Atividades do campus da Uesb de Vitória da Conquista retornam nesta terça (10)

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 09 jan 2017

Tags:, ,

Da Redação


Depois de 80 dias, as portas do campus da Universidade Estadual (Uesb), em Vitória da Conquista, voltarão a abrir. A partir desta terça-feira (10), as atividades administrativas da Instituição voltam à normalidade.

Desde o dia 21 de outubro, o local estava ocupado por estudantes que protestavam contra a PEC 55, que limita os gastos públicos pelas próximas duas décadas. Desde então, as aulas e as atividades administrativas estavam suspensas na Universidade e o vestibular, que deveria ter sido realizado em dezembro e 2016, foi adiado para os dias 15 e 16 de janeiro de 2017.

Com o fim da ocupação, que foi definido em assembleia estudantil na última sexta-feira (6) e a saída dos manifestantes, nesta segunda (9), uma vistoria foi feita nas instalações do campus. Logo em seguida, foi iniciada a limpeza dos diversos prédios.

As atividades acadêmias, no entanto, só retornam no dia 1º de fevereiro, após o fim das férias. Já o novo calendário acadêmico da Uesb será definido em reunião do  do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe), que será realizada no dia 8 de fevereiro.

Estudantes decidem desocupar o campus da Uesb de Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 07 jan 2017

Tags:, ,

Da Redação


A ocupação estudantil na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), campus de Vitória da Conquista, chegou ao fim. Por meio de uma página no Facebook, a organização do movimento “Ocupa Uesb” informou que em assembleia, realizada na noite dessa sexta-feira (6), os estudantes oficializaram a decisão de desocupar o prédio da Instituição na próxima segunda-feira (9).

“A ocupação foi mantida por tempo indeterminado para que se avançasse as negociações com a reitoria, após avaliado que estas não estavam saindo a contento”, afirmou os estudantes por meio da nota. Ainda de acordo com a publicação, a decisão de desocupar o campus no dia 9 de janeiro já havia sido tomada na assembleia do dia 29 de dezembro do ano passado, mas “essa informação permaneceria sigilosa apenas para estudantes, não podendo propagada por meios pouco confiáveis como redes sociais; o motivo de tal sigilo era manter a possibilidade de avanço nas negociações”.

A ocupação dos campi da Uesb teve início no dia 21 de outubro de 2016, cuja causa inicial era oposição à aprovação da PEC 55, que colocaria um teto para os gastos públicos, acompanhando uma série de manifestações que foram realizadas por todo o país. O campus da Instituição em Itapetinga foi o primeiro a ser desocupado, no dia 8 de dezembro, antes mesmo do 2º turno da votação da PEC no Senado acontecer. Já o campus de Jequié teve o acesso liberado no dia 14 de dezembro, logo após a aprovação da PEC.

Já os estudantes que ocupavam o prédio da Uesb em Vitória da Conquista decidiram permanecer com o movimento no intuito de que “houvesse ao menos ganhos materiais”, assim, definiu uma pauta interna para ser atendida pela reitoria da Instituição. A administração da Uesb, por sua vez, afirmou, por meio de nota, que respondeu as reivindicações do estudantes, mas sem obter uma resposta do movimento “OcupaUesb” ingressou “no dia 19 de dezembro, com uma ação de reintegração de posse da Instituição.

Depois de 78 dias, o campus de Vitória da Conquista retomará às suas atividades acadêmicas e administrativas.

Ocupação força Uesb a realizar Vestibular fora do prédio da universidade

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 06 jan 2017

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

Pela primeira vez em sua história a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) não realizará as provas do seu vestibular dentro do prédio da instituição. O que a impede é a continuidade da ocupação realizada por um grupo de estudantes do movimento ‘Ocupa Uesb’, que impede o acesso ao campus da universidade em Vitória da Conquista há mais de dois meses.

Devido a ocupação, as provas, que ocorrem nos dias 15 e16 de janeiro, serão realizadas em salas de escolas das Redes estadual e municipal, além de colégios particulares e faculdades parceiras. Segundo apurou o BLOG DA RESENHA GERAL, mais de 20 locais de provas serão utilizados em Conquista para a realização do certame. Destes, pelo menos 10 terão a função de suprir a demanda de candidatos que realizariam as provas no campus da Uesb.

Os números ainda não foram confirmados pela Universidade, que divulgará ainda nesta semana os cartões com os locais de prova. No entanto, é sabido que esta mudança causará uma despesa financeira inesperada à Uesb.

Adiamento

Além de causar a mudança nos locais de prova, a ocupação ao prédio da Uesb já havia forçado o adiamento do vestibular – agendado inicialmente para os dias 4 e 5 de dezembro – e do Enem.

Vagas

Ao todo, 17.795 candidatos concorrerão as 1.186 vagas para os 47 cursos que a Universidade dispõe – sendo 727 vagas para o primeiro semestre letivo e 459 para o segundo período. As vagas são distribuídas entre os três campi da Instituição: Itapetinga, Jequié e Vitória da Conquista.

Mais informações sobre o Vestibular Uesb 2017 podem ser conferidas no Edital, que rege o processo seletivo, e no Manual do Candidato.

Ocupação

O campus da Uesb, em Vitória da Conquista, está ocupado pelo movimento estudantil “OcupaUesb”, desde o dia 21 de outubro. A causa inicial apresentada pelo movimento era oposição à aprovação da PEC 55.

Após a aprovação da PEC 55 no Senado Federal, no dia 13 de dezembro de 2016, escolas e universidades públicas do Brasil, que também estavam ocupadas pela mesma motivação, foram sendo desocupadas paulatinamente. O campus da Uesb em Itapetinga foi desocupado antes da aprovação em segundo turno, no dia 8 de dezembro, já o campus de Jequié foi desocupado no dia 14 de dezembro. Entretanto, o campus de Vitória da Conquista permanece ocupado, com a justificativa da necessidade de resolver a pauta interna.

No entanto, o processo de negociação com os estudantes, segundo comunicado da reitoria da Uesb, foi interrompido pelos ocupantes no dia 13 de dezembro. Desde então, a Administração da Uesb ingressou com uma ação de reintegração de posse do campus de Vitória da Conquista. A ação ocorreu no dia 19 de dezembro.

Sem avanço nas negociações, administração da UESB solicita reintegração de posse

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Educação, Vit. da Conquista | Data: 06 jan 2017

Tags:, , ,

da Redação
Com informações da Ascom / Uesb (conteúdo)

É de conhecimento público que o campus da Uesb, em Vitória da Conquista, está ocupado pelo movimento estudantil “OcupaUesb”, desde o dia 21 de outubro. Desde então, a administração da Universidade demonstrou estar aberta ao diálogo com o movimento e manifestou seu apoio à causa inicial apresentada pelo movimento, que era oposição à aprovação da PEC 55.

Para manter um diálogo constante com o movimento e buscar negociar a manutenção de alguns serviços administrativos, foi formada uma comissão, com Pró-reitores e Assessores da Reitoria. O professor Paulo Roberto Pinto Santos, Reitor da Uesb, no intuito de discutir a questão, reuniu-se com representantes da Secretaria de Educação (SEC) e da Procuradoria Geral do Estado (PGE), além de ter participado de reuniões e audiências com a Promotoria Pública e com a Justiça Estadual, em virtude de solicitações do movimento “LibertaUesb”, que é contrário à ocupação. É importante ressaltar que, durante todo esse período, aconteceram encontros com o “OcupaUesb”, nos quais o Reitor esteve presente e a pauta interna foi apresentada, inclusive, um desses momentos foi a reunião do Conselho Superior Universitário (Consu), onde os estudantes tiveram direito a voz e puderam apresentar suas demandas aos conselheiros, tendo o Conselho manifestado apoio ao movimento.

No dia 13 de dezembro de 2016, a PEC 55 foi aprovada no Senado Federal, assim as escolas e universidades públicas do Brasil, que tiveram a ocupação motivada pela referida PEC, foram sendo desocupadas paulatinamente. O campus da Uesb em Itapetinga foi desocupado antes da aprovação em segundo turno, no dia 8 de dezembro, já o campus de Jequié foi desocupado no dia 14 de dezembro. Entretanto, o campus de Vitória da Conquista permanece ocupado, com a justificativa da necessidade de resolver a pauta interna. …Leia na íntegra

Ocupação: UESB solicita à Justiça reintegração de posse

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 04 jan 2017

Tags:, , ,

por Mateus Novais

A Administração da Uesb ingressou com uma ação de reintegração de posse do campus de Vitória da Conquista. A ação ocorreu no dia 19 de dezembro, após dois meses de ocupação do prédio público pelos estudantes do movimento ‘Ocupa Uesb’.

Por meio de nota publicada nesta quarta-feira (4), a reitoria da Uesb discorre todo o processo de negociação com os estudantes, que, segundo o comunicado, foi interrompido pelos ocupantes no dia 13 de dezembro.

“Evidenciada a radical intenção dos mesmos em persistirem no esbulho do imóvel público, causando prejuízos como adiamento e mudança de local do vestibular, ausência de manutenção na rede elétrica e equipamentos laboratoriais, experimentos e pesquisa, manutenções em geral da infraestrutura, não podendo, portanto, mais ser postergada a ação em defesa do interesse público”, justificou a Administração da Uesb.

Confira a nota na íntegra: …Leia na íntegra

Servidores de Macaúbas receberão salários atrasados depois de intervenção do MP

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação, Sudoeste | Data: 27 dez 2016

Tags:, , ,

Da Redação

Os servidores públicos do município de Macaúbas enfim conseguiram garantir o pagamento dos salários atrasados, depois de ocuparem a prefeitura no dia 19 de dezembro.

Na manhã da última sexta-feira (23) eles desocuparam o prédio após o Ministério Público garantir que até o dia 30 de dezembro os servidores receberão os salários, dando prioridade para aqueles que estão sem receber a mais tempo e os que recebem salários menores.

Com a retomada das atividades administrativas na prefeitura, lideranças da mobilização e representantes do prefeito se encontraram para celebrar o acordo.

Caso a decisão seja descumprida, será pedido a Justiça o sequestro de verbas e crime de responsabilidade do prefeito, previsto por lei. A fim de acompanhar as providências adotadas para cumprimento do acordo, representantes dos servidores públicos e do governo municipal voltaram a se reunir nesta terça-feira (27).

Ocupações na Uesb e Ifba completam dois meses

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 23 dez 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

Há dois meses um grupo de estudantes está ocupando prédios de instituições de ensino superior em Vitória da Conquista. Mesmo com o fim do movimento na maior parte das universidades do país, Ifba e Uesb estão com todas as suas atividades suspensas devido a manifestação dos discentes.

Desde o dia 18 de outubro, quando estudantes ocuparam o Ifba, o movimento contrário às mudanças propostas para a Educação ganhou força no município. Dias depois, em 22 de outubro, o movimento ganhou a Uesb – principal universidade instalada em Conquista – e Ufba. A ocupação provocou a suspensão atividades da TV e Rádio Uesb, bem como os atendimentos no Centro Universitário de Atenção à Saúde (Ceuas), bem como as provas do Enem.

A expectativa era a de que o movimento se encerrasse após a votação da PEC 55 no Senado, no dia 13 deste mês. No entanto, a mobilização não chegou ao fim.

Retorno das aulas

O Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da Uesb convocou estudantes e professores para o retorno das aulas no dia 1º de fevereiro de 2017, após o término das férias coletivas da categoria docente. O calendário acadêmico será redefinido em reunião no dia 8 de fevereiro.

O movimento estudantil, que ainda ocupa o campus de Vitória da Conquista, não discutiu o sobre o assunto. Os campi de Jequié e Itapetinga foram desocupados pelos estudantes na última semana e as atividades administrativas foram retomadas. A perspectiva do Conselho é de que as atividades também sejam retomadas no campus de Vitória da Conquista até a data de convocação para a volta às aulas.

Professores e servidores municipais de Anagé ocupam Prefeitura por atraso de pagamento

0

Publicado por Editor | Colocado em Sudoeste | Data: 22 dez 2016

Tags:, ,

Da Redação

Foto: Blog do Rodrigo Ferraz

Mais uma prefeitura da região Sudoeste ocupada. Dessa vez, professores e servidores do município de Anagé, 42 Km de Vitória da Conquista, ocuparam o prédio da Prefeitura na manhã desta quinta-feira (22).

O movimento protesta contra o atraso no recebimento dos salários e do 13º, que também não foi pago pela Prefeitura, que ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Nas cidades de Caraíbas, Poções, Macaúbas e Tanhaçu os trabalhadores também passam pelo mesmo transtorno com suas respectivas prefeituras.

Por atraso no recebimento de salários servidores ocupam Prefeitura de Caraíbas

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação, Sudoeste | Data: 21 dez 2016

Tags:,

Da Redação

Na manhã desta quarta-feira (21), professores da rede municipal de ensino ocuparam a Prefeitura da cidade de Caraíbas, localizada a 75 Km de Vitória da Conquista, para reivindicar o recebimento dos salários que estão atrasados, além do pagamento das duas parcelas do 13º.

A categoria também questiona descontos abusivos que foram feitos na folha de pagamento sem qualquer tipo de justificativa. Os servidores já estão a dois meses sem receber, entre eles motoristas e profissionais que trabalham na área administrativa da Prefeitura.

De acordo com informações das lideranças do movimento, a ocupação continuará até a prefeitura apresentar uma solução para que os servidores municipais recebam os salários e o 13º.

Professores e trabalhadores ocupam a Prefeitura de Macaúbas por atraso de salários

0

Publicado por Editor | Colocado em Manifesto Popular, Sudoeste | Data: 20 dez 2016

Tags:, ,

Da Redação

Foto: Portal de Macaúbas

Na manhã de ontem (19), professores, trabalhadores e membros do grupo Todos Por Macaúbas (TPM) ocuparam a Prefeitura Municipal de Macaúbas, região Sudoeste da Bahia, reivindicando o pagamento dos salários que estão atrasados.

De acordo com informações do Portal de Macaúbas, muitos deles estão sem receber a três meses e a prefeitura ainda não deu um parecer sobre a situação.

Os docentes do município reclamam que nem a primeira parcela do 13º salário, que deveria ter sido paga no mês de julho, foi depositada pela prefeitura. A segunda parcela deveria ter sido paga até o mês de novembro, mas também não houve recebimento.

Os ocupantes afirmaram que só deixarão o local depois que a situação for resolvida pela Prefeitura.

Ocupação: Conselho da Uesb decide não acatar recomendação do MP-BA

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 09 dez 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

img_1332

O Conselho Universitário da Uesb (Consu) decidiu por não acatar a recomendação do Ministério Público (MP-BA) de proceder com a desocupação da instituição. A decisão foi tomada em uma reunião extraordinária realizada na manhã desta quarta-feira (7), no campus de Vitória da Conquista.

Segundo a deliberação da reunião, “a maioria dos conselheiros se posicionaram a favor do movimento de ocupação na Universidade e contrários a qualquer ato coercitivo aos estudantes”. A plenária deliberou, também, pela formação de uma comissão do Conselho para dialogar com os estudantes e outra para elaborar um documento de apoio ao movimento estudantil.

O MP-BA recomendou ao reitor da Uesb, Paulo Roberto Pinto, que proceda a desocupação das dependências da Universidade até o dia 30 de novembro. No entanto, o reitor solicitou o alargamento do prazo, apontando esta reunião do Consu como uma das alternativas para a desocupação.

Itapetinga

Enquanto os estudantes da Uesb de Vitória da Conquista demonstram que não deixarão o prédio da instituição até o dia da votação da PEC 55 – 13 de dezembro -, em Itapetinga, a desocupação já foi iniciada.

Em assembleia realizada na manhã dessa quinta (8), foi deliberada, por 125 votos a favor e 10 contra, a desocupação da instituição no prazo de 24 horas.

Ocupado, Ifba realizará processo seletivo em locais alternativos; confira

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 08 dez 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

img_1921

Neste fim de semana o Instituto Federal da Bahia (Ifba) realiza as provas de seleção. As provas serão realizadas no dia 11 de dezembro de 2016, no turmo matutino. Os candidatos podem acessar os locais de prova no site www.ifba.edu.br.

Devido as ocupações contra a PEC 55, que ocorrem na maioria dos campi da instituição, as provas foram adiadas e, posteriormente, tiveram seus locais alterados.

Em Vitória da Conquista, os candidatos farão as provas em quatro colégios públicos. Confira:

Forma Integrada

COLÉGIO PADRE PALMEIRA
ESCOLA MUNICIPAL FREI SERAFIM DO AMPARO
ESCOLA RAFAEL ESPÍNOLA

Forma Subsequente

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO EUCLIDES DANTAS

Estudantes que ocupam Uesb são denunciados por arrombamento de laboratório

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 06 dez 2016

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

img_0945

Duas alunas do curso de zootecnia da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) foram denunciadas à Polícia Civil de Itapetinga por dano ao patrimônio público e furto. A dupla teria arrombado o laboratório de pesquisas em aquicultura e subtraído em experimentos de alface, além de destruir uma cadeira de plástico. O fato aconteceu na última sexta-feira (2).

Durante o fim de semana passado, uma equipe da Polícia Militar deslocou-se até a universidade e identificaram as acusadas, que terão comparecer na delegacia nos próximos dias. As meninas acusadas fazem parte do grupo de estudantes responsável pela ocupação na universidade. A participação de uma terceira pessoa não foi descartada.

O local do fato passará por perícia. Um processo administrativo deverá ser aberto pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB).

Conselho da Uesb discute recomendação do MP-BA para a desocupação

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 06 dez 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

img_1332

O Conselho Universitário (Consu) da Uesb, formado por professores, estudantes e reitoria estarão reunidos nesta quarta-feira (7) para discutir a recomendação do Ministério Público (MP-BA) de desocupação da universidade. A Uesb está desde 22 de outubro ocupada por estudantes, que protestam contra a PEC 55, a reforma do ensino médio e o projeto escola sem partido.

O MP-BA recomendou ao reitor da Uesb, Paulo Roberto Pinto, que proceda a desocupação das dependências da Universidade até o dia 30 de novembro. No entanto, o reitor solicitou o alargamento do prazo, apontando esta reunião do Consu como uma das alternativas para a desocupação.

Nesse meio tempo, a Justiça deferiu um pedido liminar de reintegração de posse. O juiz Ricardo Frederico Campos determinou que os estudantes deixassem o prédio da universidade até as 15 horas do dia 26 de novembro, caso contrário a força policial poderia ser utilizada para a desocupação. Mas, o Tribunal de Justiça da Bahia cassou a liminar a pedido da reitoria da Uesb, que argumentou que o diálogo para a desocupação está sendo mantido.

Tem início a greve dos professores da Uesb

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 28 nov 2016

Tags:, ,

Da Redação

UESB1
A greve dos professores da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) começou nesta segunda-feira (28). A categoria votou pela greve, por tempo em determinado, em assembleia realizada no dia 22 de novembro. O movimento é contra a PEC 55, a reforma do ensino médio e o congelamento de salários.

O Comando de Greve se reunirá nesta manhã para definir a agenda de mobilização, além de marcar a data de uma nova assembleia para avaliar a continuidade do movimento paredista. De acordo informações divulgadas pela Associação dos Docentes da Instituição, 143 professores solicitaram nova assembleia para reavaliar a deflagração da greve.

“Ocupa UESB”

Mesmo a greve dos docentes tendo se iniciado hoje, a Universidade está sem aulas e com todas as suas atividades suspensas desde o dia 21 de outubro, quando um grupo de estudantes ocupou os prédios da Instituição. A ação é uma manifestação contra projetos que estão em tramitação no Planalto Central. São eles a PEC do teto dos gastos, Reforma do Ensino Médio e Escola Sem Partido.

O Ministério Público, após um pedido judicial de outro grupo de alunos, que é contra a ocupação, recomendou que a Uesb fosse desocupada até o dia 20 de novembro, no entanto, os estudantes do “Ocupa Uesb” decidiram por manter o movimento. Já na última sexta-feira (25), foi expedida uma liminar solicitando que o grupo deixasse os prédios da Universidade em 24 horas, de forma pacífica, mas estando permitido o emprego de força policial em último caso. No entanto, a liminar foi suspensa.

O pedido de suspensão foi protocolado em Salvador na manhã de sábado (26). A juíza plantonista enunciou, em sua decisão, que o Juiz Ricardo Campos, “precipitadamente, deferiu a antecipação da tutela, de forma plena e satisfativa, sem que fossem ouvidos e aberto o diálogo, olvidando-se da prévia audiência de justificação, ao arrepio do quanto disposto no supedâneo legal”. Afirmou ainda que a situação exige cautela e prudência, em razão dos riscos que se corre com utilização da força policial para todos os envolvidos numa ação de desocupação. Desse modo, suspendeu os efeitos da liminar até que uma audiência de justificação ocorra e nova deliberação seja tomada.

 

TJ-BA cassa liminar de reintegração de posse da UESB

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 26 nov 2016

Tags:, , ,

Por Mateus Novais

img_1650

A liminar de reintegração de posse da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) foi suspensa na tarde deste sábado. A liminar, concedida pelo juiz de Direito da 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Vitória da Conquista, Ricardo Frederico Campos, expedida pela Justiça nessa sexta-feira (25), determinava que o prédio da Universidade fosse desocupado de forma pacífica até as 16 horas deste sábado (26), estando permitido o emprego de força policial em último caso.

Por conta disso, a movimentação na porta da Instituição, campus de Vitória da Conquista, foi intensa na tarde deste sábado. Estudantes do “Movimento Ocupa Uesb”, que decidiram manter a mobilização, e professores que apoiam o movimento, montaram barricadas e ficaram preparados para resistir à possível ação policia.

No entanto, antes que a determinação fosse cumprida, o Tribunal de Justiça suspendeu a liminar que obrigava a desocupação imediata do prédio da Uesb.

Estudante decidem não obedecer liminar de reintegração de posse da Uesb

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 26 nov 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

Em assembleia, os estudantes que ocupam a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) decidiram manter a mobilização, contrariando a liminar de reintegração de posse expedida pela Justiça nessa sexta-feira (25). A decisão foi apoiada pela ampla maioria dos estudantes presentes no auditório da Uesb.

A liminar concedida pelo juiz de Direito da 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Vitória da Conquista, Ricardo Frederico Campos, determina que o prédio da Universidade seja desocupada de forma pacífica até as 16 horas deste sábado (26), estando permitido o emprego de força policial em último caso.

UESB pede que Justiça reconsidere liminar de reintegração de posse

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 26 nov 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

img_1332

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) divulgou nota em seu site oficial informando que solicitou, ainda na última sexta-feira (25), a reconsideração da liminar de reintegração de posse expedida pelo juiz de Direito da 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Vitória da Conquista. De acordo com o pedido, a medida precisa ser avaliada por todas as partes envolvidas.

A Uesb também informou que “órgãos de Governo também foram acionados, a exemplo, Secretaria de Educação do Estado da Bahia (SEC-BA), com intuito de fazer conhecer a situação e, em conjunto, tomar medidas que garantam a integridade física dos estudantes”.

“Salientamos que, desde o início da ocupação, a reitoria da Instituição vem, diuturnamente, dialogando com o movimento Ocupa Uesb, por entender que este é o caminho para a preservação do espaço democrático, prezando sempre pela manutenção das atividades institucionais, pela conservação do bem público e pela integridade de sua comunidade, assim como pela autonomia universitária, que é o norte das ações institucionais”, complementou a Instituição.

Ainda em seu site oficial, a Uesb informou que  a reunião do Conselho Universitário (Consu), que irá tratar da pauta “Ocupação da UESB, recomendação do Ministério Público”, acontecerá no dia dia 7 de dezembro.

Professores prometem vigília em apoio a ocupação da Uesb

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 26 nov 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

img_1457

A reintegração de posse da Uesb, determinada pelo juiz Ricardo Campos nesta sexta-feira (25), poderá não ser tão pacífica como requereu o magistrado. Os professores da Universidade, além de movimentos sociais, se comprometeram a realizar uma vigília nos portões da instituição contra a desocupação.

Na tarde de ontem, o oficial de Justiça tentou notificar os integrantes do movimento Ocupa Uesb sobre a decisão liminar, no entanto, nenhum representante do movimento se dispôs a assinar o mandado. A ordem judicial é que o espaço físico da Universidade seja liberado até as 16 horas de hoje.

A Associação dos Docentes da Uesb (Adusb) afimou, por meio de nota, que “tem prestado apoio jurídico, material e político aos estudantes por compreender a importância do movimento de resistência frente à retirada de direitos”. Os direção da Adusb também convocou os professores a participarem de vigília em frente aos portões da UESB, no sábado (26), às 15 horas.

Para este mesmo horário, o movimento Ocupa Uesb convocou uma Assembleia Extraordinária onde será discutida a decisão judicial e o posicionamento dos estudantes – ainda desconhecido.

Até o momento, o Ocupa Uesb não se posicionou sobre a decisão, se restringindo a publicar notas de apoio ao movimento de ocupação, através de sua página no Facebook.

Estudantes têm até 16 horas de hoje para deixar Uesb; movimento contra ocupação comemora

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 26 nov 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

img_2250

O oficial de Justiça entregou a intimação para reintegração de posse aos integrantes do movimento Ocupa UESB, na tarde dessa sexta-feira (25). A liminar concedida pelo juiz Ricardo Frederico Campos determina que o prédio da Universidade em Vitória da Conquista seja desocupada de forma pacífica até as 16 horas deste sábado (26), estando permitido o emprego de força policial em último caso.

A notícia foi recebida com festa pelo Movimento contrário às ocupações, Liberta Uesb, que requereu a liminar. Através de nota, o Liberta Uesb declarou que “deseja que os invasores atendam voluntaria e pacificamente os termos da decisão judicial, respeitando o poder jurisdicional manifestado e que deixem o local livre para a retomada e o desenvolvimento das atividades que lhe competem”.

Confira a nota na íntegra: …Leia na íntegra