Óleo aparecer volta a no extremo sul da Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral, Meio Ambiente | Data: 13 nov 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park.gif

Fonte:G1

Nesta terça-feira (12), novas manchas de óleo voltaram a aparecer no extremo sul da Bahia. O óleo foi encontrado nas praias do Guaiu e de Mogiquiçaba, que ficam entre os municípios de Santa Cruz Cabrália e Belmonte

De acordo com a prefeitura de Belmonte, cerca de 700 kg de óleo foram coletados das praias e levados para um galpão da prefeitura. A Secretaria de Meio Ambiente do município, informou que desde quando os fragmentos de óleo sugiram, no início do mês de outubro, até agora, já foram coletados em Belmonte, cerca de seis toneladas de óleo.

A prefeitura continua o trabalho de retirada do óleo na praia de Bombaça, com apoios de equipes do Exército, Marinha, Corpo de Bombeiros, além de voluntários.

Manchas de óleo voltam a aparecer em praias já limpas

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 01 nov 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

Fonte:G1

As manchas de óleo que atingem o Nordeste retornaram em 3 dos 10 locais que foram limpos. Aproximadamente 83 praias e outras localidades tiveram essa reincidência da contaminação e faz parte dos 29,5% das regiões afetadas.

De acordo com o levantamento do G1, em algumas localidades ocorreram até três retornos do óleo. O estudo também revela que todos os nove estados atingidos apresentaram em algum momento o retorno da contaminação entre os dias 29 de setembro e 30 de outubro.

Foram contabilizadas 103 reincidências em 83 municípios diferentes, confira a lista:

…Leia na íntegra

Bahia decreta situação de emergência por causa das manchas de óleo

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral, Meio Ambiente | Data: 30 out 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park.gif

Fonte:G1

Depois de Sergipe, a Bahia é o segundo Estado a decretar situação de emergência por conta do vazamento de petróleo na costa. O governador da Bahia em exercício, João Leão, assinou na tarde desta terça-feira (29) o Decreto Estadual de Emergência para liberação de recursos para mais 15 municípios do estado que foram atingidos por manhas de óleo no litoral.

As cidades que agora também fazem parte do decreto são Belmonte, Cairu, Camamu, Canavieiras, Igrapiúna, Ilhéus, Itacaré, Itaparica, Ituberá, Maraú, Nilo Peçanha, Taperoá, Una, Uruçuca e Valença.

Segundo a assessoria do governo, com o decreto fica autorizada a mobilização de todos os órgãos estaduais, no âmbito das suas competências, nas ações de resposta ao desastre, reabilitação e reconstrução dos cenários.

Manchas de óleo reaparecem e atingem mais 3 cidades na Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral, Meio Ambiente | Data: 29 out 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

Fonte:G1

As manchas de óleo que atingem as praias do Nordeste desde o mês de setembro, continuam chegando ao litoral baiano. O número de cidades baianas atingidas subiu para 22. Segundo dados atualizados nesta terça-feira (29), além dos 19 municípios que já tinham sido contabilizados, entram para a lista Valença e Nilo Peçanha, no baixo sul do estado, e Jaguaripe, no recôncavo. A Bahia está em situação de emergência.

Novos pontos de contaminação foram registrados nesta terça-feira (29), na cidade de Ilhéus, no sul do estado. Durante a manhã, a substância chegou à praia da Avenida Soares Lopes e à Praia da Ponta do Ramo. Com isso, subiu para três o número de pontos afetados no município.

Lista de localidades atingidas:

…Leia na íntegra

Cerca de 16 mil pescadores são afetados por manchas de óleo na Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 24 out 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

Fonte:G1

Com a mancha de óleo que se espalha pelas praias do estado, a Bahia Pesca estima que cerca de 16 mil pescadores foram afetados, direta ou indiretamente, pelo derramamento de óleo nas regiões de Salvador, Itaparica, Vera Cruz e praias do Litoral Norte, até a divisa com Sergipe. Somente em Salvador, segundo informou nesta quarta-feira (23) a prefeitura, agentes da Empresa de Limpeza Urbana (Limpurb) já retiraram 104 toneladas e 800 quilos de óleo das praias, desde a quinta-feira (10), quando começou o aparecimento das manchas na capital.

De acordo com a Bahia Pesca, os impactos diretos são a presença do óleo na área de pesca, que impedem a atividade pesqueira. Já o impacto indireto, se reflete na queda do volume de vendas do pescado, já que os consumidores estão mais cautelosos nas cidades atingidas pelo óleo.

Técnicos da Bahia Pesca avaliam desde o início outubro, os impactos das manchas de óleo sobre a pesca e os trabalhadores. Uma das ações definidas é a coleta de peixes e mariscos para análise laboratorial e envio de relatório à Diretoria de Vigilância Sanitária e Ambiental do Estado da Bahia, que determinará se esse pescado é próprio para consumo ou se está contaminado.