Cármen Lúcia pode homologar delações da Lava Jato durante recesso do Judiciário

0

Publicado por Editor | Colocado em Justiça | Data: 22 jan 2017

Tags:, ,

Bahia Notícias

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, deverá ficar com a responsabilidade de homologar as delações premiadas dos executivos da empreiteira Odebrecht antes do fim do recesso do Judiciário, que vai até 31 de janeiro. Isso por que o regimento interno do STF incube à presidente “decidir questões urgentes nos períodos de recesso ou de férias”.

A delação faz parte da Operação Lava-Jato e traz  cerca de 120 políticos do país, espalhados pelo Congresso e pela Esplanada dos Ministérios. Depois do dia 1º de fevereiro, com a volta dos trabalhos no Supremo, a intervenção de Cármem não será possível.

De acordo com informações do Jornal O Globo, após a morte de Teori Zavaski, o roteiro da presidente em Brasília, na segunda-feira (23), será de estudar e tomar a decisão. Ela também vai escolher o novo relator da Lava-Jato. Um dos ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Paulo de Tarso Sanseverino, cogitou que Cármen Lucia deve homologar a delação e defendeu o sorteio eletrônico para a redistribuição dos processos. “Cármen Lúcia assinar as homologações seria acertado. Sobre a relatoria dos casos, acho que não se deve deixar a repara o ministro que for assumir. Seria uma situação política extremamente delicada ele ter que participar da sabatina no Senado”, disse Sanseverino.

Palocci era ‘software’ e Vaccari, ‘hardware’, diz Delcídio

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 02 nov 2016

Tags:, ,

Estado de São Paulo

750_201611210292827O senador cassado Delcídio Amaral (sem partido-MS) afirmou à força-tarefa da Operação Lava Jato que o ex-ministro Antonio Palocci era o “software”, que pensava os projetos do governo em benefício do PT e que os ex-tesoureiros João Vaccari Neto, do partido, e José de Filippi Júnior, das campanhas presidenciais de 2006 e 2010, eram o “hardware”, que executavam a arrecadação de propina com empresas beneficiadas no governo petista.

“Antonio Palocci sempre atuava na formatação dos grandes projetos do governo”, afirmou Delcídio, delator ouvido no dia 11 de outubro, em denúncia apresentada contra Palocci pelos procuradores da Lava Jato, em Curitiba. “Palocci era como se fosse o ‘software’ do Partido dos Trabalhadores, enquanto João Vaccari e José de Filippi eram ‘hardware’, ou seja, executores daquilo que Antonio Palocci pensava e estruturava.”

O ex-ministro dos governos Dilma Rousseff (Casa Civil) e Luiz Inácio Lula da Silva (Fazenda), Palocci foi acusado formalmente à Justiça Federal no dia 28, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele está preso em Curitiba, preventivamente, desde o dia 26 de setembro. Vaccari, preso desde 15 abril de 2015, foi condenado em pelo menos dois processo julgados por Moro e é réu em outros, acusado de ser principal operador do recebimento e cobrança de propinas em nome do PT.

Filippi, ex-prefeito de Diadema e ex-secretário do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), é apontado por delatores como recebedor de propinas.

O advogado José Roberto Batochio, que defende Palocci, reagiu com indignação à denúncia do Ministério Público Federal. “É uma acusação monstruosa, absolutamente divorciada de qualquer elemento indiciário arrecadado nos autos.”

Vaccari e Di Fillipi, por meio de suas defesas, negaram em outras ocasiões envolvimento em esquemas ilícitos.

Palocci é preso na Lava Jato; mandados são cumpridos na BA

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 26 set 2016

Tags:, , ,

A Tarde

650x375_palocci_1669881O ex-ministro dos governos Lula e Dilma Rousseff, Antonio Palocci, foi preso na 35ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada nesta segunda-feira, 26, pela Polícia Federal (PF). A ação, denominada “Omertà”, cumpre 45 mandados na Bahia, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.

Na capital baiana, policiais federais cumprem duas ordens judiciais de busca e apreensão e de condução coercitiva. Eles também fazem buscas em Camaçari, onde uma pessoa será conduzida para depor. Não há informações sobre os alvos da operação na Bahia. …Leia na íntegra

Vem Pra Rua planeja ato de apoio à Lava-Jato em SP

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 30 jun 2016

Tags:, ,

da Redação

Movimento

O Movimento Vem Pra Rua anuncia que fará neste próximo sábado (2/07), às 11 horas, um ato de apoio à operação Lava-Jato, com faixas, cartazes e buzinaço.

A ação acontecerá na Avenida Paulista, em frente ao prédio da Justiça Federal. O movimento ficará concentrado apenas em São Paulo. Não existe no noticiário nenhuma manifestação em outras capitais ou mesmo em cidades do Brasil.

A opinião púbica tem respaldado as ações da Lava Jato. O juiz Sergio Moro está fortalecido, e as instituições brasileiras aos poucos estão retomando a credibilidade nacional em função também das manifestações do povo brasileiro cansado de tanta desordem e corrupção dos governos do PT.

 

Dinheiro desviado da Petrobras foi fundamental para eleição de Wagner em 2006, diz Cerveró

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 03 jun 2016

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

IMG_0768

Uma reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, desta sexta-feira (3), traz detalhes da delação premiada do ex-diretor da Petrobrás Nestor Cerveró. Em seu depoimento para a Operação Lava Jato, Cerveró afirmou que a campanha de governador da Bahia em 2006 do ex-ministro Jaques Wagner (PT) recebeu recursos da comercialização de petróleos e derivados no mercado internacional por intermédio do ex-presidente da estatal José Sérgio Gabrielli.

Na delação, o ex-diretor da Petrobrás garante que o dinheiro recebido por Jaques Wagner foi fundamental para garantira a sua primeira eleição como governador. “Em 2006 Jacques Wagner era o azarão, o terceiro colocado nas pesquisas de intenção de voto para o governo da Bahia. O apoio financeiro dado por Gabrielli foi o que permitiu Jacques Wagner vencer a eleição, contra os prognósticos iniciais”, afirmou Cerveró, em seu termo de colaboração 31, fechado com a Procuradoria Geral da República e tornado público nesta quinta-feira, 2, por ordem do ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal.

Cerveró apontou, ainda, que Wagner “teve participação decisiva na indicação de Gabrielli para a presidência da Petrobrás”. “Ambos integravam a chamada ‘República dos Caranguejos’, ao lado de Marcelo Déda (governador de Sergipe, morto em 2013) e Humberto Costa (senador de Pernambuco).” – todos membros do PT. “Houve uma disputa grande para o cargo. O nome de Gabrielli foi apoiado pela ‘República dos Caranguejos”, contou o delator. …Leia na íntegra

PT de Conquista realiza reunião para debater apoio a Lula

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 04 mar 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: Rafael Gusmão

DSC_0652

Integrantes do Partido dos Trabalhadores de Vitória da Conquista e aliados se reuniram na noite desta sexta-feira (4), na Câmara de Vereadores, para discutir a ação da 24ª fase da operação Lava Jato. O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva foi conduzido coercitivamente para prestar esclarecimentos à Polícia Federal.

Além do depoimento, foi realizada busca e apreensão na casa de Lula, na sede do Instituto Lula e outros locais ligados ao petista. Investigadores suspeitam que o ex-presidente tenha recebido vantagens indevidas de empreiteiras suspeitas de desvios na Petrobras.

Marcaram presença na reunião o prefeito Guilherme Menezes, os deputados estadual e federal José Raimundo e Waldenor Pereira, respectivamente, além dos vereadores da legenda  e membros do Governo Municipal. O presidente do PT em Conquista, Rudival Maturano, conduziu o encontro e afirmou que há uma articulação para dar um golpe no atual Governo Federal.

“Não podemos aceitar que os que utilizem do Ministério Público Federal, Justiça e Polícia Federal para dar um golpe em um governo democraticamente eleito”, disparou Maturano. “Esta reunião é uma conversa inicial para que possamos convocar as militâncias de esquerda e os movimentos sociais para realizar uma mobilização em apoio ao presidente Lula e o Partido dos Trabalhadores”, completou.

A mobilização, segundo o presidente do PT conquistense, deverá acontecer ainda no início da próxima semana.

PF deflagra nova fase da Lava Jato contra Lula

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 04 mar 2016

Tags:

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Rio de Janeiro - 03/12/2015
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Rio de Janeiro – 03/12/2015(Ricardo Moraes/Reuters)

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira a 24ª fase da Operação Lava Jato, batizada Aletheia, contra o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva. Os agentes cumprem 44 mandados, sendo 33 de busca e apreensão e 11 de condução coercitiva em São Bernardo do Campo, cidade onde mora o ex-presidente, e em Guarujá e Atibaia, onde a Lava Jato investiga a propriedade de um tríplex e um sítio reformados para ele e a família.

A PF informou que investiga crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no âmbito da Lava Jato. Também há mandados judiciais em Salvador, Rio de Janeiro, Diadema (SP), Santo André e Manduri.

Lava Jato afeta arrecadação para campanha de 2016

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Política | Data: 19 jul 2015

Tags:, ,

IG

urnaA prisão de empreiteiros envolvidos no esquema de corrupção da Petrobras já está afetando a dinâmica das eleições municipais de 2016 no Rio. As empresas, que estão entre maiores financiadores de campanhas eleitorais do Brasil, irão reduzir os investimentos na divulgação de políticos no ano que vem e, temem lideranças ouvidas pelo DIA, a falta de dinhero para o pagamento das despesas com materiais de campanha, propaganda na televisão e organização de carreatas. Há a suspeita, ainda, de que muitas empresas não farão doações com medo de serem relacionadas aos desvios. Além disso, diretórios municipais têm enfrentado problemas para fechar as listas de candidatos a vereadores: a provável falta de verbas está amedrontando quem quer iniciar carreira política.

Os partidos só podem começar a arrecadar dinheiro para as campanhas no ano que vem. Até lá, tentam sobreviver com o fundo partidário, dinheiro repassado para as legendas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Neste ano, o repasse supera os R$ 100 milhões, e é dividido entre os diretórios nacionais de acordo com os tamanhos das bancadas federais. Depois, cada diretório repassa quantia aos estados. O valor, segundo os dirigentes estaduais, é pequeno demais.

…Leia na íntegra

Operação Lava-Jato: PGR e PF cumprem 53 mandados de busca e apreensão em 7 estados

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Bahia, Brasil, Justiça, Polícia | Data: 15 jul 2015

Tags:

Da Redação

Entre os estados estão o Distrito Federal, Bahia, Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro, Alagoas e Santa Catarina.

PF DEFLAGRA S…TIMA FASE DA OPERA«√O LAVA JATO.A Procuradoria-Geral da República, com o auxílio de diversos membros do Ministério Público, e em conjunto com a Polícia Federal, cumpre nesta terça-feira, 14 de julho, 53 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, Bahia, Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro, Alagoas e Santa Catarina. Os mandados foram expedidos pelos ministros do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki, Celso de Mello e Ricardo Lewandowski nas investigações em curso no STF relacionadas à Operação Lava-Jato.

Esta é a primeira fase da Lava-Jato no âmbito do STF, batizada de Politeia. Estão sendo cumpridas buscas nas residências dos investigados, em seus endereços funcionais, em escritórios de advocacia e nas sedes das empresas a eles vinculadas.

As medidas foram requeridas pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. “As medidas são necessárias ao esclarecimento dos fatos investigados no âmbito do STF …Leia na íntegra

Para evitar falência, OAS coloca 50% da Fonte Nova e outros projetos à venda

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Economia | Data: 01 abr 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
com informações do Correio 24h

Arena_Fonte_Nova_External_ViewA OAS, grupo que atua no setor de engenharia e infraestrutura, apresentou, ontem, pedido de recuperação judicial de nove de suas empresas à Justiça de São Paulo. A medida visa renegociar dívidas estimadas em R$ 8 bilhões, de um endividamento total do grupo de R$ 9,2 bilhões.

O pedido, segundo a empresa, pretende preservar “milhares de empregos diretos e indiretos”. “Vamos vender nossos ativos em um processo de recuperação judicial para garantir aos investidores que não correrão risco de ter seu negócio contestado pelos credores da OAS”, disse, em nota, o diretor de Desenvolvimento Corporativo da Construtora OAS, Diego Barreto.

A empresa informou ter colocado à venda sua participação na Invepar (24,44%), no Estaleiro Enseada (17,5%) – localizado em Maragojipe (BA) -, na OAS Empreendimentos (80%), na OAS Soluções Ambientais (100%), na OAS Óleo e Gás (61%) e na OAS Defesa (100%). A OAS negociará também a participação na Arena Fonte Nova (50%), em Salvador, e na Arena das Dunas (100%), em Natal. Além disso, o grupo informou que dará prioridade aos negócios relacionados à construção pesada, representados pela Construtora OAS. …Leia na íntegra

STF nega desbloqueio de bens de Gabrielli e ex-dirigentes da Petrobras

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 24 mar 2015

Tags:, , ,

do G1

img_2015A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) negou terça-feira (24) um pedido de desbloqueio de bens do ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli e de outros cinco ex-gestores da estatal. A decisão mantém uma medida tomada em julho do ano passado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) relativa a prejuízo causado pela compra, iniciada em 2006, da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos.

Além de Gabrielli, permanecerão com os bens bloqueados os ex-dirigentes Nestor Cerveró, Renato Duque, Almir Barbassa, Guilherme Estrella e Luís Carlos Moreira Silva. Todos são suspeitos de colaborarem para um rombo de US$ 792,3 milhões, conforme auditoria realizada pelo TCU.

Lista com políticos baianos terá impacto nas eleições

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Bahia | Data: 08 mar 2015

Tags:

A Tarde

Policia-Federal-Lava-JatoAgitado com a Operação Lava Jato, o Brasil não será o mesmo após as revelações de corrupção mantida durante anos na Petrobras e a divulgação da lista de políticos envolvidos. Na Bahia, o fato de a cúpula do PP, um dos principais aliados do PT do governador Rui Costa, ter nomes na lista de Janot pode ter impacto nas próximas eleições municipais e fortalecer a oposição no Estado, avaliam analistas.

O vice-governador do estado e secretário de Planejamento, João Leão e o conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios, Mário Negromonte integram a lista do terror de Janot, além do deputado federal Roberto Britto e Luiz Argôlo (SDD).

…Leia na íntegra

Força-tarefa de procuradores vai investigar políticos na operação Lava Jato

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Brasil | Data: 20 jan 2015

Tags:, , ,


por Mateus Novais

650x375_operacao-lava-jato-prisao-advogado_1465054O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, determinou a criação de uma força-tarefa com oito procuradores do Ministério Púbico Federal para comandar apurações sobre o envolvimento de políticos no esquema de corrupção e desvios em contratos da Petrobras.

O grupo ficará responsável por analisar o material da investigação de inquéritos e denúncias feitos pela Procuradoria-Geral da República ao relator do caso no Supremo Tribunal Federal , ministro Teori Zavascki. Caberá à força-tarefa sugerir ao procurador-geral providências sobre políticos citados em delações premiadas na operação Lava Jato. Eles aparecem, por exemplo, nos depoimentos do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, que cumpre prisão domiciliar no Rio.

Em reportagem publicada no dia 19 de dezembro, o jornal “O Estado de S. Paulo” afirmou que Paulo Roberto Costa revelou na delação premiada os nomes de 28 políticos. Entre os mencionados estão os ex-ministros Edison Lobão (Minas e Energia); Antonio Palocci (Fazenda e Casa Civil), Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e Mário Negromonte (Cidades); o governador do Acre, Tião Viana (PT); os ex-governadores Sérgio Cabral (Rio) e Eduardo Campos (Pernambuco), além de deputados e senadores de PT, PMDB, PSDB e PP. Todos negaram envolvimento.

As denúncias e inquéritos contra políticos devem ser feitos pela PGR em fevereiro. A portaria assinada por Janot já está em vigor. Com informações do G1

Nestor Cerveró é preso pela PF no aeroporto no Rio de Janeiro

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 14 jan 2015

Tags:, , ,

da Redação

Cerveró BBO Globo informou na madrugada desta 4ª feira (14), que o ex-diretor da área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró foi preso pela Polícia Federal no Aeroporto Internacional Tom Jobim, vindo de Londres. Cerveró deverá ser encaminhado ainda hoje para a delegacia da PF em Curitiba, onde estão presos os outros investigados na Operação Lava Jato.

Passageiros que estavam no mesmo voo que Ceveró informaram que o ex-diretor da Petrobras foi detido pela Polícia Federal ainda na aeronave antes do desembarque.

Em nota divulgada nesta madrugada, o Ministério Público Federal (MPF) informou que foi cumprido um mandado de prisão preventiva, já que “há indícios de que o ex-diretor continua a praticar crimes e se ocultará da Justiça”.

Cerveró se tornou réu no processo da Operação Lava Jato,  quando foi denunciado pelo Ministério Público Federal do Paraná (MPF) por lavagem de dinheiro e corrupção ativa.

.

Lava Jato: Justiça nega habeas corpus para 11 investigados

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil | Data: 16 nov 2014

Tags:, , ,


Agência Brasil

650x375_operacao-lava-jato-prisao-advogado_1465054A Justiça Federal negou pedidos de liberdade para 11 investigados da Operação Lava Jato entre este sábado, 15, e domingo, 16. A desembargadora Maria de Fátima Freitas Laberrère, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), de Porto Alegre, indeferiu habeas corpus para cinco pessoas no no sábado e mais seis neste domingo. Segundo o Ministério da Justiça, 19 pessoas foram presas.

No sábado, a desembargadora negou pedidos da defesa de Eduardo Emerlino Leite, diretor da Camargo Corrêa; e de Dalton dos Santos Avancini e João Ricardo Auler, vinculados à mesma construtura. Avancini e Auler tiveram decretada a prisão temporária. No caso de Leite, cujo mandado foi para prisão preventiva, além de pedir habeas corpus, os advogados alegaram questões de saúde para pedir ainda o cumprimento de prisão domiciliar, já que ele seria portador de hipertensão arterial. Também, ontem, foram indeferidos os pedidos de Agenor Franklin Magalhães Medeiros e José Ricardo Nogueira Breghirolli, ligados à OAS.

Neste domingo, Maria de Fátima Freitas Laberrère negou habeas corpus a José Aldemário Pinheiro Filho, presidente da OAS, e a Mateus Coutinho de Sá Oliveira e Alexandre Portela Barbosa, ligados à mesma empresa. Foram expedidos mandados de prisão temporária para os três. A desembargadora indeferiu, ainda, pedidos de liberdade para Carlos Eduardo Strauch Albero, Milton Prado Júnior e Gerson de Mello Almada, da Engevix. Para os dois primeiros foi expedido mandado de prisão temporária. Para Almada, mandado de prisão preventiva.

Ministro manda soltar presos da Lava Jato e ordena que ação vá para o STF

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Justiça | Data: 19 maio 2014

Tags:,

G1

Teori-Zavascki-Foto-Nelson-Jr-SCO-STFO ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta segunda-feira (19) a soltura imediata de todos presos da Operação Lava Jato e solicitou que a Justiça Federal do Paraná envie à Suprema Corte todos os inquéritos e processos relativos à operação da Polícia Federal (PF).

O magistrado da mais alta corte do país decidiu suspender os processos e os mandados de prisão por entender que pode ter havido “ilegalidade” nos atos cometidos pelo juiz federal Sérgio Moro, responsável pelo caso. Zavascki afirmou que Moro deveria ter remetido o processo ao STF assim que surgiram os primeiros indícios de envolvimento de parlamentares com o suposto esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

…Leia na íntegra