Projeto de combate à obesidade, hipertensão e diabetes é desenvolvido na USB do Panorama

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 15 fev 2019

Tags:, , , ,

O projeto de “Prevenção de Doenças e agravos não Transmissíveis (DANTs), a Unidade Básica de Saúde do Panorama estará realizando, durante todo este mês, uma triagem dos pacientes que tenham problemas de síndrome metabólica, que envolve casos como obesidade, hipertensão e diabetes.

O DANTs enxerga o paciente de forma holística e desenvolve-se através de consultas nutricionais detalhadas. A partir de exames, um plano alimentar será traçado individualmente e o paciente será acompanhado. Além das consultas individuais, os participantes participam de encontros em grupo com atividades educativas, oficinas de culinária e atividades físicas orientadas por educador físico. Além disso, realizam todos os exames laboratoriais e recebem os encaminhamentos necessários.

Sedentarismo mata mais do que obesidade, alerta especialista

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Geral | Data: 25 maio 2014

Tags:,

Uol

imagesO sedentarismo é a segunda maior causa de morte no planeta, perdendo apenas para a hipertensão, diz o médico Victor Matsudo, do Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul (Celafiscs).

“Muitos estudos mostram que atividade física é tão importante quanto a alimentação para perda de peso e redução dos riscos de inúmeras doenças”, destacou.

Segundo Matsudo, uma pessoa sedentária tem riscos maiores de desenvolver doenças em relação a quem não se alimenta de forma adequada, por isso ele tenta desmistificar a percepção de que obesidade é um problema relacionado apenas à nutrição.

…Leia na íntegra

Estudos reforçam vínculo entre bebida açucarada e obesidade

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Saúde | Data: 23 set 2012

Tags:

AFP

Três novos estudos publicados este fim de semana reforçam o vínculo entre o consumo de refrigerantes e bebidas de frutas açucaradas e a epidemia de obesidade nos Estados Unidos.

O consumo destas bebidas mais que dobrou desde os anos 1970, assim como a taxa de obesidade entre os americanos no mesmo período, que afeta atualmente 30% da população adulta, destacam os autores destas pesquisas divulgadas na edição online do New England Journal of Medicine (www.nejm.org).

O primeiro estudo, feito com mais de 33.000 americanos, homens e mulheres, indica que consumir estas bebidas açucaradas agiria nos genes, afetando o peso e ampliando a pré-disposição genética de uma pessoa a engordar.

…Leia na íntegra