Morre um grande poeta

0

Publicado por Editor | Colocado em Cultura | Data: 14 nov 2014

Tags:, ,


da Redação

MAnoel de BarrosMorreu ontem o poeta mato-grossense, Manoel de Barros, aos 97 anos em Campo Grande. Escreveu 18 livros e recebeu vários prêmios literários. O Guardador de águas e o Fazedor do Amanhecer, os mais conhecidos.

O JN do TV Globo, na voz de William Boner, relembrou um dos belos poemas de Manoel de Barros.

Prezo insetos mais que aviões.
Prezo a velocidade
das tartarugas
mais que a dos mísseis.
Tenho em mim
esse atraso de nascença.
Eu fui aparelhado
para gostar de passarinhos.
Tenho abundância
de ser feliz por isso.
Meu quintal
É maior do que o mundo.

Manoel de Barros