Mais 95 mil mudas de palmas são entregues a agricultores pelo projeto Palmas para Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 29 nov 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

Fonte:Secom/PMVC

O programa “Palmas para Conquista”, da Prefeitura Municipal, nesta sexta-feira (29), beneficiou mais de 19 produtores da zona rural de Vitória da Conquista. A distribuição aconteceu, na fazenda do Programa de Convivência com o Semiárido, localizada em Quatis dos Fernandes, cada um dos agricultores recebeu 5 mil mudas. Com isso, somam-se 80 produtores beneficiados com 400 mil mudas de palmas forrageiras.

Cada produtor, ao receber as palmas, firma o compromisso de devolver à Prefeitura as 5 mil mudas, após o período de um ano. Ao longo desse tempo, eles irão aplicar as técnicas de cultivo intensivo aprendidas através de uma capacitação realizada pela Administração Municipal. Com isso, eles terão um rendimento muito maior, e além de manter sua própria produção de palmas, conseguirão beneficiar novos produtores.

De acordo com o coordenador de Fomento à Agricultura Familiar, Reuber Matos, a expectativa é contemplar cerca de 400 agricultores, até o final do ano.

Conquista: Prefeitura de Feira de Santana vem conhecer os projetos pioneiros “Palmas para Conquista” e “Começar de Novo”

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 31 out 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

Fonte:Secom/PMVC

Nesta quarta-feira (30), o secretário de Serviços Públicos da Prefeitura Municipal de Feira de Santana, Justiniano França, esteve em Vitória da Conquista para conhecer as ações e levar a experiência para o seu município sobre os projetos “Palmas para Conquista” e “Começar de Novo“.

Por meio do projeto “Começar de Novo”, 80 apenados em regime semiaberto do Conjunto Penal Nilton Gonçalves estão trabalhando atualmente em serviços da Prefeitura de Vitória da Conquista. A ação – que é fruto de um convênio do Governo Municipal com a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado da Bahia (Saep – BA) e o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ – BA), tem gerado redução de pena, remuneração e ressocialização.

Uma das frentes de atuação dos internos é no programa “Palmas para Conquista”, onde eles atuam no plantio de 20 hectares de mudas de palmas, que já estão sendo distribuídas gratuitamente a agricultores da região como alternativa para convivência com a seca.

Programa Palmas para Conquista fica livre de praga que devasta plantações no Nordeste

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 15 out 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park.gif

Secom/PMVC(conteúdo)

Cochonilha do Carmim – esse é o nome da praga que devasta plantações de palma na Região Nordeste, inclusive na Bahia. Em Vitória da Conquista, o Programa Palmas para Conquista não foi atingido. Isso foi possível graças ao cultivo de espécies resistentes ao inseto.

Duas variedades são cultivadas na área de 20 hectares: a palma “doce” e a palma “mão de moça”, resistentes à praga. Nos próximos dias, mudas dessas espécies serão distribuídas gratuitamente para produtores rurais da região como alternativa de convivência com a seca. O coordenador municipal de Promoção da Agricultura Familiar, Reuber Matos, lembra que, no mês de julho, esses produtores receberam capacitação sobre formas mais eficazes de realizar o plantio.

Desde que chegou ao Brasil, no final dos anos 1990, a Cochonilha do Carmim dizimou mais de 200 mil hectares de palma ‘gigante’, cultivada por mais de 90% dos agricultores da Bahia. No início de outubro, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia emitiu um alerta às autoridades para que medidas de proteção fossem tomadas.

Sobre o programa – O “Programa de Convivência com o Semiárido – Palmas para Conquista” é desenvolvido pela Prefeitura de Vitória da Conquista com a proposta de viabilizar iniciativas para fortalecimento da cultura da palma forrageira no município apresentando alternativas de convivência com a seca para os produtores da região. A expectativa é que o programa estimule a permanência do homem no campo. A iniciativa conta ainda com a atuação de apenados em regime semiaberto, que trabalham no local por meio do projeto Começar de Novo, promovido pela Seap-BA, Prefeitura Municipal e Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

Por meio de PPP, Prefeitura irá distribuir 15 milhões de mudas de palma a produtores rurais

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 20 jan 2018

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Ascom/Prefeitura (Conteúdo)

Projeto “Palmas para Conquista” acaba de firmar uma Parceria Público-Privada (PPP)

O projeto “Palmas para Conquista” acaba de dar mais um importante passo. Na manhã desta sexta-feira (19), a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista firmou uma Parceria Público-Privada (PPP) que prevê a utilização de um terreno de 20 hectares para plantação de mudas de palma na zona rural. Essa área deve possibilitar o plantio de 15 milhões de mudas por ano, que serão distribuídas entre os pequenos produtores e serão utilizadas, principalmente, para alimentação animal.

O prefeito Herzem Gusmão assinou o termo de parceria ao lado do senhor Jailton Moreira, produtor da região dos Quatis dos Fernandes, que cedeu o terreno para a Prefeitura. Para o produtor, é uma grande satisfação colaborar com o projeto: “Nós passamos por mais de seis anos de seca e tivemos que quase exterminar nossa pecuária. Essas medidas são altamente necessárias para que a pecuária se mantenha e desenvolva.”

O coordenador de Fomento à Agricultura Familiar, Reuber Matos, afirma que o problema enfrentado pelos produtores para o cultivo da palma está no preço da semente e nas técnicas de manejo. O projeto “Palmas para Conquista” vem justamente para driblar essas dificuldades. “O produtor que plantar as mudas que a Prefeitura vai ofertar poderá plantar até meio hectare de palma, e com isso será possível criar 150 ovelhas ou cabras ou 20 vacas leiterias. Sem dúvida nenhuma, isso terá um impacto muito positivo na economia da zona rural. E, por consequência, evitar o êxodo rural”, explica.

Além disso, as mudas que serão distribuídas pelo Governo Municipal são resistentes a uma praga que vem dizimando palmais em todo o Nordeste. O secretário municipal de Agricultura, Paulo César, lembra que o projeto também contribuirá para impedir a progressão dessa praga: “Queremos introduzir variedades que não são suscetíveis à praga para estabelecer um novo método de plantio, que multiplica em até cinco vezes a capacidade produtiva da área. É uma revolução muito grande, que trará muitos benefícios para o povo do campo.”