Caixa compactadora de lixo é instalada na feira do Bairro Brasil pela Prefeitura

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 12 mar 2018

Tags:, ,

Da Redação

Foto: Ascom/PMVC

Na manhã desta segunda-feira(12), o Mercado Municipal do bairro Brasil recebeu  uma caixa compactadora de lixo, que irá colaborar com a higiene e limpeza do espaço.

O equipamento irá compactar resíduos sólidos da feira livre local e do Mercado de Carnes, e tem a  capacidade de  armazena até 20 toneladas de lixo.  Durante esta semana, será feito um trabalho educativo com os feirantes, orientando-os sobre o descarte correto de lixo, visando à sua rápida e correta adaptação ao equipamento.

De acordo com o secretário municipal de Serviços Públicos, Ivan Cordeiro, com a instalação da caixa, a compactação será feita já no local, facilitando assim todo o trabalho de limpeza pública, e beneficiando todos que utilizam o espaço, tanto feirantes quanto a população que realiza as compras no mercado municipal.

A experiência com a caixa compactadora já é realizada com sucesso na feira do Ceasa, onde foi possível melhorar exponencialmente as condições de higiene, reduzindo o mau cheiro e evitado a incidência de urubus. A manutenção dos equipamentos é de responsabilidade da empresa Torre, que faz a transferência dos resíduos compactados para o Aterro Sanitário.

Mercado Municipal está de cara nova

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 16 ago 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_8754

O Mercado Municipal, localizado na Praça da Bandeira, está de cara nova. Um mega painel de grafite foi pintado no prédio onde funciona o Teatro Carlos Jehovah. A pintura homenageia, claro, o escritor e teatrólogo que dá nome ao espaço. A intervenção tem a assinatura do grafiteiro Tiano.

Carlos Jehovah escreveu, junto com o poeta Esechias Araújo Lima, a peça o Auto da Gamela. Lançado pela Editora José Olympio em 1980, o livro teve o prefácio da escritora Raquel de Queiroz, sendo bem recebido em vários lugares do Brasil. A peça chegou a ganhar o Prêmio Brasken de 2007, principal condecoração do teatro baiano.