Novo aeroporto: obras do Terminal de Passageiros são incluídas no PAC

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 13 maio 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

aeroporto

As obras do Terminal de Passageiros do novo aeroporto de Vitória da Conquista foram incluídas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A verba, no valor de R$45 milhões, que garante a realização do serviço, foi divulgada no Diário Oficial da União, na quinta-feira (12).

Além da construção do Terminal, o recurso vai contemplar a aquisição e instalação dos equipamentos de auxílio à navegação, iluminação de via de contorno, mobiliários e equipamentos da Seção Contra Incêndio, iluminação do pátio de aeronaves e implantação de redes de telecomunicações do novo aeroporto. O terminal terá área construída de 3.500m² e será composto de saguão, check-in, área de embarque e desembarque, raio x, balcões de venda, reservas e informações.

“Isso representa um avanço para a obra do terminal, que agora tem recursos garantidos. Os procedimentos para a licitação já estão em andamento e em breve será anunciada”, afirma Denisson de Oliveira, diretor de Terminais e Aeroportos da Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra).

Prefeitura anuncia ordem de serviço do Corredor Perimetral

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 10 fev 2015

Tags:, ,

da Redação

Perimetral BB

Nesta 4ª feira (11), no Gabinete Civil às 11 horas, será assinada a ordem de serviço para que seja iniciada as obras de construção do Corredor Perimetral, que interligará as regiões oeste, sul e leste do perímetro urbano de Vitória da Conquista. A execução deste projeto será um dos mais importantes relacionado a Mobilidade Urbana, e poderá ser considerada a maior obra do atual prefeito Guilherme Menezes (PT) nos seus três mandatos.

Segundo informações do Governo Municipal as obras fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) – Mobilidade Urbana, e que resulta de um convênio com o Governo Federal, para um financiamento de aproximadamente R$ 60 milhões, através da Caixa Econômica Federal. A obra prevê ainda outros dois projetos: o terminal de integração do transporte coletivo e a requalificação de corredores de transporte localizados na região central e nas principais avenidas da cidade.

Não foi informado nada a respeito do processo licitatório. Se a ordem de serviço será assinada amanhã para o imediato início das obras significa que a Licitação foi feita – embora sem nenhuma divulgação.

Prefeitura anuncia obras para interligar 3 grandes regiões em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 17 jan 2015

Tags:, , ,


da Redação

 

A  Avenida Luis Eduardo Magalhães continua sendo a mais importante obra de mobilidade urbana dos últimos 40 anos em Vitória da Conquista

Implantada em 2005, a Avenida Luis Eduarado Magalhães, continua sendo a mais importante obra de mobilidade urbana dos últimos 40 anos em Vitória da Conquista. Na atualidade, acertadamente, a Prefeitura anuncia obras do Corredor Perimetral, um dos empreendimentos previstos para a cidade no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).  Foi firmado um convênio  com o Governo Federal para o financiamento de aproximadamente R$ 60 milhões, através da Caixa Econômica Federal que prevê ainda  outros dois projetos: o terminal de integração do transporte coletivo e a requalificação de corredores de transporte localizados na região central e nas principais avenidas.

“Vitória da Conquista foi uma das poucas cidades da Bahia contempladas, por sua capacidade de endividamento, pelos seus projetos e pelo bom nome, por toda a credibilidade que a Prefeitura tem”, observa o prefeito Guilherme Menezes. Esta obra, se concretizada, será a mais importante de todos os mandatos do prefeito Guilherme Menezes.

O Corredor Perimetral terá a função de interligar as regiões oeste, sul e leste do perímetro urbano, o que será uma grande obra e por certo em termos de importância irá superar a obra da Avenida LEM. A região central da cidade será destravada com estes  importantes corredores de trafego. Importante que o projeto preserve espaço para implantação no futuro do BRT/VLT. Menezes não gosta e ainda não entendeu.

(…) ‘Alça importante’ – A nova via terá aproximadamente 12 quilômetros de extensão, tendo início na avenida Brumado, seguindo pela Lagoa das Bateias e, em seguida, pelo Loteamento Cidade Modelo e avançando pelo bairro Patagônia e pelo Coveima. Após atravessar a BR-116, prosseguirá pelo Morada dos Pássaros até sair pela lateral do Shopping Conquista Sul. Daí, passará pela Avenida Juracy Magalhães e pela região do Boa Vista, até atravessar o Rio Verruga para chegar, enfim, a seu ponto final – a Avenida Olívia Olívia Flores, na altura do campus Anísio Teixeira da Universidade Federal da Bahia (Ufba). Com informações da Ascom/PMVC

 

Pavimentação do Senhorinha Cairo é retomada depois de mais de um ano parada

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 11 fev 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais
Foto: Roberto Silva

IMG_3810As obras de pavimentação asfáltica do bairro Senhorinha Cairo em Vitória da Conquista foram retomadas depois de um ano e dois meses paradas. A obra teve início em junho de 2012 e foram suspensas no final de outubro do mesmo ano.

Segundo nota da prefeitura na época, “46 vias do bairro, totalizando 11.613 km de asfalto, seriam beneficiadas. O investimento de quase oito milhões é oriundo de três contratos de financiamento com a Caixa Econômica Federal que são parte do Programa de Aceleração do Crescimento/PAC II.”

Logo após a suspensão das obras, um morador enviou uma carta para a redação do Blog da Resenha Geral reclamando que “poucos dias antes das eleições, a prefeitura enviou trabalhadores para a Pavimentação” e “logo após a apuração das URNAS em que foi constatada a reeleição do nosso prefeito, todas as maquinas saíram do bairro e os serviços ficaram pela metade”.

As obras foram retomadas no dia 31 de janeiro.

TCU recomenda paralização das obras da FIOL

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Economia, transporte | Data: 06 nov 2013

Tags:, ,

por Paulo Anderson Rocha

Nesta quarta-feira (6), o Tribunal de Contas da União (TCU) recomendou a paralisação de quatro obras pertencentes ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A fiscalização foi realizada em 136 obras financiadas com recursos da União. Esse tipo de medida só é adotada quando o órgão identifica risco potencial de prejuízo ao governo ou a terceiros envolvidos.

Uma das obras alvo da medida é a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), que liga Caetité a Barreiras. O problema apontado foi a deficiência do projeto básico.

As outras obras que receberam a mesma recomendação foram a Ferrovia Norte-Sul e a ponte sobre o Rio Araguaia, no Tocantins, e a implantação e pavimentação da BR-488, no Rio Grande do Sul.

Cabe ao Congresso Nacional aceitar ou não a sugestão e adotar as medidas necessárias. Os dados também servem para subsidiar a Lei Orçamentária de 2014.

A prática política que deseduca e humilha o povo brasileiro

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 19 ago 2013

Tags:, , ,

Máquinas BB

da Redação

Na Bahia, o governador Jaques Wagner (PT), sem nada para oferecer, promoveu há pouco tempo atrás entrega de ambulâncias do Samu 192,  com recursos do Governo Federal, como se isso fosse uma grande realização. O prefeito de Vitória da Conquista foi a Salvador, submeteu a humilhação de ser fotografado recebendo a chave de uma ambulância. Triste Bahia! Não é a toa que o ex-deputado federal Elquissson Soares, dizia na década de 80: “A Bahia é o Estado mais atrasado politicamente do Brasil”. Recentemente a cantora Daniela Mercury repetiu a mesma frase. Prova que passados mais de 30 anos a pratica política do atraso continua a mesma.

Lamentável as cerimônias onde a presidente Dilma Rousseff entrega, com pompa e muito barulho publicitário retroescavadeiras, motoniveladoras e caçambas para prefeitos, como se isso fosse também uma grande obra. A presidente está em franca campanha eleitoral na prática escancarada do toma-lá-dá-cá.

Bom seria se a presidente Dilma estivesse entregando aeroportos (cadê o nosso), a tão esperada transposição das águas do Rio São Francisco, barragens, hospitais, centros de pesquisas, ferrovias, novas universidades bem estruturadas e restauração das atuais, combate a seca e estímulo a produção agrícola e tantas outras realizações que o Brasil necessita. Verdadeiramente a presidente não ouviu a voz das ruas.