UESB pede que Justiça reconsidere liminar de reintegração de posse

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 26 nov 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

img_1332

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) divulgou nota em seu site oficial informando que solicitou, ainda na última sexta-feira (25), a reconsideração da liminar de reintegração de posse expedida pelo juiz de Direito da 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Vitória da Conquista. De acordo com o pedido, a medida precisa ser avaliada por todas as partes envolvidas.

A Uesb também informou que “órgãos de Governo também foram acionados, a exemplo, Secretaria de Educação do Estado da Bahia (SEC-BA), com intuito de fazer conhecer a situação e, em conjunto, tomar medidas que garantam a integridade física dos estudantes”.

“Salientamos que, desde o início da ocupação, a reitoria da Instituição vem, diuturnamente, dialogando com o movimento Ocupa Uesb, por entender que este é o caminho para a preservação do espaço democrático, prezando sempre pela manutenção das atividades institucionais, pela conservação do bem público e pela integridade de sua comunidade, assim como pela autonomia universitária, que é o norte das ações institucionais”, complementou a Instituição.

Ainda em seu site oficial, a Uesb informou que  a reunião do Conselho Universitário (Consu), que irá tratar da pauta “Ocupação da UESB, recomendação do Ministério Público”, acontecerá no dia dia 7 de dezembro.

Professores prometem vigília em apoio a ocupação da Uesb

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 26 nov 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

img_1457

A reintegração de posse da Uesb, determinada pelo juiz Ricardo Campos nesta sexta-feira (25), poderá não ser tão pacífica como requereu o magistrado. Os professores da Universidade, além de movimentos sociais, se comprometeram a realizar uma vigília nos portões da instituição contra a desocupação.

Na tarde de ontem, o oficial de Justiça tentou notificar os integrantes do movimento Ocupa Uesb sobre a decisão liminar, no entanto, nenhum representante do movimento se dispôs a assinar o mandado. A ordem judicial é que o espaço físico da Universidade seja liberado até as 16 horas de hoje.

A Associação dos Docentes da Uesb (Adusb) afimou, por meio de nota, que “tem prestado apoio jurídico, material e político aos estudantes por compreender a importância do movimento de resistência frente à retirada de direitos”. Os direção da Adusb também convocou os professores a participarem de vigília em frente aos portões da UESB, no sábado (26), às 15 horas.

Para este mesmo horário, o movimento Ocupa Uesb convocou uma Assembleia Extraordinária onde será discutida a decisão judicial e o posicionamento dos estudantes – ainda desconhecido.

Até o momento, o Ocupa Uesb não se posicionou sobre a decisão, se restringindo a publicar notas de apoio ao movimento de ocupação, através de sua página no Facebook.

Estudantes têm até 16 horas de hoje para deixar Uesb; movimento contra ocupação comemora

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 26 nov 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

img_2250

O oficial de Justiça entregou a intimação para reintegração de posse aos integrantes do movimento Ocupa UESB, na tarde dessa sexta-feira (25). A liminar concedida pelo juiz Ricardo Frederico Campos determina que o prédio da Universidade em Vitória da Conquista seja desocupada de forma pacífica até as 16 horas deste sábado (26), estando permitido o emprego de força policial em último caso.

A notícia foi recebida com festa pelo Movimento contrário às ocupações, Liberta Uesb, que requereu a liminar. Através de nota, o Liberta Uesb declarou que “deseja que os invasores atendam voluntaria e pacificamente os termos da decisão judicial, respeitando o poder jurisdicional manifestado e que deixem o local livre para a retomada e o desenvolvimento das atividades que lhe competem”.

Confira a nota na íntegra: …Leia na íntegra

Polícia na Uesb?

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 26 nov 2016

Tags:, ,

da Redação

paulo-rA decisão da Justiça preocupa o reitor da Uesb – Universidade Estadual do Sudoeste, professor Paulo Roberto (foto), que busca uma saída negociada. Polícia nunca combinou com universidade em nenhum lugar do Brasil. O esforço do reitor é louvável e tudo faz crer que prevalecerá o bom senso, e que os estudantes obedeçam a determinação judicial. O movimento ‘Libera Uesb’ vem recebendo resistência da maioria dos alunos da instituição.

A Justiça determinou que os estudantes que ocupam o prédio da instituição (Uesb) desocupem a unidade dando prazo de 24 horas. O não cumprimento da decisão judicial será utilizado o uso de força policial para que a desocupação aconteça. Os alunos protestam contra a chamada a PEC do Teto. decisão do juiz Ricardo Frederico Campos,

A decisão tomada nesta sexta-feira (25) pelo juiz Ricardo Frederico de Campos, é semelhante a adotada pela Justiça no DF que determinou a desocupação da UNB – Universidade Nacional de Brasília.

Uesb pede maior prazo ao MP-BA para solucionar ocupação

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 21 nov 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

img_1332

O reitor da Uesb, professor Paulo Roberto Pinto Santos, solicitou à promotora Guiomar Miranda uma dilatação do prazo concedido para a desocupação dos prédios da Universidade. A ocupação estudantil completou um mês nesta segunda-feira (21).

Segundo o relatório circunstanciado entregue ao Ministério Público da Bahia (MP-BA), o prazo de 20 dias “foi insuficiente em função do número pequeno de dias úteis e da complexidade das decisões que a situação requer, inclusive com o envolvimento de órgãos internos da Uesb, como Consu, e externos, a exemplo da PGE”.

Confira a nota na íntegra:

O reitor da Uesb, professor Paulo Roberto Pinto Santos, em atenção à Recomendação nº 04/2016, da ilustre Representante da 11ª Promotoria de Justiça, encaminhou, nesta data (21), dentro do prazo estabelecido, o relatório circunstanciado das medidas adotadas para o cumprimento das recomendações, objetivando a busca da normalidade das atividades da Instituição. No Ofício, informa que o Conselho Universitário (Consu) foi convocado, assim como, por ser a matéria tratada comum às diversas instituições de ensino da Administração Pública Estadual, a mesma foi submetida à apreciação da Procuradoria Geral do Estado (PGE), com a qual a Procuradoria da Universidade tem vinculação técnica. Considerando a necessidade de se observar os prazos para convocação do CONSU e obter um posicionamento da PGE, foi solicitada à Excelentíssima Senhora Promotora uma dilatação do prazo concedido, visto que o mesmo foi insuficiente em função do número pequeno de dias úteis e da complexidade das decisões que a situação requer, inclusive com o envolvimento de órgãos internos da Uesb, como Consu, e externos, a exemplo da PGE. Ressalta, ainda, que nesse período a administração da Universidade vem dialogando com os representantes do Movimento “Ocupa Uesb”, a fim de viabilizar a realização de atividades essenciais da Instituição.

Ocupações completam um mês

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 21 nov 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

img_1457

Há exatos um mês, estudantes estão ocupando os prédios de instituições de ensino superior em Vitória da Conquista. Ifba, Ufba e Uesb tiveram todas as suas atividades suspensas devido a manifestação dos discentes contra a PEC 55 (antiga PEC 241), o projeto Escola Sem Partido e a Reforma do Ensino Médio.

Desde o dia 18 de outubro, quando estudantes ocuparam o Ifba, o movimento contrário às mudanças propostas para a Educação ganhou força no município. Dias depois, em 22 de outubro, o movimento ganhou a Uesb – principal universidade instalada em Conquista – e Ufba. “Ocupamos a reitoria do campus de Vitória da Conquista para lutar contra o sucateamento do ensino público, contra o avanço do conservadorismo que pretende sacrificar a educação de milhares de jovens no Brasil”, afirmam a nota de ocupação dos estudantes da Uesb, apontando ainda que os serviços essenciais seriam mantidos.

No entanto, há um mês as atividades da TV e Rádio Uesb, bem como os atendimentos no Centro Universitário de Atenção à Saúde (Ceuas) foram interrompidos. O movimento também provocou a suspenção das provas do Enem, para os alunos que realizariam o exame nos locais ocupados, e dos vestibulares do Ifba e Uesb. Até a realização do segundo turno da eleição municipal de Vitória da Conquista chegou a ficar comprometido.

Movimento contrário

Após uma semana sem aula, os inconvenientes causados pelas ocupações acabaram gerando descontentamento entre os próprios estudantes. Tomando por base a violação do direito constitucional de acesso à educação, o Ministério Público da Bahia (MP-BA) foi acionado pelo movimento intitulado Liberta Uesb – defensor de ações apartidárias no movimento estudantil.

Em resposta, no dia 10 deste mês, o MP-BA recomendou ao reitor da Uesb, Paulo Roberto Pinto, que proceda a desocupação das dependências da Universidade no prazo de 20 dias, “sob pena de responsabilização”. O reitor – que chegou a assinar um comunicado a favor das reivindicações dos estudantes –, então, se reuniu com os estudantes e convocou os membros do Conselho Universitário (Consu) para debater a recomendação no próximo dia 29.

Enquanto isso, Ifba e Ufba, autarquias federais, continuam ocupados e sem previsão para retornarem às suas atividades normais.

Uesb seguirá ocupada pelo menos até dezembro

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 18 nov 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

img_1332

A recomendação do Ministério Público (MP-BA) para que o Reitor Paulo Roberto Pinto procedesse a desocupação da Uesb não será cumprida, pelo menos, até o dia 1º de dezembro. Isto porque o assunto só será colocado em pauta dentro da Universidade no dia 29 deste mês.

Para esta data, o Reitor convocou os membros do Conselho Universitário (Consu) para debater a recomendação do MP-BA. Ainda devido a ocupação, a reunião extraordinária não tem local definido.

Na manhã desta sexta-feira (18), o reitor Paulo Roberto e membros da administração central estiveram presentes no campus de Vitória da Conquista para negociar, após as recomendações feitas pelo Ministério Público do Estado da Bahia, com os estudantes que ocupam o campus da Universidade em Vitória da Conquista, desde o dia 21 de outubro.

Também participaram da reunião professores do curso de Direito da Instituição que, na ocasião. Os estudantes informaram que fariam uma assembleia hoje, à noite, para deliberarem sobre os pontos tratados na referida reunião.

Seguindo recomendação do MP, administração da UESB busca fim das ocupações

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 17 nov 2016

Tags:, , , , ,

Da Redação

img_1332
Seguindo recomendação do Ministério Público, a administração da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) está buscando por fim às ocupações dos três campi da Instituição por um grupo de estudantes. De acordo com informações da Assessoria de Comunicação da Universidade, uma comissão de mediação foi designada pelo reitor da Uesb, professor Paulo Roberto Pinto Santos, para intermediar o funcionamento das atividades institucionais nesse período.

A comissão solicitou uma reunião com representantes do movimento “Ocupa Uesb” para a última quarta-feira (16) para tratar da ocupação da Universidade, no entanto, os estudantes não compareceram. Uma nova reunião está prevista para acontecer na manhã desta quinta (17) e uma outra para esta sexta (18), com a presença do reitor.

Além disso, o professor Paulo Roberto Pinto esteve em Salvador, nessa quarta envidando esforços para estabelecer diálogo com representantes do Governo Estadual sobre as ocupações dos campi da Universidade.  pela manhã, o gestor esteve na Secretaria de Educação (SEC), onde foi recebido pelo subsecretário Nildon Carlos Santos Pitombo e, à tarde, foi à Procuradoria Geral do Estado (PGE).

O prazo dado pelo MP-BA para desocupar os campi da Uesb se encerra no próximo domingo (20). A decisão do MP-BA foi tomada após alunos da Universidade contrários ao movimento entrarem com uma representação, solicitando a desocupação dos prédios, por não concordarem com a suspensão das aulas. A ocupação na Uesb já dura 27 dias.

Devido ocupações, Uesb altera data de provas do vestibular

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 16 nov 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

img_1332

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) alterou sua data de provas do vestibular 2017 para os dias 15 e 16 de janeiro. A medida, anunciada, nesta quarta-feira (16), decorre das ocupações que atinge as instituições de ensino em todo país, incluindo os três campi da Universidade.

Desde o dia 21 de outubro, um grupo de estudantes está instalado nos prédios da instituição. Durante todo esse período, as aulas estão suspensas no campus e o acesso de funcionários e professores é limitado. Outro problema causado pela ocupação foi a suspensão das provas do Enem, atingindo mais de 200 mil estudantes em todo o país.

Com isso, as provas do Enem para os estudantes que têm seus locais de prova em instituições de ensino ocupas ocorrerão nos dias 3 e 4 de dezembro. Data semelhante a antiga data do vestibular da Uesb, que também é local de prova do Enem, e cairia nos dias 4 e 5 do mesmo mês.

De acordo com a Portaria 1773/16, “a alteração se deu em virtude da coincidência de data das novas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) com a data da prova do 1º dia do processo seletivo da Uesb, além do comprometimento das atividades acadêmicas e administrativas, em razão da ocupação dos campi da Universidade pelo grupo do movimento estudantil”.

A Uesb disponibilizou o e-mail vestibular@uesb.edu.br, da Comissão Permanente do Vestibular, para esclarecer as dúvidas dos candidatos.

Ministério Público recomenda que Reitor proceda desocupação da Uesb

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 14 nov 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

img_1332

O Ministério Público recomendou ao reitor da Uesb, Paulo Roberto Pinto, que proceda a desocupação das dependências da Universidade no prazo de 20 dias, contados desde a última quinta-feira (10). A recomendação foi assinada pela Promotora Guiomar Miranda, após reunião com membros dos movimentos Ocupa Uesb e Liberta Uesb.

Em sua recomendação a Promotora considera que “a ocupação operada se mostra ilegal na medida em que impossibilita a continuidade da regular prestação de serviço público educacional. Violando por si só o próprio direito educacional que ora se pretende defender nas manifestações”. A representante do Ministério Público também ressalta que as ocupações já comprometeram a realização do Enem, “ocasionando prejuízos imensuráveis na vida de estudantes”.

O documento destaca três pontos ao Reitor da Uesb:

  1. Adote todas as medidas possíveis para a desocupação pacífica e mediada dos prédios públicos, preservando a integridade física dos ocupantes.
  2. Em sendo frustrada a negociações, deve o Magnífico Reitor acionar as respectivas Procuradorias Jurídicas da Universidade para adoção das medidas jurídicas cabíveis, sob pena de responsabilização, para garantir aos professores e aos estudantes o acesso à instituição, as suas salas de aulas e às aulas regulares;
  3. Encaminhe à Promotoria de Justiça de Defesa da Educação, no prazo de 10 dias, a contar do recebimento do presente documento, Relatório Circunstanciado de todas as medidas adotadas para o cumprimento da presente Recomendação.

Além disso, o Reitor Paulo Roberto Pinto Santos é recomendado a proceder, em até 20 dias, as medidas possíveis para desocupação.

Membros do Liberta Uesb informaram que, caso permaneça a ocupação irão mover uma ação de reintegração de posse do campus.

O grupo de estudantes membros do Ocupa Uesb estão desde o dia 21 de outubro instalados no prédio da Universidade. Durante todo esse período, as aulas estão suspensas no campus e o acesso de funcionários e professores é limitado.

Ocupação força IFBA a alterar data do Processo Seletivo 2017 

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 08 nov 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

img_1921

Em virtude das ocupações, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) adiou a prova do Processo Seletivo 2017 para o dia 11 de dezembro de 2016 (domingo). A nova data atenderá ao tempo hábil necessário para organização de locais alternativos, aponta a assessoria de comunicação do IFBA.

“A confirmação de novos locais exige a reorganização dos dispositivos de segurança da prova, cuja folha de resposta contém o código do candidato, com local da prova, identificação da sala e posição do candidato na respectiva sala”, diz o comunicado do IFBA. “Os candidatos poderão acessar seus locais de prova a partir do dia 2 de dezembro no site do IFBA ou através do próprio sistema de acompanhamento das inscrições”, completa a nota.

O IFBA está orientando os participantes pelo e-mail selecao2017@ifba.edu.br  e pelos telefones (71) 2102-0470/0474. A previsão de divulgação do resultado é a partir de 23 de janeiro de 2017.

Ocupação da Uesb pelo movimento estudantil já dura 18 dias

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 07 nov 2016

Tags:, ,

Por Mateus Novais

UESB1
A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), há 18 dias, está ocupada por um grupo de estudantes. A ocupação é a principal ação de resistência de alunos que protestam em todo Brasil contra os projetos de reforma do ensino médio, escola sem partido e do teto de gastos, que estabelece um limite para investimento público em diversos setores.

A Instituição foi a segunda a ser ocupada em Vitória da Conquista, no dia 21 de outubro, após assembleia – no campus do Instituto Federal da Bahia (Ifba), a mobilização foi iniciada no dia 18 de novembro. Depois do campus da Uesb de Conquista ser ocupado, os outros campi da Universidade, localizados nas cidades de Itapetinga e Jequié, também foram integrados ao movimento. Desde então, as atividades acadêmicas e administrativas da Instituição estão suspensas.

No entanto, um outro grupo de estudantes é contra a ocupação, pois o movimento impede que a Universidade continue desenvolvendo suas atividades, como, por exemplo, a realização de aulas, processos seletivos e colações de grau – na última semana, duas formaturas que aconteceriam no campus da Uesb em Conquista tiveram que ser transferidas para outro local, por conta da ocupação, gerando transtornos e custos para os formandos.

Diante desse impasse, os estudantes contra a ocupação entraram com uma ação no Ministério Público Estadual, no dia 27 de outubro, que foi assinada por diversos discentes, solicitando que a Universidade seja desocupada. Para tentar resolver a situação, na próxima sexta-feira (11), será realizada uma reunião entre representantes dos dois movimentos estudantis – contra e a favor da ocupação -, Ministério Público e a administração da Universidade.

 

Eleições transcorrem tranquilamente em instituições ocupadas

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Justiça | Data: 30 out 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

img_3014

O acesso de eleitores às seções de votação na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) e no Instituto Federal da Bahia (IFBA) , em Vitória da Conquista, foi fácil e tranquilo neste segundo turno eleitoral.  As instituições de ensino estão ocupadas por estudantes, que em protesto contra a PEC 241.

O juiz Juvino Brito, da 41ª zona eleitoral, inspecionou a seção que funciona na Uesb, com o objetivo de checar o cumprimento do acordo feito na quinta-feira (27), e afirmou que as ocupações não apresentaram prejuízos para o pleito.

Em reunião com a Justiça Eleitoral,  promotores, lideranças estudantis, representantes do órgão de Segurança Pública e da Ordem dos Advogados do Brasil, os estudantes se comprometeram a não atrapalhar a votação, sendo acordado que o grupo deveria manter distância das seções de votação.

Universidades ocupadas dividirão espaço com seções eleitorais

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 26 out 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais 

dsc_0776As seções eleitorais que estão ocupadas por estudantes contrários à PEC 241 terão que se adaptar ao movimento. Na manhã desta quarta-feira (26), a Polícia Federal se reuniu com os manifestantes e chegaram a um acordo que mantêm as universidades como locais de votação e não impeçam a continuidade da ocupação.

“Os próprios estudantes já haviam se reunidos em assembleia e decidido pela manutenção da votação. O que quer dizer que a eleição vai acontecer de forma livre. Os eleitores poderão votar com tranquilidade”, afirmou o delegado da Polícia Federal Emerson Fonseca.

O delegado também disse acreditar que a mobilização próxima aos locais de votação não deverão favorecer nenhum dos candidatos que concorrem no pleito eleitoral. “[Os estudantes] serão fiscalizados, porque haverá fiscais dos partidos, da Justiça Eleitoral, os mesários e a polícia está tomando as providências para dar segurança aos eleitores”, aponta o delegado.

O delegado ainda garantiu que o contingente de policiais federais será três vezes maior que o do primeiro turno.

Justiça Eleitoral determina que estudantes desocupem Ifba e Uesb até quinta

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 25 out 2016

Tags:, , , , ,

Da Redação

Forum TREEm reunião, nesta terça (25), para definir o esquema de segurança no dia das eleições do 2º turno em Vitória da Conquista, a Justiça Eleitoral afirmou que o campus da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) e do Instituto Federal da Bahia (Ifba), locais de votação que, neste momento, estão ocupados por estudantes, precisam ser liberados até a próxima quinta-feira (27).

De acordo com a Justiça, não há condições de que a eleição ocorra dentro de sua normalidade com os locais de provas ocupados pelos estudantes. Assim, a Justiça Eleitoral espera que haja bom senso e, assim, os alunos saiam das instituições até a data terminada. Caso isso não ocorra, serão tomadas as medidas necessárias, inclusive com o apoio da polícia, para que os estudantes deixem as unidades de ensino.

 

Estudantes ocupam Ifba; aulas estão suspensas

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 18 out 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

ifba14As atividades acadêmicas e administrativas do Instituto Federal da Bahia (Ifba), em Vitória da Conquista, estão suspensas devido a uma ocupação de estudantes. A mobilização foi iniciada, nesta terça-feira (18), após assembleia na instituição, com a presença de 247 alunos do Nível Médio e Superior.

Na ocasião, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, prevista para iniciar hoje, foi suspensa. A Direção geral do Ifba afirmou que estará dialogando com o Movimento Estudantil da ocupação. Segundo nota dos estudantes, a ocupação é por tempo indeterminado e tem como ponto de pauta a PEC 241, PL 193 e MP 746.

Estudantes firmam acordo e desocupam Colégio

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 29 ago 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

DSC_0958

Os estudantes do Centro Estadual de Educação Profissional em Saúde Adélia Teixeira decidiram por fim a ocupação da unidade escolar, que já durava 22 dias. Após acordo com a Secretaria Estadual de Educação, os alunos começaram a deixar as dependências do colégio para o retorno das atividades. As aulas no colégio retornam a partir desta terça-feira (30).

Em nota, os estudantes apontam que o Governo prometeu iniciar as obras para a reforma da estrutura física do colégio até o dia 22 de setembro, bem como resolver a situação dos terceirizados até o dia 10 de outubro. Para solucionar os problemas que atrapalhavam as aulas de estágio, foram disponibilizadas duas salas do Colégio Luiz Eduardo Magalhães e oito dos 20 professores para orientação de estágio já foram contratados.

“A mobilização continuará firme pois a luta por melhores condições de educação deve ser constante. Desta forma espera-se que os prazos apresentados pelo governo sejam cumpridos caso contrário a ocupação será retomada”, afirmam os estudantes.

Estudantes e professores ocupam a reitoria da Uesb

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 27 jul 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

IMG_1175foto: Alexandre Xandó

Um grupo formado por estudantes, professores e alguns movimentos sociais realizam, nesta segunda-feira (27), uma ocupação da reitoria da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). O ato reivindica um orçamento participativo e luta contra os cortes na educação.

IMG_1181foto: Alexandre Xandó

Segundo a Associação dos Docentes da Uesb (Adusb), “o orçamento destinado pelo Estado não é suficiente para garantir o funcionamento das Universidades. Faltam professores, materiais para laboratórios, salas de aula, combustível, tinta para impressão, recursos para projetos de pesquisa e extensão. Para que as Universidades continuem a realizar suas atividades é preciso que o governo amplie o orçamento das Instituições de 5% para 7% da receita líquida de impostos”.

Estudantes questionam Prefeitura em discussão sobre reajuste de tarifa

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 25 jun 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

IMG_1208

Os líderes estudantis do movimento ‘Revolta do Busu’ concederam entrevista ao programa Resenha Geral, desta quinta-feira (25), e apresentaram as pautas de reivindicações contra o reajuste da tarifa do transporte coletivo. Os estudantes questionam o posicionamento da Prefeitura Municipal no processo de discussão do reajuste.

Segundo o Gabriel Xavier, presidente da UJS, dois reajustes no período de sete meses inviabiliza a vida dos estudantes e trabalhadores de Vitória da Conquista. “Quase 40% de aumento na passagem em sete meses é inviável. E a contra proposta do secretario é defender o reajuste com unhas e dentes. Nas entrevistas, ninguém sabe dizer quem é secretário e quem é dono de empresa”.

Por isso, o intuito do movimento é “constranger os conselheiros para que eles votem contra esse aumento”, durante a reunião do Conselho de Transportes, na tarde de hoje, explica o estudante.

Além da não aprovação do reajuste na tarifa, os estudantes defendem a ampliação dos pontos de ônibus cobertos, linhas que funcionem 24 horas, o passe livre, reformulação do sistema integrado e clareza nas informações do transporte. “Queremos que a Prefeitura cumpra seu dever de fiscalizador e cobre das empresas que cumpra integralmente o edital de licitação”, dizem os estudantes.

Caso seja confirmado o reajuste, os estudantes prometem dar continuidade nas mobilizações. “Vamos fechar terminal, ocupar a prefeitura, montar barraca em frente à Prefeitura”.

Estudantes prometem atrapalhar discussão do reajuste da tarifa de ônibus

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 25 jun 2015

Tags:, , , , , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

Protesto

Entidades estudantis de Vitória da Conquista estarão mobilizadas durante a tarde desta quinta-feira (25) contra a aprovação do reajuste da tarifa do transporte coletivo. Os estudantes prometem realizar atos pelo centro da cidade e ocupar a reunião do Conselho Municipal de Transportes.

O intuito é atrapalhar a discussão em torno do reajuste. Em um comunicado divulgado pelo Facebook, o movimento intitulado “Revolta do Busão”, afirma que “o cotidiano da classe de estudantes e de trabalhadores e trabalhadoras se tornam mais difícil devido a debilidade no transporte público e a penosa mobilidade diária para as aulas e para o trabalho”. Eles apontam que muitas horas são perdidas na locomoção pela cidade. O movimento também destaca que o reajuste em R$ 2,88 é semelhante ao valor cobrado nos grandes centros urbanos, como Salvador.

A mobilização está marcada para às 16 horas, na Rede de Atenção à Criança e ao Adolescente, localizada na Praça Tancredo Neves Nº 116- Centro.