Para falar a verdade, o São João de Conquista não diminuiu com Herzem. Até aumentou

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 24 jun 2018

Tags:, ,


Por Giorlando Lima (Blog)

Uma coisa são apresentações musicais de famosos em uma praça ou espaço de eventos e outra coisa é a tradição do São João, com fogueiras, comidas, interação familiar e social e espaços comunitários onde isso tudo acontece. E era assim em Vitória da Conquista quando cheguei aqui, em 1984. A festa junina acontecia em barracões nos bairros, como os famosos barracões da Avenida Guanambi, do Guarany, da Rua Dois de Janeiro ou da Praça da Saudade. Conquistenses e visitantes tinham nesses locais a opção de curtir uma festa bem próxima daquela que víamos em pequenas cidades e nas roças. Eram lotados. Provavelmente, tivessem aqui e ali um problema de estrutura ou de segurança, mas eram um sucesso.

Quando o prefeito Guilherme Menezes entrou, esse formato perdeu lugar para uma festa no antigo depósito do Superlar na Avenida Bartolomeu de Gusmão. E o São João de Conquista agonizou. Felizmente, a intenção do governo petista era criar algo novo, que lhe fosse atribuído como marca (ninguém consegue criar boas marcas como o PT). E anos depois, Vitória da Conquista já tinha outro São João famoso, agora nos moldes das cidades onde a festa fez fama, com artistas de fora, famosos. A diferença é que para Conquista a prefeitura trazia artistas mais próximos das tradições do forró, das velhas e boas festas juninas com a qualidade consolidada por Luiz Gonzaga (que quando esteve em Vitória da Conquista cantou em palanque). Preferia-se a qualidade à celebridade.

E isso durou muito tempo, com repercussão em todo o estado, confirmando Vitória da Conquista como a cidade da Bahia onde a boa música se apresentava três vezes ao ano, de graça, em espaços públicos. Aqui se fazia o Festival de Juventude, que trazia um nome nacional para cantar ou tocar; o Forró de Serra do Piripiri, em junho, e o Natal da Cidade, com uma longa semana de belos espetáculos no centro da cidade, principalmente e muito tempo na Praça Barão do Rio Branco.

Joel Pinheiro

Joel Pinheiro, homenageado em 2016

27609712710_96013e4faa_k

Andrade de Sertânia tocou também em 2016

Mas, o tempo passa, as administrações enfrentam dificuldades, os recursos financeiros escasseiam, os patrocinadores somem e até o pique diminui. Em 2015, o São João teve a maior grade de atrações, com 80 artistas, sendo sete convidados, nomes com repercussão estadual ou nacional, mas o Natal da Cidade dava os primeiros sinais da crise e teve redução na duração e nas atrações de fora. Em 2016, já não aconteceu o Festival da Juventude, o São João teve apenas 30 atrações locais se apresentando no Espaço Cultural Glauber Rocha e o Natal da Cidade acabou não acontecendo, segundo a prefeitura, por falta de dinheiro. O prefeito Guilherme Menezes abriu mão de encerrar o seu governo com glamour para agir com a responsabilidade de um bom gestor.

Bia, Tivão e Gó, membros do grupo Forrozão da Arapuca

Forrozão da Arapuca, atração do São João 2018

Rony Barbosa

Rony Barbosa toca nesta quinta (21)

Ou seja, embora a administração do prefeito Herzem Gusmão tenha mudando os nomes dos projetos culturais, numa espécie de birra, ou buscando, como fez o PT, implantar novas marcas com a cara do novo governo – o Forró Pé de Serra do Piripiri virou Arraiá da Conquista e o Natal da Cidade mudou para Natal Conquista de Luz –, nenhum evento cultural promovido pela prefeitura ficou menor ou acabou por ação do governo atual, à exceção do Festival da Juventude que, suspenso em 2016, não foi retomado em 2017 e 2018. Tanto o São João como o Natal foram mantidos com excelentes artistas que vivem ou atuam em Conquista e região. E ambos aumentaram, tanto a quantidade de locais aonde os eventos chegam, como o número de artistas locais e regionais valorizados.

É difícil, nos dias atuais, falar disso sem receber uma saraivada de críticas e agressões. Por estas bandas conquistenses ou se fala mal de Herzem Gusmão e do seu governo ou se fala mal do PT e da administração anterior. Falar do que realmente é fato é correr o risco de ser expulso de grupos de WhatsApp, não poder mais beber com os velhos amigos e receber a pecha coxinha corrupto ou petralha idem.

Mas, o BLOG mantém a opção por continuar procurando o máximo de isenção.

E neste e alguns outros casos, que podem ser apresentados e comprovados, há excesso de má vontade ou pura ação político-eleitoral com o fim de aproveitar eventuais erros de gestão e falhas de comunicação para sapecar outras culpas no prefeito, de modo a aumentar ainda mais o desgaste da administração.

Arthur Maia diz que ficou claro o “fracasso absoluto das manifestações”

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 29 abr 2017

Tags:, ,

da Redação

Reprodução da TB

O relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), classificou as manifestações desta sexta-feira, 28, de “fracasso absoluto” em depoimento em vídeo divulgado nesta noite.

Segundo ele, a adesão aos protestos durante a greve geral mostraram que a população não apoia o movimento, que teria sido planejado pelo PT e por sindicatos contra as reformas trabalhista e da Previdência, na visão do parlamentar.

“Ficou claro, pelo fracasso absoluto dessas manifestações, que o povo brasileiro não apoia essa gente. As pessoas entenderam claramente que o que se reivindicava no dia de hoje, por meio de uma greve geral, era apenas a continuação desse famigerado imposto sindical, que não serve para nada além de alimentar a militância desses partidos e desses sindicatos”, disse Oliveira Maia.

O relator também criticou a ação de “grupos muito pequenos” que, segundo ele, atrapalharam a vida da maioria das pessoas.

“Será que é correto em um país a decisão quase que individual de alguns poder prejudicar a vida de tantos? Em países evoluídos, é sempre admitida e bem vista a manifestação, o direito a se manifestar. Entretanto, a manifestação não pode causar prejuízo a quem não quer participar”, avaliou o deputado baiano.

 

O Partido do compromisso com o futuro

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia, Política | Data: 07 nov 2016

Tags:,

Por Cristovam Buarque

cristovam-buarqueA situação do Rio de Janeiro é o retrato da falência fiscal dos governos brasileiros e do sofrimento consequente da população, especialmente os pobres. As alternativas tradicionais e irresponsáveis usadas nessas crises sempre foram dívida e inflação, que enganam no presente e comprometem o futuro. Esse caminho se esgotou; a saída agora exige unidade nacional em um movimento de responsabilidade dos brasileiros de hoje para corrigir os erros de ontem, e deixar um Brasil melhor para amanhã.

Há décadas mantemos uma maldita aliança entre direita e esquerda que enganou a todos, desrespeitando os limites de recursos financeiros disponíveis para o setor público: aumentamos os ganhos dos privilegiados e o salário mínimo dos pobres; projetamos estradas, portos, escolas, saneamento, saúde, além de generosíssimos subsídios aos empresários, fartos benefícios às corporações, ao mesmo tempo em que permitimos o saqueio do Estado pela corrupção.

Prometemos tudo, deixamos tudo incompleto e construímos o desastre nos serviços públicos e na base para o futuro; provocamos aumento do endividamento e desvalorização da moeda, ao mesmo tempo em que desprezamos setores essenciais, como educação básica, saúde, saneamento.

Corrompemos a aritmética, arrecadando quatro e gastando cinco: o resultado foi a desarticulação das finanças, sacrificando doentes sem hospital, idosos sem aposentadoria, crianças sem escola, e comprometendo nossas futuras gerações. Além disso, o irresponsável pacto da direita e da esquerda desmoralizou a política democrática. …Leia na íntegra

O Nordeste rompeu com o PT

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 07 nov 2016

Tags:, ,

Por Ivan Cordeiro

ivan_cordeiroAntigo reduto petista, o Nordeste decidiu romper com o partido dos trabalhadores. O PT não elegeu nenhum prefeito para as nove capitais, assim como, para as cidades com mais de 100 mil eleitores. Na Bahia, por exemplo, o PT passou de 92 prefeituras para apenas 39. Nem o governador Rui Costa foi capaz de conter a derrocada petista. O partido não conseguiu sequer colocar candidatura própria em Salvador, o que demonstrou o declínio do partido no estado.

Os diversos esquemas de corrupção, a falta de gestão no contexto de crise, a falta de diálogo com a sociedade, foram elementos cruciais para o fraco desempenho nas urnas. O partido insistiu no discurso do ódio, do medo e do golpe. Em Vitória da Conquista, o prefeito Guilherme Menezes (PT), creditou a derrota ao ‘massacre da grande mídia’ e ao ‘golpe’. Infelizmente, o prefeito esquece que a desarmonia dele com o candidato Zé Raimundo, também contribuiu para a derrota petista.

A política do assistencialismo, do populismo e da demagogia, tão comuns ao PT, deram sinais de desaprovação. Já não enganam mais a população. Em contrapartida, o PSDB cresceu nesse cenário, elegendo 5 prefeitos em capitais do norte e nordeste do país. O PSDB foi o partido que mais cresceu nessa eleição, demonstrando que a eficiência na gestão, marca principal dos tucanos, faz enorme diferença na condução das cidades.

Rubem Alves já dizia que a política como vocação é a mais nobre de todas, mas, como profissão, é a mais vil. Parece que o PT se profissionalizou demais na arte da política. Perdeu a vocação para a coisa pública. Tem agora a marca indelével do partido mais corrupto do país. Fica o exemplo para os demais.

FHC diz que economia está ‘degradada’ e elogia PEC do teto de gastos

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 13 out 2016

Tags:, ,

da Redação

Estadão / Conteúdo

Opinião: “A juventude e a construção de um novo modelo de se fazer política”

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 04 mar 2016

Tags:, ,

por Micael Silveira

MicaelTamanha é a descrença da sociedade brasileira no modelo político praticado no país, que a credibilidade despenca ladeira a baixo e a cada dia um novo fato engrossa esse cenário repugnante. Mais parece um jogo de cartas marcadas. De um lado, empresários se comportam como aves de rapina, com uma visão de longo alcance e prontos para agarrar sua presa; vivem uma constante caçada em busca de contratos com o setor público. Do outro lado, os políticos que, por via de regra, chegam ao poder através de campanhas eleitorais milionárias, de tal valor, que os salários de todo o mandato somados, representam apenas uma pequena parcela do “investimento”.

Há também os discursos recheados de palavras bonitas, altamente convincentes e carregados de promessas mirabolantes, com a proposta de ‘salvar a pátria’, de trazer o novo, de implementar a mudança. Mas a tal mudança nunca chega.

O exercício do poder político e financeiro mais parece um mundo paralelo ao dos cidadãos comuns. Só tem que, agora, tudo se tornou mais claro. A mídia noticia diariamente as entrelinhas desse “mundo”, os acertos, as altas cifras que circulam secretamente, o que só faz alimentar a resistência da maioria dos brasileiros para participação em discussões políticas.

De fato, muitas figuras desse cenário já circulam o “meio” há décadas. São perfis marcados, que se sustentam pelo jogo sujo, comprando apoios e trocando “favores”.

Há, porém, uma sinalização para um desgaste nesse modelo de relação político X empresário. A esperança que resta é que os jovens que acompanham o desenrolar dos seguidos escândalos de corrupção iniciem de uma vez o difícil papel de ‘varrer’ os velhos marajás da política. Tragam novas ideias, novos projetos, pautados na ética e no caráter, e desencadeie uma nova era no meio político.

A juventude tem grande poder de se mobilizar, sobretudo com as comunidades sociais virtuais. Mas não só isso, a juventude está com sede de fazer ecoar a sua voz através de grito de indignação e repúdio ao que se assiste, muitas vezes de braços cruzados. E a melhor forma de levar essa voz ao país é mostrando que há total condição de administrar as riquezas produzidas aqui, investindo em causas nobres, como a educação, cultura e o desenvolvimento econômico sadio e limpo, acabar com negociatas, conchavos e apadrinhamento.

PT se ‘autoassassinou’ e governo está em fase terminal, diz ex-ministro de Lula

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 23 jan 2016

Tags:, , ,

Adriano Brito – @adrianobrito
Da BBC Brasil em São Paulo

  • Reprodução de vídeo/UOL

Há pouco mais de dez anos, o senador Cristovam Buarque deixou o PT após uma série de desgastes que levaram à sua demissão, por telefone, do cargo de ministro da Educação e no embalo da eclosão do escândalo do mensalão – ele foi um dos integrantes que não concordaram com a resposta dada pelo partido e pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva às irregularidades reveladas à época.

Hoje, ensaia um novo desembarque, desta vez do PDT, que, nas palavras de Cristovam, “não existe” como partido, pois virou um “puxadinho do PT” controlado pelo ex-ministro Carlos Lupi que já colocou como candidato à próxima corrida presidencial um nome escolhido por Lula – Ciro Gomes – para “preencher o vazio” caso o petismo não se recupere a tempo de 2018.

Segundo o senador, “o PT se autoassassinou” ao desconsiderar a meritocracia na nomeação de cargos e não pensar um projeto de longo prazo para o país.

Diz ainda que o “fracasso” da gestão Dilma Rousseff se deve principalmente a erros cometidos pela presidente em seu governo, que está em “fase terminal”. …Leia na íntegra

J. Pedral defendia vários candidatos na oposição em 2012

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 20 dez 2015

Tags:, , ,

nov_25_pel_banner_site_resenha_feirao_aquitemnegocio_582x65px_jean

da Redação

Pedral

Na eleição de 2012, o saudoso e ex-prefeito José Pedral Sampaio, defendia que vários candidatos integrantes do bloco de oposição se lançassem candidatos a prefeito. Entendia ele que era a melhor maneira de provocar o 2º turno. Naquele ano o PT vivia um grande momento e a onda vermelha, comandada por Lula/Dilma, era quase que imbatível. Pedral estava certo.

O cenário atual mostra inversão. Quem necessita trabalhar para emplacar vários candidatos é o PT e os partidos aliados. Josias Gomes (PT), secretário do governo Rui Costa (PT), não esconde essa teoria.

Analistas e os mais experientes políticos de Vitória da Conquista possuem o mesmo entendimento. As oposições precisam unificar-se em torno de uma única candidatura. “É legítimo e importante o surgimento agora de vários pré-candidatos para que no próximo ano, com balizamento de critérios que serão estabelecidos, possamos escolher a melhor chapa para o julgamento do eleitorado conquistense”, disse o deputado estadual Herzem Gusmão (PMDB).

Insistir em apresentar e registrar mais de uma candidatura da oposição é fazer o jogo do PT e aliados. Pelo menos é este o pensamento de todos aqueles que trabalham em defesa da mudança. Já são 20 anos de administração petista em Vitória da Conquista., A fadiga e cansaço são visíveis. “Estamos construindo um projeto viável e exequível para que Conquista avance. Um conselho consultivo iniciará os trabalhos em janeiro visando a construção de um projeto plural para a nossa terra”, garante o pré-candidato a prefeito de Conquista, Herzem Gusmão.

Impeachment não é guerra

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil | Data: 06 dez 2015

Tags:, , ,

Revista Veja (online)

Em um ambiente de depressão econômica e corrupção generalizada, o Congresso Nacional vai decidir se afasta Dilma Rousseff da Presidência por crime de responsabilidade

Dilma Rousseff: a presidente agora tem pressa
Dilma Rousseff: a presidente agora tem pressa(Jorge William/Agência o Globo)

O Brasil passará a conviver com a sobreposição de cenários ainda mais complexos. Na economia, estão dadas as condições para o que pode ser a crise mais profunda de todos os tempos. A inflação e o desemprego sobem rapidamente. Na defensiva, as indústrias se recolhem ao mínimo de atividade produtiva. O comércio prevê o pior Natal em décadas. As lideranças políticas, que deveriam se empenhar em apontar a porta de saída dessa espiral destrutiva, parecem ocupadas demais tentando salvar a si mesmas das investigações de corrupção que envolvem mais de meia centena de autoridades – entre elas o presidente da Câmara, o presidente do Senado, assessores e ex-­assessores da presidente da República. …Leia na íntegra

Ministro do STF defende afastamento ou renúncia de Cunha

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Justiça, Política | Data: 19 nov 2015

Tags:, , , ,

da Redação

Mello BBAgrava situação do deputado federal Eduardo Cunha (PMDB), presidente da C~câmara dos Deputados. O ministro Marco Aurélio Mello do STF – Supremo Tribunal Federal defendeu nesta quinta-feira (19) o afastamento espontâneo do presidente Cunha, alvo de processo de cassação no Conselho de Ética da Casa após denúncias de participação no esquema de corrupção da Petrobras. “Nós precisaríamos aí de uma grandeza maior para no contexto haver afastamento espontâneo. Quem sabe até a renúncia ao próprio mandato”, disse ministro a grande imprensa nacional.

O ministro do STF ainda acrescentou: “Melhoraria, sem dúvida, porque teríamos a eleição de um novo presidente para a Câmara. Ele continuaria no desempenho do mandato, porque, de qualquer forma, ele está na cadeira por algum tempo tendo em conta apenas o mandato”, sentenciou.

Ameaça à imprensa

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 16 nov 2015

Tags:, , , ,

Por Mirian Leitão (O Globo)

miriam_leitaoUm Congresso com um número extravagante de parlamentares sob suspeição, presidido por políticos investigados pelo Ministério Público, e uma presidente com a mais alta rejeição da história democrática se juntam para criar uma mordaça sobre a imprensa. A Lei do Direito de Resposta é a mais genuína representante do bolivarianismo no Brasil.

A norma sancionada pela presidente Dilma faz a Lei de Imprensa do governo militar parecer democrática. Ela estabelece ritos sumários, dá prazos fatais aos juízes, estabelece que o “ofendido” pode exigir reparação no mesmo espaço e na edição seguinte do jornal, noticiário de rádio e televisão.

Existe a notícia errada que deve, claro, ser corrigida. Mas o texto fala que “ao ofendido em matéria divulgada, publicada ou transmitida por veículo de comunicação social é assegurado o direito de resposta ou retificação gratuito e proporcional ao agravo”. O governo e o Congresso chamam isso de regulamentação, mas a lei foi feita para intimidar jornalista e trazer de volta a auto-censura.
…Leia na íntegra

Vereador exalta transporte coletivo de Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 08 nov 2015

Tags:, , ,

da Redação

ônibus

Durante esta semana, na sessão de quarta-feira (4) da Câmara Municipal de Vitória da Conquista, o vereador Luciano Gomes (PR), líder do prefeito exaltou a qualidade do transporte coletivo da cidade. “Nosso governo é sério. Apenas alguns ônibus não estão com o selo de vistoria porque, previsto em edital, o letreiro no fundo, às vezes, impede que seja colocado o selo. Mas, todos estão vistoriados”, disse.

O parlamentar demonstrou total desconhecimento de um sistema de transporte moderno – seguiu na sua fala elogiado o sistema de transporte coletivo que não se moderniza. “É importante dizer que Vitória da Conquista tem a menor idade média do transporte coletivo na Bahia. É o transporte público mais novo da Bahia”, comemorou. Ele ressaltou que 90% da frota é adaptada.

Na Bahia o sistema de transporte coletivo mais moderno na atualidade, servindo de exemplo para outras capitais do Brasil, é o de Salvador. O secretário Fábio Mota da administração do prefeito ACM Neto, na Semob – Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana, monitora 2.700 ônibus em tempo real. São 600 linhas com controle 100% de todos os itinerários.

Por que transformar Vitória da Conquista em Pólo Turístico de Inverno do Nordeste?

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 08 nov 2015

Tags:, ,

Por Josemar Rodrigues

(Porque mudaria o visual da cidade e geraria renda e empregos permanentes)


VitoriadaConquista_FotoAerea

Vitória da Conquista desfruta da condição privilegiada de ser a maior cidade serrana do Nordeste, de clima entre frio e ameno que caracteriza o seu período de inverno durante cinco a seis meses do ano. Com efeito, o inverno conquistense revela um clima agradável para o descanso e o entretenimento. Com sua atual dimensão urbana, seu dinâmico ritmo de crescimento e a capacidade de serviços nos seus setores de hospedagem e de saúde, entre outros, a cidade conta com condições básicas para que, progressivamente, possa ser transformada no mais importante Polo de Turismo de Inverno do Nordeste.

Existe a vocação natural da cidade para o desenvolvimento da indústria turística com todos os benefícios econômicos e sociais que dela poderão advir, principalmente a geração de empregos permanentes, o grande desafio do presente século. Entretanto, essa vocação por si só não é suficiente para atrair o turista que opta por escapar do calor e da umidade dos trópicos que identificam a Região Nordeste e, atualmente, busca as cidades serranas do Sudeste e Sul do país. Faz-se necessário a indispensável complementação ordenada e progressiva de iniciativas em diversos setores, identificados dentro de um plano previamente concebido e acionado pelo poder público municipal, em parceria com a iniciativa privada, para que os caminhos da cidade sejam abertos, progressivamente, em direção ao turismo. …Leia na íntegra

As nossas crianças merecem um mundo melhor

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 12 out 2015

Tags:, ,

Por Ivan Cordeiro

IvanO poeta mineiro, Otto Lara Resende, escreveu certa vez que “uma criança vê o que o adulto não vê. Tem olhos atentos e limpos para o espetáculo do mundo”. É justamente para as crianças que devemos trabalhar por um mundo melhor, para que o mundo seja de fato um lugar especial, criativo, onde toda criança tenha os seus direitos respeitados e assegurados.

De acordo com a Constituição Federal Brasileira de 1988, a proteção das crianças e a garantia dos seus direitos é um dever não apenas do Estado, mas também da família e de toda a sociedade. Não podemos permitir que as crianças vivam desprovidas de atenção, cuidado e afeto. O Estatuto da Criança e do Adolescente, em vigor desde 1990, também reforça a necessidade do cuidado integral para com as nossas crianças.

Todavia, não é apenas na Constituição Federal que as crianças têm a prioridade. No evangelho de Mateus (19:14), Jesus disse: “Deixem vir a mim as crianças e não as impeçam; pois o Reino dos céus pertence aos que são semelhantes a elas”. A primazia no Reino de Deus também é das crianças. Acredito que está bem evidente para nós o compromisso que devemos ter para com as nossas crianças. Compromisso que deve nos estimular a trabalhar incansavelmente por elas.

Que o dia das crianças seja um momento de reflexão, e não apenas de dar presentes. Que sejamos presença efetiva na vida de cada uma delas, todos os dias. Afinal de contas, as nossas crianças merecem um mundo melhor.

Ivan Cordeiro é presidente do Movimento Amigos de Conquista. Pai de duas crianças, Otto e Heitor.

Geddel se diz envergonhado com postura de sua sigla

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Política | Data: 03 out 2015

Tags:, , ,

Tribuna da Bahia

GeddelA reforma ministerial da presidente Dilma Rousseff (PT), que reduziu os ministérios de 39 para 31 e deixou nove petistas com pastas e sete peemedebistas, dando aos aliados inclusive o Ministério da Saúde, não agradou ao presidente da sigla na Bahia, Geddel Vieira Lima.

Para o ex-ministro de Integração Nacional durante o governo do ex-presidente Lula, a negociação de cargos feita pela petista com os peemedebistas, distribuindo os ministérios e dando aos correligionários pastas importantes, é uma espécie de “book rosa”.

Para quem não sabe, book rosa é um novo termo utilizado para se referir aos programas sexuais realizados por modelos após suas atividades profissionais ocorridas numa noite. Seria uma espécie de book, porém sem ser numa relação de trabalho empregador.

Nessa sexta (3/10), em seu Twitter, Geddel também disse se sentir envergonhado. Essa de que o PMDB está fazendo Book Rosa é terrível. 30 anos nesse partido,nunca senti tanta vergonha”, desabafou. …Leia na íntegra

Janela partidária pode ser questionada no STF, diz Ademir Ismerim a Tribuna da Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 28 set 2015

Tags:, , ,

Tribuna da Bahia

por Aparecido Silva

Nos bastidores do Palácio do Planalto, a expectativa é grande em torno do ponto que trata da janela partidária

Ademir IsmerimA presidente Dilma Rousseff sancionou a reforma política aprovada no Congresso Nacional e o texto deve ser publicado no Diário Oficial da União depois de amanhã. Nos bastidores do Palácio do Planalto, a expectativa é grande em torno do ponto que trata da janela partidária que permite ao político mudar de partido nos trinta dias que antecedem os seis meses para a eleição sem prejuízo do mandato. Em Brasília, alguns parlamentares acreditam que o assunto tenha sido vetado pela presidente petista, assim como deve ocorrer com o financiamento empresarial de campanhas que foi aprovado na Câmara Federal.

Segundo o advogado em direito eleitoral, Ademir Ismerim, é possível que a janela partidária seja, de fato, questionada. “O questionamento vai seguir o mesmo de sempre, porque não há elementos para infidelidade partidária. No caso de sete meses, é o seguinte, o prazo de filiação passa de um ano para seis meses e abre um mês para janela, nesse período, quem mudar não vai ter prejuízo nenhum”, reforça. …Leia na íntegra

Estar armado dobra a chance de ser agredido em assalto

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Polícia, Segurança | Data: 08 set 2015

Tags:, ,

Kalleo Coura, VEJA.com

Pesquisa inédita com 78 000 pessoas mostra que portar arma durante um roubo aumenta a chance de a vítima ser agredida em 88%

ARMA

Uma pesquisa inédita no país, conduzida pelo sociólogo e especialista em segurança pública Claudio Beato, coordenador do Centro de Estudos em Criminalidade e Segurança Pública da Universidade Federal de Minas Gerais, prova com dados pela primeira vez o que especialistas em Segurança Pública inferiam: o porte de arma para defesa própria cria uma falsa sensação de segurança, mas traz mais riscos do que benefícios ao cidadão.

Embora quatro em cada dez pessoas afirmem que possuem arma de fogo para se prevenir ou se proteger de criminosos, as chances de um cidadão ser vítima de uma agressão – um tiro, uma coronhada ou mesmo socos e chutes – aumenta em 87% se ele estiver armado quando for assaltado. Mesmo policiais armados tiveram 89% mais chance de serem agredidos do que alguém desarmado.

“É ilusório acreditar que a arma pode proteger a vítima de um roubo – mesmo que a pessoa seja muito bem treinada. Quando ela percebe a ação do criminoso, já está com a arma apontada para o rosto. Existe ainda o risco de latrocínio, que não foi possível aferir nessa pesquisa”, afirma Beato.

Alckmin: ‘Temos que nos livrar dessa praga que é o PT’

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 30 ago 2015

Tags:, , ,

Veja (online)

Tucano diz que ‘é tempo de honestidade’ em ato de filiação do governador de Mato Grosso, Pedro Taques, ao PSDB

O reeleito governador de São Paulo pelo PSDB, Geraldo Alckmin, chega para o debate do segundo turno promovido pelo SBT nesta quinta-feira (16)
O governador de São Paulo pelo PSDB, Geraldo Alckmin(Felipe Cotrim/VEJA.com)

Um dos políticos mais moderados do PSDB, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, fez neste sábado o discurso mais inflamado do ato político que marcou a entrada do governador do Mato Grosso, Pedro Taques, no partido. “Temos que nos livrar dessa praga que é o PT. O PT do desemprego, da inflação, dos juros pornográficos e dessa praga do desvio do dinheiro público. Hoje é tempo de honestidade”, disse Alckmin, um dos tucanos cotados como pré-candidato à Presidência da República em 2018.

Os principais integrantes do PSDB se encontraram neste sábado em Cuiabá (MT) para prestigiar a entrada de Taques, ex-PDT, no partido. Além dos seis governadores tucanos, estavam presentes o senador José Serra (SP), a senadora Ana Amélia (PP-RS) e deputados tucanos de vários Estados. Eles foram recebidos com um ato político que reuniu cerca de 3.000 pessoas em um hotel fazenda de Cuiabá. Em seguida, foram almoçar em um restaurante árabe tradicional da cidade.

Pedro Taques apresentou no dia 10 de agosto o seu pedido de desfiliação do PDT, sigla pela qual se elegeu senador em 2010 e governador em 2014.

Ex-procurador da República, Taques obteve 708.440 votos na candidatura ao Senado, em 2010. Em 2014, ao disputar o governo de Mato Grosso, ele obteve outros 833.788 votos (57,25% dos votos válidos).

(Com Estadão Conteúdo)

Oposição ou Combate?

0

Publicado por Editor | Colocado em Política | Data: 01 ago 2015

Tags:, ,

Por Ubirajara Brito

ubirajara-britoOposição faz-se a idéias, a princípios, a dogmas. Quando organicamente articulados e sistematizados, corporificam uma ideologia, cuja prática é sua doutrina. Idéias falsas  levam a princípios falsos; princípios falsos levam a dogmas falsos. Construindo-se em falsa doutrina, todos, juntos ou separadamente, conduzem à ações e resultados deletérios. Os falsos princípios geram dogmas, que, inculcados em ingênuos e ignorantes, pelos mensageiros de falsas verdades, produzem radicais e fundamentalistas, capazes de praticar sacrifícios e atos desumanos, por suas crenças, suas convicções.

Não se trata de uma doutrina, à qual, propedeuticamente, se deve fazer oposição; pois trata-se, com efeito, de fanatismo, que se deve destruir. Aos messiânicos e aos intolerantes, dá-se combate, se possível sem trégua, à aniquilação, ao extermínio. Não se faz oposição a indivíduos, mas a práticas, ideologias, doutrinas, determinadas por princípios, sacralizadas por dogmas, transubstanciadas por idéias.

O PT não está velho. Está Morto!

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 23 jun 2015

Tags:, ,

 

Por Reinaldo Azevedo

Reinaldo AzevedoLuiz Inácio Lula da Silva participou nesta segunda da conferência “Novos desafios da democracia”, promovida pelo instituto que leva seu nome e pelas fundações Friedrich Ebert e Perseu Abramo. O convidado de honra da mesa era Felipe González, ex-primeiro-ministro da Espanha, que Nicolás Maduro, ditador da Venezuela e amigão de Lula, considera inimigo da democracia popular. Mas deixemos isso de lado agora.

O chefão petista resolveu ensaiar um discurso de autocrítica em nome do PT que é, na verdade, elogio em boca própria e esforço de se descolar do governo Dilma para tentar se candidatar à Presidência em 2018. Lula está tentando sobreviver. Não estava previsto que falasse, mas o falastrão não resistiu e discursou duas vezes. Em uma delas, voltou a pregar a regulamentação da mídia. O homem não tem cura.

No evento em que chegou a se dizer, por duas vezes, cansado, criticou, sim, o PT. Afirmou, referindo-se ao partido:
“Eu, sinceramente, não sei se o defeito é nosso, se o defeito é do governo… Eu acho que o PT perdeu um pouco a utopia. Eu lembro como é que a gente acreditava no sonho; como é que a gente chorava quando a gente falava (…). Hoje, a gente só pensa em cargo, a gente só pensa em emprego, a gente só pensa em ser eleito, ninguém mais quer trabalhar de graça…”. E afirmou que o partido precisa de uma revolução.

Mas não ficou só aí, não. Cantando as próprias glórias, lembrou que, quando era presidente, realizaram-se 74 conferências com os movimentos sociais — é claro que fazia uma crítica indireta a Dilma Rousseff. Com aquela capacidade de ser grandiloquente sobre o nada, pregou a necessidade de repensar as esquerdas e, pasmem!, o socialismo! Agora já sabemos por que o Brahma era tão íntimo das empreiteiras: estava construindo o socialismo de concreto armado. Deveria haver um limite para o ridículo. Mas não há. …Leia na íntegra