Operação Pipa: enquanto José Raimundo reclama, deputado Lúcio Vieira Lima resolve!

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 22 maio 2018

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Blog do Rodrigo Ferraz

O deputado estadual José Raimundo Fontes (PT), na tarde de hoje na Assembleia Legislativa da Bahia fez um pronunciamento desprovido de verdade. Os dados do pronunciamento foram revelados pelo Blog do Rodrigo Ferraz.

Ao comentar  a Portaria 130, publicada em 7 de maio pelo do Ministério da Integração Nacional, retirando  29 municípios da Bahia de receber água potável na Operação Pipa, inclusive o município de Vitória da Conquista, o parlamentar foi precipitado ao criticar o prefeito Herzem Gusmão (MDB) de não interceder em Brasília em defesa do município.

“Ao discursar o deputado petista não sabia que o ministro Antônio de Pádua (Integração Nacional), por telefone me assegurou que Vitória da Conquista continuaria com os caminhões da operação pipa, que é comandada pelo Exército Brasileiro”, disse o prefeito.

Tão logo foi informado da Portaria 130, o prefeito Herzem Gusmão acionou o deputado Lúcio Vieira Lima (MDB), que foi ao Ministério da Integração Nacional e resolveu.

“O deputado Lúcio resolve. O petista só sabe escandalizar e continua nocauteado pela derrota que sofreu”, disse o prefeito de Conquista.

Relatório/Defesa Civil

O trabalho do deputado federal Lúcio Vieira Lima foi facilitado pelo relatório competente e detalhado, do Capitão do Exército (Reserva), Ubaldino Figueiredo que Coordenar da Defesa Civil do Município.

“A assessoria do deputado petista, se tivesse responsabilidade e compromisso com a verdade, deveria ter ligado para a Secom ou Defesa Civil para evitar inverdades. O deputado poderia ter usado o parlatório para atuar em defesa da cidade. Esse tipo de discurso chulo empobrece o mandato já desprovido de uma atuação que corresponda as tradições políticas da nossa terra”, concluiu o prefeito indagado pela nossa reportagem.

 

 

 

Herzem e Lúcio atuam em Brasilia em defesa de Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Vit. da Conquista | Data: 11 out 2017

Tags:, , ,

da Redação

O prefeito Herzem Gusmão (PMDB) foi recebido em Brasília pelo deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB) para encaminhar demandas importantes para a cidade de Vitória da Conquista.

No Ministério da Integração Nacional o ministro Helder Barbalho e o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Coronel Renato Newton receberam solicitações para recursos para a Operação Pipa e construção de novos sistemas simplificados de água. Herzem, Lúcio e o secretário José Antonio participaram da audiência com o ministro.

No início do ano, o Exército, que comanda a Operação Pipa, reduziu drasticamente a oferta de água na Zona Rural.  O número de caminhões que atendem o interior do município foram reduzidos de 38 para 19. O pleito de Conquista tem amparo no Decreto de Situação de Emergência publicado no Diário Oficial da União.

“Nós entendemos o sofrimento que a população da zona rural vem passando com esta grave seca. Por isso, determinamos a contratação de novos caminhões pipa através de recursos da prefeitura e estamos realizando a limpeza de açudes e aguadas. Em paralelo, estamos dialogando com o Governo Federal para retomar a quantidade de veículos que atendem o município através da Operação Pipa,do Exército”, disse prefeito Herzem Gusmão. O prefeito fez questão de reconhecer o empenho do deputado federal Lúcio Vieira Lima com as solicitações que vão contribuir com o desenvolvimento de Conquista.

 

Governo Federal reconhece situação de emergência pela seca em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 10 mar 2017

Tags:, ,

Redação
foto: arquivo BRG

Vinte e três municípios afetados pelo extenso período de seca e estiagem, entre eles Vitória da Conquista, foram reconhecidos com situação de emergência, nesta sexta-feira (10), pelo Ministério da Integração Nacional. A lista inclui outros 16 municípios baianos, além de 2 alagoanos e 4 mineiros.

Com a medida, as prefeituras passam a ter acesso às ações emergenciais da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), para socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais, como o abastecimento de água potável à população. A portaria de reconhecimento federal foi publicada no Diário Oficial da União.

Além de viabilizar o acesso aos programas de fornecimento de água tratada, como a Operação Carro-Pipa, o reconhecimento também permite que os municípios tenham direito a outros benefícios, como a renegociação de dívidas no setor de agricultura, a aquisição de cestas básicas e o apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) para a retomada da atividade econômica nas regiões afetadas.

As cidades contempladas são: Branquinha e Murici, em Alagoas; Adustina, Antônio Cardoso, Banzaê, Barra, Biritinga, Caém, Conceição do Coité, Coronel João Sá, Glória, Itanhém, Ichu, João Dourado, Santápolis, Sapeaçu, Umburanas, Vitória da Conquista e Sítio do Quinto, na Bahia; Januária, Manga, Mato Verde e São Francisco, em Minas Gerais, conforme a Portaria divulgada pelo Ministério.

Ministério da Integração Nacional incuirá Conquista no Plano Nacional de Enfrentamento ao Colapso de Água

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 06 set 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

herzem-6
Na manhã desta terça (06), o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, assegurou ao suplente de deputado estadual e candidato a prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (PMDB,) que a cidade será incluída no Plano Nacional de Enfrentamento ao Colapso de Água. A declaração foi feita durante reunião em Brasília.

O encontro também contou com a presença do deputado federal Lúcio Vieira Lima, que já havia encaminhado ofício à pasta da Integração Nacional no dia 30 de agosto solicitando a inclusão da cidade no programa emergencial. A ideia da iniciativa é buscar soluções que minimizem, com a implementação de ações, os efeitos da seca em áreas urbanas. Sendo incluída nesse, Vitória da Conquista receberá ações adequadas, que possam atender as necessidades da população que há muito tempo vem sofrendo com os efeitos da seca e estiagem.

Durante a reunião, Herzem Gusmão comentou com o ministro que o drama vivenciado pelo município de Vitória da Conquista foi resultado da “mais absoluta ausência de gestão, de planejamento e de vontade política dos governos municipal e estadual”. Segundo Gusmão, diferentemente de outros municípios para os quais as soluções seriam muito mais complexas por total ausência de água nos lençóis freáticos e em comunidades vizinhas, Vitória da Conquista precisava apenas do compromisso do governo municipal para construir as barragens.