Veja cinco dicas para controlar o capital de giro

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 14 jan 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

da CDL (Conteúdo) com informações de Varejo S/A

Identificar gastos e antecipar pagamentos são algumas orientações aos donos de pequenos negócios  

O capital de giro é um dos fatores que mais afetam o dia a dia dos pequenos negócios, uma vez que ele ajuda a manter a saúde financeira da empresa. É com ele que o empreendedor repõe seus estoques e garante dinheiro em caixa quando as vendas são feitas a prazo. Como em todos os negócios, é preciso um bom planejamento, detalhando gastos em curto e longo prazo e possíveis entrada de recursos. O controle financeiro de uma empresa representa o primeiro estágio para a gestão do capital de giro. Nas micro e pequenas empresas, quando se consegue administrar essa prática de maneira eficiente, resolve-se, basicamente, a maioria dos problemas de natureza financeira.

Segundo o especialista em finanças do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Hugo Roth, é preciso ficar atento aos prazos tanto para receber de clientes quanto para pagar fornecedores. Além disso, um dos fatores importantes a se considerar é a gestão do estoque. “Tem que ser eficiente para não deixar a prateleira cheia em excesso e faltar recurso para as demais contas da empresa”, observa.

Confira as cinco dicas preparadas pelo Sebrae para que você não se descuide do controle do seu estoque.

Saiba negociar com fornecedores e clientes

…Leia na íntegra

Benefícios do INSS, PIS, BPC: veja o que muda com novo salário mínimo

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 11 jan 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

da CDL (Conteúdo), com informações da R7

O aumento no valor do salário mínimo, que passa de R$ 998 em 2019 para R$ 1.039 em 2020, terá reflexos para além da remuneração dos trabalhadores

O aumento no valor do salário mínimo, que passa de R$ 998 em 2019 para R$ 1.039 em 2020, terá reflexos para além da remuneração dos trabalhadores, mas também em outros benefícios como aposentadorias, pensões e de outros benefícios pagos pelo INSS, além de seguro-desemprego, abono do PIS e Benefício da Prestação Continuada (BCP-Loas).A contribuição do INSS também passará a ser paga pelo novo valor do mínimo. Veja as mudanças:Abono salarial

O valor do benefício do abono salarial é ajustado automaticamente na data da publicação do novo salário mínimo, explica a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho.

Os trabalhadores que recebem remuneração mensal de até dois salários mínimos têm direito a esse benefício, que pode chegar a um salário mínimo, dependendo do tempo de serviço do trabalhador no ano.

O cálculo do valor do benefício corresponde ao número de meses trabalhados no ano-base multiplicado por 1/12 do valor do salário mínimo vigente na data do pagamento.

Para ter direito, o trabalhador precisa:
• Estar cadastrado no PIS há pelo menos cinco anos;
• Ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base;
• Ter exercido atividade remunerada para empresa, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base considerado para apuração;
• Ter seus dados informados pelo empregador corretamente na RAIS (Relação Anual de Informações Sociais).Ações na Justiça gratuita

Quem pretende entrar com uma ação nos Juizados Especiais Cíveis também deve ficar atento também ao valor da causa.

Os Juizados Especiais Cíveis têm como intuito resolver causas de menor complexidade com maior rapidez, buscando, sempre que possível, o acordo entre as partes.

São consideradas causas cíveis de menor complexidade aquelas cujo valor não exceda a 40 salários mínimos. Nas causas de até 20 salários mínimos não é obrigatória a assistência de advogado; nas de valor superior, a assistência é obrigatória.

Em 2020, 20 salários mínimos correspondem a R$ 20.780 e 40 salários mínimos, R$ 41.560.

No Juizado Especial Federal, o valor é maior, de até 60 salários mínimos, ou R$ 62.340.Benefício da Prestação Continuada (BPC/Loas)

Os idosos com 65 anos ou mais e as pessoas com deficiência que recebem o BPC (Benefício da Prestação Continuada) da LOAS (Lei Orgânica da Assistência Social) também passam a receber R$ R$ 1.039.

O Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas), ou benefício assistencial da Lei Orgânica da Assistência Social paga um salário mínimo como forma de amparo a pessoas que não recebam nenhum outro benefício do INSS e que não tenham meios de se sustentar sozinhas nem de serem sustentadas por suas famílias.

Quem tem direito?
Para ter direito ao Loas é preciso 65 anos ou mais ou uma deficiência que incapacite para uma vida independente e para o trabalho. Essa incapacidade é avaliada pelo serviço social e pela perícia médica do INSS.

É preciso ainda comprovar ser realmente bastante pobre. A renda familiar deve ser de ¼ do salário mínimo per capita (com o atual salário mínimo de R$ 1.039 a renda familiar per capita passa a R$ 259,75) Ou seja: uma família de quatro pessoas precisar sobreviver com um salário mínimo para poder receber o benefício.Benefícios do INSS

O valor mínimo dos benefícios pagos pelo INSS, como aposentadorias e pensões, será de R$ 1.039. Cerca de 70% dos benefícios pagos pelo INSS correspondem a um salário mínimo.

O reajuste dos benefícios acima de um salário mínimo (incluindo o reajuste do valor do teto) deve ser divulgado nesta sexta-feira (10), depois que o IBGE divulgar o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).Contribuições ao INSS

As contribuições ao INSS também passarão a ser calculadas sobre o novo salário mínimo. As contribuições partem de 5% do salário mínimo.
Veja mais aquiSeguro-desempregoA parcela mínima do seguro-desemprego passa de R$ 998 para R$ 1.039. Tem direito ao benefício o trabalhador que foi mandado embora sem justa causa. Quem fizer acordo para ser demitido não terá direito ao benefício.
Segundo a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, parcelas com liberação até 10/01/2020 são calculadas de acordo com a tabela de 2019 e consequentemente com salário mínimo de 2019.
Parcelas com liberação a partir de 11/01/2020 serão calculadas pela nova tabela (ainda não disponível) e terão como base o salário mínimo de 2020. (Lei Nº 7.998/1990 art. 5º).

Fontes: Caixa Econômica Federal, IBGE, INSS, Juizado Especial Federal e Juizado Especial Cíve e Secretaria Especial de Previdência e Trabalho.

Médias empresas concluem migração para eSocial

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 09 jan 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

da CDL (Conteúdo com informações da Agencia Brasil

Dados de segurança do trabalhador passam a ser inseridos no sistema

Sistema informatizado de prestação de informações de empresas e trabalhadores, o eSocial torna-se completamente obrigatório para os médios empregadores a partir de hoje (2). Cerca de 1,24 milhão de médias empresas, que faturam até R$ 78 milhões por ano, deverão inserir os dados de saúde e de segurança de 21 milhões de trabalhadores na ferramenta.

Essa era a última etapa que faltava para as médias empresas concluírem a migração para o eSocial, que reduz a burocracia e elimina a manutenção de arquivos em papel. Também hoje, os órgãos públicos e os organismos internacionais começarão a transição para o eSocial, com o cadastro dos dados dos empregadores e das tabelas no sistema.

O empregador que não cumprir os prazos estipulados para a adesão ao eSocial estará sujeito a punições previstas na legislação. O desrespeito ao cronograma poderá prejudicar os trabalhadores, que terão dificuldade para receber benefícios sociais e trabalhistas, caso o empregador não preste as informações nas datas corretas.

Administrado pela Receita Federal, o eSocial elimina 15 informações periódicas que os empregadores eram obrigados a fornecer ao governo. Adotado para empregadores domésticos em 2015, o eSocial está sendo expandido gradualmente para todas as empresas e organizações até janeiro de 2021.

A adesão das grandes empresas foi concluída em agosto do ano passado, quando as contribuições para a Previdência Social e o recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço passaram a ser feitos pelo sistema. As micro e pequenas empresas optantes do Simples Nacional, os produtores rurais, os empregadores pessoas físicas e as entidades sem fins lucrativos concluirão a migração para o eSocial em julho deste ano.

Inflação medida por IPC-S desacelera em dezembro e fecha 2019 em 4,11%

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 06 jan 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

da CDL (Conteúdo) com Agência Brasil

Habitação impulsionou decréscimo do índice

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) de 31 de dezembro desacelerou para 0,77%, ficando 0,09 ponto percentual abaixo da taxa registrada na última divulgação, que foi de 0,86%. Com este resultado, o indicador acumulou alta de 4,11% no ano. Os dados foram divulgados hoje (2) pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

Nesta apuração, quatro das oito classes de despesa componentes do índice registraram decréscimo em suas taxas de variação. A maior contribuição veio do grupo habitação (-0,49% para -0,76%). Nesta classe de despesa, o destaque foi para o comportamento do item tarifa de eletricidade residencial, cuja taxa passou de -3,43% para -5,32%.

Em contrapartida, tiveram inflação despesas com transportes (0,96% para 1,17%), vestuário (0,12% para 0,36%), alimentação (2,52% para 2,56%) e saúde e cuidados pessoais (0,32% para 0,36%).

Agência Brasil

CPF/CNPJ é obrigatório nas encomendas internacionais a partir de hoje

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 05 jan 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

da CDL (Conteúdo) com Agência Brasil

A Receita Federal do Brasil exigirá, a partir de hoje (1º), que todas as encomendas e remessas internacionais possuam a identificação do Cadastro Nacional de Pessoa Física (CPF), Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) ou número do passaporte do destinatário para ter o despacho aduaneiro iniciado.

A falta da informação poderá acarretar na proibição da entrada da encomenda e sua devolução ao exterior ou destruição, nos casos em que a devolução não seja possível.

Os dados devem ser incluídos na hora da compra online e encaminhados juntamente com a encomenda em seu transporte. Caso não sejam informados no momento da compra, ou o remetente não tenha encaminhado os dados juntamente com a remessa, os Correios têm uma ferramenta para informação na página da internet, por meio do rastreamento ou do portal Minhas Importações. Será necessário fazer o cadastro no portal, com CPF, CNPJ ou número do passaporte (estrangeiro), bem como definir login e senha.

Após o cadastro, segundo a Receita, basta realizar a pesquisa em Encomendas e fazer a vinculação das remessas no ambiente Minhas Importações. Somente após esse procedimento. as encomendas poderão ser apresentadas à fiscalização aduaneira.

3º leilão de bens móveis inservíveis é realizado pela Prefeitura de Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 02 jan 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

da CDL (Conteúdo) com informações da Secom

26 de dezembro de 2019

Será realizado no próximo dia 10 de janeiro, em Vitória da Conquista, o 3º Leilão de Bens Móveis Inservíveis do Município. Serão disponibilizados 25 lotes, compostos por veículos com avarias e sucata aproveitável com motor inservível.

O leilão, que tem por objeto a alienação de bens móveis e veículos considerados sem serventia e irrecuperáveis para o uso do Município, será realizado às 14h, no galpão da futura Fábrica de Medicamentos, localizado às margens da Rodovia BR 116.

O critério de julgamento será de maior lance ou oferta e a participação dos interessados poderá ser presencial ou eletrônica por meio do site www.hastaleiloes.com.br.

Os bens a serem leiloados poderão ser visitados entre os dias 6 e 9 de janeiro, das 8h às 11h e das 14h às 17h. No dia 10, a visitação vai até às 13h. Qualquer pessoa física, maior e capaz, pode participar do evento; além de pessoas jurídicas.

Mais informações estão disponíveis no Edital de Leilão Público nº 003/2019.

Prazo de livre troca para saque-aniversário do FGTS acaba dia 31

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 30 dez 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

da CDL (conteúdo) / Com informações da Agência Brasil

Para fazer a mudança, interessado deve acessar página da internet. A partir de janeiro, será preciso esperar dois anos para mudar opção

FOTO: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

A livre possibilidade de o trabalhador trocar de modalidades de saques do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) acabará no fim do ano.

Até 31 de dezembro, será possível trocar livremente entre o saque-aniversário, retirada anual de parte do saldo no aniversário do trabalhador, e o saque-rescisão, pago somente em demissão sem justa causa.

A partir de 1º de janeiro, o trabalhador continua podendo aderir ao saque-aniversário. No entanto, quem tiver feito a escolha terá de esperar pelo menos dois anos para voltar ao saque-rescisão.

A adesão ao saque-aniversário está liberada desde 1º de outubro. Para escolher a modalidade, o beneficiário deve entrar na seção “saque-aniversário”, na página do FGTS na internet, ou usar o aplicativo FGTS, disponível para smartphones e tablets dos sistemas Android e iOS e para computadores com o sistema Windows.

Calendário
Ao optar pelo saque-aniversário, o trabalhador deverá escolher a data em que deseja que o valor esteja disponível: 1º ou 10º dia do mês de aniversário. Quem escolher o 10º dia retirará o dinheiro com juros e atualização monetária sobre o mês do saque. Em 2020, o saque-aniversário será de abril a junho para os trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro, de maio a junho para os nascidos em março e abril e de junho a agosto para os nascidos em maio e junho.

Aplicativo FGTS
Opção de modalidade de saque do FGTS pode ser feita pelo aplicativo FGTS (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
A partir de agosto, a retirada ocorrerá no mês de aniversário até dois meses depois. De 2021 em diante, as retiradas sempre ocorrerão no mês de nascimento do trabalhador, até dois meses depois. Caso o beneficiário não faça o saque no período permitido, o dinheiro volta para a conta do FGTS.

Valores
O trabalhador que aderir ao saque-aniversário poderá sacar um percentual do saldo de todas as contas do FGTS, ativas e inativas, em seu nome. Além do percentual, ele receberá um adicional fixo, conforme o saldo da conta. O valor a ser sacado varia de 50% do saldo sem parcela adicional para contas de até R$ 500 a 5% do saldo e adicional de R$ 2,9 mil para contas com mais de R$ 20 mil.

Em troca de retirar uma parcela do FGTS a cada ano, o trabalhador deixará de receber o valor depositado pela empresa caso seja demitido sem justa causa. O pagamento da multa de 40% nessas situações está mantido. As demais possibilidades de saque do FGTS – como compra de imóveis, aposentadoria e doenças graves – não são afetadas pelo saque-aniversário.

Saque imediato
O saque-aniversário não está relacionado ao saque imediato, que prevê a retirada de até R$ 998 do FGTS de todas as contas ativas e inativas. Quem não retirou o dinheiro nessa modalidade ao longo dos últimos meses ainda poderá fazer o saque até 31 de março. Depois disso, o dinheiro retornará para a conta do FGTS.

Planejamento financeiro para 2020: como ter um ano tranquilo e equilibrado

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 29 dez 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

da CDL (conteúdo) com informações do Meu Bolso Feliz

O ano que vem pode ser o seu ano. Veja como começar 2020 no azul!

Como anda sua vida financeira? Aproveite o fim do ano para fazer uma reflexão e planejar-se para uma vida mais tranquila e equilibrada. Está sobrando um dinheirinho? Pense nas contas de início de ano ou pense em engordar sua reserva financeira. Está endividado? O primeiro passo é descobrir o quanto você deve e como fará para pagar o valor. Com planejamento, é possível regularizar seus débitos. E você pode começar, agora, em dezembro:

1. Liste todas as contas em aberto e dívidas

Não existe planejamento sem informações precisas. Faça uma lista completa e honesta de todas as suas dívidas (não vale “esquecer” nenhuma).

Não sabe como começar? Faça uma consulta de CPF para saber se foi negativado por algum débito em aberto. Será possível visualizar os valores devidos, as empresas que protestaram a dívida e o valor dos juros que você está pagando em cada uma. Organize as dívidas em ordem: dos maiores juros para os menores. Guarde essa informação.

2. Liste todas as suas receitas (salário, bônus, 13º, FGTS)

Muita gente não tem ideia do quanto ganha e, por isso, o orçamento acaba saindo do controle. Afinal, como você vai controlar as contas se não sabe até quanto pode gastar?

Então, faça uma lista rápida com todos os recebíveis de dezembro, incluindo salários (normal e 13º), eventuais bônus da empresa, saque de FGTS ou mesmo alguma receita extra, como venda de itens usados ou trabalhos de freelancer.

Ao visualizar todas as receitas, você conseguirá facilmente calcular a receita do mês e já escolher os próximos passos para definir o que vai ser pago.

3. Organize-se e pague suas dívidas primeiro

…Leia na íntegra

Nascidos em novembro e dezembro sem conta na Caixa podem sacar FGTS

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 23 dez 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

da Ascom /CDL (Conteúdo)

Trabalhadores nascidos em outros meses do ano que já sacaram os R$ 500 da conta só poderão retirar o valor complementar na próxima sexta (20)

Os que tem saldo acima de R$ 998 em 24 de julho só terão direito ao saque imediato de até R$ 500 por conta de FGTS. Somente aqueles com até um salário mínimo (R$ 998) na conta do FGTS na mesma data poderão sacar até R$ 998. Dessa forma, um trabalhador que tinha R$ 998 numa conta do FGTS e R$ 1 mil em outra conta em 24 de julho só poderá receber R$ 998 da primeira conta e R$ 500 da segunda.

Os trabalhadores nascidos em outros meses do ano que já sacaram os R$ 500 da conta só poderão retirar o valor complementar – diferença entre R$ 500 e R$ 998 – na próxima sexta-feira (20), caso tenham direito. O saque poderá ser feito pelos mesmos canais de pagamento da primeira etapa do saque imediato.

O pagamento de recursos do FGTS começou em setembro para quem tem poupança ou conta corrente na Caixa, com crédito automático.

Para esses trabalhadores, o valor será depositado também na sexta-feira. Quem nasceu em novembro e dezembro receberá o valor integral na conta. Quem nasceu em outros meses receberá o valor complementar, se tiver direito.

Segundo a Caixa, no total os saques do FGTS podem resultar em uma liberação de cerca de R$ 40 bilhões na economia em 2019.

…Leia na íntegra

Nascidos em novembro e dezembro sem conta na Caixa podem sacar FGTS

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 19 dez 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

da Ascom/CDL (Conteúdo)

Trabalhadores nascidos em outros meses do ano que já sacaram os R$ 500 da conta só poderão retirar o valor complementar na próxima sexta (20)

Os que tem saldo acima de R$ 998 em 24 de julho só terão direito ao saque imediato de até R$ 500 por conta de FGTS. Somente aqueles com até um salário mínimo (R$ 998) na conta do FGTS na mesma data poderão sacar até R$ 998. Dessa forma, um trabalhador que tinha R$ 998 numa conta do FGTS e R$ 1 mil em outra conta em 24 de julho só poderá receber R$ 998 da primeira conta e R$ 500 da segunda.

Os trabalhadores nascidos em outros meses do ano que já sacaram os R$ 500 da conta só poderão retirar o valor complementar – diferença entre R$ 500 e R$ 998 – na próxima sexta-feira (20), caso tenham direito. O saque poderá ser feito pelos mesmos canais de pagamento da primeira etapa do saque imediato.

O pagamento de recursos do FGTS começou em setembro para quem tem poupança ou conta corrente na Caixa, com crédito automático.

Para esses trabalhadores, o valor será depositado também na sexta-feira. Quem nasceu em novembro e dezembro receberá o valor integral na conta. Quem nasceu em outros meses receberá o valor complementar, se tiver direito.

Segundo a Caixa, no total os saques do FGTS podem resultar em uma liberação de cerca de R$ 40 bilhões na economia em 2019.

Originalmente, o saque imediato iria até março, mas o banco antecipou o cronograma, e todos os trabalhadores receberão o dinheiro este ano.

Os saques de até R$ 998 podem ser feitos nas casas lotéricas e terminais de autoatendimento para quem tem senha do cartão cidadão. Quem tem cartão cidadão e senha pode sacar nos correspondentes Caixa Aqui, apresentando documento de identificação, ou em qualquer outro canal de atendimento.

No caso dos saques de até R$ 100, a orientação da Caixa é procurar casas lotéricas, com apresentação de documento de identificação original com foto. Segundo a Caixa, mais de 20 milhões de trabalhadores podem fazer o saque só com o documento de identificação nas lotéricas.

Quem não tem senha nem cartão cidadão e vai sacar mais de R$ 100 deve procurar uma agência da Caixa.

Embora não seja obrigatório, a Caixa orienta, para facilitar o atendimento, que o trabalhador leve também a carteira de trabalho para fazer o saque. Segundo o banco, o documento pode ser necessário para atualizar dados.

As dúvidas sobre valores e a data do saque podem ser consultadas no aplicativo do FGTS (disponível para iOS e Android), pelo site da Caixa ou pelo telefone de atendimento exclusivo 0800-724-2019, disponível 24 horas.

A data limite para saque é 31 de março de 2020. Caso o saque não seja feito até essa data, os valores retornam para a conta do FGTS do trabalhador.

Para facilitar o atendimento, a Caixa vai abrir 2.302 agências em horário estendido de hoje até sexta-feira (20). As agências que abrem às 8h terão o encerramento do atendimento duas horas depois do horário normal de término.

As que abrem às 9h terão atendimento uma hora antes e uma hora depois. Aquelas que abrem às 10h iniciam o atendimento com duas horas de antecedência. E as que iniciam ao funcionamento às 11h também começam o atendimento duas horas antes do horário normal.

A lista das agências com horário especial de atendimento pode ser consultada no site da Caixa. Nesses pontos, o trabalhador poderá tirar dúvidas, fazer ajustes de cadastro dos trabalhadores e emitir senha do Cartão Cidadão.

A Caixa destaca que o saque imediato não altera o direito de sacar todo o saldo da conta do FGTS, caso o trabalhador seja demitido sem justa causa ou em outras hipóteses previstas em lei.

Essa modalidade de saque não significa que houve adesão ao saque aniversário, que é uma nova opção oferecida ao trabalhador, em alternativa ao saque por rescisão do contrato de trabalho.

Por meio do saque aniversário, o trabalhador poderá retirar parte do saldo da conta do FGTS, anualmente, de acordo com o mês de aniversário.

Com informações da Agência Brasil

Prefeito e secretários de governo participam de apresentação de sistema para a emissão de licenças e alvarás

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 19 dez 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

da Secom/PMVC (Conteúdo)

O Prefeito Municipal, Herzem Gusmão, reuniu uma comitiva de secretários e técnicos do governo para a apresentação do sistema de emissão de licenças e alvarás

Na tarde desta segunda-feira (16), estiveram presentes no prédio da Secretaria Municipal de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico (Semtre), o Prefeito Municipal, Herzem Gusmão, e uma comitiva formada por secretários e técnicos do governo, para a apresentação de um sistema eletrônico capaz de desburocratizar os processos de emissão de licenças e alvarás no município.

O sistema Fortaleza Online foi apresentado pelo arquiteto e gerente da secretaria de urbanismo e meio ambiente da prefeitura de Fortaleza, David Pizol. Com a demonstração, os gestores municipais puderam entender de maneira prática, como funciona a ferramenta que tem se notabilizado como modelo de tecnológico de gestão da capital cearense.

O Arquiteto e Urbanista, gerente da Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza – CE, apresenta o pioneiro sistema de emissão de licenças e alvarás

Segundo o arquiteto, o sistema surgiu desde 2016 com o objetivo de facilitar o acesso dos serviços e dar maior transparência às emissões de documentos. ” Diminuímos de forma significativa o tempo tempo de emissão de licenças, que chegam a sair em até 30 minutos. Além disso, houve um aumento na arrecadação do município pela facilidade gerada, uma procura crescente para a adesão de novos empreendimentos”, afirma.

O Prefeito Herzem Gusmão ressaltou que a gestão municipal tem buscado alternativas de modernização para a prestação de seus serviços. “Graças ao novo Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU), implementado neste ano, atualizamos o uso e ocupação do solo da cidade. Com isso, a forma de emissão dos alvarás e licenças se dará de forma cada vez mais prática e dentro da lei. Buscaremos, agora, os meios de aderir aos métodos e ferramentas que irão facilitar ainda mais a vida dos cidadãos”, reitera o prefeito.

De acordo o coordenador do Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI), Lauro Oliveira, a prefeitura possui hoje uma equipe de programadores com conhecimento amplo, que participa do processo de implantação de sistemas para Vitória da Conquista.

Amigo secreto deve movimentar R$ 7,5 bilhões na economia

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 18 dez 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

da CDL/CNDL (Conteúdo)

Quatro em cada dez consumidores pretendem participar da brincadeira; gasto médio com cada presente deve ser de R$ 68

Cada vez mais, os brasileiros têm se rendido ao famoso ‘Amigo Secreto’, também conhecido como ‘Amigo Oculto’, para comemorar as festas de fim de ano. Um levantamento feito em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que, este ano, 42% dos consumidores que vão presentar no Natal devem aderir à brincadeira — um aumento de 9 pontos percentuais em relação a 2018. Com isso, a previsão é de que cerca de R$ 7,5 bilhões sejam injetados na economia.

Estima-se ainda que 66,3 milhões de pessoas participem de pelo menos algum `Amigo Secreto´ no trabalho ou na família. As principais motivações apontadas pelos entrevistados foram o fato de gostar desse tipo de celebração (59%) e considerar a brincadeira uma boa maneira de se economizar com presentes (36%). Há ainda aqueles que, apesar de entrar na brincadeira, sinalizaram não gostar desse tipo de comemoração: 12% disseram que participam para não serem vistos como antissociais.

…Leia na íntegra

Seis em cada dez brasileiros pretendem comprar presentes para si mesmos no Natal

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 14 dez 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

da CDL/CNDL (Conteúdo)

O ato de se auto presentear cresceu para 65% em comparação com ano passado e deve movimentar mais de R$ 36 bilhões na economia. Na hora de presentear os filhos, metade dos pais admite que crianças influenciam na decisão de escolha dos presentes

Getty Images

Dezembro chegou e com a proximidade do Natal, muitos brasileiros acreditam ser a ocasião perfeita para se recompensar pelo intenso ritmo de trabalho e pelas dificuldades enfrentadas ao longo do ano. Pesquisa conduzida pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) nas 27 capitais brasileiras aponta que seis em cada dez (65%) consumidores devem se auto presentear na data — um crescimento de 11 pontos percentuais em relação a 2018. A expectativa é de que 101,6 milhões de pessoas comprem algum presente para si mesmas neste fim de ano, o que promete movimentar cerca de R$ 36,7 bilhões na economia.

Boa parte desse fenômeno é movido pelo aspecto emocional em suprir uma necessidade aliada à reconfortante ideia do “eu mereço”. De acordo com o levantamento, entre os que estão dispostos a comprar presentes para si mesmos, 51% afirmam que o fazem por precisar de algum produto e, por essa razão, aproveitam esta época. Outros 30% justificam ser uma recompensa por terem trabalhado muito em 2019, enquanto 17% admitem que o Natal é somente um pretexto para comprar.

gasto médio do presente será de R$ 170, sendo que 42% têm intenção gastar até R$ 150. Em média, a pesquisa mostra que os consumidores planejam comprar dois presentes para si próprios. Os itens mais desejados são roupas (55%), calçados (31%), perfumes e cosméticos (27%), celulares ou smartphones (17%), acessórios (14%) e livros (11%).

Para a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, é importante o consumidor ficar atento às suas finanças para evitar endividamentos. “Nesta época há muitos custos que vão muito além dos presentes de Natal. O ideal é planejar as despesas de acordo com o orçamento pessoal e familiar, sabendo com antecedência quanto será possível gastar. É recomendável que a pessoa não se deixe levar pelas emoções e exagere nos gastos. Fazer uma lista prévia do que se deseja e pesquisar preços é um bom caminho para não extrapolar as despesas”, orienta Marcela.
50% dos pais admitem que filhos influenciam na escolha dos presentes que vão ganhar; 11% afirmam que deixarão de pagar alguma conta para atender vontade das crianças

O Natal não faz apenas a alegria dos adultos, mas das crianças e adolescentes também. E os filhos têm uma influência importante na escolha dos presentes que vão ganhar. Se por um lado, o estudo revela que praticamente a metade (47%) dos consumidores com filhos garantem comprar sozinhos os presentes das crianças, outra metade (50%) admite que os filhos são os verdadeiros influenciadores na hora da escolha:  43% escolhem conjuntamente com os pais, enquanto 7% permitem que os filhos tenham a palavra final sobre o presente.

Outro dado significativo refere-se ao peso do presente dos filhos no orçamento doméstico. Quase 11% dos entrevistados admitem que vão deixar de pagar alguma conta para atender às vontades de seus filhos, especialmente o cartão de crédito (4%) e os impostos de início de ano (3%). Em contrapartida, 77% não pretendem deixar de pagar contas com esse objetivo e 11% ainda não decidiram o que farão.

“Fugir à própria realidade financeira na hora de dar os presentes de Natal significa criar um problema que pode se tornar grave em pouco tempo, além de não demonstrar bom exemplo. Os pais têm todo o direito de agradar aos filhos, desde que priorizem o pagamento das despesas básicas e demais necessidades familiares”, analisa o educador financeiro do SPC Brasil, José Vignoli.

Boas perspectivas para o fim de ano no varejo

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 08 dez 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

da CDL com Varejo SA (Conteúdo)

O varejo já vem se preparando para um dos melhores períodos, que promete aquecer o setor com a contratação de novos profissionais. Uma pesquisa realizada em todas as regiões do país pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) estimou que aproximadamente 103 mil vagas serão abertas até dezembro –um aumento de 43,8 mil postos de trabalho em relação ao previsto no ano passado.

O quadro positivo de contratação para este ano reflete a expectativa do varejo de que as vendas sejam melhores em relação a 2018. Dados do levantamento mostram que seis em cada dez empresários (58,0%) apostam que os resultados de 2019 devem superar os do ano passado — um aumento de 17 pontos percentuais ante 2018. A expectativa é de um crescimento médio de 16,7% nas vendas neste fim de ano – em 2018, esse número era de 7,9%.

CONTRATAÇÕES EM ALTA

Em meio a um cenário mais otimista, foi observado um leve recuo de 72% para 69% no percentual de empresários que não têm a intenção de fazer contratações neste fim de ano, incluindo temporários, informais, efetivos ou terceirizados. Por outro lado, houve um aumento de 17% para 23% no percentual dos que contrataram ou devem contratar ao menos um novo colaborador. A principal justificativa para os reforços no quadro de funcionários é atender ao aumento da demanda nesse período do ano, com 88% das menções. A pesquisa também revelou que a maior parte (48%) dos empresários consultados deve contratar mais neste ano. A boa notícia é que 40% têm a intenção de efetivar os temporários.

PERFIL DAS VAGAS

– 52% dos lojistas pretendem empregar temporários.

– 49% devem abrir vagas informais.

– 45% planejam oferecer postos com carteira assinada.

– 28% esperam contratar terceiros.

Donos de pequenos negócios apontam melhoria do acesso ao crédito

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 05 dez 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

da CDL com ASN (Conteúdo)

Pesquisa realizada pelo Sebrae mostra que mais empresários buscaram empréstimos em 2019 e que houve melhora na avaliação do sistema financeiro

A melhora dos índices de confiança dos empresários brasileiros, identificada na Sondagem Conjuntural realizada pelo Sebrae, contribui para que os donos de pequenos negócios retomem o interesse em buscar financiamento para suas empresas junto ao sistema financeiro.  Segundo o levantamento, após uma sequência de sucessivas quedas, houve – neste ano – um crescimento de 4 pontos percentuais na proporção de empresários que buscaram empréstimo ou financiamento novo (18%), em comparação com 2018 (14%). Em 2015, 24% dos donos de pequenos negócios ouvidos na pesquisa haviam buscado crédito nos bancos.

O levantamento do Sebrae revelou redução no percentual de empresários que apresentam algum tipo de aversão à tomada de empréstimos (não confia na política econômica, tem medo de não conseguir pagar ou não gosta de empréstimos). Em 2018, esses motivos representavam 32% das justificativas dos empresários que não buscaram crédito. Em 2019, esse volume caiu para 23%. Ainda de acordo com as empresas ouvidas pelo Sebrae, 63% dos empresários que buscaram obter um empréstimo novo, tiveram sucesso na tentativa. O levantamento também apontou aumento da proporção de empreendedores que afirmaram não ter encontrado dificuldade na obtenção do empréstimo em 2019 (31%), contra 29% em 2018, e 18% em 2017.

Para o presidente do Sebrae, Carlos Melles, a melhora desses indicadores confirma a confiança dos donos de micro e pequenas empresas na recuperação da economia brasileira e na melhoria do ambiente de negócios, que tem sido objeto de esforços constantes do governo federal e do Sebrae. “Com a retomada do crescimento, as pequenas empresas, que foram as principais responsáveis pela manutenção do emprego no país ao longo da crise, se sentem mais seguras para buscar crédito e investir na ampliação de seus negócios. Além disso, não podemos nos esquecer que o brasileiro agora está mais livre para empreender, com a chegada da Lei da Liberdade Econômica. As novas regras deixam o ambiente menos burocrático e sem amarras, comenta Melles.

De acordo com o estudo do Sebrae, houve em 2019 melhora na avaliação do sistema bancário por parte dos donos de micro e pequenas empresas. A soma da avaliação “ruim” e “muito ruim” passou de 61% (2018) para 56% (2019). Quando questionados sobre o que poderia ser feito para facilitar a aquisição de novos empréstimos/financiamentos, a resposta mais apontada pelos empreendedores foi: “reduzir as altas taxas de juros pagas pelos tomadores”. O Capital de giro (52%), seguido da compra de máquinas/equipamentos ou reforma/ampliação do negócio (ambas com 35%) foram as principais finalidades dos empréstimos obtidos por donos de micro e pequenas empresas em 2019. O valor médio solicitado foi de R$ 32.780,00. Já o valor médio concedido foi de R$ 29.537,00.

Números da Pesquisa do Sebrae sobre Financiamento

  • 18% das MPEs tentaram obter um empréstimo ou financiamento novo nos últimos 6 meses.
  • A Empresa de Pequeno Porte foi o segmento que mais tentou empréstimo novo 25%, seguido de Microempresa (22%) e Microempreendedor Individual (11%).
  • 50% não tentou obter empréstimo porque não precisou.
  • 23% não tentou empréstimo por receio (não gosta de empréstimo 12%; não conseguiria pagar 6%; não confia na política econômica 5%).
  • A aversão à tomada de empréstimo novo é maior entre os MEI (26%) e no ensino fundamental (29%).
  • 63% dos que tentaram obter um empréstimo novo tiveram sucesso.
  • 31% dos entrevistados disseram não ter encontrado dificuldade para obter empréstimo.
  • O “capital de giro” é a finalidade mais demandada (52%), seguida de compra de máquinas e equipamentos (35%) e reforma/ampliação do negócio (35%).

Valor solicitado (média)

  • MPE – 32.780
  • MEI – 17.869
  • ME – 37.405
  • EPP – 48.270

Valor concedido (média)

  • MPE – R$ 29.537
  • MEI – R$ 12.316 – 69% do solicitado
  • ME – R$ 32.716 – 87% do solicitado
  • EPP – R$ 46.545 – 96% do solicitado

ASN

13º salário: mais brasileiros vão gastar com presentes do que com pagamento de dívidas

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 04 dez 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

da CDL/CNDL (Conteúdo)

Cresce de 23% para 32% o percentual de trabalhadores que vão usar 13º salário para comprar presentes. Já 52% vão ‘fazer bico’ para realizar mais compras. Especialistas orientam consumidor inadimplente a priorizar quitação de pendências e dividir compras em poucas prestações

O recebimento do 13º salário é sempre um período de alívio para o bolso dos consumidores. Trata-se de um dinheiro extra que pode ajudar tanto no pagamento de dívidas, quanto nas comemorações de Natal e Réveillon. Uma pesquisa feita em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que neste ano, mais brasileiros vão se utilizar desse dinheiro extra para adquirir presentes. Na comparação com 2018, aumentou de 23% para 32% o percentual de trabalhadores que vão gastar ao menos parte do 13º salário com a compra de presentes. Em contrapartida, o pagamento de dívidas em atraso é a quarta opção mais citada, com 15% de citações.

…Leia na íntegra

Donos de pequenos negócios apontam melhoria do acesso ao crédito

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 03 dez 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

do site da CDL (Conteúdo)

Pesquisa realizada pelo Sebrae mostra que mais empresários buscaram empréstimos em 2019 e que houve melhora na avaliação do sistema financeiro

A melhora dos índices de confiança dos empresários brasileiros, identificada na Sondagem Conjuntural realizada pelo Sebrae, contribui para que os donos de pequenos negócios retomem o interesse em buscar financiamento para suas empresas junto ao sistema financeiro.  Segundo o levantamento, após uma sequência de sucessivas quedas, houve – neste ano – um crescimento de 4 pontos percentuais na proporção de empresários que buscaram empréstimo ou financiamento novo (18%), em comparação com 2018 (14%). Em 2015, 24% dos donos de pequenos negócios ouvidos na pesquisa haviam buscado crédito nos bancos.

…Leia na íntegra

Procon tem lista de lojas para evitar na Black Friday 2019

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 27 nov 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

da CDL com TechTudo (Conteúdo)

Relação conta com 307 sites fraudulentos e ajuda consumidores a fugir da famosa “Black Fraude”

Em meio a tantas ofertas tentadoras anunciadas durante a Black Friday, é preciso ter cautela para não cair em golpes na Internet. Como a data movimenta intensamente o e-commerce brasileiro, criminosos tendem a aproveitar o fluxo de usuários na web para atrair vítimas a sites falsos, vender produtos inexistentes e roubar dados de cartão de crédito. Para evitar que os compradores sejam lesados na tradicional sexta-feira de promoções, o Procon-SP mantém uma lista de lojas virtuais suspeitas.

A relação conta — até a publicação desta matéria — com 307 sites fraudulentos, que tiveram reclamações de consumidores registradas no órgão, foram notificados e não responderam ou não foram encontrados. O Procon-SP divulgou a lista de endereços pela primeira vez em julho de 2011 e a mantém atualizada desde então — o último update foi feito em 14 de outubro.

Além da URL da página, a lista também mostra informações como a empresa ou pessoa responsável pela loja virtual, o respectivo CNPJ (ou CPF, no caso de o e-commerce ser administrado por uma pessoa física) e a situação, que pode estar classificada como “No ar” ou “Fora do ar”. Vale citar que esse status se refere à data de inserção do site na lista, também mencionada na tabela.

Marcas nacionais consagradas não estão presentes na listagem, mas alguns nomes chamam a atenção pela semelhança com determinadas lojas famosas, como é o caso das páginas “gabimagazine.com.br” e “magazinefernando.com”, que supostamente se referem à Magazine Luiza. Já endereços como “localdoeletro.com.br”, “cardozoeletro.com.br” e “showdoeletro.com.br” podem confundir clientes do e-commerce Ricardo Eletro.

A lista completa pode ser acessada na página do Procon SP (sistemas.procon.sp.gov.br/evitesite).

Além de consultar o documento, os consumidores devem se cercar de uma série de outros cuidados, como verificar se o site é seguro, pesquisar a reputação da loja em sites como Reclame Aqui e ficar alerta às formas de pagamento.

Dia do Empreendedorismo Feminino! Qual o principal objetivo desse dia?

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 20 nov 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

da CDL (Fonte Diário do Comércio)

O principal objetivo do Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino é incentivar a entrada de mulheres no mundo dos negócios. Ele estimula mulheres líderes e empreendedoras a iniciar startups, impulsionar o crescimento econômico e fazer as comunidades espalhadas por todo o mundo prosperarem. Mais do que um dia comemorativo, ele é um movimento para aumentar a participação das mulheres no mercado de trabalho.

Lugar de mulher é onde ela quiser. Atualmente, o Brasil conta com 24 milhões de mulheres empreendedoras, segundo dados da Rede Mulher Empreendedora (RME). Elas estão divididas entre empreendedoras estabelecidas (10 milhões) e iniciantes (14 milhões).

Do grupo de 10 milhões, cerca de 44% são donas de empresas de micro e pequeno porte, com faturamento anual entre R$ 48 mil até R$ 3 milhões, e 56% de microempreendedores com faturamento anual de até R$ 48 mil.

Mesmo com as dificuldades as mulheres estão conquistando espaço no mercado de trabalho ou abrindo sua própria empresa. Ainda sim, o mundo ideal está distante, mas não é impossível.

O dia 19 de novembro é Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino, data lançada pela Organização das Nações Unidas (ONU) para valorizar e incentivar as mulheres empreendedoras. Para comemorar, confira sete histórias de sucesso.

Mulheres negras são metade das empreendedoras brasileiras

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 19 nov 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

da CDL/ASN (Conteúdo)

Conforme relatório especial feito pelo Sebrae, as donas de negócios negras apresentam uma maior proporção de informalidade que as empreendedoras brancas e alcançam uma remuneração inferior

As mulheres negras representam hoje a metade das donas de negócios no país, segundo um relatório especial produzido pelo Sebrae. Elas fazem parte do contingente das 9,6 milhões de empreendedoras do sexo feminino que estão à frente de um negócio, formal ou na informalidade, como empregador ou trabalhando por conta própria. O documento, que faz um perfil atualizado do empreendedorismo feminino no Brasil por gênero e raça, mostra que o empreendedorismo por necessidade é mais forte entre as mulheres negras (49%) que entre as brancas (35%) e que a informalidade também é marcante nesse contingente. De acordo com levantamento do Sebrae, somente 21% das empreendedoras negras têm CNPJ, contra 42% das mulheres brancas.

As mulheres negras são 17% dos empreendedores do país e ganham menos do que todos os outros grupos, R$ 1.384 por mês. Isso equivale a cerca de metade do rendimento das empreendedoras brancas, de R$ 2.691, e 42% do valor recebido por homens brancos (R$ 3.284). No grupo de mulheres negras donas de negócio há uma proporção maior de chefes de domicílio (49%) do que as brancas (44%). Segundo a Pesquisa Nacional de Amostragem de Domicílio Contínua (PNADC), desde 2015 o percentual de mulheres que assumem o controle do lar vem subindo e hoje elas são 46% do total, contra 49% dos homens.

…Leia na íntegra