Plano de Educação é aprovado na Comissão sem referência a gênero e sexualidade

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Educação | Data: 04 maio 2016

Tags:, , ,

Bocão News

Após um dia inteiro de discussão, manifestação de estudantes e líderes religiosos, o Plano Estadual de Educação foi aprovado nesta terça-feira (3) na Comissão Conjunta, sem referência aos termos gênero e sexualidade. A maioria dos deputados votou pela retirada dos termos do texto, apesar de o relator do projeto, deputado Bira Coroa (PT) ter rejeitado a emenda do pastor Isidório (PDT).

Na Comissão os deputados Fabíola Mansur (PSB), Zô (PCdoB) e Bobô (PCdoB) apresentaram um voto em separado a favor da manutenção do texto original. O Plano será votado nesta quarta-feira (3) no plenário da Casa. Não há indicação dos líderes de governo e oposição para votos favoráveis ou obstrução do projeto.

Plano Estadual de Educação será votado nesta quarta-feira

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Educação | Data: 04 maio 2016

Tags:, ,

Por Yuri Silva e Meire Oliveira – A Tarde

Entidades de defesa dos direitos humanos querem a aprovação de texto original - Foto: Divulgação l Ascom Sargento Isidório
Entidades de defesa dos direitos humanos querem a aprovação de texto original

O Plano Estadual de Educação (PEE) vai à votação nesta quarta-feira, 4, no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), envolto em uma polêmica protagonizada por deputados estaduais ligados à bancada evangélica e militantes da causa LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros).

O motivo do embate é uma emenda do deputado Pastor Sargento Isidório (PDT), que propõe a mudança do texto original do documento, retirando a diretriz que orienta a inclusão, no currículo escolar, de temáticas como raça, gênero e diversidade sexual, cultural e religiosidade.

Favoráveis à proposta do deputado Isidório defendem a dita família tradicional - Foto: Divulgação l Ascom Sargento IsidórioFavoráveis à proposta do deputado Isidório defendem a dita família tradicional – Foto: Divulgação – Ascom Sargento Isidório

Para o parlamentar, a exclusão desses assuntos do projeto de lei que institui o plano tem o objetivo de “assegurar o bem-estar das crianças e adolescentes e a plena consciência da presença divina na criação do homem e da mulher”, conforme o texto da própria emenda.

Ele afirma, ainda, que a proposta original, enviada à Casa Legislativa pelo governador Rui Costa, “incentiva o homossexualismo e a ideologia de gênero” entre crianças e adolescentes.

“Não posso aceitar o ensino de sexo e gênero para crianças primárias, de 6 anos. No fundo, a gente sabe que isso é ensino do ‘homossexualismo’ mesmo e pronto”, disse o deputado.

Protestos …Leia na íntegra

Herzem propõe audiências públicas para debater o Plano Estadual de Educação

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 26 abr 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

DSC_0511

O Plano Estadual de Educação entra na pauta da Assembleia Legislativa e levanta a discussão sobre o assunto em toda a Bahia. O Plano Estadual de Educação da Bahia conta com conteúdo de combate e conscientização em relação à homofobia e transfobia, o que provoca resistência de deputados evangélicos e conservadores.

A votação do Plano, prevista para acontecer nesta terça-feira (26), em regime de urgência foi adiada. Os deputados da Bancada de Oposição decidiram que o debate sobre o Plano não deve se restringir à Casa, mas ser expandida a todos os segmentos da sociedade, através de audiências públicas.

“Este é um projeto extraordinário, que prevê, inclusive, sete horas de aula por dia. O que todos querem é uma educação integral, mas precisamos também observar que o Plano não fique apenas no papel, é necessário qualificar os professores. Sugiro que a Assembleia realize Audiências Públicas para ampliar o debate, tendo em vista a necessidade ouvir quem está inserido diretamente, incluindo os profissionais da educação, pais e alunos”, destacou o deputado estadual Herzem Gusmão (PMDB).