice de 2,2%. O índice de infestação predial no município é semelhante ao detectado no início do segundo semestre de 2014.

O levantamento, que é realizado a cada dois meses, apresentou uma queda de mais de 50% em relação ao último índice que foi de 4,9%. Apesar da queda, a cidade ainda encontra-se em estado de alerta para infestação do mosquito, já que a Organização Mundial de Saúde tolera no máximo 1%.

Em Vitória da Conquista, até o dia 8 de setembro, foram notificados 538 casos suspeitos. Destes, 320 positivos para a dengue, 170 negativos, 5 inconclusivos e 43 casos aguardando resultado. Não foram registrados nenhum caso de Chikungunya e Zica.

Segundo a Coordenação de Endemias do Município, o levantamento demonstrou que 100% dos focos das larvas do Aedes aegypti estão nas residências e não em terrenos baldios, como muitos acreditam. “É importante que a população esteja atenta para o cuidado no armazenamento de água nas residências. Estes locais devem estar sempre tampados”, alertou a coordenadora Polyana Gusmão.

Crescimento da dengue em Vitória da Conquista assusta

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 17 jun 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais

dengue

Os casos confirmados de dengue continuam crescendo em Vitória da Conquista. Os números assustam, principalmente pela proporção de crescimento. Em cerca de 10 dias, foi registrado um aumento de 14,45% nos casos, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde.

Até o dia 10 de junho, foram notificados 315 casos suspeitos para dengue, destes 173 foram positivos para dengue, 66 negativos, 02 indeterminados e 74 aguardam resultado. Onze dias antes, 148 pessoas foram confirmadas com dengue na cidade. Outra preocupação é o índice de infestação da dengue no município, que está em 4,9%. O que é considerado alto, já que a Organização Mundial de Saúde tolera no máximo 1%.

Para se ter uma noção, o índice de infestação predial no município era de 2,2%, ainda no início do segundo semestre de 2014.

Casos positivos de dengue continuam crescendo em Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 01 jun 2015

Tags:,

por Mateus Novais

denguefoto: divulgação

O número de casos positivos de dengue continua subindo em Vitória da Conquista. Até o dia 29 de maio, 148 pessoas foram confirmadas com dengue na cidade. Mas este número pode ser maior, já que há 102 casos aguardam resultado. Ainda segundo este Levantamento Rápido por Infestação de Aedes (LIRAa), há 62 casos negativos e 2 indeterminados.

Os números são bem superiores ao LIRAa realizado dois dias antes, quando foram notificados 276 casos suspeitos, com 102 foram positivos para dengue, 55 negativos e 2 indeterminados.

O índice de infestação da dengue no município está em 4,9%. O que é considerado alto, já que a Organização Mundial de Saúde tolera no máximo 1%.