Exposição em homenagem a luta antimanicomial será lançado nesta sexta(24)

0

Publicado por Editor | Colocado em Cultura, Geral, Vit. da Conquista | Data: 24 maio 2019

Tags:,

Da Redação

Nesta sexta-feira (24), será lançada pela Prefeitura de Municipal, a exposição em homenagem à luta antimanicomial, no Centro Integrado de Direitos Humanos, em Vitória da Conquista.

O evento “Exposições Dialogadas” faz parte das ações da Coordenação de Saúde Mental para lembrar o Dia Nacional da Luta Antimanicomial, celebrado no último sábado (18 de maio). Na ocasião, será realizada uma mediação entre os diálogos em torno da Luta Antimanicomial, conduzidas por Antônio Moura e Joelma Roque, que tem o objetivo de trazer uma reflexão sobre a saúde mental em Vitória da Conquista: temos identidade?

O evento contará também com uma exposição de linguagens artísticas, audições e lançamentos de livros. A exposição busca apresentar, cada uma, um caminho e a representação para a expressão do sofrimento mental das pessoas que são acompanhadas nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) mantidos pela Prefeitura.

…Leia na íntegra

Programação especial celebra dia da luta antimanicomial em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 17 maio 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif

Da Redação

Fonte:Secom/PMVC

A celebração do Dia Nacional da Luta Antimanicomial que tem como o lema “Por uma sociedade sem manicômios”, começa neste sábado(18). A data 18 de maio, é celebrada todos os anos em Vitória da Conquista e, este ano, tem parceria da Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Coordenação Municipal de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas, com a Faculdade Maurício de Nassau, Fainor, FTC e UFBA.

O dia 18 de Maio marca a luta e reforça a importância de se ultrapassar formas excludentes e violentas de tratamento das pessoas em sofrimento mental em prol da reinserção social daqueles que, por muitas décadas, foram considerados como uma ameaça à sociedade, explicou a coordenadora municipal de Saúde Mental, Thayse Fernandes.

Confira a programação:

Em 2019, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Coordenação Municipal de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas promoverá ações em parceria com as Instituições de Ensino Superior (IES). Serão eventos de produção de conteúdos em torno da Luta Antimanicomial e um exposição artística – cultural com o lançamento de produções dos serviços municipais de Saúde Mental. Confira:

Dia da Luta Antimanicomial foi celebrado com Simpósio e exposição de artes em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 22 maio 2018

Tags:, ,

Da Redação

Na ultima sexta-feira (18),  em Vitória da Conquista,  foi celebrada  a Luta Antimanicomial.  As atividades tiveram início com a realização do 1º Simpósio pela Luta Antimanicomial, realizado pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde por meio da Coordenação Municipal de Saúde Mental.  O evento contou com a presença dos representantes dos Caps e dos discentes e docentes da área.

Durante a tarde o evento aconteceu  na Praça 9 de Novembro, com uma exposição dos trabalhos artísticos realizados pelos usuários dos Caps do município.

A estudante de psicologia Ivana dos Santos Souza,  estava participando com seus amigos, e destacou a relevância do movimento .”É de suma importância para que as pessoas possam perceber todo o trabalho que é realizado nesses espaços do centro de atenção psicossocial, as atividades desenvolvidas, fazendo que com as pessoas conheçam” , relata a estudante.

 A coordenadora municipal de Saúde mental, Thayse Fernandes  ressaltou a importância de se falar na Luta Antimanicomial, e como a arte ajuda no cuidado e desenvolvimento das atividade nos centros.“É uma forma de lembrar, através dos elementos artísticos, que todos somos seres humanos e passíveis de sofrimentos”, destacou. “Levar o resultado das atividades desenvolvidas pelos serviços para a comunidade é uma forma de desfazer preconceitos e estigmas construídos, mostrando que é possível conviver com esses indivíduos, garantindo e reafirmando a importância de um tratamento adequado e não preconceituoso” finaliza a coordenadora.

Todas as atividades desenvolvidas nos CAPS são acompanhadas por uma equipe multidisciplinar que trabalha, não só com os transtornos, mas com a individualidade de usuários. Para isso, são utilizadas ferramentas como atendimento individual e familiar, grupos terapêuticos, atendimento médico e oficinas, o que inclui os trabalhos artísticos.