Saúde: ANS suspende venda de 17 planos de saúde de três operadoras

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 30 nov 2018

Tags:, ,

Da Redação

Na manhã desta sexta-feira (30), a  Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) anunciou a suspensão de 17 planos de saúde de três operadoras, por reclamações na cobertura assistencial.

Segundo a ANS, os 156,6 mil beneficiários dos planos suspensos não são afetados, porque a medida impede apenas a realização de vendas para novos clientes.A decisão foi tomada depois da análise trimestral do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, que avalia as reclamações registradas pelos beneficiários e a resolução das queixas.

Os planos só poderão ser comercializados novamente quando forem comprovadas melhorias na cobertura do plano. Foi o que aconteceu com 19 planos de oito operadoras, que haviam sido suspensos anteriormente e receberam hoje autorização para voltar a ser comercializados a partir de 7 de dezembro.

No último trimestre do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, foram analisadas 16.442 queixas de clientes de planos de saúde, das quais 95,62% foram resolvidas através de mediação feita pela ANS.

Está suspensa a comercialização de 26 planos de saúde de 11 operadoras

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil | Data: 05 set 2018

Tags:, ,

Da Redação

Foi determinado pela  Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), nesta quarta-feira(05), a suspensão temporária da comercialização de 26 planos de saúde de 11 operadoras do país em decorrência das queixas relativas à cobertura assistencial. Os 26 planos, juntos, têm 75.500 beneficiários. A  suspensão começará a valer na próxima segunda-feira (10).

A medida é resultado do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, realizado a cada três meses pela agência. A ANS informou também que os usuários terão a assistência regular garantida. No entanto, para que os planos voltem a ser comercializados para novos clientes, as operadoras deverão comprovar melhorias no atendimento.

Os 75,5 mil usuários desses planos continuarão a ter assistência regular, mas as operadoras ficam impedidas de vender para outros interessados até que comprovem a melhoria no atendimento.

Confira a lista de planos com comercialização suspensa …Leia na íntegra

Governo revoga regras que aumentariam plano de saúde

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 31 jul 2018

Tags:, ,

banner alfa park

Larissa Quintino com UOL
do Agora (Reprodução)

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) revogou ontem uma resolução que regulamentava franquia e coparticipação nos planos de saúde.

A norma permitia, entre outros dispositivos, a cobrança de até 40% do valor de cada procedimento, além da mensalidade, para pacientes de convênios com coparticipação.

A medida entraria em vigor no dia 27 de dezembro, mas foi suspensa pelo STF (Supremo Tribunal Federal) após pedido da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

A presidente da corte, ministra Cármen Lúcia, afirmou que “saúde não é mercadoria” na decisão provisória.

Em nota, a ANS afirmou que a revogação se deve pela forma como as novas regras foram recebidas.

A expectativa da agência era que a resolução tivesse impacto positivo, “especialmente pelos consumidores, que passariam a contar com diversas camadas de proteção”.

Há duas semanas, ao jornal O Globo, o diretor de desenvolvimento setorial da ANS, Rodrigo Aguiar, disse que a agência “não é um órgão de defesa do consumidor”.

Entenda tudo o que muda nos novos planos de saúde

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 29 jun 2018

Tags:,

da Redação
Com informações do Agora e G1

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) publicou ontem, no “Diário Oficial da União”, novas regras para a contratação de convênios médicos com coparticipação e franquia.

Na prática, as empresas poderão cobrar, além da mensalidade, até 40% do valor de cada procedimento, no sistema de coparticipação, ou estabelecer um valor-limite a ser pago pelo consumidor, na franquia.

A ANS apenas orientava as empresas a não cobrarem mais do que 30% de coparticipação.

O que muda?

(…) G1

Para ter direito à contratação do plano, o empresário individual deverá ter uma empresa que esteja em operação há pelo menos seis meses. Ele deve apresentar documento que confirme a inscrição nos órgãos competentes, assim como a regularidade cadastral na Receita Federal.

Para manter o contrato, o empresário individual deverá conservar a sua inscrição nos órgãos competentes e o cadastro na Receita Federal ativo. Operadoras e administradoras de benefícios deverão exigir esses documentos em dois momentos no ato da contratação do plano e uma vez a cada ano, no mês de aniversário do contrato.

A resolução determina que operadora ou administradora de benefícios deverão informar as principais características do plano a que o contratante está se vinculando.

As novas regras também tornam mais difícil a rescisão unilateral pela operadora. O contrato só poderá ser rescindido sem motivo após uma notificação prévia de 60 dias e somente depois um ano de vigência do contrato.

Cancelamento de contrato

Se constatar que o contratante não apresenta documentos que comprovem sua atuação como empresário individual, a operadora poderá rescindir o contrato. O plano de saúde deverá apresentar ao contratante as razões da rescisão no ato da comunicação.

Caso não preencha os requisitos para contratar um plano de saúde empresarial, o contratante deverá recorrer a outra modalidade. Conforme prevê a Resolução Normativa nº 195, de 2009, ele deverá recorrer a um plano individual ou a um familiar.

31 planos de saúde estão com a comercialização suspensa pela ANS

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 06 jun 2018

Tags:, , ,

Da Redação

 

Foi determinada pela  Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a suspensão da venda de 31 planos de saúde de 12 operadoras a partir do dia 8 de junho. De acordo com a Agência Brasil, a decisão foi tomada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), com base em reclamações recebidas pelo Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento da agência reguladora, durante o primeiro trimestre deste ano.

Os 115,9 mil usuários desses planos continuarão a ter assistência regular, mas as operadoras ficam impedidas de vender para outros interessados até que comprovem a melhoria no atendimento.

A suspensão é temporária e pode ser revertida se as operadoras comprovarem melhoria no atendimento nesses planos. Trinta e três planos de 16 operadoras, que haviam sido suspensos anteriormente, por exemplo, serão reativados a partir de sexta-feira.

Veja a lista de planos com comercialização suspensa:

…Leia na íntegra

44 planos de saúde estão suspensos para a venda

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 05 mar 2018

Tags:, ,


Da Redação

A Agência nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspendeu a comercialização de 44 planos de saúde de 17 operadoras, devido a problemas e irregularidades no atendimento e no acesso às coberturas contratadas foram considerados suficientes para a suspensão de vendas.

A medida começará a valer a partir desta sexta-feira (09), e os beneficiários dos planos suspensos continuarão com o atendimento garantido de acordo com a ANS.

Essa medida faz parte Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento que tem como função avaliar as operadoras, a cada três meses, partindo de reclamações dos clientes relacionadas à demora.

 

Novas regras para MEI contratar plano de saúde já estão valendo

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 04 fev 2018

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Agência Sebrae de Notícias Bahia / CDL (Conteúdo)

Microempreendedores individuais precisam comprovar formalização por seis meses

Para evitar fraudes, passaram a valer nesta segunda-feira, dia 29, novas regras para microempreendedores individuais (MEI) contratarem planos de saúde empresariais. Agora, o MEI deve comprovar adesão ao perfil empresarial há pelo menos seis meses no momento da aquisição do plano, de acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). As exigências passam a incluir também a apresentação da inscrição no órgão competente – como junta comercial – e comprovante da Receita Federal.

A comprovação de atuação como MEI também deverá ser cobrada pelas operadoras de plano de saúde no aniversário do contrato. A ANS explica que as novas regras foram pensadas para evitar fraudes, em que pessoas que não desempenham atividade empresarial realizam registro como MEI para terem acesso ao plano empresarial.

Na adesão a um plano empresarial, o MEI pode estender a cobertura a um funcionário, caso tenha, e também a dependentes, desde que seja comprovado o vínculo familiar.

Empresas de planos de saúde descartam clientes idoso impunemente

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 10 dez 2017

Tags:,

da Redação
Fonte: Diário do Poder (Conteúdo)

    ANS suspende venda de 35 planos de saúde; 230 beneficiários são atingidos

    0

    Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 11 mar 2017

    Tags:,

    Da Redação

    A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspendeu, nesta sexta-feira (10), a venda de 35 planos de saúde de sete operadoras. A suspensão foi realizada devido a reclamações relativas às coberturas assistenciais recebidas no 4º trimestre de 2016. A medida faz parte do monitoramento periódico realizado pela ANS.

    Cerca de 230 beneficiários são atingidos com essa suspensão. “Estes clientes continuam a ter a assistência regular a que têm direito, ficando protegidos com a medida, uma vez que as operadoras terão que resolver seus problemas assistenciais para que possam receber novos beneficiários”, explicou a agência. Além da suspensão, o monitoramento liberou 10 operadoras, que poderão comercializar 46 produtos que estavam impedidos.

    *Com informações do Bahia Notícias

    Planos de saúde estão obrigados a cobrir teste de dengue a partir de hoje

    0

    Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 02 jan 2016

    Tags:,

    Agência Brasil

    dengueA partir deste sábado, 2, os planos de saúde serão obrigados a cobrir 21 novos procedimentos, entre eles o teste rápido para diagnosticar dengue. Além disso, houve a ampliação do número de consultas com fonoaudiólogo, nutricionistas, fisioterapeutas e psicoterapeutas, por exemplo.

    Segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o rol é uma lista de tratamentos de cobertura obrigatória pelos planos de saúde, baseada nas doenças classificadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

    Ainda estão na lista o implante de monitor de eventos (Looper) utilizado para diagnosticar perda da consciência por causas indeterminadas, o implante de cardio-desfibrilador multissítio, que ajuda a prevenir morte súbita e o implante de prótese auditiva ancorada no osso para o tratamento das deficiências auditivas. Todos os novos procedimentos de cobertura obrigatória estão disponíveis no site da ANS.

    ANS avalia qualidade dos planos de saúde pelas reclamações de usuários

    0

    Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 27 set 2015

    Tags:,

    Agência Brasil

    566392-Planos-de-saúde-suspensos-2013-01A partir de agora, os usuários de planos de saúde contam com uma nova ferramenta para avaliar as operadoras, com base nas reclamações que a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) recebe. A ferramenta já está disponível na página da agência reguladora.

    Segundo a ANS, o novo Índice de Reclamações aprimora o cálculo do ranking das mais reclamadas, dá mais transparência e funcionalidade e ajuda o beneficiário na escolha ou avaliação do seu plano. Foram incorporados dois indicadores, além do número de reclamações: um que identifica a conduta da operadora para resolver o problema e outro sobre os principais motivos das reclamações.

    …Leia na íntegra

    Cresce em 11% os planos de saúde que possuem um bom desempenho

    0

    Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 20 set 2015

    Tags:

    banner_shop_05

    Estadão Conteúdo

    566392-Planos-de-saúde-suspensos-2013-01O setor de saúde suplementar melhorou a qualidade do atendimento aos clientes nos últimos anos. De acordo com os dados do Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS), divulgados nessa sexta-feira (18/9) pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), de 2013 para 2014 o número de operadoras que ficaram com nota entre 0,6 e 1, que é a nota máxima, passou de 805 para 901, um aumento de 11,9%.

    Juntas, essas empresas com melhor avaliação correspondem a 75,9% do mercado de planos de saúde, e atendem 89% dos beneficiários de assistência médica e 96% da assistência exclusivamente odontológica. Na faixa mais baixa do índice, com notas de 0 a 0,19, o número de operadoras caiu 30,5% e passou de 72 para 50 de 2013 para 2014.

    …Leia na íntegra

    Planos de saúde terão reajuste de até 13,5%

    0

    Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 04 jun 2015

    Tags:

     Agência Brasil

    Planos de Saúde BBA Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou nesta quarta-feira, 03, o índice máximo de reajuste a ser adotado pelos planos de saúde, nas categorias individual e familiar, no período de maio deste ano a abril de 2016. O porcentual não deve superar 13,55% e será aplicado a partir do mês de aniversário do contrato. A determinação será publicada no Diário Oficial da União (DOU).

    Segundo a ANS, o novo porcentual valerá para planos contratados a partir de janeiro de 1999 ou adaptados à Lei 9.656/98. As operadoras poderão cobrar valor retroativo entre o mês no qual o índice for aplicado e a data de aniversário. O reajuste anual vai incidir sobre o contrato de aproximadamente 8,6 milhões de beneficiários, segundo a agência.

    A Associação Brasileira de Medicina de Grupo (Abramge), que representa o setor, criticou o índice. “Nos últimos anos, os valores propostos pela ANS para reajuste estão abaixo da ‘inflação médica’, que representa o impacto de custos agregados de consultas, procedimentos, internações e exames.”

    Veja as principais queixas contra os planos de saúde

    0

    Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 31 ago 2014

    Tags:

    Agora São Paulo

    566392-Planos-de-saúde-suspensos-2013-01Mesmo com queda no número de reclamações registradas na Fundação Procon-SP e na ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), as queixas contra planos de saúde continuam sendo um dos principais motivos de reclamação nos órgãos de defesa do consumidor.

    Falta de cobertura, reajuste abusivo e descumprimento de contrato estão entre os maiores problemas enfrentados por quem tem um convênio.

    De acordo com o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), as queixas contra operadoras de planos de saúde estão na primeira posição há 12 anos.

    …Leia na íntegra

    Planos de saúde devolvem R$ 91,15 milhões ao SUS

    0

    Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil | Data: 01 jun 2014

    Tags:

    Agência Brasil

    566392-Planos-de-saúde-suspensos-2013-01Nos primeiros quatro meses de 2014, as operadoras de planos de saúde ressarciram R$ 91,15 milhões ao Sistema Único de Saúde (SUS). O valor arrecadado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é quatro vezes maior que o do mesmo período de 2013.

    Durante todo o ano passado, os planos pagaram R$ 183,24 milhões ao SUS refente à utilização de serviços públicos de saúde por parte de seus consumidores. Em 2011 e 2012 foram R$ 154,06 milhões reembolsados aos cofres públicos.

    …Leia na íntegra

    Planos de saúde lideram ranking de queixas do Idec em 2013

    0

    Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil | Data: 16 mar 2014

    Tags:,

    Agência Brasil

    Planos de Saúde BBPelo segundo ano consecutivo, o setor de planos de saúde lidera o ranking de queixas recebidas pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), de acordo com balanço divulgado durante a semana em comemoração ao Dia Mundial do Consumidor, celebrado hoje (15). Os planos de saúde estão no topo da lista, com 26,66% das demandas feitas à entidade em 2013, com acréscimo de 6,26 pontos percentuais em relação a 2012.

    Em seguida, vêm serviços financeiros (16,73%), produtos (13,05%) e telecomunicações (12,53%). Outros setores, que englobam imóveis, transporte, lazer e serviços públicos, corresponderam a 31,03% dos registros feitos por consumidores no Idec. No ano passado, o instituto registrou 13.541 demandas, sendo 8.040 dúvidas de relações de consumo e 5.501 pedidos de informação sobre processos judiciais.

    …Leia na íntegra

    Senado aprova projeto que obriga planos de saúde a cobrir tratamento de câncer

    0

    Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 22 out 2013

    Tags:,

    Agência Brasil

    Planos de SaúdeOs planos de saúde terão que arcar com os custos da quimioterapia para pacientes que optarem e tiverem licença médica para o tratamento de câncer em casa. Um projeto de lei aprovado nesta terça-feira (22) no Senado inclui no rol de coberturas obrigatórias para os seguros privados de saúde os medicamentos de tratamentos antineoplásicos de via oral, os procedimentos radioterápicos e a hemoterapia.

    O repasse dos medicamentos poderá ser feito diretamente na residência, por meio de rede credenciada do plano ou ainda ao representante legal do paciente, desde que sem cobrança de qualquer custo adicional. O plano também poderá optar por entregar os remédios de maneira fracionada por ciclo, conforme prescrição médica.

    …Leia na íntegra

    Plano de saúde não é confiável para 80%; na Bahia, Amil é maior alvo de queixas

    0

    Publicado por Roberto Silva | Colocado em Bahia, Brasil | Data: 19 out 2013

    Tags:

    Correio da Bahia

    Planos de SaúdeSe você já sentiu aquela raiva ao tentar marcar uma consulta ou exame médico e não contar com o plano de saúde que lhe cobra caro, está na mesma situação que 79% dos usuários de convênio em São Paulo.

    Este é o índice de pessoas insatisfeitas com seu plano, segundo pesquisa do Instituto Datafolha e a Associação Paulista de Medicina (APM). Assim, pelo menos 30% dos pacientes já recorreram ao Sistema Único de Saúde (SUS) ou ao atendimento particular. Foram ouvidas 861 pessoas que precisaram dos planos nos últimos dois anos.

    Na Bahia, os planos de saúde não chegam a ser recordistas, mas estão entre os principais serviços que levam consumidores à Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-BA).

    …Leia na íntegra

    Sem melhorias, Planos de Saúde estão suspensos de novo

    0

    Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 09 out 2013

    Tags:, , ,

    da Redação (Caludio Humberto)

    A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) voltou a suspender a venda de 246 planos de saúde de 26 operadoras, como punição por descumprimento da legislação. A medida foi tomada depois de o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Felix Fischer, suspender liminares concedidas a favor das operadoras e decidir pela manutenção do sistema da ANS usado para avaliar os planos de saúde, baseado em reclamações de consumidores. A medida não afeta clientes que usam atualmente os planos punidos.

    A determinação do STJ, comunicada hoje à ANS, sobrepõe-se a liminares dos tribunais regionais federais (TRF) da 2ª Região (no Rio de Janeiro) e da 3ª Região (em São Paulo), que questionaram o sistema de avaliação da agência reguladora e determinaram a suspensão da punição aplicada às operadoras. As liminares foram concedidas pelos tribunais à Federação Nacional de Saúde Complementar (FenaSaúde) e à Associação Brasileira de Medicina de Grupo (Abramge). …Leia na íntegra

    Planos de saúde terão reajuste de até 9,04%

    0

    Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil | Data: 28 jul 2013

    Tags:

    Agora São Paulo

    Planos de SaúdeOs planos de saúde individuais e familiares terão reajustes de até 9,04% neste ano.

    O índice foi autorizado ontem pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) e será aplicado aos contratos assinados desde janeiro de 1999.

    Cerca de 8,4 milhões de beneficiários se enquadram nessas características, de um total de 47,9 milhões de clientes com planos.

    O aumento será aplicado no mês de aniversário do contrato e valerá desde maio até abril do ano que vem.

    …Leia na íntegra