Justiça Federal determina busca e apreensão no Bradesco de Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 25 jan 2017

Tags:, , , ,

Da Redação

Nesta quarta-feira (25), a Polícia Federal está cumprindo um mandato de busca e apreensão na Superintendência Regional do Bradesco, em Vitória da Conquista. O mandado foi solicitado pelo Ministério Público Federal e foi determinado pela Justiça Federal.

A ação tem como objetivo encontrar contratos bancários de financiamentos e outros documentos relacionado a empresário investigado em procedimentos conduzidos pelo MPF e pela Polícia Federal na operação Mato Cerrado. De acordo om informações divulgadas pela Assessoria de Comunicação da Polícia Federal, o banco já tinha sido oficiado em outubro e dezembro de 2016 para que apresentasse os documentos, mas estava resistindo a colaborar com as investigações.

No mês de dezembro, o superintendente do Banco do Bradesco de Vitória da Conquista já havia sido preso em flagrante pela Polícia Federal exatamente por negar o acesso da polícia a informações que seriam utilizadas no inquérito policial da Operação Mato Cerrado.

A Operação, que já cumpriu 22 mandados de busca e apreensão nos municípios de Vitória da Conquista, Caatiba, Planalto e Salvador, tem como objetivo esquema instalado na prefeitura de Caatiba, na Bahia, onde foram encontradas irregularidades nas licitações de contratação cooperativas nas áreas de transporte escolar, saúde e logística

Superintendente do Bradesco é preso durante Operação Mato Cerrado da Polícia Federal

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia | Data: 21 dez 2016

Tags:, ,

Da Redação

 

Nesta quarta-feira (21), o superintendente do Banco do Bradesco foi preso em flagrante  pela Polícia Federal.

De acordo com informações, ele teria negado o acesso da polícia a informações que seriam utilizadas no Inquérito policial da Operação Mato Cerrado

A Operação já cumpriu 22 mandados de busca e apreensão nos municípios de Vitória da Conquista, Caatiba, Planalto e Salvador a fim de desmantelar esquema instalado na prefeitura de Caatiba, na Bahia, onde foram encontradas irregularidades nas licitações de contratação cooperativas nas áreas de transporte escolar, saúde e logística.