Detran faz campanha pela valorização da vida no trânsito durante os festejos juninos

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, transporte, Vit. da Conquista | Data: 21 jun 2018

Tags:, , ,

Conferir as condições do veículo antes de pegar estrada, usar a cadeirinha infantil corretamente, não manusear o celular dirigindo, seguir os limites de velocidade e respeitar a Lei Seca. As dicas de segurança integram a campanha “Pense em sua família – Valorize a vida no trânsito”, desenvolvida pelo Departamento Estadual de Trânsito  da Bahia (Detran-BA) para o São João, em parceria com a Superintendência de Fomento ao Turismo (Bahiatursa). A partir desta quinta-feira (21), o órgão inicia a distribuição de material educativo durante as blitzes de alcoolemia, em Salvador e municípios do interior. Na capital, a ação acontece também nos festejos juninos promovidos pelo Governo do Estado, no Pelourinho e Subúrbio Ferroviário, onde os forrozeiros poderão fazer a simulação do teste do bafômetro.

O jingle da campanha foi gravado pela banda Forró do Tico, que não cobrou cachê. A música chama a atenção para escolhas erradas dos motoristas, que podem provocar acidentes, e será tocada nos intervalos dos shows que contam com o apoio da Bahiatursa, em mais de 160 cidades. “Estou contente em participar dessa iniciativa do Detran pela vida, porque o nosso público é formado basicamente por jovens, que são as principais vítimas no tráfego”, comentou o vocalista da banda, Tico Cavalcanti.

Para o coordenador de Educação para o Trânsito do Detran, Carlos Moura, “o São João é uma etapa muito importante do nosso trabalho contínuo de conscientização, por causa do maior número de veículos nas estradas, além da movimentação em Salvador com os eventos do Estado”, diz Moura.

Operação São João fiscaliza venda de fogueiras em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 10 jun 2017

Tags:, ,

Da Redação

Foto: Secom PMVC

Com o objetivo de coibir o desmatamento e a retirada ilegal de madeiras não apropriada para a produção de fogueiras juninas, garantido a saúde do meio ambiente e a segurança da população, a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, está realizando a fiscalização dos pontos de venda de madeira para fogueiras. As ações começaram nesta sexta-feira, 9, e se estendem até a última semana de junho.

De acordo com a Prefeitura, as espécies mais apropriadas para fogueiras são o eucalipto e grevilha,  oriundos de florestas plantadas.  Em Vitória da Conquista, o eucalipto é o tipo mais comum. A comercialização de espécies nativas é ilegal. Além disso, madeira de origem plantada que recebeu tratamento químico também está proibida, já que esses produtos, quando em combustão, são altamente poluentes.

Para comercialização de madeira, o vendedor precisa ter o documento de origem: a licença ambiental, ou a documentação de origem florestal. Quem é pego comercializando madeira sem documento de origem pode responder por crime ambiental, previsto pela lei 9.605/98, que prevê prisão de seis meses a um ano, mais multa.

 

Engarrafamento se formou na BR 116 após tombamento de caminhão

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 15 dez 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais
fotos: Roberto Silva

IMG_6010

Uma carreta que transportava madeira tombou na BR 116 Sul de Vitória da Conquista, por volta das 13h do último domingo (14). O acidente bloqueou o tráfego nos dois sentidos da rodovia.

IMG_6014A carroceria da carreta tombou, no momento em que o veículo saia da alça leste do Anel Rodoviário, próximo ao Distrito Industrial. O peso da carga teria provocado a queda da carroceria. Apesar disso, nenhum veículo foi atingido.

Além da carga, o combustível da carreta ficou espalhado pela rodovia. O tráfego foi normalizado no início da noite, após os prepostos da Via Bahia retirarem o veículo e a carga do meio da pista e removerem o óleo da pista.

O caminhão seguia da cidade de Prata (MG) e seguia para o estado do Ceará.

Poste de madeira na Avenida Otávio Santos é preservado pela Coelba

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 19 nov 2014

Tags:, ,

da Redação

Poste BBOs postes de cimento, apesar de não serem nada moderno, as grandes cidades usam torres de iluminação com fiação subterrânea, são mais aceitos com alto grau de durabilidade e resistência em qualquer tipo de ambiente. Outra grande vantagem de postes de concreto é a baixa condutibilidade elétrica, que se traduz em maior segurança.

O poste de madeira tem sido condenado pelos ecologistas para evitar o sacrifício de árvores e não tem sentido em função da superioridade dos postes de cimento e os metálicos.

Na Avenida Otávio Santos, uma das artérias mais movimentadas da cidade, perto da antiga Igreja Nossa Senhora das Graças na parte alta da avenida, a Coelba mantém em uma esquina um solitário poste de madeira, o único em toda extensão daquela artéria. A nossa redação recebeu a foto do poste preservado pela Coelba. O motivo é desconhecido.

Aposentado constrói carro de madeira motorizado em Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 15 nov 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

IMG-1114

O carro de seu Manoel Caires é único e chama atenção por onde passa. Ele é feito todo de madeira. Tem 2,20 mt de comprimento e um 1,12 mt de largura. Toda essa obra de arte levou nove meses para ficar pronta. A ideia, segundo ele, veio depois que se aposentou como motorista.

Seu Manoel explica que o carro tem motor de motocicleta de 125 cilindradas. Que a ideia foi criativa, isso todo mundo percebe. Agora, se esse carro é fácil de dirigir só Seu Manoel para dizer. “É muito fácil, eu usei as mesmas peças de uma moto, é a mesma mecânica”, conta Seu Manoel.

IMG-1115No interior do carro só cabe uma pessoa. E nem mesmo a maior incentivadora desse projeto, sua esposa, Dona Lourdes, tem um bom lugar no carro. “O lugar dela está reservado na carroceria”, brinca seu Manoel. Mesmo assim, ela diz não se importar, já que “o carrinho está à disposição da família”.

Por onde passa o carro de madeira chama a atenção. Basta estacionar o veículo que tem sempre alguém querendo tirar foto e até mesmo comprar essa relíquia. “Tem gente que me para na rua e pergunta por quanto eu vendo, diz até para eu botar o preço que quiser. Mas eu não vendo de jeito nenhum”.

Seu Manoel sabe que caprichou. Matou a saudade da profissão e, de quebra, virou celebridade.