Imagens de segurança mostram ataque a café em Paris

0

Publicado por Editor | Colocado em Mundo | Data: 19 nov 2015

Tags:, ,

Veja (online)

Em vídeo publicado por jornal ‘Daily Mail’, é possível ver momento em que arma de terrorista falha ao tentar atingir duas mulheres

O jornal britânico The Daily Mail divulgou na noite desta quarta-feira as imagens das câmeras de segurança de um café que foi alvo dos ataques terroristas a Paris na última sexta-feira, que deixaram 129 pessoas mortas. Os vídeos mostram o momento em que um tiroteio se inicia no estabelecimento, que tinha alguns clientes sentados em mesas nas partes interna e externa do local.

Pelas imagens, é possível ver a reação das pessoas. Muitas que estavam dentro do café se abaixaram e tentaram se esconder sob as mesas e o balcão. Alguns clientes que se encontravam do lado de fora entraram no estabelecimento, enquanto outros se deitaram no chão.
Nesse momento, o atirador se aproxima do café, mas para em frente à porta e aponta a arma na direção de duas mulheres que estavam deitadas na calçada. Porém, uma falha na arma fez com que ele desistisse da ação e fosse embora. As duas mulheres, então, correm para longe do café.

Suposto mentor dos ataques em Paris é morto em ação da polícia francesa

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Mundo | Data: 19 nov 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

IMG_1583

A promotoria de Paris confirmou nesta quinta-feira (19), que o suposto mentor dos ataques que matou 129 pessoas n última semana, Abdelhamid Abaaoud, foi morto em uma operação policial. Ação ocorreu ontem, tirando da lista um importante membro do Estado Islâmico.

Abaaoud foi identificado através de amostras de peles tiradas de seu corpo, que estava tomado por balas, disse a promotoria em um comunicado. O corpo dele foi encontrado em um apartamento de um prédio que foi alvo da operação no subúrbio de Paris, em Saint-Denis. Fonte: Dow Jones Newswires.

Bombardeios da França na Síria mataram 33 membros do EI em três dias

0

Publicado por Editor | Colocado em Mundo | Data: 18 nov 2015

Tags:, , ,

Veja (online)

IMG_1023Aviões de combate decolam perto de Latakia, na Síria (Ministério de Defesa da Rússia/Reuters)

Pelo menos 33 membros do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) morreram nos últimos três dias em bombardeios de aviões franceses sobre a cidade de Raqqa, na Síria, principal reduto dos jihadistas. A informação foi divulgada nesta quarta-feira pelo Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

A França intensificou os ataques a essa região da Síria depois dos atentados em Paris deixarem 129 pessoas mortas na noite de sexta-feira. Os atos terroristas foram reivindicados pelo EI. Nesta segunda-feira, o presidente francês, François Hollande, afirmou que o seu país “está em guerra” e pediu que parlamentares e população reajam com “sangue-frio” ao terrorismo.

Sponholz

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 15 nov 2015

Tags:, , ,


Vídeo: cenas dramáticas de pessoas fugindo do tiroteio do Bataclan em Paris

0

Publicado por Editor | Colocado em Mundo | Data: 14 nov 2015

Tags:, , , ,

da Redação

Um vídeo mostra o desespero de pessoas que estavam no Bataclan em Paris fugindo do tiroteio na noite desta sexta-feira (13). Na vídeo do Le Monde, centenas de pessoas saem correndo por uma porta lateral da famosa casa de shows de Paris. Muitos feridos e alguns deles foram arrastados. As cenas são impressionantes. Veja:

Estado Islâmico assume autoria de ataques em Paris

0

Publicado por Editor | Colocado em Mundo | Data: 14 nov 2015

Tags:, , ,

BBC Brasil.com

Paris Terror

O grupo autodenominado ‘Estado Islâmico’ reivindicou a autoria dos atentados em Paris que deixaram ao menos 128 mortos e outros 180 feridos, e disse que eles foram uma resposta aos ataques franceses em seu território.

Em comunicado, o ‘Estado Islâmico’ disse que seus combatentes “estudaram cuidadosamente” os locais onde foram realizados os ataques, segundo a Reuters. Relatos apontaram que oito homens-bomba e atiradores realizaram as ações. Todos morreram. Não se sabe se outros cúmplices estão foragidos.

Foi o pior ataque na Europa desde os atentados em Madri, em 2004, e o mais violento na França desde a Segunda Guerra Mundial.

Mais cedo, o presidente francês, François Hollande, havia responsabilizado o ‘Estado Islâmico’ pelos ataques, e os chamou de “ato de guerra”. Ele prometeu uma guerra “impiedosa” contra terroristas.

Hollande disse que as ações foram planejadas e organizadas no exterior, com participação de células na França. O presidente elevou o nível de ameaça à segurança ao patamar mais alto, decretou estado de emergência e reforçou o controle de fronteiras do país. …Leia na íntegra

Ataques em Paris põem o 13 de novembro no calendário do terror e matam mais de 150

0

Publicado por Editor | Colocado em Mundo | Data: 14 nov 2015

Tags:, , ,

Veja (online)

Foto: Philippe Wojazer / Reuters
França

Os primeiros disparos dos terroristas islâmicos mal haviam ocorrido em Paris na noite desta sexta-feira, 13 de novembro, quando o submundo da internet passou a celebrar esse novo ataque à civilização. “O Ocidente costumava viver tranquilo e incendiar as terras muçulmanas com a guerra, mas depois da emergência do califado o jogo mudou #françaemchamas”, dizia uma das mensagens. “Ah, cruzados, estamos chegando com bombas e fuzis. Esperem por nós”, dizia outra. O ataque logo mostrou suas verdadeiras proporções. Seis locais da capital francesa foram atingidos quase simultaneamente. Dois suicidas detonaram explosivos nos arredores do Stade de France. No cenário da maior carnificina, a casa de espetáculos Bataclan, homens armados atiraram por mais de dez minutos contra o público que assistia a um show de rock, deixando mais de cem mortos. O saldo da noite foi de ao menos 153 vítimas fatais.

Concretizou-se assim um cenário de pesadelo que assombrava especialistas franceses em contraterrorismo. Há meses eles colhiam indícios de que uma ação com essas características estava sendo planejada – possivelmente por jovens nascidos na Europa e convertidos ao jihadismo em viagens à Síria e Iraque. …Leia na íntegra